11 tipos de landing page para transformar visitantes em clientes (com exemplos)

11 tipos de landing page para transformar visitantes em clientes (com exemplos)

Se você souber o momento certo de usar cada tipo de landing page, poderá criar um funil 100% online capaz de transformar os visitantes das suas páginas em clientes.

Isso quer dizer levar o seu público em uma jornada com o objetivo principal de no final fechar uma venda.

Pensa comigo. 

Quantas vezes você visitou a página de alguma empresa, fuçou, fuçou e fuçou, saiu de lá e nunca mais voltou?

Eu pelo menos já fiz isso algumas vezes.

E tenho certeza de que, se você não usa uma estratégia focada em criar relacionamentos com os visitantes do seu site, você também está perdendo muitos potenciais clientes, pessoas que entraram nas suas páginas uma vez e nunca mais vão voltar.

Porque, vamos ser sinceros aqui, dificilmente na primeira vez que alguém entra em contato com um negócio está pronto para comprar.

Existe todo um processo que vai desde a pessoa descobrir que tem um problema (algo que ela queira resolver), pesquisar uma solução e tomar uma decisão.

E é nesse processo que muitos empreendedores perdem vendas, porque eles não sabem como criar um relacionamento que irá conduzir o potencial cliente por cada etapa até chegar o momento certo de fazer uma oferta.

Eu não posso garantir que todo visitante que entrar nas suas páginas no final das contas irá se tornar um cliente.

Mas se você souber usar as landing pages de forma estratégica, conhecer bem cada um dos tipos, você estará um passo à frente de muita gente e perderá menos potenciais clientes nesse processo.

Por isso, neste artigo, eu vou te mostrar quais são os 11 tipos de landing pages e quando usar cada um para transformar visitantes em clientes.

O que é uma landing page?

A landing page é uma página totalmente voltada para conversão

Ela tem um objetivo único que pode ser capturar o e-mail de um visitante para que ele se torne uma lead, estimular a inscrição em um webinário, vender um produto, obter mais informações sobre os seus potenciais clientes.

Mas independente de qual seja o objetivo que você quer alcançar, a landing page terá sempre as mesmas características:

  • poucos ou nenhum links de saída;

  • uma chamada para ação clara;

  • e todos os elementos devem contribuir para a conversão desejada.

Esse tipo de página é muito mais eficiente para aumentar as suas vendas do que uma homepage, por exemplo, porque ela não dá muitas opções para o visitante.

Dessa forma, todas as pessoas que caem nela geralmente se deparam com um escolha: realizar a conversão ou fechar a página.

Além disso, como a landing page oferece poucas ou nenhuma distração, é mais fácil o visitante entender exatamente o que ele precisa fazer.

Se você ainda está começando nesse mundo de criação de páginas, eu recomendo muito que você leia o Guia Completo de Landing Pages aqui do blog do KP.

11 tipos de landing page para converter visitantes em clientes

Se você já conhecer o funil de vendas ou o marketing flywheel sabe que entre uma pessoa ter o primeiro contato com o seu negócio e fechar uma venda existe todo um processo.

As fases mais comuns desse processo são: atrair, engajar, vender e fidelizar.

E, para cada um desses momentos, existe um tipo de landing page que serve para mover o seu potencial cliente até o próximo ponto de conversão.

E é justamente isso que eu vou te mostrar agora.

#1 Página de captura

O objetivo desse tipo de landing page é oferecer algo valioso e gratuito e pedir em troca o contato do potencial cliente.

Você pode disponibilizar um ebook para download, as inscrições para um webinário, um mini curso online…

A oferta fica a seu critério. O importante é que ela esteja diretamente ligada ao que o seu negócio vende, resolva uma dor do visitante e seja interessante o suficiente para ele deixar o endereço de email.

Mas por que você precisa de uma página de captura?

Nos primeiros contatos com o seu potencial cliente, o objetivo não deve ser fazer uma venda logo de cara.

Até mesmo porque dependendo do nível de consciência dele em relação ao problema que ele tem e a solução que você propõe, ele pode não estar preparado para comprar no momento por nem imaginar que precisa do seu produto ou serviço.

O que então você deve fazer?

Obter uma forma de contato direto com esse potencial cliente.

Você pode até pensar que as redes sociais estão aí para isso. Afinal de contas, elas são um ambiente muito eficiente para ter sua marca descoberta. 

Só que a comunicação por lá é meio truncada.

Porque os algoritmos não entregam todos os seus posts para todos os seus seguidores. A tendência é que cada vez mais apenas uma pequena parte veja as suas publicações.

O ideal mesmo é que você tenha um contato de email do seu potencial cliente.

