Promover vídeo no YouTube: o passo-a-passo que dobrou o faturamento da minha campanha

Promover vídeo no YouTube: guia completo com 32 passos

Não sei se você já passou pela experiência de promover um vídeo no YouTube e ter um resultado negativo.

Isso é muito frustrante.

Eu sei, já aconteceu comigo. Vou dar um exemplo para ficar mais claro.

No começo do ano, mais especificamente em março, eu comecei uma campanha no YouTube para gerar leads.

Eu fiz exatamente como já tinha feito outras vezes… E o resultado foi frustrante.

Só para você ter uma noção, meu retorno sobre investimento, o famoso ROI, foi negativo.

Além de não estar gerando muitos leads, ainda estava dando prejuízo.

As campanhas que eu criava em outras redes, como Facebook e Instagram, me davam resultados muito melhores. Mas parecia que eu nunca acertava quando era no YouTube.

A essa altura do campeonato, eu poderia simplesmente ter deixado de promover vídeos.

Parecia ser uma escolha inteligente.

Afinal de contas, não era a primeira vez que eu tinha prejuízo com campanha no YouTube. Até aquele momento, nenhuma campanha na plataforma tinha me dado um retorno satisfatório.

Até que eu descobri uma coisa que virou o jogo.

Só para você ter noção, a primeira vez que eu promovi um vídeo usando essa nova técnica meu ROI foi de 130,01%.

Ou seja, para cada 1 real que eu investia, voltavam 2 reais e 30 centavos. Para quem até então estava tomando prejuízo, esse resultado era ótimo.

Ainda mais com o volume de leads que eu tive.

Eu consegui 6 vezes mais leads.

Tudo isso fez com que o meu faturamento crescesse praticamente 100 mil reais.

Hoje em dia, o YouTube é a minha maior fonte de leads.

E eu queria te dizer mais uma coisa.

Eu conheço outras empresas que estão fazendo a mesma coisa e tem dado certo para elas. Algumas tiveram resultados bem melhores que os meus.

Só para você ter uma ideia.

Eu conheço uma empresa que conseguiu gerar 230 mil leads em 15 dias.

Pagando apenas 3 reais por lead!

O responsável por tráfego deles descobriu essa técnica por acaso. E o resultado foi muito melhor do que eles poderiam imaginar.

O produto deles tem um nicho específico.

O que eu quero dizer é se deu certo para eles, pode dar certo para qualquer outro negócio.

E essa não é a única forma de promover um vídeo no YouTube. Dependendo do tipo de objetivo que você tem, outras formas de anunciar podem funcionar.

E eu vou te mostrar tudo o que você precisa saber sobre como promover seus vídeos.

Não importa qual é o seu objetivo, se é gerar mais leads, crescer o número de inscritos do seu canal ou apenas aumentar a consciência em torno da sua marca…

Eu quero te ajudar a maximizar o seu potencial de promoção no YouTube.

O que eu tenho para te falar aqui pode virar o jogo para você.

E você não precisa ser nenhum expert em tráfego. Eu vou te explicar de uma forma simples tudo o que você precisa saber para fazer dar certo sua campanha no YouTube.

Se você quer melhorar os resultados das suas campanhas ou quer promover o seu primeiro vídeo, eu recomendo que você leia esse artigo até o final.

Porque eu vou te explicar:

  • Quanto custa para anunciar no YouTube;

  • Quais são os tipos de anúncio, as vantagens de cada um e qual o melhor tipo para alcançar o seu objetivo;

E ainda vou te dar um passo-a-passo de como criar uma campanha do zero e quais são as métricas que você deve prestar atenção.

Mas antes eu quero te mostrar por que você deve investir parte do seu orçamento de marketing promovendo vídeos no YouTube.

Por que vale a pena promover vídeos no YouTube

Por que vale a pena promover vídeos no YouTube

Com tudo que eu te falei até aqui, já deu para perceber que vale a pena criar campanhas no YouTube.

Mas existem outras vantagens pelas quais você deve investir nisso.  

A principal é que os vídeos no YouTube geram mais engajamento do que no Facebook.

Ou seja, os seus CTAs (call to action) têm mais chances de ser correspondidos.

