Posicionamento de marca: como fazer a sua ser o centro das atenções para o público

Posicionamento de marca: como fazer a sua ser o centro das atenções

Quer vender mais? Então o seu negócio precisa ser o centro das atenções. E a estratégia capaz de gerar esse resultado é justamente o posicionamento de marca. 

Quando eu digo ser o centro das atenções, eu me refiro a ter uma presença tão marcante que chama a atenção das pessoas naturalmente.

Sem forçar a barra. 

Sabe aquela pessoa que tem presença, para quem todo mundo olha admirado quando entra em um certo ambiente?  

Aquela que domina as conversas simplesmente porque quem está perto não se cansa de ouvir o que elas têm a dizer?  

Então…

É disso que eu estou falando. Ser o centro das atenções no bom (ótimo!) sentido. 

E é justamente isso que um bom posicionamento de marca pode fazer pelo seu negócio. 

Por isso eu digo que essa estratégia te ajuda a conquistar a admiração do público e gravar as vantagens do seu produto na mente do cliente.

Ela é usada por empresas líderes de mercado e também pode ajudar você a ter clareza sobre o seu negócio para definir como a sua marca será lembrada.

Além de colar um lembrete na cabeça das pessoas que diz constantemente por que elas devem escolher a sua empresa ao invés dos seus concorrentes. 

Logo, se você souber posicionar a sua marca de forma estratégica, as chances são que o seu negócio vai ser o centro das atenções.

E, como eu disse, ter a atenção do cliente é fundamental se você quiser vender. 

Quer saber do que se trata essa estratégia, como aplicar no seu negócio e ainda conferir 8 exemplos de sucesso?

Então, vem comigo!

O que é posicionamento de marca?

O que é posicionamento de marca

O posicionamento de marca é como você quer ser lembrado e reconhecido pelos seus clientes. 

É uma estratégia de branding que não foca no produto ou serviço, e sim na percepção do cliente sobre a sua marca. 

Ou seja, qual lugar o seu negócio ocupa na mente dos consumidores em comparação com os seus concorrentes.

O mais interessante é que, independente de como o cliente enxerga a sua marca ou do tipo de reconhecimento que o seu negócio recebe atualmente, você tem a chance de mudar o cenário.

Basta decidir que imagem a sua empresa quer transmitir para a sua audiência e trabalhar para conquistar um lugar único na imaginação do seu público-alvo.

Claro que você precisa considerar diversos fatores na hora de definir o posicionamento da sua marca, se quiser ter resultado.  

E para atingir o objetivo que você definiu é fundamental comunicar a sua ideia para os clientes com assertividade.

Por exemplo, não adianta posicionar a sua marca como a mais barata do mercado se o seu público quer comprar um ítem de luxo.

Da mesma forma que não adianta tentar criar uma imagem jovem e descolada se os seus clientes são adultos conservadores.

Todos os elementos da sua estratégia precisam estar alinhados. 

Por isso, antes de bater o martelo sobre a imagem que você quer deixar na cabeça do cliente, você precisa pensar em três aspectos do seu negócio. 

E é isso que eu vou te mostrar agora.

Como definir o posicionamento da sua marca

Como definir o posicionamento da sua marca

Depois de saber o que é posicionamento de marca, chegou o momento de descobrir como aplicar essa estratégia no seu negócio.

Você precisa se perguntar: como eu quero que a minha marca seja reconhecida?

Se a sua marca não se diferenciar das outras, os consumidores podem optar pela concorrência. 

Porque posicionar a sua empresa corretamente é o jeito certo para ocupar uma posição privilegiada na cabeça dos seus clientes.

Então use essa estratégia como a espinha dorsal de todas as suas ações de marketing

Afinal de contas, se o seu posicionamento de marca não estiver alinhado ao que a sua empresa entrega, você provavelmente não vai ter o resultado esperado.

Para te ajudar a definir na prática o melhor posicionamento para a sua marca, eu vou te mostrar os três principais aspectos do seu negócio que você precisa levar em consideração. 

Olha só:

1. A quem o seu produto se destina

Sabia que 64% dos consumidores acreditam que o principal motivo para se relacionarem com a sua marca é vocês compartilharem os mesmos valores? 

Isso quer dizer que você precisa conhecer o seu público-alvo e definir muito bem a sua persona, uma espécie de cliente ideal.

Você precisa saber qual é o gênero, faixa etária, classe social, localização, hábitos de consumo, dores e sonhos do seu público.

Quanto melhor você conhecer o seus potenciais clientes, mais assertivo pode ser o seu posicionamento de marca.