Assim, você pode enviar mensagens mais diretas e personalizadas, focadas em desenvolver um relacionamento que no futuro levará a uma venda.

E como é que você consegue o endereço de e-mail? Com uma página de captura.

O layout desse tipo de página é simples e geralmente contém os seguintes elementos:

  • título;

  • descrição da oferta;

  • imagem para ilustrar a oferta;

  • e formulário para captura de dados.

Eu trouxe dois exemplos desse tipo de página para você:

Exemplo de página de captura – Klientboost

Exemplo de página de captura - Klientboost

Exemplo de página de captura – Blog do KP

Exemplo de página de captura - Blog do KP

#2 Progessive profile

A landing page de progressive profile serve para qualificar as leads que você já capturou.

Como assim?

Geralmente, a página de captura possui um formulário mais simples e fácil de ser preenchido.

Tudo isso para facilitar a conversão.

Só que uma vez que o potencial cliente entrou para a sua lista de e-mails, fica mais fácil obter mais dados sobre ele para entender em qual estágio da jornada de compra ele se encontra.

Dessa forma, você poderá traçar uma estratégia específica para se comunicar com ele e fazer a oferta do seu produto ou serviço na hora certa.

É nesse momento quando você quer conhecer mais as suas leads que entra a landing page de progressive profile.

Ela contém uma oferta, por exemplo, um material que complemente o primeiro que o potencial cliente baixou, e um formulário dessa vez mais completo.

A principal diferença entre ela e a página de captura, além do tamanho do formulário, é que você só divulga essa landing page para quem já faz parte da sua lista de e-mails, ou seja, para quem já passou do primeiro ponto de conversão.

Dessa forma, se o usuário não preencher o formulário, você não perde o contato com ele, pois ele já faz parte da sua lista.

#3 Confirmação pendente

A landing page de confirmação pendente é indispensável se você usa um sistema de confirmação dupla.

O que isso significa?

Quando um visitante deixa um e-mail na sua página de captura, ele pode digitar o endereço errado sem querer.

Ou a sua página pode sofrer um atentado de algum bot maligno e receber o cadastro de diversos e-mails inexistentes.

Para garantir a saúde da sua lista de emails e ter certeza de que você só está enviando mensagens para quem de fato está interessado, é recomendável utilizar o sistema de confirmação dupla.

Ele funciona da seguinte forma:

  1. o usuário cadastra o e-mail na página de captura;

  2. então ele recebe uma mensagem no e-mail dele pedindo para confirmar a inscrição;

  3. só depois que ele clica no link de confirmação de inscrição é que ele começa a fazer parte da sua lista.

Nesse processo, a página de confirmação pendente é o passo seguinte à página de captura.

Depois que o visitante termina de preencher o formulário e clicar no botão de CTA, ele é redirecionado para a página de confirmação pendente.

Lá o potencial cliente receberá as instruções de que ele deve entrar na conta de e-mail dele e clicar no link de confirmação de inscrição para receber o material desejado.

As instruções dessa página são muito importantes, pois são elas que garantem que o usuário sabe o que fazer para completar a conversão.

Eu trouxe aqui para você um exemplo de página de confirmação pendente. Olha só:

Exemplo de página de confirmação pendente – Blog do KP

Exemplo de página de confirmação pendente - Blog do KP

#4 Thank you page ou página de obrigado

A thank you page ou, em português, página de obrigado é o ponto final da conversão do visitante em lead.

Ela serve para indicar que a ação foi concluída com sucesso e explica como será entregue o material que o potencial cliente se inscreveu para acessar.

Além disso, ela também pode ser utilizada como oportunidade para divulgar as redes sociais do seu negócio, direcionar o usuário para um conteúdo relacionado ou fazer uma oferta de um outro material rico.

Olha só esse exemplo de página de obrigado:

Thank you page ou página de obrigado

Ela explica que a lead irá receber no e-mail o acesso à planilha de principais métricas de email marketing e sugere a leitura de um artigo do blog do KP sobre um tema relacionado.

Para saber mais sobre o poder de uma thank you page bem feita, confira o artigo: Página de obrigado: por que essa etapa foi fundamental para gerar 293,66% de ROI.

#5 Click through landing page

A click through é um dos tipos mais simples de landing page. 

O objetivo dela não é que o visitante preencha o e-mail, deixe mais informações sobre ele, faça uma compra…

A ação esperada em uma página click through é apenas um clique.

Esse exemplo da Muzzle ilustra muito bem.

Click through landing page

Uma vez que o potencial cliente clica no botão de download, o aplicativo começa a ser baixado.

Mas esse tipo de página não serve apenas para downloads, ele pode ser utilizado para redirecionar para uma página de captura.

