O que são Rich Snippets, tipos, vantagens e como implementar

O que são Rich Snippets, tipos, vantagens e como implementar

Como anda a sua estratégia de rich snippets?

Se você trabalha ou já pesquisou com profundidade acerca de Search Engine Optimization (SEO), provavelmente, já deve ter se deparado com esse termo em algum momento.

Os rich snippets (ou simplesmente snippets) se tornaram o alvo de grande parte dos profissionais e empresas que vislumbram o topo dos mecanismos de pesquisa.

E quando falamos nele, o destaque absoluto vai para o Google.

Muito se engana aquele que pensa que apenas alcançar a primeira colocação é o bastante para manter o número de cliques em alta.

Até pouco tempo atrás, talvez fosse. Mas como tudo que envolve tecnologia, as coisas mudaram e um bom trabalho de otimização exige muito mais do que isso.

É por isso que falar sobre rich snippets é fundamental, pois se trata de um conhecimento que você precisa dominar para ter sucesso no marketing digital.

Se você quer saber mais sobre os rich snippets e tudo o que eles podem fazer pelo seu site ou blog, chegou ao lugar certo.

Neste artigo, você descobrirá que os motores de busca têm muito mais a oferecer para empresas.

Que tal, então, aprender como implementar rich snippets?

Continue a leitura e confira!

O que são rich snippets?

O que são rich snippets?

Rich snippets, em uma tradução literal, são “fragmentos ricos”. O termo se refere a trechos de publicações utilizados pelo Google para apresentar a resposta mais objetiva e precisa à dúvida do usuário.

Eles se localizam no topo dos resultados, na posição zero, que tem a maior taxa de cliques no mecanismo de busca.

Mas, antes de nos aprofundarmos mais nesse conceito, vamos entender sobre sua origem, combinado?

Toda vez que um usuário realiza uma busca no Google, especialmente na forma de pergunta ou pesquisa por voz, o objetivo do algoritmo é fazer com que ele tenha a resposta imediata para as suas dúvidas.

Assim, o bot exibe um pequeno resumo ou sinopse das páginas que foram definidas como valiosas para o termo de pesquisa desejado.

Normalmente, ele contém o título da página, a URL e a meta descrição.

Esse resultado é chamado de “snippet”, e é um fragmento da página para que o leitor saiba sobre o que se trata a página antes mesmo de clicar nela.

Até aí tudo bem, não é mesmo?

Mas, com a sofisticação de seus algoritmos, o Google agora vai além da ordenação dos resultados.

O motor de buscas tenta apresentar, em sua posição zero, a resposta mais importante para a questão proposta pelo usuário.

Não existe um padrão estático para os fragmentos ricos, pois variam de acordo com a intenção do usuário.

Por exemplo, ao digitar o nome de um local no Google, pode ser que sejam mostrados detalhes como localização geográfica, latitude e longitude ou até mesmo o clima da região.

O mesmo ocorre quando alguém digita o nome de uma empresa ou produto e, nos resultados, são exibidas avaliações de outros usuários em formato de estrelas.

Por que os snippets?

Por que os snippets?

Como acabamos de ver, os rich snippets foram criados para melhorar a experiência do usuário.

Para negócios, eles abrem as portas para novas oportunidades.

Pode ser atrair pessoas para sites ou lugares físicos, capturar leads ou qualquer outra ação no ambiente digital.  

Por isso, é muito importante saber como criá-los e mantê-los nos altos postos dos rankings de pesquisa.

Vamos entender como fazer isso?

Como implementar rich snippets em minhas páginas?

Como implementar rich snippets em minhas páginas?

Diferentemente das técnicas que envolvem a composição de textos com a utilização da palavra-chave, para configurar rich snippets, é preciso ter alguns conhecimentos mais avançados em SEO.

Para isso, o ideal é que o site esteja devidamente adaptado para esse propósito e que o redator crie conteúdo levando em conta algumas diretrizes relativamente simples para quem domina a arte da escrita para a web.

