Topic Clusters: transforme o seu conteúdo em um imã de audiência

Topic Clusters: o que são, por que otimizam o seu SEO e como fazer

O que eu observei frequentando vários restaurantes demonstra muito bem como os topic clusters podem transformar o seu conteúdo em um imã de audiência.

É o seguinte: existe uma grande diferença entre os restaurantes mais badalados, com lista de espera imensa por uma reserva, e os restaurantes menos frequentados.

Você pode até achar que essa diferença está na qualidade da comida. Mas na verdade não é bem isso.

A comida dos restaurantes badalados na maioria das vezes é maravilhosa, é claro.

Mas o grande lance é que esses restaurantes entregam muito mais do que isso.

O ambiente, o atendimento, tem alguém que te explica o prato, porque o chef usou um determinado tempero, como surgiu a ideia daquela comida, qual é a história do restaurante…É toda uma experiência.

E é justamente isso que faz a diferença.

Eu me arrisco até a dizer que se esses restaurantes entregassem exatamente o mesmo prato, mas sem todos os outros elementos que fazem parte da experiência, eles provavelmente não teriam o mesmo sucesso.

Por que estou te falando isso? Porque algo bem parecido acontece com o conteúdo que você oferece para o seu público.

Não adianta você só focar em produzir conteúdo de valor. A forma como você entrega pode fazer toda a diferença.

Porque informação tem em todo canto na internet.

O lance é que está tudo disperso e a maioria das pessoas não sabe muito bem onde encontrar o que procura.

Essa confusão gera estagnação nas pessoas, elas não conseguem aprender o que querem e muito menos sair do lugar.

E aí o processo de você educar seu público sobre a necessidade do seu produto ou serviço acaba sendo mais demorado e tem menos chances de gerar vendas.

Mas se você organiza e entrega o seu conteúdo de valor usando os topic clusters, gera uma experiência para a sua audiência e consegue criar um imã.

E eu não estou falando só de atrair um novo público.

Mas as chances são que essas pessoas vão ficar vidradas no seu conteúdo. Elas vão investir o tempo delas para ler o que você tem para dizer.

E quanto mais tempo elas passarem consumindo o seu conteúdo, mas fácil fica de vender o seu produto ou serviço.

Então, se você quer descobrir como organizar o seu conteúdo para criar uma experiência que seja um imã de audiência, continua comigo até o final desse artigo.

Porque eu vou te mostrar:

  • o que são os topic clusters;

  • como eles funcionam;

  • por que você deveria usá-los;

  • e como montar uma estratégia de topic clusters.

Então, vamos lá?

O que são os topic clusters?

O que são os topic clusters?

Para você entender o que são os topic clusters, eu vou te dar dois exemplos de situações fora do mundo virtual que representam bem o que eles são.

Se você estivesse morrendo de fome e entrasse em um shopping no qual você nunca foi antes, qual é a primeira coisa que você perguntaria?

Provavelmente onde fica a praça de alimentação, porque é lá onde estará reunida a maioria dos restaurantes.

Algo parecido também acontece quando você vai no mercado comprar tomate ou alface.

Consciente ou inconscientemente, você vai em busca da seção de frutas e verduras para encontrar o que você estava procurando.

Se você for parar para pensar, muita coisa no nosso dia a dia é organizada em grupos de acordo com determinadas categorias.

Provavelmente, até mesmo o seu guarda-roupa é assim. Tem a gaveta das meias, a das camisetas… E por aí vai.

Os topic clusters são nada mais do que usar essa forma de organização para ordenar o conteúdo do seu site e do seu blog.

Traduzindo literalmente do inglês topic é tópico e cluster é grupo ou aglomeração. Ou seja, o topic cluster é um grupo de artigos ou páginas sobre um mesmo tópico.

Eu vou te dar mais detalhes de como eles funcionam, mas já para ir adiantando, é mais ou menos assim…

Você cria, para o seu blog, um artigo mais abrangente sobre um determinado tópico (que é como se fosse a praça de alimentação) que contém links para artigos que abordam pontos específicos (que são os restaurantes dentro da praça de alimentação).

Por exemplo, se você tem um blog sobre atividade física, você criaria um artigo sobre corrida no geral que abordaria os mais diversos tópicos de forma resumida e indicaria a leitura de outros artigos sobre pontos mais específicos, como:

  • tênis para corrida;

  • alimentação antes da corrida;

  • roupas ideais para correr;

  • como se preparar para uma corrida de rua;

Os topic clusters não são uma estratégia apenas para manter o seu conteúdo mais organizado.

Como eu vou te mostrar mais adiante, ela também tem tudo a ver com SEO e pode trazer diversos benefícios para o seu negócio.

Como funcionam os topic clusters?