Já que você será capaz de descobrir quais aspectos do seu negócio estão mais alinhados aos valores e expectativas do seu cliente.

E esse é o ponto de partida para posicionar a sua marca de forma efetiva. 

2. Que problema o seu produto soluciona

É muito importante que você saiba quais são os diferenciais do seu produto na hora de posicionar a sua marca. 

Também é necessário que você defina quais problemas dos seus clientes o seu produto pode resolver.

Ou ainda, qual desejo profundo do público o seu negócio pode atender. 

Esses benefícios precisam estar refletidos no seu posicionamento de marca.

Porque, no fim das contas, as pessoas não compram produtos ou serviços. Elas compram a solução, o benefício que eles entregam. 

Mas, atenção! Nesse momento, você precisa ser absolutamente íntegro. 

Não adianta afirmar possuir diferenciais que não existem ou fazer promessas que você não pode cumprir. 

3. Qual o seu diferencial em relação a concorrência

Além de conhecer bem o seu cliente e o seu produto, você deve ser um especialista no que acontece no seu nicho de mercado.

Porque, para oferecer uma proposta diferenciada para os consumidores, você precisa conhecer o comportamento dos seus concorrentes. 

Se todo mundo oferece uma garantia de 30 dias, por exemplo,  sua empresa não vai se destacar entregando a mesma coisa para o cliente.

O mais importante é fazer uma junção desses três pontos que eu acabei de te mostrar para criar uma personalidade única e atrativa para o seu negócio.

Capaz de colocar a sua marca no centro das atenções. 

Até porque o seu posicionamento de marca só vira realidade quando a sua marca fica gravada no imaginário do cliente do jeito que você planejou.

Em uma verdadeira união entre os valores e a personalidade da sua marca, com os sentimentos e memórias afetivas do cliente. 

Mas você não precisa começar do zero. Para te dar algumas referências, eu separei aqui 8 cases de sucesso que podem inspirar o seu negócio. 

8 exemplos de posicionamentos de marcas que deram certo

8 exemplos de posicionamento de marca que deram certo

Nada melhor do que conhecer exemplos de sucesso para conseguir fazer o posicionamento da sua marca de forma efetiva.

Até porque não é a toa que essas empresas conquistaram um lugar de destaque no mercado.

E você pode aplicar essas estratégias comprovadas para alavancar os resultados do seu negócio

Então, vamos lá:

1. Coca-Cola

Vendida pela primeira vez em 1886, nos Estados Unidos, a Coca Cola é um dos principais exemplos de posicionamento de marca que funcionaram.

A empresa foi uma das primeiras a vincular o nome da marca a uma experiência, uma emoção, ao invés de um produto.

Além disso, a Coca Cola vem se reinventando ao longo dos últimos 133 anos. 

Uma das grandes sacadas foi associar a marca com momentos de felicidade, sentimentos positivos e interações familiares e entre amigos.

Não dá para negar que a Coca Cola foi bem sucedida na sua estratégia. Foram diversas campanhas memoráveis para reafirmar o posicionamento da marca. 

Como por exemplo:

“Abra a felicidade”, “Sinta o sabor”, “Há razões para acreditar” e “ Vamos comer juntos”, que você pode ver abaixo.

Para você ter uma ideia do sucesso desse resultado, todos os dias são vendidas 1,7 bilhão de latas e garrafas da bebida ao redor do mundo. 

2. Apple

A Apple foi criada em 1976 por Steve Jobs, Steve Wozniak e Ronald Wayne no Vale do Silício, região da Califórnia, nos Estados Unidos. 

De lá pra cá, a empresa se posicionou como símbolo de exclusividade, elegância e luxo. Com a proposta de pensar diferente e inovar em tudo que faz.

Além de oferecer produtos de alta qualidade, design diferenciado e tecnologia de ponta, a Apple deixa o seu posicionamento evidente em tudo o que faz, dos produtos até as lojas físicas.  

Motivo de sobra para formar um grupo de clientes apaixonados, que se comportam como verdadeiros embaixadores da marca

Algumas pessoas chegam a dormir na fila para conseguir comprar um novo lançamento antes dos outros. 

O que justifica a estimativa de faturamento de mais de US$ 55 bilhões, apenas para o segundo trimestre de 2019, e a posição de marca mais valiosa do mundo de acordo com a revista Forbes.   

3. Havaianas 

Posicionamento de marca da Havaianas

A primeira marca brasileira nessa lista é um verdadeiro exemplo de superação. Criada em 1962, a Havaianas mudou radicalmente seu posicionamento de marca em 1994.

Se você está na faixa dos 35 anos, talvez se lembre que a empresa era associada ao lema “bom e barato” e suas campanhas tinham o mote “recuse imitações”.