Se você está buscando mais leads, aumentar o número de inscritos do seu canal ou até mesmo vender um produto, o YouTube é o canal ideal para você.

Inclusive, porque não importa qual é o seu público-alvo, as chances de ele estar no YouTube são muito grandes.

Hoje, ele é o site de vídeos com maior audiência e o segundo site de buscas mais utilizado no mundo.

Outra vantagem é que o YouTube faz parte do Google e as campanhas são criadas por meio do Google Ads.

Desde 2017, o YouTube consegue usar seu histórico de buscas no Google para fazer a segmentação das campanhas.

Isso aumenta as chances de que os seus anúncios sejam mostrados para pessoas que realmente possam se interessar com base em sexo, idade, localização, interesses, dentre vários outros fatores.

E você não precisa ter um orçamento grande para começar a promover os seus vídeos.

Os anúncios no YouTube não têm um preço fixo. Você pode definir o quanto quer investir de acordo com o seu orçamento.

E, se quiser, pode iniciar com um pequeno valor para testar e ver os primeiros resultados antes de colocar mais dinheiro.

Você pode começar a promover seu vídeos no YouTube hoje mesmo usando o orçamento que tem disponível com as técnicas que eu vou te apresentar.

Como promover seu vídeo no YouTube

Como promover seu vídeo no YouTube

O YouTube Ads faz parte da plataforma do Google Ads, antigo Adwords, que conta com outros dois produtos: a rede de pesquisa e a rede de display.

Se você usa o Google Ads para fazer outras campanhas, já está familiarizado com a interface da plataforma.

Mas se esta é a sua primeira vez, fique tranquilo. Ela é bem intuitiva e fácil de usar, você só precisa ficar atento ao tipo de anúncio que deseja criar.

Antes de te explicar quais são os tipos de anúncio e qual eu tenho usado para fazer campanhas de sucesso, eu vou te contar quanto custa para fazer uma campanha.

Quanto custa anunciar no YouTube

Pode ser que esse não seja o seu caso, mas várias pessoas pesquisam no Google quanto custa para anunciar no YouTube.

A verdade é que não existe uma resposta pronta para essa pergunta.

O Google Ads funciona como se fosse um grande leilão por espaço de anúncios.

Ou seja, você determina qual é o seu orçamento (diário ou para toda a campanha) e qual o valor máximo que você está disposto a pagar por lance.

O Google Ads usa essas informações para dar lances como num leilão e comprar espaços de exibição.

Ou seja, não existe um valor fixo.

A forma de pagamento também depende do tipo de anúncio escolhido. Dependendo do tipo você só paga quando a pessoa assiste por um determinado tempo ou se a pessoa clicar no anúncio.

Para te explicar melhor isso, eu vou te mostrar as opções de anúncio que você pode escolher quando for criar a sua campanha.

Tipos de anúncio

O YouTube basicamente oferece 4 opções.

Cada uma gera um resultado diferente dependendo do que você está buscando.

Por isso é importante entender como cada tipo de anúncio funciona e para que cada um é mais eficiente.

TrueView Discovery

TrueView Discovery

Você provavelmente já fez uma busca no YouTube e o primeiro resultado foi um anúncio.

Ou enquanto estava assistindo a um vídeo, tinha um na barra lateral direita (no computador) ou logo embaixo do vídeo (no celular).

Esse tipo de anúncio é chamado de TrueView Discovery.

Ele é bom para alcançar pessoas que estão fazendo uma busca por uma determinada palavra-chave ou estão navegando a procura de novos vídeos.

Por exemplo, se o seu objetivo com a promoção é aumentar o número de inscritos,  você pode escolher um dos seus melhores vídeos e usar esse tipo de anúncio para divulgá-lo para pessoas que estejam procurando uma palavra-chave relacionada a ele ou que se encaixe em outros fatores de segmentação.

E, assim, atrair um número maior de visitantes para o seu canal, que possivelmente converterão em inscritos se gostarem do tipo de conteúdo que você produz.

Esse tipo de anúncio é cobrado por clique, ou seja, você só paga quando alguém clica sobre ele e começa a assistir ao vídeo.

