Tipos de email: os 25 exemplos mais incríveis para você se inspirar

Escrever qualquer tipo de email me deixava paralisado. E eu me lembro apenas de três situações em que eu fiquei realmente apavorado.

Quando eu comprei briga com um cara muito mais forte que eu (e pulei o portão da vizinha para me esconder).

Na vez em que eu pilotei um carro a mais de 200 km/h em Las Vegas.

E quando escalei um paredão vertical de 40m com o mínimo de equipamento de segurança.

Mas nada disso me deixou mais assustado que a tela do computador em branco.

Não ter noção do que escrever no email, aquele vazio quase existencial que bloqueia todas as suas ideias.

Eu era capaz de encarar por horas a tela do computador sem teclar uma letra.

Mas eu não nasci assim… Todo esse incômodo começou quando eu comecei a empreender e a gerar muitos leads.

Estudei bastante para colocar em prática as melhores estratégias para fazer uma lista com milhares de emails.

Confesso que toda vez que assistia àquela contagem de leads crescer, me sentia orgulhoso. Parecia o pai orgulhoso no dia da formatura do filho na faculdade.

Mas eu só tinha esquecido de fazer uma pergunta muito simples:

O que eu vou mandar para todo esse pessoal?”

Do que adiantava todo o cuidado em segmentar a lista, preparar cuidadosamente o Call To Action se eu não sabia o que enviar para a minha audiência?

Saber o que mandar para a sua lista de potenciais clientes é tão importante quanto gerar leads.

Vou contar para você agora os melhores tipos de email existentes. Essa lista é o resultado de anos de anotações e testes que fiz nos meus negócios e de observações de emails que recebi.

Qual o conteúdo de cada um e quando enviar para a sua audiência.

Antes de começar, entenda que o marketing digital é baseado em testes e experiências.

Existem tipos de emails para empresas diferentes, basta encontrar qual o melhor caminho.

Até o final do artigo você vai encontrar inspiração para disparar um email matador que pode alavancar suas vendas.

O que importa em qualquer trabalho que eu faça são os resultados. Se você também busca isso, esse texto vai te ajudar.

Vou lembrar que donos de pequenas empresas nos Estados Unidos perceberam que investir uma hora por dia em estratégias de email marketing retorna em 273 dólares.

Você pode utilizar essas mesmas técnicas na sua empresa.

E eu vou te mostrar o caminho.

O que é email marketing?

Um dos principais pilares do marketing digital. É difícil imaginar uma comunicação integrada e eficaz que não adota essa prática.

Depois do email marketing, sua empresa vai ter mais resultados. Talvez até múltiplos do que ganha hoje.

Esse tipo de estratégia usa o email para fazer a comunicação entre empresas e clientes.

Ele tem a vantagem de ser o melhor em criar relacionamentos estáveis e com longa durabilidade com a sua audiência.

Uma vez com o email do consumidor, você consegue se comunicar de um jeito mais rápido e fácil, sem depender das redes sociais.

Afinal, o Facebook não vai entregar sua mensagem para toda a base de fãs sem ganhar algo em troca.

O email também é mensurável em todas as etapas, ajudando você a entender onde estão os acertos e erros do seu processo.

Recomendo tirar um tempo para dissecar o artigo “O que é Email Marketing, como funciona, como fazer e exemplos” que está disponível aqui no blog.

É um conteúdo que vai complementar as informações desse artigo e otimizar os seus resultados.

Email ainda funciona?

Lembro de vários “visionários” que previram a decadência do email.

Quem fez essa aposta, perdeu dinheiro. Se você ainda associa ao spam, é certo que está assistindo aos seus concorrentes darem passos largos à sua frente.

O email é um dos principais canais de comunicação do mundo. É uma alternativa menos invasiva e mais certeira para o contato com os clientes.

Na Black Friday de 2016 nos Estados Unidos, o email gerou 25,1% de todas as transações da mega promoção.

Foi o meio de comunicação que mais converteu vendas. Todas as redes sociais juntas contribuíram com apenas 1.7% das vendas, de acordo com a Custora.

Estima-se que até 2020, mais de 3 bilhões de pessoas tenham uma conta de email.

Esse canal de comunicação nunca esteve com tanta força. É um canal direto entre empresas e clientes, que cria um forte relacionamento.

A versatilidade contribui para esse grande alcance. Podemos passar horas falando de todos os objetivos que ele ajuda a alcançar.

O email ainda é a principal maneira de engajar leads, distribuir conteúdo, aumentar vendas e melhorar o relacionamento com clientes são alguns dos principais exemplos.

Lembre que 72% das pessoas preferem receber conteúdos promocionais por email do que via redes sociais, segundo a MarketingSherpa.

Poucos canais conseguem ser tão acessíveis também. As funções do email podem ser acessadas pelos mais diferentes aplicativos, com destaque para o celular.

