Você é um impostor na internet se não usa SSL nas suas páginas

O que é SSL e os riscos de não utilizá-lo nas suas páginas

Se você não sabe o que é SSL e não tem isso no seu site, você é um impostor e talvez nem tenha noção disso. Eu não estou exagerando aqui não.

Na verdade, eu estou escrevendo para te manter alerta para esse fato. Porque ser um impostor pode custar caro para o seu negócio.

Você pode perder vendas e conversões e ainda manchar a reputação do mercado de vendas na internet como um todo.

É o seguinte, segundo o Dicionário Online de Português, um impostor é “quem engana com falsas aparências”.

E o fato é que quando você cria um relacionamento com potenciais clientes, seja através do e-mail marketing ou das redes sociais, você gera uma relação de confiança.

Em diferentes níveis e graus, seus potenciais clientes vão acreditar na sua marca, no seu negócio e no seu produto ou serviço.

E é isso que faz o seu negócio vender, é esse relacionamento com os clientes.

O problema é que quando você redireciona ou convida o seu público para acessar uma página que não tem SSL, você está levando essas pessoas para um local perigoso na internet.

Um local onde os dados que a pessoa insere na sua landing page, por exemplo, estão expostos e qualquer pessoa mal intencionada pode interceptar e tirar proveito deles.

Você acaba usando um relacionamento de confiança que você tem com cliente e potenciais clientes para levar essas pessoas para um local inseguro.

No final das contas, você está criando uma falsa aparência de segurança para o seu público.

Cara, isso é uma parada tão séria que o Google está fazendo questão de expor sites e páginas que não garantem esse tipo de segurança aos seus usuários.

E isso impacta nas vendas e nas conversões, porque praticamente ninguém vai querer comprar de um negócio que é marcado pelo Google como não seguro.

Essa atitude do Google (e também de outros gigantes da internet) tem a intenção de criar um ambiente seguro para consumidores e usuários.

Para evitar que sites inseguros manchem a reputação de negócios confiáveis.

Porque pensa só, se uma pessoa que faz uma compra na internet e tem os dados roubados, as chances são que ela não vai confiar mais em outros sites.

Ou o simples fato de ver um alerta de que uma página não é segura pode despertar uma desconfiança em relação a outros sites também.

Ou seja, se seu site ou páginas não têm SSL, você pode estar se prejudicando e prejudicando outros negócios também.

Então, para evitar que você seja um impostor (mesmo sem saber) e para criar um ambiente seguro para seus clientes e potenciais clientes, continua aqui comigo que eu vou te mostrar:

  • o que é SSL;

  • por que você precisa ter um certificado SSL;

  • como saber se um site tem SSL;

  • e como obter e instalar um certificado SSL.

Vamos lá!

O que é SSL?

O que é SSL?

A sigla SSL significa Secure Socket Layer ou, em tradução livre, camada de soquete seguro.

Ela tem a ver com a criação de uma camada adicional para tornar um tipo de comunicação mais segura. Mas o que exatamente isso quer dizer?

O SSL é uma tecnologia desenvolvida pela empresa Netscape em 1994 e que se tornou um padrão global para criptografar dados compartilhados na internet.

Quando você faz uma busca na internet, se cadastra em um site, faz uma compra online… o seu navegador (o Chrome, Firefox, Internet Explorer) se comunica com o servidor ou servidores (uma espécie de computador mais robusto onde estão armazenadas as informações que você quer acessar).

E eles trocam dados entre si.

Por exemplo, quando você tenta acessar sua conta da Netflix para assistir a sua série favorita, você digita o login e a senha no seu navegador. 

Através da internet o seu navegador vai enviar seus dados de login e senha para os servidores onde estão as informações da Netflix, e os servidores vão checar se os dados estão certos.

Se estiverem, os servidores vão mandar para o seu navegador o catálogo de filmes e séries; se não estiverem, vão mandar uma mensagem informando que o login ou a senha estão errados.

O fato é que uma parte dos dados que o seu navegador compartilha com os servidores é importante e sigilosa, como as senhas, informações bancárias, dados de cartões de crédito e por aí vai.

Só que da forma que eu acabei de descrever a comunicação entre navegador e servidor, essas informações correriam livres na internet e alguma pessoa mal intencionada poderia interceptá-las e roubar dados sigilosos seus.

Para evitar esse tipo de interceptação, lá em 1994, a galera da Netscape desenvolveu o SSL.

Essa tecnologia cria uma camada de segurança adicional na comunicação entre navegador e servidor e criptografa as informações enviadas.

Isso quer dizer que, antes do seu login e senha do Netflix serem enviados para o servidor, eles são criptografados e só o servidor tem a chave de decodificação certa.

Então os dados são enviados via internet completamente irreconhecíveis. E mesmo que alguém consiga interceptar a informação, ela não vai passar de um pedaço inútil de texto sem a chave correta de decodificação.