Como funcionam os topic clusters?

Você já pensou o que acontece quando um visitante entra no blog do seu negócio e pesquisa sobre um tema?

Na maioria das vezes o que acontece é que aparecem diversos artigos que abordam aspectos específicos sobre o tema pesquisado.

Se ele é um visitante que sabe exatamente o que quer, não terá muito problema em escolher um artigo para ler.

Mas se é alguém que está pesquisando pela primeira vez sobre um determinado assunto, as chances são que ele vai ficar perdido sem saber por onde começar e pode até desistir de continuar no seu blog.

Para evitar esse tipo de situação, os topic cluster funcionam mais ou menos como guias turísticos que sabem tudo sobre uma região e conseguem te indicar qual caminho você deve seguir para alcançar o seu objetivo.

A estrutura deles é composta por dois tipos de artigo, que eu já vou te explicar, e pode ser representada pela seguinte imagem:

Como funcionam os topic clusters?

Fonte: Hubspot

Pillar page

A pillar page ou página pilar deve ser a primeira página que o visitante entrará em contato quando pesquisar sobre um assunto.

Porque ela concentra todas as informações e aspectos de um tema de forma abrangente.

Ela é como uma estrutura de sustentação que dá a base e faz a conexão entre os mais variados tópicos específicos.

Lembra do exemplo do blog sobre atividade física?

Artigos como tênis para corrida, alimentação antes da corrida, roupas ideais para correr, e como se preparar para uma corrida de rua abordam tópicos específicos, porém estão todos ligados pelo mesmo tema: corrida.

A pillar page, então, neste caso seria um artigo sobre corrida que abordasse esses tópicos de forma mais superficial e fizesse a ponte para os textos mais específicos.

Dessa forma, o visitante que pesquisar sobre corrida vai encontrar todas as informações que ele precisa sobre o assunto reunidas em um só lugar.

E se ele tiver mais curiosidade sobre algum tópico ou quiser saber algo mais específico, ele vai saber qual artigo ler, porque a página pillar faz essa conexão.

Clusters

Os clusters são os artigos nos quais os assuntos mais específicos, que foram trabalhados mais superficialmente na pillar page, são destrinchados de forma minuciosa.

Eles focam em apenas um aspecto do tópico e não abordam outros assuntos.

Por exemplo, um artigo sobre como se preparar para uma corrida de rua pode até mencionar a importância da alimentação adequada, mas não se aprofunda nesse assunto, pois esse não é o foco.

Pensando em termos de palavras-chave, as páginas pilares partem de tópicos mais abrangentes enquanto os clusters usam palavras-chave de cauda longa.

Por que usar topic clusters?

Por que usar topic clusters?

A forma como as pessoas pesquisam na internet mudou bastante nos últimos anos, graças às melhorias e novas descobertas na área de inteligência artificial.

Quando a internet começou, se você queria encontrar alguma coisa tinha que usar palavras-chave específicas e até mesmo testar diversas combinações até encontrar o que você estava procurando.

Hoje em dia, no entanto, é possível fazer perguntas como se você estivesse dialogando com uma pessoa para encontrar respostas.

Por exemplo, se antes você precisava procurar por algo tipo “restaurante comida chinesa brasília” para encontrar um restaurante de comida chinesa…

Agora você pode perguntar para o Google ou a Siri (a assistente virtual do iPhone) “qual é o restaurante de comida chinesa mais perto de mim?” e as chances de eles te darem uma resposta satisfatória é bem alta.

Porque atualmente as ferramentas de busca conseguem identificar a intenção da pesquisa e a relação entre um conteúdo e outro. A busca não está mais tão amarrada às palavras-chave.

Quando o Google olha para um topic cluster, ele entende que existe uma relação semântica, ou seja, o conteúdo das páginas está bem amarrado por um tópico em comum.

E isso é muito bom, pois como a ferramenta de busca entende que aquele grupo de conteúdo cobre diversos aspectos de um mesmo tópico, ele é mais completo do que um artigo isolado e tende a ranquear melhor nos resultados da pesquisa.

Usando a estratégia de topic clusters você consegue otimizar o SEO do seu site ou blog e, consequentemente, atrair mais visitantes.

Inclusive, esse é um dos 5 benefícios que eu quero te mostrar.

Benefícios de usar os topic clusters em sua estratégia

Benefícios de usar os topic clusters

Os topic clusters além de ser um jeito de acompanhar a evolução na forma como as pessoas pesquisam na internet, também pode trazer benefícios para o seu blog e para o seu negócio.

E eles são os seguintes:

1. Gera mais tráfego orgânico

Se você acompanha o blog do KP, é bem provável que você já me viu falando diversas vezes sobre a importância de estar na primeira página de resultados de uma busca.