Segundo a HubSpot, 80,8% dos usuários de email afirmam abrir seus emails em dispositivos móveis.

É impossível ignorar a força do e-mail. E você está proibido de não dar mais atenção a esse canal.

Ok, Hugo. Mas como saber os melhores tipos de email existentes?

Qual a melhor maneira de usá-lo no meu negócio?

É o que veremos agora. Vamos lá?

Tipos de email

Minha caixa de entrada de emails parece aquela barraca de frutas no fim da feira.

Um mundo sem fim de coisas sem graça e que não chamam a minha atenção. Sabe quando a gente corre um olhar desatento, certo de que nada de bom vai aparecer?

Quando você está quase descartando todas as opções, salta aos seus olhos uma fruta que está perfeita. Você avança para pegá-la, ela se destacou entre todas as outras.

O seu email tem que se destacar em meio a tantos outros concorrentes da caixa de entrada. Você disputa um precioso espaço com cada um deles.

Eles podem ser ignorados, você não.

Mas como fazer isso?

Os próximos tópicos podem mudar a forma da sua empresa fazer negócios e disparar o seu número de conversões. E não é exagero.

Um email é 40 vezes mais efetivo para aquisição de novos clientes do que redes sociais como Facebook e Twitter, de acordo com a Campaign Monitor.

Agora eu vou te mostrar agora os principais tipos de email existentes. Essa lista é resultado de muitos anos percebendo o comportamento dos meus clientes.

Veja os casos a seguir:

# 1 Newsletter

Na minha visão, o maior caso da estratégia que muitas empresas acham que sabem fazer, mas na prática vira um desastre.

É também um dos melhores tipos de email para fortalecer o relacionamento com os clientes e gerar valor para a sua marca.

Newsletter é um informativo com periodicidade definida e uma linha editorial direcionada a um tipo de conteúdo. Lembra da assinatura da revista que chega na porta da sua casa? A newsletter funciona de forma parecida.

Igual à revista, o forte aqui é o conteúdo.

Por isso, a newsletter não é um tipo de email destinado para fins comerciais. Ela oferece um conteúdo que gera valor ao destinatário e ajude a levar tráfego orgânico ao seu site ou blog.

Outro ponto positivo é que a newsletter não costuma frequentar a caixa de spam, aqueles emails que ninguém dá muita atenção e são considerados uma propaganda não solicitada.

Lembre como um mantra: seu email não pode ser spam. Cerca de 84% de todo o tráfego de e-mail no mundo é formado por spam. E você não pode engrossar essa estatística.

Quem recebe a newsletter assinou esse serviço e quer receber o seu conteúdo periodicamente. Isso aumenta suas taxas de abertura de emails.

A Cook Smarts é um canal que oferece dicas de receitas simples e deliciosas que o público pode fazer em casa, “sem estresse”, como eles mesmos definem.

Neste caso, a intenção da empresa é se tornar referência no ensino online de culinária e mostrar que cozinhar não é um bicho de sete cabeças.

A newsletter deles é ótima e traduz esse pensamento.

Graças a essa newsletter muitas vezes eu surpreendi a minha esposa com algumas receitas que ela não sabia de onde eu tirava. Ela achava que eu era um cozinheiro de mão cheia.

Só depois de me flagrar espionando o celular enquanto preparava a comida que ela percebeu a fonte do meu talento para a culinária.

Toda semana eles enviam dicas de receitas para cada dia da semana. Em um formato muito agradável e bem distribuído.

Perceba um ponto que pode ser adaptado para a sua newsletter: a opção “encaminhe para um amigo”.

Sabemos que o boca a boca é fundamental para atrair novos clientes. Estatísticas apontam que 92% das pessoas confiam nas recomendações de amigos. É a principal fonte de confiança do consumidor.

# 2 Email de boas-vindas

Imagine que você chegou para o primeiro encontro com alguém. O papo foi ruim, a comida estava estragada, a pessoa era desagradável. Se o primeiro encontro é ruim, fica difícil de continuar qualquer conversa depois.

A primeira impressão realmente importa. É um clichê, mas uma verdade absoluta.

Um email de boas-vindas mal planejado é um assassino de conversões. Esse primeiro contato mal sucedido desmotiva o cliente.

Por isso você deve tomar muito cuidado.

O propósito desse tipo de email é mostrar para o cliente para que você veio. Qual a sua intenção ou que você tem a oferecer.

Fazer um download, convidar para um tutorial de como usar uma ferramenta, ou experimentar imediatamente o seu serviço. Existem várias possibilidades, como você pode ver aqui.

Dizer apenas “Olá, seja bem-vindo” é um erro cometido por empresas pequenas e até por gigantes do mercado.

Seja qual for o caminho que você escolher, deve fornecer valor ao usuário.

O Airbnb entendeu que o usuário gosta de saber como funciona o serviço antes de se aprofundar na experiência de uso.

