Redes sociais para B2B: por que essa estratégia não é sobre lidar com empresas

Redes sociais para B2B: por que essa estratégia não é sobre lidar com empresas

Eu preciso te mandar a real aqui sobre usar as redes sociais para B2B: você pode até achar que está se comunicando com outras empresas, mas na realidade não está.

Essa estratégia pode estar te confundindo esse tempo todo.

Por mais que marketing B2B signifique literalmente "de empresa para empresa" (business to business)… A real é que não se trata disso.

Eu explico.

Quando você usa as redes sociais para fazer negócios no estilo B2B, você está, querendo ou não, lidando com outras pessoas que são as tomadoras de decisão dessas outras empresas.

E aí é que está: o ponto fundamental que une os dois lados dessa comunicação são as pessoas. E não as empresas em si.

Do outro lado da tela, quem está consumindo os conteúdos que você publica, absorvendo a mensagem que você transmite e se conectando com a sua marca é uma pessoa, assim como você.

Que também demanda a construção de um relacionamento nesse processo de fechar negócios.

Logo, não é na empresa que você deve focar. 

E, sim, nas pessoas.

Por mais que elas não sejam os consumidores finais.

E digo mais: essas pessoas, que representam e tomam decisões em nome das empresas, mesmo que elas não estejam trabalhando ou negociando, mesmo nos seus momentos de folga e horas livres… Elas ainda assim estão lá.

Então, se você quer gerar impacto positivo nas pessoas que realmente importam dentro de uma relação B2B, é só seguir aqui comigo que eu te mostro o caminho que você precisa seguir.

Vamos lá!

Diferença entre o marketing B2B e B2C

Diferença entre o marketing B2B e B2C

Quando se trata de comunicar, negociar e vender, existem duas situações possíveis:

  • O modelo B2C (business to customer), que onde empresa se relaciona com o cliente. 

  • E o B2B (business to business), onde empresa se relaciona com outra empresa.

Convencionalmente, quando se trata de marketing digital, fala-se mais sobre as ações feitas com foco no consumidor final.

O que faz todo sentido, já que é o modelo de negócios mais comum, no qual o objetivo das marcas é criar relacionamentos duradouros com os clientes.

Só que esses dois modelos também podem ser aplicados no marketing. 

Ou seja, é possível direcionar a sua comunicação para os consumidores finais, bem como para outras empresas. 

Mesmo que uma empresa tenha o seu modelo de negócio focado no consumidor final (B2C), ela também pode ter estratégias de marketing pensadas para relacionar com outras empresas, como no caso de fornecedores e parceiros.

Nesse caso, mesmo sendo uma empresa B2C, ela também coloca em prática o marketing B2B.

E um dos canais onde esse tipo de marketing acontece é nas redes sociais.

Independente de qual seja o caso da sua empresa, o lance é que elas são muito usadas para aumentar visibilidade e gerar autoridade no mercado.

Além de outras vantagens, que eu vou te mostrar agora.

Por que usar redes sociais na estratégia de marketing B2B?

Por que usar redes sociais na estratégia de marketing B2B?

Além do marketing offline, que é bem comum na comunicação entre empresas (visitas, eventos e stands, por exemplo), o marketing digital hoje também tem um papel fundamental nesse relacionamento.

Principalmente as redes sociais. Através delas, as marcas conseguem colocar em prática estratégias voltadas tanto para branding quanto marketing de conteúdo e de comunidade.

Outro ponto importante é que, como falei no início desse texto, na hora de se comunicar com outras empresas, quem realmente importa são as pessoas que as representam. 

E as chances são que essas pessoas estão nas redes sociais – seja no seu horário de trabalho, ou nas horas livres.

Logo, ao incluir as redes sociais na sua estratégia de marketing B2B, a sua empresa tem alguns benefícios, como:

1. Reconhecimento de marca

Não importa qual seja o seu modelo de negócio ou nicho de mercado… 

O fato é que ter uma boa e consolidada reputação online é um fator decisivo na hora de vender mais.

Ao montar sua estratégia incluindo a publicação frequente de conteúdos e anúncios nas redes sociais, você aumenta sua visibilidade e também as chances do seu potencial cliente confiar cada vez mais na sua marca.

Claro que, para isso, você precisa apresentar informações claras e atualizadas, além de uma mensagem que condiz com o que o seu público-alvo realmente procura e um bom layout

2. Construção de autoridade

Junto com o reconhecimento de marca, a tendência é que você conquiste também cada vez mais autoridade na sua área de atuação.

Ao usar seu perfil nessas plataformas para divulgar conteúdos de extremo valor, como artigos do seu blog, vídeos, ebook, infográficos e outros materiais que abordam temas do seu nicho com profundidade, além de educar o seu potencial cliente, você transmite confiança e credibilidade para o público.