Pode parecer até repetitivo, eu sei. Mas eu preciso bater nessa tecla, porque a longo prazo é uma forma de você aumentar o tráfego do seu site ou blog sem ter que investir nada a mais para isso.

Se é a primeira vez que você está ouvindo falar disso, é o seguinte: quando você ou qualquer outra pessoa faz uma pesquisa no Google, 95% das vezes vai encontrar o que precisa na primeira página de resultados.

O que está na segunda, terceira, quarta… página praticamente ninguém vê.

Ou seja, se você quer atrair novos visitantes para o blog ou site do seu negócio, você precisa criar um conteúdo muito bom tanto para os leitores, quanto para as ferramentas de busca. E para fazer isso, você precisa aplicar as técnicas de SEO.

Mas o que topic clusters tem a ver com tudo isso?

Essa é uma estratégia que impacta diretamente no SEO e aumenta as chances do seu conteúdo, especialmente as pillar pages, aparecer na primeira página.

Isso vai fazer com que mais pessoas encontrem o seu site ou blog e vai gerar mais tráfego orgânico, ou seja, sem investir em anúncios você conseguirá crescer a sua audiência.

2. Mantém a audiência no seu site por mais tempo

Como o conteúdo de um topic cluster é mais denso porque abrange diversos aspectos de um mesmo tópico, os leitores vão demorar mais tempo para consumir tudo.

Isso leva o Google (e outras ferramentas de busca) a entender que as pessoas estão encontrando o que elas procuram ali e isso ajuda a melhorar o ranqueamento da página.

Além disso, como a pillar page contém links para os outros artigos do cluster as pessoas tendem a seguir os links e ir de um artigo para o outro, passando mais tempo no seu blog.

3. Aumenta a autoridade

Como o conteúdo do topic cluster é bem abrangente e completo, ele acaba se tornando uma referência dentro daquele assunto.

Isso quer dizer que naturalmente mais pessoas vão linkar e citar o conteúdo do seu blog ou site, aumentando a sua autoridade dentro do tópico.

E isso atrai não só novos leitores, mas também clientes.

Porque as pessoas compram de quem elas confiam que vão resolver o problema delas e a forma de gerar essa confiança é por meio da autoridade.

4. Gera leads qualificadas

Você pode usar o conteúdo dos seus topic clusters para gerar leads.

Por exemplo, você pode disponibilizar o conteúdo de todo o cluster em pdf para o visitante baixar e ler depois ou templates que ajudem a colocar em prática alguma dica que foi dada e pedir em troca o contato de email.

Essas leads geralmente estão um passo à frente de quem leu um artigo mais simples e depois deixou o contato, porque elas se interessaram por um conteúdo mais denso e completo.

Ou seja, demonstraram que aquele tópico é, de alguma forma, relevante para elas e querem saber mais.

5. Diminui o tempo de nutrição da lead

Para um potencial cliente ir do topo ao fundo do funil de vendas, ele precisa passar por um período onde será educado sobre o problema e a necessidade de buscar uma solução, que é o seu produto ou serviço.

Os topic clusters diminuem o tempo de nutrição da lead para que ela esteja pronta para fechar a venda, porque eles fornecem muita informação de uma vez.

Assim, o processo de educação é acelerado e o potencial cliente chega ao fundo do funil mais rápido.

Na prática, isso quer dizer que as chances de você fechar uma venda mais rápido são maiores se você utilizar topic clusters.

Como montar uma estratégia de topic cluster?

Como montar uma estratégia de topic cluster?

Agora que você já sabe o que são os topic clusters e por que você deveria usá-los no seu site ou blog do seu negócio, eu vou te mostrar como você pode colocar isso em prática e começar a desfrutar dos benefícios.

Se você já tem uma estratégia de produção de conteúdo, faz pesquisa de palavra-chave, tem um calendário editorial, vai perceber que desenvolver topic clusters é bem simples e algumas coisas já se parecem com a rotina que você (e a sua equipe) tem.

Se você está começando agora, não se preocupe. Porque os próximos 5 passos vão te mostrar exatamente o que você precisa fazer para implementar essa estratégia.

#1 Identifique os tópicos

A primeira coisa que você precisa fazer antes de sair produzindo conteúdo novo é definir quais são os tópicos ou temas gerais que são interessantes para o seu público e relevantes para o seu negócio.

Por exemplo, se o seu nicho é nutrição, alguns temas abrangentes seriam: emagrecimento, hipertrofia, alimentação orgânica, vegetarianismo…

Se você já produz conteúdo há algum tempo, você pode fazer um levantamento e observar quais são os tópicos em comum que os seus artigos têm.