Para uma empresa que oferece um serviço de hospedagem na casa de pessoas que você nunca viu na vida, quebrar o gelo com convites amistosos ajuda a dissipar a ansiedade do cliente.

Este email de boas-vindas não diz “Reserve já!” ou “Alugue agora!”. Ele te faz o convite para explorar e conhecer o serviço sem compromisso. Isso diminui a resistência do consumidor.

# 3 Email de teste grátis

Talvez eu esteja meio romântico hoje, mas vou recorrer a outra comparação com relacionamentos.

O email de testes grátis lembra aquele inicio de namoro, cheio de possibilidades, coisas boas e promessas de um futuro melhor.

Tudo está muito lindo, você oferece o serviço sem oferecer nada em troca, diz para o usuário ficar à vontade para testar.

Isso é ótimo. Enviar para o seu cliente uma avaliação gratuita do produto é uma boa maneira de divulgar a sua marca e ajuda a fidelizar o consumidor.

Apenas tome cuidado para não parecer desesperado caso o cliente se esqueça de você ou não tenha finalizado a compra com a sua empresa.

Veja este exemplo:

“Se você não quiser continuar a usar o software, você não precisa fazer nada. Nós vamos deletar sua conta duas semanas depois que o período de testes terminar”

Perdeu a pose, né? Soa até agressivo. Se você não converteu a venda até esse momento, provavelmente não é depois dessa mensagem que vai conseguir.

E como enviar esse tipo de email sem intimidar o usuário?

Se proponha a oferecer soluções. Avise que o tempo de testes está acabando, mas esteja disponível para oferecer ajuda ou tirar qualquer dúvida a respeito do produto. Ou faça o convite para avaliar o seu serviço.

Observe o exemplo a seguir:
 


 

A Mention optou por não tirar o benefício do usuário. Em vez disso, continuou oferecendo de graça um plano reduzido, com menos funções. Tudo para manter o cliente usando a ferramenta.

O email ainda abre uma possibilidade de conversa, caso a pessoa mude de ideia e queria assinar o pacote completo do serviço.

Oferecer um desconto ou um benefício gratuito é uma boa alternativa para não desgastar a relação com o cliente e evitar um término de relacionamento traumático.

A tática costuma dar certo. Segundo esse estudo, sete em cada dez pessoas dizem que fizeram uso de um desconto de um e-mail de marketing.

# 4 Email de ativação

Esse tipo de email estimula unicamente uma tomada de ação do usuário. É usado para certificação de segurança, confirmar a veracidade da conta, por exemplo.

Pode ser um espaço aproveitado para colocar um canal de comunicação da sua marca, como a página do Facebook, Instagram e outras formas de contato.

 

# 5 Email de expectativa

Surpreender nas primeiras mensagens é um diferencial para qualquer empresa.

Quando a pessoa se inscreve na sua lista de email, ela realmente não sabe o que esperar de você. Aproveite esse momento de expectativa baixa para enviar um email matador logo de cara.

O segredo desse tipo de email é criar uma expectativa para as próximas mensagens que virão, que os clientes aguardem ansiosos pelo próximo contato.

É uma boa oportunidade para usar o gatilho mental da antecipação. Fazer com que a sua ideia fique martelando a cabeça dos seus clientes por dias seguidos.

Gerar essa expectativa pode aumentar as taxas de abertura dos seus emails.

Você pode incluir neste email:

  • O que você vai enviar: qual o conteúdo que ele pode esperar, as principais atrações que você tem a oferecer

  • Quando você vai enviar: avise da periodicidade e quando ele pode esperar suas publicações

Se você alinhar as expectativas com o cliente, é menor a probabilidade dele jogar seu email na lixeira assim que o seu nome pintar na caixa de entrada. E quando suas taxas de abertura aumentam, é um sinal para o serviço de email de que você é um remetente confiável.

# 6 Email de Upsell

Eu sempre incentivo meus amigos e colegas de trabalho a ter uma vida mais saudável e fazer atividades físicas.

Um desses amigos me contou que foi fazer matrícula em uma academia. Para fazer apenas musculação, o estabelecimento cobrava R$ 159. Ele aceitou.

Dias após a matrícula, a academia fez uma nova proposta. Um pacote com mais 12 modalidades, entre artes marciais, spinning e outros saía por R$200.

O upsell é a técnica de oferecer um produto ou serviço para o consumidor após o ato da compra.

Mas para ela ser efetiva, você precisa oferecer algo que seja muito vantajoso para o cliente.

O meu amigo aceitou a proposta. Na cabeça dele, por mais R$ 41 ele “ganhou” o benefício de aproveitar melhor a estrutura da academia.

O processo de compra é definido mais por atitudes emocionais do que racionais.

Você não está convencido do poder desse tipo de email? Veja esse caso:

A bilionária Amazon declarou que 35% das suas receitas são resultado direto do upsell.