Com uma boa organização do conteúdo e dos códigos do site, o trabalho dos crawlers é facilitado.

Eles são aqueles, robôs que varrem a web em busca de informações e as ranqueiam nos mecanismos de buscas.

Assim sendo, a verificação do Googlebot avalia se os fragmentos adicionados são relevantes ou não, decidindo automaticamente pela exibição ou ocultação nas páginas de resultados da pesquisa, chamadas de SERP.

É preciso ressaltar que a maneira como o seu conteúdo vai aparecer na SERP não é opção do webmaster, mas pode ser facilitada por ele.

Dessa forma, é necessário utilizar o bom senso na hora de decidir quais os melhores tipos de snippets adicionados em cada página.

Para facilitar o entendimento, vamos a um exemplo.

Exemplo de uso de rich snippets

Suponhamos que um empreendedor tenha um restaurante e queira que, quando os usuários busquem pelo nome do estabelecimento no Google, apareça diretamente o telefone de contato em formato de rich snippet, logo abaixo do link.

É aí que entra o conhecimento em programação necessário, pois ele indicará ao robô do Google que aquele é um elemento valioso para ser anexado ao resultado.

Porém, a decisão final cabe ao próprio mecanismo.

Apesar disso, existem alguns meios alternativos para ajudar aqueles que não conhecem muito sobre a estrutura interna de um site, também chamados de dados estruturados.

Alguns deles são:

  • Instalar o plugin All-in-One Schema.org Rich Snippets no WordPress

  • Inserir marcações criadas no Schema manualmente no código da página desejada

  • Utilizar a marcação de dados do Google Search Console para facilitar a varredura do robô

  • Ou a opção recomendada, caso você tenha recursos, que é a contratação de um profissional ou agência para realizar a tarefa.

O próprio Google ainda fornece, gratuitamente, uma ferramenta de análise de dados estruturados, que pode ser acessada por meio deste link.

Qual a vantagem dos rich snippets em SEO?

Qual a vantagem dos rich snippets em SEO?

A primeira coisa que você precisa saber é que os rich snippets não influenciam no posicionamento do Google.

Ou seja, diferentemente do tempo de permanência na página, qualidade de backlinks ou velocidade de carregamento, não são fatores de ranqueamento.

No entanto, eles possuem um efeito colateral que pode impactar diretamente nos resultados, já que interferem em elementos como a taxa de cliques e o tráfego na página.

O que acontece é que, apesar de não serem considerados oficialmente como motivo de melhorias no posicionamento, por si só, possuem grande importância graças à experiência do usuário.

Páginas marcadas com rich snippets certamente atraem mais cliques.

Então, leve isso em conta para a construção da sua estratégia.

Quais são os tipos de rich snippets?

Quais são os tipos de rich snippets?

O Google oferece uma vasta gama de recursos para serem inseridos como rich snippets.

Você pode observá-los na própria Galeria de Busca (infelizmente, disponível apenas em inglês), onde há um guia aprofundado sobre cada um deles.

Mas, para facilitar a sua vida, abaixo falamos quais são os principais fragmentos ricos sobre os quais você deve saber mais.

Vamos lá?

Breadcrumbs

Os breadcrumbs são rich snippets que mostram para o usuário o nível de profundidade na qual a página exibida na SERP se localiza.

Se o resultado aponta para um blog sobre marketing, por exemplo, ele mostrará a hierarquia na qual a página se encontra. Algo como: www.site.com.br > blog > marketing > SEO.

Resumindo, as categorias e subcategorias em diferentes níveis na qual a página se encontra.

Esse recurso é valioso, pois mostra uma boa estruturação do site e facilita que o usuário prossiga com a navegação.

Sitelinks

Esse é um rich snippet que normalmente é exibido somente para o primeiro colocado nas páginas dos resultados de buscas e, provavelmente, é um dos mais importantes formatos.

