O que é webinar, como funciona, benefícios e como fazer

O que é webinar, como funciona, benefícios e como fazer

Se é verdade que o futuro na internet é dos vídeos, como indicam pesquisas, você precisa saber o que é webinar.

Essa é mais uma poderosa ferramenta de marketing digital, capaz de gerar leads e de atuar no processo de nutrição até a sua concretização como clientes.

Como você pode ver, o uso de uma plataforma webinar se aplica a todas as fases do funil de vendas.

E se é assim, como deixar de utilizá-la em suas ações?

É por essa e outras razões que você deve acompanhar este artigo.

Vamos abordar a partir de agora tudo sobre o webinar: como funciona, como fazer, seu significado, a participação nos resultados de marketing e muito mais.

Está pronto para essa imersão em conhecimento?

Então, siga a leitura e descubra o que é webinar e como explorar o melhor da ferramenta.

O que é webinar?

O que é webinar?

Webinar é uma espécie de videoconferência com fins comerciais ou educacionais, na qual uma empresa utiliza uma plataforma online para uma comunicação em via única. O termo é uma abreviação da expressão em inglês web based seminar, que significa seminário realizado pela internet.

A melhor forma de entender a ferramenta e seu potencial dentro da estratégia de marketing é comparando com o mundo offline.

Imagine que você queira lançar um novo produto e gostaria de fazer uma apresentação ao público.

Ou, quem sabe, planeje realizar uma palestra para reforçar sua autoridade em determinado assunto junto ao seu público.

Em vez de ter o trabalho de lotar um auditório e cuidar de todos os detalhes que um evento desse porte exige, você faz da internet o seu local de realização.

Além da eficiência que essa decisão agrega ao seu objetivo, o alcance da ação é ilimitado.

É muito diferente de realizar a mesma palestra, seminário ou conferência presencialmente, pois nesse caso seu público fica restrito à capacidade do espaço utilizado.

Além disso, o que irá determinar se o webinar servirá como uma ação de marketing de conteúdo ou como marketing de vendas será o assunto abordado no evento por vídeo.

Para o primeiro objetivo, o foco será sempre o da oferta de conteúdo relevante, com informações úteis que ajudem a posicionar a marca ou a empresa como referência e autoridade.

Já para o segundo, a ação é claramente comercial, já que é utilizada na promoção e divulgação de uma empresa ou de uma solução por ela oferecida.

Cada objetivo demanda uma estratégia diferente e falaremos mais sobre isso ao longo do artigo.

Como funciona um webinar?

Como funciona um webinar

Agora, você já entende ao menos o conceito básico sobre o que é webinar. Mas como ele funciona na prática?

Um webinar pode ser realizado ao vivo ou com vídeo gravado e transmitido em horário pré-estabelecido.

Sempre que a primeira opção puder ser sua escolha, ela se mostra mais interessante pelo potencial de interação que ela oferece.

Afinal, tal qual uma palestra realizada em um centro de eventos qualquer, é interessante na conferência online abrir espaço ao final para responder a perguntas.

Fora esse detalhe de transmissão, que pode variar conforme a situação e objetivo da ação, seu funcionamento é bastante simples de entender.

Para fazer um webinar, é preciso utilizar uma ferramenta online própria para isso (leia mais sobre as plataformas a seguir, no tópico Como fazer um webinar).

Cumprida as etapas de divulgação do evento, no horário agendado, o webinar entra no ar no canal escolhido.

Interessante observar que, para ter acesso ao webinar, é preciso fornecer seu e-mail de contato.

Dessa forma, a ação funciona como um meio para gerar leads, da mesma forma que um e-book, por exemplo.

A característica principal de um webinar, como já explicado, é a de comunicação em única via.

Isso quer dizer que haverá sempre um apresentador/palestrante/conferencista e só ele fala, enquanto os demais assistem.

Dependendo do formato da ação e da plataforma utilizada, há possibilidade do envio de perguntas e também de interação entre o público através de chat próprio.

Após o encerramento do webinar, vale disponibilizar o vídeo em uma plataforma como o YouTube.

Isso permite que que aqueles que não puderam assistir no horário marcado tenham acesso ao conteúdo.

Benefícios de um webinar

Benefícios de um webinar

Antes de falarmos de forma detalhada das principais vantagens de um webinar, vamos apresentar alguns números que reforçam a necessidade de você experimentar essa estratégia.

No ano passado, o Content Marketing Institute identificou em pesquisa que dois terços dos comerciantes B2B (entre empresas) usavam webinars na sua estratégia e que, entre eles, 66% viram efetividade na ferramenta.

Já de acordo com pesquisa da Cisco, até 2020, mais de 80% de todo o tráfego na internet vai se dar por meio de vídeos.

Isso reforça que, aquilo que hoje talvez seja utilizado para se diferenciar da concorrência, em breve será condição obrigatória para sobreviver no meio digital.

Então, que tal começar a usar logo essa poderosa ferramenta a seu favor?

Veja só os principais benefícios que ela agrega à sua estratégia de marketing.

Atenção

Não é por acaso que a preferência pelo conteúdo em vídeo vem numa crescente.