E isso pode ser o seu principal diferencial em relação à concorrência.

3. Engajamento com o público

Relacionamento demanda envolvimento e interação.

E as redes sociais possibilitam que você esteja sempre em contato com a sua audiência, respondendo dúvidas e se mostrando acessível.

Essa proximidade faz com que o laços fiquem cada vez mais estreitos e a tendência é que, com essa estratégia, você conquiste clientes fiéis para o seu negócio.

4. Geração de leads

E eu não podia deixar de falar desse que é um dos benefícios mais importantes para quem quer criar conexões mais profundas e duradouras com público.

Caso você não saiba, leads são contatos de potenciais clientes que você consegue ao oferecer um material rico através de uma página de captura.

Com esses contatos, você cria campanhas de email marketing direcionadas e pode nutrir a sua lista, para que eles avancem no funil de vendas e se tornem clientes, de fato.

As ferramentas de anúncios das principais redes sociais (que eu já vou te falar quais são) permitem que você crie campanhas voltadas especificamente para captação de leads. 

Além, é claro, dessas plataformas serem um excelente canal de tráfego orgânico para suas landing pages.

As redes sociais mais indicadas para o marketing B2B

As redes sociais mais indicadas para o marketing B2B

Na hora de investir a sua comunicação para se comunicar com outras empresas e os seus tomadores de decisão, nem todas as redes sociais são tão eficientes, já que esse tipo de marketing é bem mais específico.

Logo, é natural que alguns canais deem mais resultado para o seu negócio do que outros.

Mas já te adianto que: a melhor rede social, onde você deve estar presente, é a aquela em que o seu público também está.

Seja esse público os seus fornecedores, possíveis parceiros ou potenciais clientes.

Então, tenha em mente que uma pesquisa de mercado será um passo importante para determinar as melhores plataformas para a sua estratégia.

Só que eu trouxe aqui as redes sociais que, hoje, são as mais indicadas para o marketing B2B.

Twitter

O Twitter é uma rede social em formato de microblog, pensada para postagens de conteúdo em pequenos textos.

Pensado para o compartilhamento de acontecimentos de forma rápida e fluida, como se fosse uma espécie de diário dos usuários, ele é um dos canais de conteúdo mais relevantes da atualidade.

Para você ter uma ideia, 87% dos profissionais de marketing B2B usam o Twitter para distribuir conteúdo hoje em dia.

Pensar estratégias para essa rede social com texto, hashtags e imagens chamativas, pode te ajudar a aumentar a credibilidade da sua marca e impulsionar suas vendas.

Se quiser saber como usar essa plataforma especificamente no seu negócio, dá uma olhada nesses artigos:

LinkedIn

O LinkedIn é uma das melhores redes sociais para quem tem como público-alvo outras empresas.

Principalmente porque o perfil dos usuários é justamente voltado para seus interesses comerciais, área de atuação e empresa onde trabalham. 

Exatamente por esse motivo, a captação de leads por lá é bem mais certeira, proporcionando leads mais quentes para o seu negócio.

Hoje o LinkedIn conta com mais de 26 milhões de empresas dos mais diversos ramos e segmentos e é muito útil para contatos profissionais. 

Nessa plataforma, os contatos são chamados de conexões, que é uma espécie de ligação entre os usuários que possibilita conectar pessoas e empresas que compartilham os mesmos interesses.

O blog do KP já publicou alguns artigos sobre o LinkedIn que podem te ajudar a turbinar sua estratégia. Olha só:

Facebook

Não dá para deixar de fora a rede social mais acessada no Brasil e no mundo.

As chances são que o seu público está por lá também.

Esse é um excelente canal para interagir e gerar conexões com a sua audiência, além de distribuir conteúdo e informações relevantes sobre o seu negócio.

Aqui alguns materiais que vão te ajudar a ter sucesso nessa plataforma:

Instagram

Um grande trunfo do Instagram é a variedade de recursos que oferece: vídeo, lives, hashtags, geolocalização

É, de fato, uma plataforma que oferece inúmeras oportunidades de crescimento e maior reconhecimento da sua empresa.

Talvez alguns empreendedores fiquem com o pé atrás, por não ser a melhor ferramenta para a conversão direta de leads. 

Mas o fato é que o Instagram é uma excelente escolha no que diz respeito a aumento de alcance e consciência de marca.

Por isso, eu sugiro que você veja os seguintes artigos que aprofundam um pouco mais nessa rede social.

Independente de qual seja a plataforma que você vai incluir na sua estratégia, eu trouxe para você…

3 dicas de ouro para o seu marketing B2B nas redes sociais

3 dicas de ouro para o seu marketing B2B nas redes sociais

Para te ajudar a ter sucesso com as redes sociais da sua empresa e, consequentemente, ter mais proximidade com a audiência e aumentar as vendas…

Eu trouxe 3 dicas que você não pode ignorar na hora de colocar a mão na massa.