Anúncios Bumper

Eles são rapidinhos. Aparecem logo no começo do vídeo, duram apenas 6 segundos e não podem ser pulados.

O Bumper é bastante efetivo se você quiser transmitir mensagens curtas e impactantes para gerar mais consciência em torno da sua marca ou canal.

Por serem muito curtos, você precisa ir direto ao ponto e não tem muito espaço para persuadir as pessoas a comprarem algo, por exemplo.

Diferente do TrueView Discovery, nesse tipo de anúncio você paga a cada mil visualizações.

TrueView In-Stream

TrueView In-Stream

Os anúncios TrueView In-Stream são provavelmente o tipo mais comum.

Eles aparecem antes que um vídeo seja reproduzido ou no meio, como um comercial de TV, em vídeos mais longos.

São usados para atrair visitantes, gerar leads e anunciar produtos e serviços.

E podem ser puláveis ou não-puláveis, como eu vou explicar agora.

Pulável

Depois de 5 segundos o espectador tem a opção de pular o anúncio e seguir para o vídeo e você não paga nada por isso.

Para ele ser efetivo, você precisa usar os primeiros 5 segundos para ganhar a atenção da sua audiência e fazer com que ela veja o seu anúncio até o final.

Comece com uma afirmação instigante ou com uma pergunta, algo que mexa com o espectador a ponto de ele decidir assistir ao seu anúncio inteiro.

Assim você tem mais tempo para passar a sua mensagem.

Os anúncios puláveis são pagos sempre que o espectador assistir por pelo menos 30 segundos ou ver o vídeo inteiro, dependendo do que acontecer primeiro.

Uma vantagem desse tipo de anúncio é que as pessoas desinteressadas tendem a pular o anúncio. Ou seja, as chances de você pagar para que seu anúncio apareça para pessoas interessadas é bem maior.

Não-puláveis

Você já deve ter passado pela experiência de ir assistir a um vídeo no YouTube e começar a passar um anúncio indesejado.

Você tenta pular esse anúncio, mas a opção não aparece na tela, mesmo depois de 5 segundos.

Esse é o anúncio não-pulável.

Ele aparece ou no início ou no meio de um vídeo mais longo e o espectador é obrigado a assistir ao anúncio inteiro.

Se a campanha não for boa o suficiente para envolver o espectador, é bem provável que gere uma má impressão.

Por isso, é muito bom ter cuidado quando decidir por esse tipo de anúncio.

Assim como o Bumper, você paga a cada mil visualizações.

TrueView for Action

O TrueView for Action foi a grande virada de jogo que eu estava falando no começo deste artigo.

Funciona basicamente como um TrueView In-Stream, porém ele é orientado para que os espectadores façam uma ação.

Segundo o próprio Google, esse tipo de anúncio “estimula a ação de quem assiste, aumentando as conversões em pouco tempo.”

O TrueView for Action associa um banner clicável ao vídeo. Assim o espectador pode clicar nesse banner e ser direcionado para uma landing page durante o vídeo.

E, no final do anúncio, aparece um botão dando outra chance para o espectador clicar e ir para a landing page. Por isso é importante que você inclua uma CTA convidando as pessoas para clicarem no botão.

E essa não é a única vantagem do TrueView for Action.

Como você paga só se o espectador clicar no banner, o custo por ação dele é 40% menor do que os outros tipos de campanha.

E a taxa de cliques dele é 3 vezes maior.

Ou seja, com o mesmo orçamento de um TrueView In-Stream, você consegue gerar muito mais leads.

Se o seu objetivo é anunciar um serviço ou produto ou atrair visitantes para sua landing page, eu recomendo fortemente que você use esse tipo de anúncio.

Agora que você já conhece os tipos de anúncio, eu vou te ensinar como criar a sua primeira campanha no Google Ads para o YouTube.

Como criar uma campanha no Google Ads

Como criar uma campanha no Google Ads

Antes de criar a sua campanha, você precisa primeiro definir qual é o seu objetivo principal.

Porque isso vai influenciar no passo-a-passo que você vai seguir.

Aqui eu vou te explicar o que você precisa fazer para criar um TrueView for Action e também para criar os outros tipos de anúncio.