Isso acontece porque boa parte dos usuários online gosta de consumir informação dessa forma e não através de um artigo de blog, por exemplo.

Não significa que você deva abandonar a estratégia de textos, mas que, ao somar os webinars, garante um maior nível de atenção do público.

Engajamento

Engajamento

Por mais que a sua foto esteja em um artigo de blog, permitir ao usuário ver você em um vídeo ao vivo leva a conexão a outro patamar e estimula o engajamento.

É muito diferente, por exemplo, inserir uma pergunta nos comentários de um post e vê-la respondida quase que na mesma hora durante um webinar.

Essa relação de proximidade é ótima para concretizar conversões.

Autoridade

Poucas são as oportunidades como essa de reforçar a sua autoridade no assunto que aborda.

O poder da comunicação por vídeo está na alta capacidade de persuasão.

Basta demonstrar real domínio sobre o que está falando para ser percebido dessa forma pelo público.

Tráfego

Um webinar provoca uma verdadeira reação em cadeia positiva.

Primeiro, vêm os leads que alimentam a sua lista de e-mails.

Depois, surgem as interações com seu site, blog e redes sociais.

Como consequência, há um aumento do público com potencial interesse nas soluções que oferece.

Vendas

Não há dúvidas de que é muito mais difícil convencer um cliente sobre uma necessidade de compra escrevendo do que falando.

Só por esse motivo já fica claro o benefício de um webinar.

Mas não podemos deixar de citar que, como ele se direciona a pessoas diferentes do seu funil de vendas, essa é uma oportunidade única de aproximar seus leads da sua etapa derradeira.

Inclusive, um webinar funciona muito bem para esclarecer pontos sobre a solução que oferece e eliminar qualquer tipo de objeção com relação a ela.

Como fazer um webinar?

Como fazer um webinar?

Fazer um webinar não é difícil, mas o sucesso da ação depende de planejamento. O ideal é que se dedique a detalhes da estratégia com um mês de antecedência. Também é indicado criar uma sequência de etapas para antes, durante e depois do evento online.

Se você entende o que é webinar e a sua importância, mas se sente um pouco perdido ainda, não se preocupe.

Confira agora o passo a passo a seguir para criar um webinar de sucesso.

1. Escolha a plataforma

Essa é uma etapa muito importante e que pode demandar tempo, mas não a pule.

Existem atualmente diversas plataformas utilizadas para a realização de webinars, algumas gratuitas e outras pagas.

Para essa decisão, considere a sua necessidade e como a ferramenta que pretende utilizar atende ao que precisa.

Algumas delas são:

  • Google Hangouts
  • Facebook
  • YouTube
  • WebinarJam
  • Twitch
  • WeBex
  • GoToWebinar
  • GoToMeeting.

2. Defina o tema

Essa parece ser a etapa mais fácil, mas não se engane.

Os resultados da sua ação em vídeo dependem necessariamente do tema que irá apresentar.

É fundamental que atenda aos seus objetivos, mas eles não devem ser diferentes dos interesses do público – ou o webinar não irá adiantar de nada.

Nessa definição, vale fazer um exercício semelhante ao que você adota para a escolha de temas para o seu blog, caso tenha um.

Você faz uma pesquisa por palavras-chave para identificar os assuntos de maior interesse, certo?

É claro que não será preciso usar os termos mais buscados no Google em sua apresentação, mas conhecê-los ajuda a determinar aquilo que o público deseja saber.

3. Escolha a data

Esse é outro detalhe que, por vezes, é menosprezado, como se não fosse relevante.

Não caia nesse erro, pois marcar seu webinar para uma véspera de feriado ou para uma sexta-feira, por exemplo, quase sempre é uma má escolha.

Mais uma vez, você precisa considerar os interesses do seu público para garantir que ele esteja online no momento da transmissão.

Quanto menos o seu evento concorrer com outros que possam afetar sua audiência direta ou indiretamente, melhor.

4. Crie a landing page

 

Definidos o tema, a data e o horário do seu webinar, é preciso caprichar na peça que irá garantir a presença do usuário entre os inscritos para o evento.

Uma landing page é uma página de conversão. Com um visual limpo e sem distrações, ela funciona como um convite para o webinar.

Ela deve trazer um breve formulário, que é onde o usuário registra seu nome e seu e-mail.

Outras informações podem ser úteis, mas o essencial é garantir essas duas, pois isso já caracteriza um novo lead.

A landing page do seu webinar precisa ainda de um título chamativo, recursos visuais cuidadosamente explorados, clareza na oferta e vantagens que o evento oferece, além de um CTA, geralmente com um botão de inscrição e uma frase curta e convidativa.

5. Divulgação

Tendo a peça de divulgação pronta para o seu webinar, o próximo passo é disponibilizar ao público de seu interesse.

Isso pode ser dar de diferentes formas. Vamos resumir as três principais agora: e-mail marketing, mídias sociais e CTA no site ou blog.

E-mail marketing

Essa tática é muito útil se você tem uma boa base de e-mails cadastrados.

Vale considerar aí todos os atores de seu funil de vendas, como o público-alvo, leads, leads qualificados e clientes.