Isso também vai te ajudar a ficar mais claro quais subtópicos você já desenvolveu e o que ainda pode ser feito para aumentar o cluster.

#2 Identifique e desenvolva os clusters

Agora que você já sabe quais temas vai trabalhar, é hora de fazer uma lista de subtópicos ou palavras-chave de cauda longa.

Por exemplo, dentro de emagrecimento você pode tratar de:

  • jejum intermitente;

  • low carb;

  • termogênicos;

  • inibidores de apetite;

  • dieta detox;

Depois de identificar todos os subtópicos que você vai trabalhar dentro daquele tema, você e a sua equipe (se tiver uma) vão escrever os artigos.

Lembre-se de que eles devem ser completos e bem aprofundados. Entregue o máximo de conteúdo que você puder nesses textos.

#3 Desenvolva a pillar page

Quando você estiver com todos ou boa parte dos clusters prontos, você deve desenvolver a pillar page.

Não esqueça de abordar de forma mais superficial e simples todos os subtópicos elaborados no passo anterior.

Afinal de contas, você precisa ter um espaço na pillar page para incluir os links e recomendar a leitura dos artigos mais específicos.

E, sempre que necessário, atualize a pillar page e acrescente mais conteúdo para que você consiga fazer a ponte com conteúdos mais específicos que forem surgindo no seu blog.

#4 Faça a linkagem interna

Depois de produzir os artigos, coloque links dos clusters na pillar page e da pillar page nos clusters.

É importante ficar atento ao texto de ancoragem (o texto que funcionará como link), pois o Google leva em consideração esse contexto na hora de interpretar a relação entre as páginas.

Isso quer dizer que, para essa estratégia em específico, você deve evitar colocar links em frases como “clique aqui” e “saiba mais” e linkar diretamente na palavra-chave.

Por exemplo, imagine que eu esteja escrevendo uma pillar page sobre SEO e um dos subtópicos é ferramentas.

Eu poderia usar um texto como esse para indicar a leitura: “você pode usar várias ferramentas para verificar como está e melhorar o seu SEO, se você quiser saber mais, eu explico tudo no artigo Ferramentas de SEO”.

Dessa forma, o link está ancorado na palavra-chave e o Google consegue entender melhor a relação semântica do cluster.

#5 Divulgue a página

E por último, não esqueça de divulgar as suas pillar pages nas redes sociais do seu negócio ou de incluí-las nas suas newsletters, caso você tenha.

Isso vai ajudar a atrair mais tráfego e aumentar a autoridade da página. Com o tempo isso pode melhorar o posicionamento dela nos resultados do Google.

Gere mais leads com o seu topic cluster

Gere mais leads com o seu topic cluster

Lembra que eu te falei que um dos benefícios dos topic clusters é gerar mais leads qualificadas para o seu negócio?

Para você conseguir gerar mais leads, tem uma coisa que pode fazer toda a diferença.

E ele é uma landing page caprichada e otimizada.

É para essa página que os seus visitantes devem ser direcionados quando eles clicarem para baixar o pdf com o conteúdo completo do seu topic cluster ou um template que você oferecer.

Nela você poderá pedir o email ou outra forma de contato do seu potencial cliente antes de ele fazer o download.

Assim, você terá uma forma de criar um relacionamento mais duradouro com os visitantes e leitores do blog do seu negócio que pode levar ao fechamento de vendas.

Não sabe como criar uma landing page?

Nessa hora o Klickpages é o seu maior aliado.

Você só precisa seguir 3 passos. Veja como é fácil:

  1. Escolha seu modelo: conheça as opções de alta conversão comprovada por testes.

  2. Customize a página: feita a escolha, edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: com tudo pronto, então, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Topic Clusters Conclusão

Com uma estratégia de topic clusters bem elaborada, você pode transformar o seu conteúdo em um imã de audiência.

Porque essa técnica de organização de conteúdo não só aumenta as chances de conquistar novos visitantes para o blog ou site do seu negócio.

Como também faz com que eles passem mais tempo consumindo o seu conteúdo. E aí a probabilidade de você converter o seu público em cliente é muito maior.

Neste artigo, você viu que os topic clusters são grupos de artigos sobre diferentes aspectos de um mesmo tema ligados por uma página principal, a pillar page.

Eu te mostrei porque utilizar essa estratégia pode trazer grandes benefícios para o seu negócio, como o aumento do tráfego orgânico e a geração de leads mais qualificadas.

Além disso, eu te expliquei como você pode fazer para criar topic clusters no blog ou site do seu negócio.

Agora é hora de você colocar a mão na massa e começar a produzir conteúdo de forma mais organizada.

Só não esquece de me contar depois nos comentários o que você achou dessa estratégia e qual foi a sua experiência com ela. 😉

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.