Passo 1

Crie uma conta no Google Ads ou faça login em uma já existente.

Passo 2

Para vincular a conta do YouTube, clique em Ferramentas e depois em contas vinculadas.

Passo 3

Clique em Detalhes embaixo do ícone do YouTube para prosseguir para a página de vinculação.

Passo 4

Depois que a sua conta estiver vinculada ao canal do YouTube, clique em Campanhas no menu à esquerda.

Passo 5

Clique no botão de mais (+) e selecione Nova campanha.

Passo 6

Na página de tipos de campanha, selecione Vídeo.

Passo 7

Selecione uma das metas de acordo com o tipo de anúncio que você quer fazer.

TrueView For Action: Leads ou Tráfego do site

Bumper: Alcance e reconhecimento da marca ou crie uma campanha sem meta

TrueView In-Stream e TrueView Display: escolha qualquer uma das opções de acordo com a sua meta.

Passo 8

Se você escolheu uma dessas opções: “Consideração de produto e marca”, “Alcance e reconhecimento da marca” ou “Criar uma campanha sem meta”; você precisa escolher um subtipo e depois clicar em continuar.

No caso de Bumper, escolha Reconhecimento padrão: aumente o alcance, as impressões e as visualizações.

Passo 9

Defina um nome para a campanha.

Passo 10

Defina o tipo de orçamento, se vai ser diário ou total, e informe o valor. Você também pode escolher se a distribuição vai ser Padrão ou Acelerado.

Passo 11

Defina a data de início e de término na campanha.

Passo 12

Na opção de Redes, se você quiser fazer anúncio TrueView Discovery, selecione a opção Resultados da Pesquisa do YouTube.

Se você quiser fazer TrueView In-Stream, TrueView for Action e Bumper, selecione a opção Vídeos do YouTube.

Passo 13

Selecione o idioma e o local que você quer segmentar sua campanha.

Passo 14

Selecione a estratégia de Lance de acordo com o tipo de anúncio que você escolheu.

TrueView for Action: CPA (custo por aquisição) desejado

Bumper: CPM (custo por mil impressões) máximo

TrueView In-Stream e Discovery: CPV (custo por visualizações) máximo

Passo 15

Defina as Exclusões de conteúdo, ou seja, onde o seu anúncio não será exibido.

Passo 16

Você pode alterar as configurações avançadas da sua campanha e escolher em quais dispositivos o seu anúncio vai aparecer, quantas vezes o seu anúncio vai aparecer para o mesmo usuário e limitar quando os seus anúncios serão exibidos.

Passo 17

Atribua um nome à campanha, selecione seu orçamento e os locais e escolha as redes em que você quer exibir a campanha de vídeo.

Passo 18

Escolha os locais para os quais você quer segmentar sua campanha ou onde não gostaria de exibi-la.

Passo 19

Escolha o idioma dos seus clientes.

Passo 20 (Opcional)

Escolha os dispositivos em que você quer exibir seus anúncios. É possível segmentar determinados sistemas operacionais, modelos de dispositivo e operadoras. Por padrão, seus anúncios são exibidos em todos os dispositivos qualificados.

Passo 21 (Opcional)

Edite as configurações avançadas da sua campanha.

Passo 22

Atribua um nome ao grupo de anúncios.

Passo 23

Edite os métodos de segmentação que você quer usar nos seus anúncios. Por padrão, os anúncios são exibidos para todos os espectadores. Mas você pode definir o seu público-alvo e segmentar por palavras-chave.

Passo 24

Defina o valor máximo que você está disposto a pagar por lance.

Passo 25

Agora você vai definir qual vídeo irá usar para o seu anúncio. Para fazer isso é necessário que ele já esteja hospedado no YouTube.

Você pode pesquisar o vídeo pelo nome ou digitar a URL.

Passo 26

Escolha o formato do anúncio de acordo com o tipo de anúncio que você quer criar:

TrueView for Action e TrueView in-stream: Anúncio in-stream

Bumper: Anúncio Bumper

TrueView discovery: Anúncio Vídeo Discovery

Passo 27

Preencha a URL final. Ela é a página que as pessoas vão acessar ao clicar no seu anúncio.