Se você já tentou fazer uma compra na internet, já se deparou com uma cena semelhante

Por isso você deve estudar o seu público. Se você quer induzir a finalizar uma compra, precisa descobrir a rotina, medos e os hábitos dos seus clientes.

# 7 Conteúdo Exclusivo

Receber no email o conteúdo que você produziu no seu blog, podcast é um passo importante.

Mas se a única atração das suas mensagens forem uma simples atualização do seu site, é possível que os seus clientes estejam te ignorando.

Pense em enviar informações exclusivas para o seu consumidor. Todo mundo gosta de ser tratado como uma pessoa especial.

Saber que a marca enviou um conteúdo apenas para os assinantes da lista de email fortalece a relação e faz o cliente se sentir valorizado.

A Netflix envia sugestões de filmes para cada usuário, pensado nos últimos filmes que cada pessoa assistiu.

Mas você não precisa ter um algoritmo como o da Netflix para enviar conteúdo exclusivo.

Uma alternativa é enviar informações privilegiadas do seu produto para os assinantes da sua lista de emails, como descontos inéditos ou oportunidade de adquirir um serviço antes de um reajuste de preços.

Profissionais de marketing observam um aumento médio de 20% em vendas quando estratégias de personalização são utilizadas, segundo a Monetate.

# 8 Email de atualização gratuita

Um método que eu gosto de utilizar. Esse tipo de email também tem foco em alguma recompensa que você disponibiliza para a sua audiência.

Envie por email o link de acesso a um conteúdo relevante e gratuito que você produziu. Pode ser um Ebook, ferramenta ou convite para webnário. O importante é que seja exclusivo.

Observe esse exemplo:

“Veja o que você precisa para criar o seu negócio digital de sucesso, com um método que pode ser aplicado em qualquer segmento. CLIQUE e baixe o ebook!”

Este é um trecho usado pela Ignição Digital que direcionava para este ebook que ensina o empreendedor a construir um negócio do zero.

Desta maneira você oferece conteúdo de qualidade para a sua audiência e mantém altos índices de taxa de abertura dos seus emails.

# 9 Email de agradecimento

Uma boa opção para se pensar após o cliente efetuar a primeira compra. Vocês ainda estão se conhecendo e enviar uma mensagem de agradecimento pode soar como uma gentileza da sua parte.

Melhor ainda se você aproveitar a oportunidade para oferecer mais um benefício e fortalecer ainda mais o relacionamento.

Essa frase é muito usada por gigantes do mercado de vendas, como a Amazon:

"Queríamos apresentá-lo a alguns recursos que muitos clientes acham úteis"  

Em vez de apenas agradecer, a empresa aproveitou para continuar oferecendo benefícios.

A Kate Spade mostra outro exemplo simples desse tipo de email. Um cupom com 15% de desconto para a próxima compra.

E não é por acaso.

A eConsultancy mostrou que 23% dos consumidores na internet abandonam carrinhos de compra de propósito, na esperança de receber cupons enviados por email com maiores descontos.

Pequenas atitudes de gratidão podem ser o diferencial entre você e o seu concorrente para conquistar o coração do cliente.

# 10 Email das coisas imperdíveis

Imagine uma nutricionista que está antenada a tudo que é publicado sobre nutrição. Ela assiste aos vídeos que viralizaram, estuda as polêmicas, informações falsas e está à frente de todas as últimas pesquisas.

Por que não compartilhar esse conhecimento com a sua lista de email?

                                                                                   Fonte da imagem

Funciona da mesma forma de quando você está no bar e faz uma amizade nova. Os livros, filmes, leituras e reportagens que a pessoa consome dizem muito sobre a personalidade e se a pessoa é interessante.

Esse tipo de email é uma boa maneira de o público conhecer melhor a personalidade da sua empresa por meio de um conteúdo de qualidade.

Essa identificação é fundamental para aumentar sua taxa de abertura de emails: 70% dos usuários de email afirmam que sempre abrem emails das suas empresas favoritas.

# 11 Email de Vendas

Bem-vindo ao Triângulo das Bermudas do e-mail marketing. Com esse tipo de email você não sabe ao certo se ele vai cair no limbo do spam ou chegar até o usuário e alavancar suas vendas.

O mais importante do email de vendas é: segmente sua lista e envie o email apenas para pessoas que solicitaram e se envolveram com o seu conteúdo recentemente.

Ok, fiz o papel de irmão mais velho e alertei sobre os perigos. Mas não tenha medo do email marketing. Porque ele deve ser um dos pilares da sua empresa.

Consumidores que compram produtos promovidos por meio de email marketing gastam 138% mais que consumidores que não recebem ofertas por email.

É uma poderosa ferramenta de venda e conversão. Você não precisa impulsionar ou gastar muito dinheiro, e tem a garantia de que todos os emails serão enviados.