Como isso funciona na prática?

Sem entrar em muitos detalhes tecnológicos aqui. 

Os donos de sites e páginas na internet interessados em criar uma comunicação segura com os seus usuários precisam adquirir um certificado de SSL.

Quando você tenta acessar um site, antes mesmo de qualquer informação ser compartilhada, o navegador vai perguntar para o servidor se aquele site tem um certificado digital de SSL.

Se a resposta for sim, o navegador vai conferir se o certificado é confiável, válido e pertence de fato ao site que você quer acessar.

Tudo estando certinho, uma comunicação segura é estabelecida e ocorre a troca da chave de criptografia, que é o padrão que o navegador e o site vão usar para codificar e decodificar as mensagens enviadas.

E só depois disso é que de fato o seu navegador vai mandar informações para o servidor, já que as mensagens estarão seguras por causa da criptografia.

Mas se o site não tiver um certificado de SSL válido, a comunicação entre navegador e servidor vai acontecer normalmente, só que sem criptografia.

Daqui a pouco eu vou te explicar exatamente como você pode identificar se um site possui ou não um certificado SSL.

Mas antes…

Qual a relação entre SSL e HTTPS?

Provavelmente já deve ter reparado que você digita uma url na barra de navegação, dá enter e, quando o site termina de carregar, aparece as siglas HTTP ou HTTPS antes do endereço.

Tipo:

 Qual a relação entre SSL e HTTPS?

O HTTP (Hypertext Transfer Protocol) é um protocolo de transferência de informações que é a base de praticamente toda a comunicação na internet.

Para os sites que possuem o certificado SSL, o protocolo ganha a letra S no final, indicando que a comunicação é segura. É daí que vem o HTTPS. 

Qual a diferença entre SSL e TSL?

É possível que você já tenha visto a sigla SSL/TSL, o que isso quer dizer? 

O TSL (Transport Layer Security) é uma tecnologia de criptografia e segurança que surgiu a partir do SSL. 

É como se fosse uma versão atualizada do protocolo mais antigo. E, por ser mais recente, ela é mais segura e é o padrão utilizado atualmente.

O fato é que a sigla SSL já se popularizou, então, as pessoas simplesmente continuaram usando esse termo antigo para se referir ao protocolo TSL.

Por que eu preciso ter um certificado SSL?

Por que eu preciso ter um certificado SSL?

Como empreendedor, você deve ter um site ou páginas na internet (se não tem, confira aqui os motivos pelos quais você deveria ter).

E o fato é que o certificado SSL além garantir privacidade, integridade e autenticidade nas trocas de informações entre os seus clientes e o site ou as páginas do seu negócio, também traz outros 3 benefícios que impactam diretamente no seu faturamento.

Olha só:

1. Melhora no SEO

O Google sempre fez esforços para tornar a internet um local mais seguro. E por conta disso, em 2014, o HTTPS virou um fator de ranqueamento.

O que isso quer dizer?

Sites e páginas que têm certificado SSL e, portanto, fazem a comunicação com o usuário via HTTPS são vistos com bons olhos pelo Google e outras ferramentas de busca.

É claro que existem vários outros fatores que influenciam e até têm mais peso no ranqueamento.

Mas apesar do HTTPS não ser um dos principais fatores, ele pode sim influenciar na posição dos resultados.

Por exemplo, se o seu site e o de um concorrente forem igualmente bons nos principais aspectos, mas o seu não tiver HTTPS e o outro tiver, o seu concorrente vai aparecer primeiro.

E não é segredo para ninguém que quanto mais perto das primeiras posições o seu site ou página aparecer, melhor.

2. Aumento no tráfego

A melhora no SEO da sua página consequentemente tende a afetar o número de visitantes.

Isso porque quanto mais perto das primeiras posições do resultado de uma busca o seu conteúdo aparecer, mais chances ele tem de ser visto.

Mas não é só por isso que o SSL pode aumentar o tráfego do seu site.

Como eu te falei, o Google tem feito esforços para difundir o uso do HTTPS e tornar a web como um todo mais segura.

Por conta disso, os navegadores (principalmente o Chrome) começaram a exibir avisos de que uma página não é segura quando um usuário tenta acessar um site que não tem um certificado SSL.

Imagina só um potencial cliente tentando acessar sua página de vendas ver um aviso de que ela não é segura.

Isso pode fazer com que ele desista de prosseguir com o acesso.

Além disso, a taxa de abandono (o número de visitantes que desistem de acessar uma página) influencia no SEO, que consequentemente vai influenciar no ranqueamento e no seu tráfego orgânico.

3. Aumento das conversões

Você passaria informações pessoais como telefone, e-mail, número do cartão, senhas, números de documentos em uma plataforma que você sabe que não oferece segurança?