Como é o caso desta landing page da empresa Bills.

Click through landing page Click through landing page Click through landing page

Só depois que o visitante indica o tamanho da dívida dele e se possui pagamentos atrasados é que ele chega na página de captura.

Esse tipo de landing page é bastante útil quando você deseja envolver o potencial cliente na decisão antes de pedir os dados dele.

Pois a probabilidade é que depois que ele já concordou com algumas coisas, ele informe o endereço de e-mail com mais facilidade. 

#6 Página de vendas

Depois de algum tempo em contato com o seu potencial cliente através do e-mail, oferecendo conteúdo de qualidade, nutrindo e educando sobre a necessidade do seu produto ou serviço, é bem provável que ele esteja pronto para comprar.

E aí entra a página de vendas.

Ela é uma landing page totalmente focada em mostrar os benefícios do seu produto ou serviço, apresentar prova social, resolver possíveis objeções e fazer uma chamada para ação para fechar a compra. 

Eu trouxe dois exemplos desse tipo de landing page para você:

Exemplo de página de vendas – Cris Franklin | Top Infoproduto

Exemplo de página de vendas - Cris Franklin | Top Infoproduto

Exemplo de página de vendas – LandingFolio

Exemplo de página de vendas - LandingFolio

#7 Long-form sales landing page

A long-form sales page é uma versão página de vendas que eu acabei de te falar com uma única diferença: os botões de CTA ficam no final da página.

A chamada para ação só acontece depois que já foram apresentadas seções sobre o que é o produto ou serviço, descrição detalhada, bônus, garantia…

Esse formato é muito utilizado principalmente em cartas de vendas que podem ter páginas e páginas de texto persuasivo antes que apareça um botão de compra.

A long-form sales landing page ou página de venda longa é útil quando se trata de um produto ou serviço com preço alto.

Porque dessa forma a marca consegue mostrar todo o valor que está entregando, pode fazer uma ancoragem de preço e, assim, quando o visitante chegar no botão de CTA ele já estará mais convencido de fazer a compra.

Exemplo de long-form sales landing page – Talking Shrimp

Exemplo de long-form sales landing page - Talking Shrimp

Exemplo de long-form sales landing page – Empiricus

Você pode acessar uma carta vendas da Empiricus no formato de página de vendas longa clicando neste link.

#8 Coming soon landing page

O seu produto ou serviço ainda não está disponível para venda, mas você quer gerar uma antecipação, descobrir quantas pessoas se interessam…

A coming soon landing page é ideal para você.

Geralmente, ela contém um contador regressivo indicando quanto tempo falta para o lançamento e um formulário para o visitante deixar o e-mail e ser notificado quando estiver disponível.

Olha esse exemplo:

Coming soon landing page

Ela é uma página bem simples, mas pode te ajudar a ter uma noção de mais ou menos quantas pessoas estão interessadas em saber mais sobre o que você tem a oferecer.

#9 Landing page de lista de espera

Imagina que você encerrou as vendas da primeira turma do seu curso e está preparado para mergulhar com os seus alunos no conteúdo que você vai ensinar.

Só que o tempo inteiro você recebe emails e mensagens de pessoas perguntando quando será a próxima turma, dizendo que tem interesse em participar do seu programa.

Você nem faz ideia de quando abrirá novamente carrinho, porque você quer se dedicar aos seus atuais alunos.

Por outro lado você não quer perder essa galera que está entrando em contato.

A solução é uma landing page de lista de espera ou waitlist.

Ela tem uma estrutura muito parecida com a coming soon landing page. Pois o objetivo aqui é capturar os emails de pessoas interessadas e que querem ser notificadas.

Mas você não precisa parar por aí.

Você pode oferecer também um material rico para ir gerando valor para o seu potencial cliente enquanto ele não tem acesso ao que de fato gostaria.

Exemplo de landing page de lista de espera – Copy Cure

Exemplo de landing page de lista de espera - Copy Cure

Uma coisa que você deve fazer depois de criar esse tipo de landing page é pegar todas as suas páginas de vendas que foram fechadas e redirecionar para esta.

Assim, qualquer pessoa que tentar comprar o seu produto ou serviço cairá na página de lista de espera.

#10 Landing page de descadastramento

Um momento ruim, mas que pode acontecer é o fim do relacionamento do seu potencial cliente com o seu negócio.

Mas isso não quer dizer que você não possa aproveitar essa oportunidade para oferecer soluções ou pelo menos tentar entender o que aconteceu.

E é para isso que a landing page de descadastramento serve.

Vou te dar um exemplo pessoal para você entender a importância desse tipo de página.