Quanto mais próximo o seu relacionamento com o remetente, maior a chance de sucesso da ação.

Lembre-se de apresentar um texto conciso, porém não artificial. Ele deve ser igualmente convidativo para que o usuário clique no link que o leve à landing page.

Conhecer detalhes do seu público é a chave para acertar na linguagem e na proposta da oferta a ele.

Mídias sociais

Seu público usa muito o Facebook? Ou a “cara” dele é o Instagram? Quem sabe ele seja heavy user do Twitter?

Seja qual for o canal onde você interage com maior frequência e tem mais seguidores, é importante explorar todas as mídias sociais onde seus leads e seus clientes estão.

Um post conciso, uma imagem atrativa e um convite para inscrição no webinar são aspectos fundamentais da estratégia nas redes.

Não esqueça de linkar para a landing page, é claro.

Colocar Call to Action no site e blog

O CTA, ou Call to Action, é uma chamada à ação do usuário. Em meio a um post no blog ou no seu próprio site, ele pode ser apresentado na forma de banner, como um botão e mesmo através de um link no texto.

Todas as estratégias podem ser válidas, desde que você avalie os resultados.

O importante é não perder a oportunidade de convidar o público que visita suas páginas a participar.

E seja qual for o CTA utilizado, ele sempre deve direcionar o usuário para a sua landing page.

6. Faça um roteiro

Depois de cuidar da divulgação e manter esse esforço até a data de realização do webinar, é interessante elaborar um roteiro com as demais ações a adotar.

Isso é importante porque, ao contrário do que pode parecer, há uma série de detalhes que não podem ser esquecidos na preparação de um webinar.

Considere, por exemplo, o momento da apresentação em tempo real.

Você sabe sobre o que vai falar, é claro, mas e se na hora der um branco?

Não justifica deixar de construir um roteiro que irá funcionar como um guia para conduzir o webinar.

O objetivo, é claro, é não deixar nada de importante de fora.

7. Abuse de recursos visuais

Vale construir um ambiente propício à transmissão do conhecimento, mas na medida certa.

Isso significa que a sala que será utilizada não deve ter elementos que irão poluir a imagem.

Nesse caso, opte pelo básico, como um quadro branco e uma caneta apropriada para destacar pontos necessários.

Já para reforçar conceitos, aí sim vale explorar cores e recursos visuais, em especial através de slides.

O webinar precisa ser interativo. Por mais que você esteja falando ao vivo e respondendo questões, se o evento durar 60 minutos, será uma hora com o seu rosto na tela.

Cansativo para quem assiste, concorda?

Então, preveja a inserção de materiais explicativos na tela. Além dos slides, vale adicionar fotos, por exemplo.

Foque em tudo aquilo que agrega ao webinar.

8. Apresente o webinar

Apresente o webinar

Depois de cuidar de tudo, ter testado a internet e renovado o convite para quem se inscreveu, chega a hora da verdade.

Não faça tudo sozinho.

Ainda que apresente sozinho o webinar, tenha uma “retaguarda” para controlar os comentários, por exemplo.

Se houver problemas na transmissão, essa pessoa também cumpre o papel de avisá-lo.

Lembre-se de ser claro e didático, explicando o assunto e retomando pontos que exigem atenção.

Não esqueça de agradecer ao público ao iniciar e ao encerrar o webinar.

Essa é uma oportunidade de ouro para estreitar relações com o usuário.

9. Avalie os resultados

É muito importante estabelecer metas para o webinar e, após o evento, verificar se elas foram alcançadas.

O número de participantes é o primeiro fator, é claro. Ele condiz com suas pretensões? Foi muito diferente do número de inscritos?

E sobre a quantidade e a qualidade das interações durante o webinar, o que tem a dizer?

É interessante ainda promover uma pesquisa junto àqueles que assistiram ao evento online – o que pode ser realizado por e-mail.

10. Disponibilize a quem não assistiu

Todo o trabalho que você teve não merece ser utilizado apenas pelo tempo em que o webinar estiver no ar.

Além disso, disponibilizar seu conteúdo em plataformas como o YouTube ajuda a reforçar a sua autoridade e a atrair a atenção da audiência para a sua marca ou empresa, gerando tráfego para seu site ou blog.

Conclusão

Conclusão Webinar

Conversar com sua audiência por vídeo ganha cada vez mais importância conforme as relações online evoluem.

O público quer instantaneidade, quer conteúdo relevante e quer ser abastecido com informações práticas, repassadas por quem possui autoridade sobre aquilo que fala.

Tudo isso é possível encontrar em um webinar, o que explica o crescente interesse na ferramenta.

Seja para vender uma solução ou para utilizá-la com propósito educacional, não há como pensar em marketing digital hoje sem esse tipo de estratégia.

Agora que aprendeu o que é webinar, como funciona, seus benefícios e como fazer, você está pronto para gerar e qualificar leads por meio da ferramenta.

Como vimos ao longo do artigo, essa é uma grande oportunidade para conquistar relevância e aumentar as vendas.

Então, mãos à obra!

Defina o assunto, a data, crie uma landing page exclusiva e arrase na apresentação.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.