Ao contrário de outros, ele não depende da formatação e configuração do site, mas é selecionado pelos crawlers diante de grande volume de tráfego em múltiplas páginas.

Por isso, sua aparição é muito comum em grandes portais.

Nesse fragmento, são exibidas as principais páginas do site com links relevantes clicáveis logo abaixo do link principal.

Em um portal de notícias, em um exemplo hipotético, ficam visíveis atalhos para abas como “Entretenimento”, “Política”, “Esportes”, “Cultura” e “Tecnologia”.

Searchbox

Esse é outro formato de rich snippet que é mais comum em sites com grandes volumes de conteúdos e de visitantes.

Nesse caso, é exibida uma barra de pesquisa logo abaixo da meta descrição, na qual o usuário pode inserir um termo de pesquisa para buscar dentro do próprio site.

É como uma pesquisa avançada, direcionada apenas para as páginas internas do portal ou blog.

Avaliações

Avaliações

As avaliações (ou reviews, em inglês) são utilizadas para analisar a confiabilidade e a qualidade de uma página na internet, seja ela um artigo, um produto, um aplicativo ou outros formatos de landing pages.

Abaixo da URL, são exibidas 5 estrelas, que são preenchidas com a cor dourada para destacar a média de avaliações. Ou seja, uma página com nota três terá esse número de estrelas douradas, enquanto que as demais aparecem na cor cinza.

Há também uma indicação numérica do lado direito das estrelas e o número total de pessoas que avaliaram a página.

Logo

Ao procurar por nomes de marcas, empresas ou outras organizações, é possível que seja exibida no resultado de busca uma caixa com informações relevantes para o usuário, também chamada de Knowledge Graph.

Esses dados podem variar de acordo com a relevância, mas em geral dizem respeito à data de fundação, país de origem, funcionários importantes ou preço das ações de mercado no momento.

Quando as configurações dos dados estruturados facilitam a varredura do bot, ela também pode exibir a logo da marca.

Redes sociais

Caso o Google julgue como relevante, os links das principais redes sociais também podem ser visualizados nos resultados das páginas de pesquisa.

Nesse caso, as configurações de HTML devem assinalar os perfis oficiais para que sejam indexados junto aos links.

Contato

Talvez um dos rich snippets mais desejados pelos administradores de sites corporativos, o contato pode aparecer logo abaixo do logo da marca nos Knowledge Graphs.

Isso, é claro, tem a função de facilitar a vida do usuário na hora de ligar para o suporte, serviço de atendimento ao cliente (SAC) ou outras atividades dedicadas ao consumidor.

Vale lembrar que dificilmente são incorporados canais de vendas aqui.

Essas informações podem ser introduzidas do próprio site ou adquiridas de maneira externa, como em redes sociais, outras páginas na internet e até mesmo em plataformas colaborativas, como a Wikipedia.

Apesar disso, a maneira mais segura de conseguir esse snippet é se inscrevendo no Google Meu Negócio.

Negócios locais

Negócios locais

Assim como marcas, negócios locais também podem aparecer na caixa destacada à direita.

Restaurantes, academias, lojas, farmácias, salões de beleza e outros negócios físicos podem tirar grande proveito do recurso.

É possível utilizar tanto os dados estruturados quanto o Google Meu Negócio para destacar informações valiosas no Knowledge Graph.

Alguns dos dados que podem levar pessoas a um negócio são o horário de funcionamento, telefone de contato, endereço, avaliação dos usuários e comentários dos usuários.

Artigos

Os conteúdos em texto também podem se tornar rich snippets.

Geralmente, eles são associados a notícias, mas artigos perenes também podem aparecer nos resultados.

Eles são exibidos no formato de carrossel acima do primeiro resultado da busca.

Sendo assim, são extremamente disputados e dependem muito da intenção e volume de buscas do momento, sendo classificados como “top stories”.

Para se destacar aqui, é recomendada a atualização constante do blog e a inscrição do site no Google Notícias.