Com a queda nas vendas, a empresa fez um reposicionamento de marca drástico. 

O calçado começou a ser associado ao desejo e não apenas à necessidade. Por causa disso, o preço do produto praticamente triplicou. 

Para amarrar a estratégia, uma campanha publicitária estrelada por celebridades reforçou a ideia de que, agora, as Havaianas eram um item colecionável que atraia até as elites.   

Antes, todos os solados eram brancos e existiam pouquíssimas opções de cores.

Depois das mudança, a quantidade de opções saltou para mais de 40 e hoje o número não para de crescer, além de incluir outros tipos de calçados e acessórios.

4. Starbucks

A rede de cafeterias mais famosa do mundo possui 30 mil lojas em 78 mercados e os planos são crescer ainda mais.

Nos últimos 24 anos, duas novas lojas da franquia foram abertas por dia. No Brasil são 103 estabelecimentos em 17 cidades dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo.  

Mas Brasília, Curitiba e Belo Horizonte estão na lista para receberem novas filiais. A meta é elevar o número de unidades brasileiras para 367 até 2021. 

O posicionamento de marca da Starbucks é focado na experiência do consumidor.

A ideia é fazer o ato de comprar um simples café ser o mais agradável possível. Uma das grandes sacadas é escrever o nome do cliente no copo e chamá-lo na hora de entregar a bebida.

O que cria uma conexão, um sentimento de familiaridade. 

A missão da empresa é inspirar e nutrir o espírito humano – uma pessoa, uma xícara de café e uma comunidade de cada vez. 

No site também é possível encontrar frases como: “espere mais do que café”. 

E para entregar esse resultado, além de investir na qualidade dos ingredientes, a empresa conta com a ajuda da tecnologia. 

Como, por exemplo, fazer o pedido no celular usando um aplicativo, assim o cliente economiza tempo e escolhe com calma a bebida. 

Assim, a experiência é melhorada e isso reforça o posicionamento da marca.

5. Guaraná Antarctica

Lançado em 1921, o Guaraná Antarctica é a primeira bebida feita com a fruta amazônica que tem o mesmo nome e está entre as 15 marcas de refrigerante mais vendidas no mundo.

Em 1991, aconteceu o primeiro grande posicionamento de marca associando o produto aos bons momentos.

Foram compostos dois jingles que vinculavam o Guaraná Antarctica com dois queridinhos do Brasil: a pipoca e a pizza. 

As letra estão logo abaixo para você conferir:

Pipoca

Pipoca e Guaraná 
Pipoca na panela começa a arrebentar 
Pipoca com sal – que sede que dá! 
Pipoca e Guaraná, que programa legal! 
Só eu e você e sem piruá 
Eu quero ver pipoca pular – pipoca com guaraná 
Eu quero ver pipoca pular, pular 
Soy loca por pipoca e Guaraná.

Pizza

Eu não vejo a hora de te encontrar 
Te ver mais uma vez e saborear 
Meia mussarela, meia aliche ou calabresa 
romana, quatro-queijos, marguerita e portuguesa 
Como é bom te ver! Você chegou na hora H 
Adoro pizza com Guaraná.

Mas a marca não ficou parada. Um bom exemplo é que, em 2019, lançou um novo slogan que reflete o novo posicionamento da marca. 

“É coisa nossa”.

A frase apela para o patriotismo do brasileiro e busca criar um vínculo entre o produto e todas as boas características e costumes presentes no país.  

Reforçado ainda mais pelo patrocínio da seleção brasileira de futebol feminino, como no vídeo acima.  

6. Dove

Antes, a Dove que pertence ao grupo Unilever, se promovia como um produto de beleza e não apenas um sabonete.

A maior mudança veio a partir de 2004 com a “campanha pela real beleza”, onde começou a firmar um compromisso com a diversidade da beleza feminina.

Além de prêmios publicitários, a empresa também aumentou as vendas de U$ 2,5 bilhões para U$ 4 bilhões apenas nos primeiros 10 anos da mudança. 

Em 2016, um estudo revelou que 66% das brasileiras se sente pressionada a atender padrões de beleza inalcançáveis. 

O que afeta diretamente a autoestima e o desenvolvimento pessoal delas. 

Por isso, as campanhas mais recentes da Dove enfatizam ainda mais a valorização da beleza natural das mulheres. 

Utilizando um discurso com apelo emocional, a marca conseguiu fazer com que o público se identificasse com a mensagem e o posicionamento da marca. 