Pois é. 

Um site de vendas ou uma landing page que não tem SSL pode ter uma taxa de conversão baixa, porque os visitantes não se sentem confortáveis em deixar dados pessoais ali.

Isso quer dizer que ter um certificado SSL válido para as suas páginas pode fazer a diferença na hora de converter visitantes em leads e leads em vendas.

E eu já vou te explicar como você pode obter o certificado para o seu domínio. Mas primeiro…

Como posso saber se um site tem SSL?

Como posso saber se um site tem SSL?

Se essa é a primeira vez que você ouviu falar em SSL e quer saber se o seu site ou suas páginas possuem isso…

Ou se, como usuário da internet, você quer garantir que está inserindo dados pessoais e sigilosos apenas em páginas confiáveis, você pode verificar se um site tem certificado SSL de duas formas muito simples.

A primeira é observando a URL. Como eu te falei, sites que possuem SSL usam o protocolo HTTPS.

Então, se você está acessando uma página cuja URL começa com HTTP, a comunicação entre o seu navegador e o servidor não será criptografada, ou seja, será insegura.

A segunda forma é olhando para o cadeado que aparece na barra de navegação ou o aviso de segurança.

No Chrome, quando o site tem SSL, aparece da seguinte forma:

Como posso saber se um site tem SSL?

Inclusive, você pode clicar no cadeado para verificar se o certificado está dentro do prazo de validade.

Já quando o site não tem SSL, ele aparece assim:

Como posso saber se um site tem SSL?

Cada navegador tem um formato diferente, mas atualmente a maioria já possui algo no estilo do Chrome para indicar a existência ou não de um certificado válido.

E agora…

Como posso obter e instalar um certificado SSL no meu site?

Como posso obter um certificado SSL para meu site?

Se você chegou até e descobriu que seu site ou suas páginas não oferecem segurança para os usuários, eu vou te explicar como você pode obter um certificado SSL.

É o seguinte, existem sites como Uolhost e Godaddy que vendem esse tipo de certificado. Mas também há opções como o Let’s Encrypt e Cloudflare que são gratuitos.

Depois de adquirir o certificado SSL, você vai precisar fazer a instalação das chaves de criptografia no seu domínio.

Se você é um cliente do Klickpages, você pode seguir estes tutoriais aqui para adquirir o certificado e instalar as chaves do criptografia no seu domínio:

Suas páginas automaticamente seguras

Suas páginas automaticamente seguras

Se você quer criar páginas na internet para o seu negócio, mas não entende nada de programação e está em busca de algo simples e prático de usar, eu tenho a solução ideal para você.

Com o Klickpages você pode criar páginas personalizadas e otimizadas para conversão com apenas 3 passos:

  • Escolha o modelo: veja opções de alta conversão comprovada por testes.

  • Customize a página: feita a escolha, edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  • Publique: ao final, publique sem custos adicionais de hospedagem.

E detalhe, se você optar por não utilizar um próprio domínio e hospedar suas páginas no domínio do KP, automaticamente todas elas terão certificado SSL válido.

Ou seja, a comunicação entre os seus cliente e potenciais clientes com o seu negócio será criptografada e segura.

Conclusão

O que é SSL - Conclusão

Neste artigo, você viu que se suas páginas não têm um certificado SSL válido, você é um impostor na internet e pode nem saber.

Isso porque é esse tipo de tecnologia que garante que a comunicação entre os usuários e uma página é criptografada e segura.

Evitando assim que dados pessoais e sigilosos sejam roubados durante a troca de informações entre o navegador e o servidor.

Eu te expliquei como ter ou não SSL nas suas páginas pode impactar no faturamento do seu negócio através do número de conversões, tráfego e ranqueamento no Google.

Você também viu como descobrir se um site tem SSL e como você pode obter um certificado para as suas páginas.

E aí, você já tinha ouvido falar em SSL ou se preocupava com a segurança das suas páginas? Me conta aqui nos comentários! 😉

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Angela de Oliveira

Meu nome é Angela, mas algumas pessoas me chamam de Angel. Faço parte do time de conteúdo do Klickpages e sou apaixonada por tecnologia e marketing. Uma das minhas coisas favoritas é falar sobre redes sociais e anúncios. Além disso, sou especialista em informações aleatórias (você sabia que o Alaska está mais perto da Rússia do que Brasília de Goiânia? Pois é...), fã de country americano e louca em esportes. Acompanho de tudo, mas meus favoritos são Fórmula 1 e futebol, inclusive assisto a jogos mesmo quando o meu time (Palmeiras <3) não está em campo. Ah, eu acredito que música de natal deveria tocar o ano inteiro e Christmas Peaceful Piano está entre as 3 playlists mais tocadas no meu Spotify.

Se você quiser ler outros conteúdos meus é só clicar aqui ;)