Produtos

Assim como os sites, landing pages destinadas a produtos também podem possuir rich snippets com avaliações e outros elementos logo abaixo do link principal.

Consegui-los pode ser o diferencial entre a venda e a desistência do consumidor, já que mostram detalhes como preço, peso, tamanho e outras informações

Graças a isso, são muito valorizados por lojas virtuais.

Eventos

Eventos

Outro fragmento rico que depende do momento, os eventos podem garantir a presença do público em determinadas ocasiões.

As marcações geralmente precisam ser feitas por meio dos dados estruturados, e revelam ao usuário que realizou a busca informações como local, preço, data e o nome do evento.

Reuniões, shows, palestras, eventos esportivos e outros acontecimentos podem se beneficiar muito com esse tipo de rich snippet.

Receitas

Os rich snippets também aceitam o formato de receitas para destacar nos resultados de buscas.

Nesse caso, são mostrados detalhes acerca dos ingredientes, informações nutricionais e tempo de preparo.

Além disso, há também a avaliação dos usuários para a página em questão.

Músicas

O Knowledge Graph pode aparecer também quando alguém procura por uma música, álbum, banda ou cantor específico.

Mais uma vez, tendo em vista a satisfação do usuário, são exibidos diversos players para executar as canções logo abaixo do termo de busca procurado.  

TV e filmes

A caixa também pode aparecer para buscas relacionadas a filmes, séries, personagens e outras vertentes do entretenimento.

Quando isso ocorre, detalhes técnicos são exibidos, como ano, gênero, elenco, produção, orçamento e até mesmo uma sinopse sobre a obra.

Podcast

Outro rich snippet que pode ser agregado a um resultado de busca é o podcast.

Ao buscar pelo nome do programa em questão, o usuário terá acesso a uma lista para escutar aos episódios individuais.

Crie landing pages para capturar leads com o Klickpages

Crie landing pages para capturar leads com o Klickpages

Se você investe em uma estratégia de marketing digital, não pode deixar passar a oportunidade de usar seu site, blog ou redes sociais para capturar leads.

Faça isso conforme conversa com o potencial cliente em artigos ou mesmo ao apresentar promoções. É a chance perfeita para obter seu contato e, depois, promover abordagens mais direcionadas.

Pode ser um convite para assinar uma newsletter, para receber novidades por e-mail, baixar um e-book um infográfico ou até se inscrever em um curso gratuito.

Para todo o tipo de ação, a regra é uma só: caprichar na landing page aumenta muito a chance de confirmar as conversões desejadas.

E, para isso, o Klickpages é a ferramenta ideal.

Conheça os três passos básicos para criar a sua:

  1. Escolha o modelo: veja opções de alta conversão comprovada através de testes.

  2. Customize a página: depois, é só editar os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: ao final, publique no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Rich snippets Conclusão

Os rich snippets são armas poderosas para melhorar os resultados em estratégias digitais.

Mas, para atingir esse objetivo, são exigidos esforços para que o Google compreenda que aquelas informações são realmente valiosas para o seu público de interesse.

E essa prática depende mais da produção de conteúdo relevante, que vai ao encontro dos anseios do usuários, do que de dominar certas técnicas de otimização que podem perder efeito com as atualizações do algoritmo.

Essa manutenção constante do formato de seu motor de buscas significa que o Google está de olho em quem faz SEO pensando apenas nos resultados imediatos e explorando possíveis brechas do sistema.

Por isso, ao pesquisar sobre rich snippets e outros atalhos para ganhar acessos, leve em consideração, antes de tudo, a premissa básica do Google: entregar o melhor resultado o mais rápido possível.

Agora, coloque em prática o que aprendeu ao longo deste artigo e não deixe de seguir buscando conhecimento e aprendizado.

Sempre que houver o desejo de qualificar a sua estratégia digital, lembre-se do Klickpages e suas ferramentas práticas, intuitivas e eficazes.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.