Um dia desses eu fui cancelar uma ferramenta que eu tinha assinado, pois eles estavam oferecendo apenas a opção de plano anual e eu queria a flexibilidade de um plano mensal.

Quando eu cliquei no botão de cancelamento, eu fui redirecionada para uma página que perguntava o motivo e oferecia algumas opções de resposta.

Eu marquei a que mais se encaixava na minha situação e, para a minha surpresa, eu recebi uma proposta para manter a minha assinatura em um plano mensal.

No final das contas, essa solução foi boa para eles que não perderam uma cliente e para mim que consegui o que eu queria.

Por mais chato que seja ver os seus clientes ou leads te deixarem, entender o motivo pelo qual eles estão fazendo isso muito provavelmente vai te ajudar a encontrar soluções para evitar o churn.

O layout da landing page de descadastramento é bem simples. 

Ele deve ter opções de respostas para o usuário selecionar e, no máximo, uma caixa de texto para caso alguém queira deixar algum feedback. Como neste exemplo abaixo:

Landing page de descadastramento

#11 Homepage como landing page

Uma landing page e uma homepage (ou página inicial) são duas coisas diferentes. 

Mas isso não significa que você não possa aplicar alguns princípios de landing page na sua home para aumentar o número de conversões.

A forma mais fácil de se fazer isso é colocar uma oferta e uma CTA dominando a primeira dobra. Isso é a parte que aparece antes que o visitante precise rolar a página.

Dessa forma, assim que alguém cair na sua home, essa pessoa terá a possibilidade de já realizar a conversão.

Mas caso ela queira obter outras informações sobre o seu negócio, ainda tem a opção de continuar navegando pelo seu site.

O importante caso você decida utilizar essa estratégia é oferecer um material topo de funil na sua landing page, algo que seja atraente para quem ainda não tem contato com a sua marca.

Exemplo de homepage como landing page – Fórmula de Lançamento

Exemplo de homepage como landing page - Fórmula de Lançamento

Como escolher o tipo de landing page ideal para sua campanha

Você acabou de ver 11 tipos de landing page diferentes, mas como é que você sabe em qual momento usar cada uma?

Tem quatro perguntas básicas que vão te ajudar a identificar qual é a página ideal para a sua campanha.

  1. Quem eu quero que visite esta página?

  2. Qual o nível de relacionamento desse público-alvo com o meu negócio?

  3. Qual o nível de consciência dele sobre o problema que ele tem e a solução que pode ser aplicada?

  4. Qual é o próximo ponto de conversão que ele deve alcançar (visitante em lead, lead em lead qualificada, lead qualificada em cliente…)?

Entender em qual ponto da jornada do cliente o público que você quer atingir se encontra no momento vai te dar a clareza para escolher qual tipo de landing page você deve usar.

Crie landing pages de forma simples e intuitiva com o Klickpages

Ter uma página 100% focada na conversão do seu usuário é uma estratégia que pode alavancar qualquer negócio.

Antes, construir uma página do zero era uma tarefa complicada. Exigia a contratação de uma equipe de programadores e experts que dominavam a linguagem da computação.

A boa notícia é que a internet facilitou bastante essa tarefa.

O Klickpages é a ferramenta ideal para construir uma landing page de alto nível. Com ele, você só precisa seguir estes 3 passos para ter suas páginas publicadas:

  1. Escolha seu modelo: conheça opções de alta conversão comprovadas por testes.

  2. Divirta-se customizando a página: edite textos, cores e imagens, além de ocultar elementos que você não queira

  3. Publique: com tudo pronto é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Clique aqui para saber mais sobre o Klickpages

Agora é sua vez

Neste artigo, você viu que é possível criar um funil 100% online que converta visitantes em clientes utilizando os tipos de landing pages certos, nos momentos certos.

Agora é a hora de você colocar a mão na massa e começar a criar as suas páginas de acordo com o objetivo que você quer alcançar.

E não se esqueça de me contar aqui nos comentários o que achou do artigo e quais tipos de landing pages você ainda não conhecia. 😉

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Meu nome é Angela, mas algumas pessoas me chamam de Angel. Faço parte do time de conteúdo do Klickpages e sou apaixonada por tecnologia e marketing. Sou especialista em SEO, tráfego orgânico e informações aleatórias (você sabia que o Alaska está mais perto da Rússia do que Brasília de Goiânia? Pois é...), fã de country americano e louca em esportes. Acompanho de tudo, mas meus favoritos são Fórmula 1 e futebol, inclusive assisto a jogos mesmo quando o meu time (Palmeiras <3) não está em campo. Ah, eu acredito que música de natal deveria tocar o ano inteiro e Christmas Peaceful Piano está entre as 3 playlists mais tocadas no meu Spotify.