Passo 28

Preencha a URL de exibição. Ela pode ser a mesma URL final ou uma versão mais curta da mesma. Ela é o que irá aparecer junto com o anúncio.

Passo 29

Preencha os próximos passos de acordo com o tipo de anúncio:

TrueView for Action: Crie um título para o seu anúncio em até 15 caracteres. Ele irá aparecer junto com o anúncio e é a principal forma de promover seu produto usando texto.

Crie um CTA de até 10 caracteres, no qual os espectadores irão clicar para serem direcionadas a URL final.

TrueView Discovery: Crie um título de até 20 caracteres para ele não ser cortado na exibição do anúncio. E duas linhas de descrição de até 35 caracteres.

TrueView in-stream e Bumper: não precisa preencher nada.

Passo 30

Crie um nome para o anúncio. Esse nome não é exibido para os espectadores.

Passo 31

Clique em Salvar e continuar.

Passo 32

Você será redirecionado para uma página onde poderá revisar a sua campanha antes de finalizá-la.

Métricas que você deve prestar atenção

Métricas que você deve prestar atenção

Agora que você já sabe como criar uma campanha, você precisa prestar atenção a algumas métricas para saber se sua estratégia está funcionando da melhor forma possível ou se você precisa fazer alguns ajustes.

CPV – Custo por visualização

Essa métrica é importante se você está usando anúncios TrueView Discovery e TrueView In-stream.

Porque mostra o quanto você está pagando por cada visualização.

CPA – Custo por aquisição

O custo por aquisição é importante para quem está fazendo campanhas TrueView for Action, porque você vai saber exatamente o quanto está pagando por conversão.

E assim você pode determinar se está valendo a pena ou não usar esse tipo de anúncio.

CPM – Custo por mil impressões

Se você está fazendo campanhas usando Bumper, a métrica que você precisa ficar de olho para saber se ela está valendo a pena ou não é o CPM.

O custo por mil impressões te mostra o quanto você está pagando para o que o seu anúncio seja visualizado mil vezes.

Custo por minuto

O custo por minuto é uma métrica importante se você está usando o TrueView Discovery para gerar mais visualizações para o seu canal.

Assim você pode saber o quanto está pagando por cada minuto de vídeo assistido e ajustar a campanha para aumentar o tempo que elas passam no seu canal.

Essa é uma métrica que você não encontra no Google Ads, mas como ela é importante, eu criei uma planilha para calcular para você.

Você só precisa preencher os dados que a planilha gera o resultado.

Clique aqui para baixar a planilha de graça!

CTR – Taxa de cliques

Essa métrica é relevante para anúncios TrueView for Action.

Uma taxa de cliques muito baixa pode ser sinal de que você não está anunciando para as pessoas certas e precisa alterar a segmentação ou que o anúncio em si não é bom e não está convertendo.

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Agora que você já sabe como promover um vídeo no YouTube, você pode direcionar o espectador para uma landing page e convertê-lo em lead.

Para isso, o Klickpages é a ferramenta ideal.

Veja os três passos para criar a sua:

  • Escolha seu modelo: conheça opções de alta conversão comprovada por testes.

  • Customize a página: feita a escolha, edite textos, cores e imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  • Publique: ao final, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Conclusão Promover Vídeo Youtube

Você chegou até aqui e descobriu por que vale a pena promover os seus vídeos no YouTube.

Algumas das vantagens mais importantes são os índices de engajamento mais altos que outras redes sociais, o uso do algoritmo do Google para a segmentação da sua campanha e a presença de praticamente todos os públicos-alvo.

Eu te expliquei quanto custa para anunciar no YouTube e quais são os tipo de anúncio que você pode escolher de acordo com as suas metas.

É muito importante saber o que você quer alcançar desde o início, para escolher o melhor método e obter os melhores resultados.

Com as suas metas definidas você pode usar o passo-a-passo que eu te dei para criar uma campanha do zero.

Você também aprendeu quais são as métricas mais importantes que você precisa ficar de olho para saber se você está tendo os resultados esperados ou não.

Agora chegou a hora de colocar a mão na massa e começar a promover seus vídeos no YouTube. Não se esqueça de me contar aqui nos comentários quais foram os seus resultados!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.