A Empiricus usa o gatilho mental da escassez para vender um pacote de publicações com dicas de investimentos.

O Call To Action, aquele botão vermelho que parece sair da tela, induz o consumidor à ação de comprar o produto.

Texto simples e direto, que sintetiza todas as vantagens que o usuário pode ter.

E o tempo todo lembrando que essa vantagem vai acabar, e são os últimos momentos para aproveitar o preço atual.

Tome cuidado apenas com uma coisa: seja honesto no seu gatilho mental da escassez. Se você anunciar que uma promoção vai acabar, encerre essa oferta no tempo combinado. Caso contrário, você perde credibilidade com o público.

# 12 Email de Prova Social

Você saiu com a sua família para almoçar no domingo. Todos concordaram em tentar outra opção em vez daquele restaurante preferido do seu avô.

Passeando de carro pela cidade vocês param em uma rua com dois restaurantes que parecem servir comidas bem gostosas.

Um está completamente cheio. Filas de espera na porta, garçons correndo para atender a demanda, aquele burburinho que se ouve de longe. O outro tem meia dúzia de mesas ocupadas, apenas.

Qual passa a impressão que tem uma comida melhor?

Essa impressão é causada pela Prova Social. O vídeo abaixo é do Erico Rocha, um dos principais especialistas em Marketing Digital para pequenos negócios online do Brasil, é um dos meus favoritos para explicar o poder desse gatilho mental.

Seres humanos costumam acreditar na maioria. Se uma pessoa dizer que o seu serviço é eficiente, a tendência é que outras pessoas acreditem nesse depoimento.

Usar essa ferramenta no seu e-mail pode ser uma estratégia para gerar credibilidade para a sua marca.

Vou te mostrar agora como esse tipo de email tem um grande poder de convencimento.

Olha essa mensagem que o Erico recebeu de um cliente que ficou satisfeito com o serviço prestado.

Funciona como se fosse um espelho. Você observa uma pessoa comum que conseguiu atingir excelentes resultados com aquele serviço e se imagina na mesma situação.

Selecione clientes que passaram por uma mudança positiva na vida após conhecer o seu produto e monte um material para enviar aos seus leads.

Você vai se surpreender.

Depois me conta aqui a sua experiência!

# 13 Email “Você Sabia?”

Muitas empresas trabalham com mais de uma categoria de produto. Esse tipo de email é ideal para relembrar para a audiência todo o potencial que você tem.

Aqui no Klickpages por exemplo nós vendemos uma ferramenta para criar landing pages.

Mesmo que a pessoa se convença que o meu produto é bom e finalize a compra, é difícil assimilar de uma vez só todas as funcionalidades.

A gente disponibiliza teste A/B, contadores regressivos para criar gatilho de escassez, proteção de conteúdo, entre outras vantagens.

Por isso fazemos esses vídeos explicando como usar nossas ferramentas. Você pode adaptar essa ideia e enviar esse conteúdo para os seus clientes.

O Pinterest enxergou isso de forma incrível. Veja esse exemplo:

                                                            Fonte da imagem

O Pinterest é uma rede social para compartilhar fotos. É como se fosse um grande álbum de inspiração.

Se você quer reformar sua casa e colocar pallets, por exemplo, tem milhares de sugestões de outros usuários que já fizeram o mesmo.

Esse é o pensamento mais raso. Mas o Pinterest enviou para os clientes um email em que a primeira frase era:

“Você sabia que pode usar o Pinterest para planejar a sua próxima viagem?”

Eu sou usuário do Pinterest e não sabia isso. Perguntei para outros amigos que também usam e também desconheciam essa função.

Você surpreende o usuário mostrando uma versatilidade que ele não esperava. Cria valor para sua marca e ainda oferece um conteúdo de qualidade.

# 14 Email Caça-Clique

O tipo de email mais polêmico dessa lista, e também um dos mais comuns.

Eu te desafio a entrar na sua caixa de email e não encontrar um caça-cliques.

A principal característica dele é o título chamativo que desperta dentro de cada um de nós o espírito de São Tomé.

Bate aquela curiosidade pior que coceira nas costas e a nossa cabeça parece repetir o famoso “Só acredito vendo”.

Observe esse caso da Empiricus:

Qualquer ser humano que não tenha um coração muito frio vai olhar por alguns segundos para essa frase.

Vai pensar se tomou outra multa naquele radar perto do trabalho.

O caça-clique (ou clickbait, em inglês) tem uma informação o bastante no título para deixar o leitor curioso.

Mas não tem informação suficiente para satisfazer a curiosidade sem clicar no conteúdo.

Nesse exemplo, o autor conta um interessante caso de uma multa que tomou ao estacionar em local proibido nos Estados Unidos. E no fim relaciona a história com uma opinião sobre a falta de representatividade de trabalhadores com menos renda.

Não esqueça que o caça-clique tem um risco. E é um perigo muito grande: o seu conteúdo decepcionar a audiência.