Anota aí:

#1. Invista em conteúdo de extrema qualidade

O ponto alto do uso das redes sociais é oferecer para o seu público conteúdos que sejam de seu interesse. 

Por isso, invista tempo, dinheiro e energia na produção desses conteúdos para que todas as pessoas que visitarem as suas páginas encontrem materiais ricos.

Essa é a chave para gerar a autoridade e reconhecimento que a sua marca precisa para crescer nas plataformas.

#2. Faça benchmarking

Benchmarking é um processo de análise da concorrência a fim de avaliar, comparar e pensar em melhores práticas em busca de maiores resultados.

E as redes sociais te dão oportunidade de fazer isso em relação às estratégias e aos conteúdos dos seus concorrentes.

Assim, você consegue saber o que está ou não dando certo no negócio deles e aprimorar cada vez mais a sua própria estratégia.

#3. Redirecione seu público para uma boa landing page

Como eu falei lá em cima, uma das vantagens de incluir as redes sociais na sua estratégia é o fato de você conseguir gerar mais leads para o seu negócio.

Falei também que por trás das decisões estratégicas de toda empresa estão outras pessoas.

Logo, uma das melhores maneira de vender, inclusive no modelo B2B, é criando um relacionamento – que é justamente o que você consegue ao se conectar com essas pessoas através do email.

Por isso, aproveite as oportunidades que as redes oferecem para direcionar o seu público para uma boa landing page

Assim, você oferece um material rico em troca do email, gerando leads de qualidade para a sua lista.

Só que o ideal é que você utilize uma landing page de alta conversão nesse processo.

Para isso, você pode contar com a ajuda do Klickpages.

É muito simples criar a sua própria landing page personalizada. São apenas 3 passos, olha só:

  • Escolha o modelo: veja opções de alta conversão comprovada por testes.

  • Customize a página: feita a escolha, edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  • Publique: ao final, publique no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

O que não fazer nas redes sociais para B2B

O que não fazer nas redes sociais para B2B

Apesar das redes sociais muitas vezes parecerem "terra de ninguém", onde é tudo permitido… Tenha em mente que nem tudo convém para o sucesso do seu negócio.

Quando se trata da sua estratégia de marketing, o perigo está justamente nos detalhes. 

Por isso, fica ligado no que pode prejudicar a sua estratégia B2B nas redes sociais:

1) Ser impessoal e não tratar o público com uma abordagem personalizada.

2) Se apropriar de conteúdos de outras marcas. 

Além de pegar super mal para o seu negócio, esse tipo de prática é desonesto e antiético. (Caso queira compartilhar algo que achou legal e relevante para a sua audiência, dê os devidos créditos 😉 ).

3) Não ter uma boa frequência de publicações e engajamento. Consistência de conteúdo é importante para ter relacionamentos duradouros com a audiência.

4) Vender de forma muito agressiva, focando apenas em oferta. 

Lembre-se de que, acima de tudo, você deve oferecer conteúdos de valor às pessoas que te seguem.

Conclusão

Conclusão Redes Sociais para B2B

Agora você já sabe que mesmo em uma estratégia de marketing B2B, a comunicação não se trata da empresa. E sim das pessoas que representam essa empresa.

Logo, você precisa criar uma conexão com elas para conseguir estabelecer um relacionamento que abra portas para os negócios entre as duas marcas.

Neste artigo, eu te mostrei a diferença entre marketing B2B e B2C e ainda expliquei o porquê de investir nas redes sociais dentro da sua estratégia B2B.

Falei ainda sobre quais são as redes sociais mais indicadas para esse tipo de marketing, como o LinkedIn, o Facebook e o Twitter.

Além de dar dicas sobre o que fazer para ter mais resultados e o que pode prejudicar o seu negócio.

E você, já usa alguma dessas redes sociais no marketing B2B da sua empresa? 

Não deixa de me contar aqui nos comentários! 😉

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Susanne Melo

Meu nome é Susanne, mas pode me chamar de Suse. Faço parte do time de conteúdo do Klickpages e amo aprender coisas novas, principalmente relacionadas a tecnologia e marketing. Sou brasiliense, mãe de gato, curto muito cultura pop, ler nas horas vagas e gosto de escrever ouvindo rock ou música clássica ou funk (ou...), enfim, sou bem eclética. Tudo depende do meu humor no dia. Me comunico basicamente usando gifs e memes, e gosto de conversar com pessoas que entendem as referências (pelo menos as principais, né? QUEM É QUE AINDA NÃO VIU FRIENDS?!). Ah, também sou uma pessoa muito intensa, como podem perceber. :D

Se você quiser ler outros conteúdos meus é só clicar aqui ;)