7. Natura

Bem antes de termos como “sustentabilidade” e “aceitação” virarem moda, a Natura já adquiria matéria prima de pequenos produtores e ressaltava que as pessoas não deveriam seguir padrões de beleza.

A empresa tem uma rede de mais de 1,7 milhão de consultoras na América Latina e gera renda para mais de 5 mil famílias nas comunidades fornecedoras.

Além disso, a Natura foi a primeira empresa do setor a oferecer refis de seus produtos para promover a economia de plástico. 

No começo de 2019, a empresa lançou uma nova campanha onde questiona “o que uma marca de beleza pode fazer pelo mundo?”

A ideia é manter o posicionamento da marca sobre a beleza livre de estereótipos, o poder das relações e o desenvolvimento sustentável.  

Mas também convidar a rede de consumidores e colaboradores para participar na construção de um mundo mais bonito, justo e equilibrado. 

A ação parece ter dado resultado, já que a empresa teve um aumento de 48,7% no lucro líquido, um total de R$ 381,7 milhões apenas no primeiro trimestre de 2019.  

8. McDonald's 

Posicionamento de marca do McDonald´s

O McDonald's é a maior cadeia de restaurantes fast food e o maior fornecedor de brinquedos do mundo. 

Em média, um novo restaurante é aberto a cada 14,5 horas e mais de 68 milhões de clientes são servidos por dia, em 119 países. 

Um faturamento de US$ 75 milhões, gerado pelos mais de 36 mil restaurantes que vendem 75 hambúrgueres por segundo. 

Apesar dos números impressionantes, a marca que se consolidou como representante do estilo de vida americano teve que se adaptar às mudanças do mercado.

Antes a imagem era associada ao palhaço Ronald McDonald e se baseava em preço e comodidade.

Abalada pela crescente demanda por uma alimentação mais saudável e pela explosão de hamburguerias artesanais, a fórmula de sucesso que funcionou por mais de 50 anos precisou ser adaptada. 

Por isso a empresa investe cada vez mais no reposicionamento da marca, com foco na experiência, sabores aprimorados e valorização de bons momentos compartilhados. 

Como na campanha “amo muito tudo isso”.

A nova aposta da empresa é a diferenciação dos produtos com o lançamento de sanduíches mais gourmetizados produzidos com carne artesanal.

Além da inclusão de opções mais saudáveis como a oferta de saladas.

Use seu posicionamento para vender mais 

Use seu posicionamento para vender mais

Posicionar a sua marca de forma adequada e efetiva é uma estratégia que pode trazer clareza para as suas ações de marketing.

E tendo mais clareza, você tende a atrair mais a atenção das pessoas que têm afinidade com o seu negócio.

Por isso é indispensável incluir uma landing page dentro da sua estratégia. Já que esse tipo de página foi desenvolvida exatamente para levar o visitante a realizar uma ação.

Essa ação pode variar, desde a captura de um email em troca de um conteúdo de valor, alinhado ao seu posicionamento de marca, até o fechamento de uma venda.

Mas se você não sabe como criar uma landing page, não se preocupe. Nessas horas o Klickpages é o seu maior aliado.

Você consegue criar a sua página em alguns minutos seguindo apenas 3 passos simples e intuitivos. 

  • Escolha seu modelo: conheça opções de alta conversão comprovadas por testes.

  • Divirta-se customizando a página: edite textos, cores e imagens, além de ocultar elementos que você não queira.

  • Publique: com tudo pronto é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Conclusão posicionamento de marca

Depois de conferir este artigo você já pode usar o posicionamento de marca da sua empresa para chamar a atenção e conquistar um lugar único na cabeça do público.

Isso porque eu te mostrei o que é essa estratégia e como definir o posicionamento do seu negócio com base em apenas três aspectos.

Como, por exemplo, deixar claro quais sãos os diferenciais do seu produto em relação a concorrência.

Você também viu 8 empresas de sucesso que conquistaram um espaço na mente do cliente com a ajuda do posicionamento de marca. 

Um exemplo é a Havaianas que mudou radicalmente, triplicou o preço do seu produto e teve um crescimento surpreendente. 

E você, o que achou dessa estratégia?

Me conta aqui nos comentários qual é o posicionamento de marca do seu negócio!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Adriana Carvalho

Apesar de ter os dois pés bem plantados na realidade, adoro me transportar para os universos da fantasia como Nárnia, Terra Média e Hogwarts. Sou apaixonada por viagens, livros, filmes e pessoas, não necessariamente nessa ordem (hahahaha). No time de conteúdo do Klickpages, escrevo sobre empreendedorismo e marketing digital porque acredito no poder das histórias.

Se você quiser ler outros conteúdos meus é só clicar aqui ;)