Se o texto não corresponde com a expectativa que o título criou, o caça-cliques vai destruir o valor da sua marca e a credibilidade com o público.

Quem consegue fazer esse tipo de email e entrega com o prometido é a Quora, um site de perguntas e respostas, respondidas e organizadas pelos próprios usuários.

“É possível viajar do Brasil para os Estados Unidos a pé?”

Um título extremamente instigante e que entrega o conteúdo que promete.

Existe até um gerador de títulos caça-cliques (está em inglês) que pode te dar uma mão nessa tarefa.

Reforço o alerta: use esse tipo de email com moderação e apenas quando puder corresponder com a expectativa do seu público.

# 15 Email de datas comemorativas

Promoções para datas comemorativas é um clássico do marketing tradicional que você pode aproveitar para o seu email.

Fique atento para datas que interessem à sua audiência. E principalmente pense em conteúdos diferentes para engajar o público.

Um exemplo: no dia dos pais, é uma boa opção enviar um email com promoções de produtos que fazem sucesso entre eles.

Mas também pode ser uma alternativa produzir um vídeo emocionante, com narrativa envolvente, que crie valor para o usuário e fortaleça a sua marca.

Datas comemorativas sempre são ótimas oportunidades de criar engajamento.

# 16 Email de histórico de navegação

Você abre seu email e aparece a mensagem mais íntima da sua vida:

“Você estava procurando por roupas de animais? Você pode se interessas nessas ofertas…”

Convenhamos, só quem te conhece muito pode enviar uma mensagem assim. Poucas pessoas te conhecem tão profundamente a ponto de saber do seu interesse em roupas de dia das bruxas para o seu cachorrinho.

Já conversamos aqui no blog sobre a importância do remarketing para qualquer negócio digital. Recomendo passar nesse artigo para conhecer mais sobre o assunto.

É o remarketing que dá aquela sensação de que alguém está te seguindo na internet, e sabe todos os seus gostos.

Com base nas suas pesquisas, visitas e históricos, é possível oferecer um conteúdo personalizado e um produto que encaixa perfeitamente com o desejo do cliente.

Adotar essa prática deixou de ser um luxo. É uma exigência de mercado.

# 17 Email “Seu produto chegou, dê uma olhada”

Vou contar para você um caso simples que rendeu muitos resultados para o Erico Rocha, empreendedor digital especialista em pequenos negócios.

O Erico disponibiliza um ebook gratuito com técnicas para alavancar vendas na internet e criar negócios digitais do zero. O livro tem mais de 500 mil downloads.

Sempre que a pessoa baixava o arquivo, recebia um email como esse:

A melhor coisa desse tipo de email é que a pessoa já está esperando receber o seu conteúdo. Ela tem todo o interesse em abrir a sua mensagem.

Aproveite essa oportunidade para pedir algo mais e provar que aquele não é o seu único conteúdo de valor. Que ele pode esperar muito mais de você.

No caso, Erico pediu para a lead enviar um feedback com a eficiência do email. Pode parecer tolo, mas as “pequenas vitórias” são passos importantíssimos.

Em seguida, o aviso: “tem muita coisa nova para sair” e “assim que forem saindo, eu te aviso por email”.

Com duas linhas, Erico deixou a audiência curiosa com os próximos conteúdos que serão enviados. Isso ajuda na taxa de abertura dos emails seguintes.

# 18 Email do efeito Zeigarnik

Poucas sensações no mundo me descrevem melhor que o efeito Zeigarnik. Aposto que você também sente isso.

Quando ela chega na forma desse tipo de email, é difícil resistir.

Criado por uma psicóloga russa, o efeito Zeigarnik é a aquela agonia que sentimos quando começamos uma tarefa e não terminamos.

Bate aquele sentimento de culpa, como se você não estivesse completo. Pode servir para aquele último capítulo da série viciante que você acompanha ou para um trabalho que você deixou no rascunho do email.

Essa tática é usada para induzir o usuário a completar uma ação que ele deixou por fazer.

Observe essa sacada do Linkedin, rede social voltada para negócios:

 

Essa barra avisa que falta pouco para o seu perfil sair da categoria “intermediário” e saltar para a classificação “campeão”.

Eles avisam que o perfil campeão tem “27x mais chances de ser descoberto por recrutadores”. Um grande benefício para um esforço pequeno.

Essa sensação de ver a barra quase completa, a um passo de ser preenchida, é o efeito Zeigarnik.

O gatilho pode render mais tráfego e aumentar suas conversões de uma maneira que você nunca imaginou.

Faça o teste e depois me mande uma mensagem contando sua experiência.

# 19 Email de exclusividade

Pertencer a um grupo é um dos maiores gatilhos mentais que ajudam durante um processo de venda. Não por acaso esse tipo de email é adotado por empresas campeãs de venda no mercado digital.

Veja um caso que explica porquê essa tática funciona:

Durante a crise da bolha imobiliária nos Estados Unidos, em 2007, um empresário conseguiu vender todas as casas de um condomínio inteiro. Como?

O condomínio vendia uma experiência única de viver como se estivesse na Índia. Eram benefícios diversos, desde comidas típicas, até meditação para os moradores.

Ele conseguiu fazer isso graças ao sentimento que despertou nos consumidores de fazer parte de um grupo exclusivo.

Ofereça à sua audiência um email com pré-venda exclusiva ou uma experiência única que só os primeiros que se candidatarem poderão viver.

A Apple garante a venda de milhões de iPhones no mundo inteiro apenas com o envio dos emails. Os clientes recebem esse tipo de email antes do lançamento oficial, quando ocorrem aquelas filas enormes na porta da loja física.

Tome cuidado: pense bem em qual benefício você vai ofertar. Uma vantagem que o público considere de pouco valor pode tornar sua campanha um fracasso. Crie uma regalia que a sua lista de emails não vai conseguir recusar.

# 20 Email da antecipação

Ideal para aquela situação que você tem uma carta na manga que vai surpreender seus clientes e deixar seus concorrentes para trás.

Pode ser o lançamento de um produto, um evento, ou uma promoção que é fundamental para o futuro do seu negócio.

Use esse tipo de email para criar expectativa na audiência.

Se inspire no trailler de um filme. Para vender o filme que será lançado, a equipe de produção condensa em dois minutos as cenas de maior emoção, os principais diálogos, tudo para tirar o fôlego do cliente.

Faça o mesmo com o seu email. Divulgue detalhes, as novidades, e todos os porquês de ser imperdível comprar o seu produto.

# 21 Email de pesquisa

Se você não perguntar, nunca saberá como o seu cliente está se sentindo.

Uma das melhores maneiras de conhecer a maneira como as pessoas vêem a sua empresa é com pesquisas de opinião. E esse tipo de email pode ajudar a melhorar todos os processos dentro da sua empresa.

Seja verdadeiro ao pedir para o seu consumidor participar da pesquisa. Notamos que frases que pedem ajuda de maneira gentil conseguem ter maior sucesso de adesão:

"Essa pesquisa vai ajudar a nossa empresa a fornecer o melhor produto e a experiência mais incrível para você”

A dica é deixar esse email o mais simples possível, como o Google fez nesse exemplo.

Em geral, o usuário já considera um favor que ele está fazendo a você. Se a pesquisa demorar muito ou for de difícil acesso, menor as chances de o cliente interagir com a sua página.

# 22 Email “Meus maiores sucessos”

Sabe aquele conteúdo que você tem muito orgulho? Aquele que você teve uma sacada genial e usa no seu portfólio para mostrar a todo mundo que pergunta como é o seu trabalho.

O problema é que após um tempo requentado, esse material que você sentiu tanto amor vai ter cada vez menos visualizações. E vai parar no seu arquivo, talvez até esquecido.

Esse tipo de email é uma ótima opção para mostrar ao seus usuários, periodicamente, o que de melhor você já produziu ao longo da vida.

Essa pegada retrô pode recapitular conteúdos que você acha relevante, ou até para usar de gancho para citar novos conteúdos que você está produzindo no momento.

# 23 Emails transacionais

Entre todos os tipos de email, esse tem uma das maiores taxas de abertura.

Ele tem um conteúdo totalmente personalizado, e dá sequência a uma transação que já existia entre você e o cliente.

Vou dar um exemplo para você visualizar melhor a importância do email transacional e perceber a diferença dele para o email marketing.

Imagine uma academia de musculação que envie para toda a lista de contatos promoções, depoimentos de alunos que estão satisfeitos com as aulas, newsletter com conteúdo de valor para os assinantes.

Isso tudo faz parte das táticas de email marketing, como já listamos acima.

Se a pessoa resolve comprar no site da academia um pacote que dá direito a fazer aulas de natação e artes marciais, vai receber um email com as informações do plano, confirmação da compra, como ter acesso às novas aulas.

É um email individual, enviado exclusivamente para aquele usuário.

Como esse cliente está esperando o seu email e pediu para recebê-lo, raramente essa mensagem cai no spam.

# 24 Email de abandono do carrinho de compras

Quem nunca entrou no site, pesquisou preços, passou horas personalizando os produtos, e na hora de fechar a compra abandonou o carrinho?

Eu faço isso muitas vezes. Parece que é bom sentir aquela sensação de comprar o produto e ficar no quase.

Eu aposto que você já fez parte dessa estatística. E não é o único.

Segundo a Salecycle, a taxa de abandono de carrinho pode chegar a 70%.

Entre os principais motivos para o abandono do carrinho estão os custos de frete, dificuldades técnicas com o uso do site e problemas na hora do pagamento.

Sabe aquela verdade de encontrar em toda crise uma oportunidade?

Vale para o abandono do carrinho de compras.

Esse é um ótimo momento para utilizar o remarketing e fisgar o usuário que desistiu de comprar na primeira vez.

Algumas empresas enviam o email trinta minutos após a desistência. E repetem o contato nos próximos dias. Geralmente, três vezes é o bastante para convencer a sua audiência a finalizar a compra.

Selecionei algumas ações comuns que são utilizadas nesse tipo de email. Confira:

  • Insira um link que leve diretamente ao carrinho abandonado, para o cliente não precisar pesquisar tudo de novo.
  • Use o gatilho da escassez. Mostre quantos produtos ainda restam no estoque.
  • Envie cupons de desconto exclusivos para o cliente fechar a compra daquele carrinho.
  • Reforce os benefícios que o cliente pode ter, como devoluções, dinheiro de volta e garantias.

# 25 Pedir avaliação após a compra de um produto ou serviço

Se você não faz perguntas para o seu público, assina um atestado de que não sabe nada do que os seus clientes precisam.

Questionar a sua audiência sobre como você pode ajudá-los a resolver problemas diários é essencial para manter o seu produto atualizado.

Uma marca que se preocupa com a opinião dos clientes está sempre inovando e bem conceituada no mercado.

Periodicamente, envie emails com questionários ou solicitando feedbacks do serviço que você prestou. Se a entrega ocorreu corretamente, se a devolução foi realizada ou se o site tem todas as informações que o cliente precisa.

Além de reforçar o contato com o usuário, você vai aproveitar as respostas da avaliação para otimizar o seu processo de venda e enxergar problemas que você e sua equipe não tinham vistos antes.

Qual o melhor tipo de email para a minha empresa?

Você acompanhou comigo que existem diversos tipos de email.

Alguns desses exemplos podem servir para a sua empresa, como podem não se encaixar no planejamento de outras.

Imagino que a sua cabeça está cheia de ideias agora para colocar tudo isso em prática. É normal, quem se importa com resultados que colocar a mão na massa.

Mas antes é preciso definir o rumo que a sua empresa deve tomar.

Meu conselho é que você dê uma passada antes no artigo sobre Planejamento Estratégico.

Ficar sem um planejamento estratégico é como guiar uma empresa no escuro. Ele define suas metas antes de você buscar resultados incríveis.

E o mais importante: faça testes com os seus emails. O Teste A/B é um ótimo aliado quando você está com dúvida de qual texto ou imagem converterá em mais vendas.

É difícil achar grandes casos de sucesso no marketing digital que não passaram por uma bateria de testes.

Se eu pudesse dar apenas duas dicas para você, seria a leitura desses dois artigos.

Comece a enviar emails matadores com Klickmail

Existem várias plataformas de emails disponíveis na internet. Temos gigantes do mercado como Gmail, Hotmail e Outlook.

Mas muitos deles tem recursos limitados e podem não atender às suas demandas profissionais.

Eu vou recomendar o serviço que uso aqui nos meus negócios: o Klickmail

Ele é um dos mais completos serviços de email marketing do mercado, e tem funções exclusivas que poupam o meu tempo.

O sistema de marcação com tags permite enviar um email rapidamente para os contatos que tem ou não uma determinada característica, sem necessidade de comandos técnicos e complexos.

Por exemplo, você pode enviar um email de boas vindas apenas para os usuários novos na sua plataforma. Tudo isso em poucos minutos.

Todas as estatísticas são exibidas em gráficos: taxas de aberturas, cliques, visualizações por navegador.

O Klickmail também conta com o teste A/B, que permite a você enviar diferentes variações do seu email e comparar qual teve mais sucesso.

Não adianta estudar muito os tipos de email se não tiver uma ferramenta à altura para aplicar os técnicas.

Conclusão

Agora não tem mais desculpas! É hora de botar a mão na massa.

Cada um desses 22 tipos de emails traz uma estratégia diferente que pode mudar para sempre o rumo do seu negócio digital.

Basta lembrar que 44% dos destinatários de e-mail fizeram pelo menos uma compra no ano passado com base em um e-mail promocional

Se você quer aumentar suas conversões por email de um jeito criativo e diferente da concorrência, você não deve apenas ler esse artigo. Deve estudar e salvar nos favoritos.

Com esse texto ao seu lado, você poderá consultar os tipos de email que mais convertem leads e retornam em resultados para quem já experimentou.

Condensamos aqui o resultado das estatísticas que levamos os últimos meses para analisar, depois de muitos erros e acertos.

A sua audiência espera conteúdos inovadores e uma comunicação criativa. Não espere a sua concorrência perceber esse detalhe antes de você.

Lembre sempre de fazer testes para perceber qual tipo de email se adapta melhor para a sua empresa. Com certeza um desses casos pode encaixar na sua estratégia.

Vai valer o esforço.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.