Como usar Outbound Marketing: a estratégia para você que não quer esperar para ter resultados

O que é Outbound Marketing, vantagens e a diferença entre Inbound Marketing

Caso você não saiba se deve ou não usar a estratégia de outbound marketing no seu negócio, quero que faça um exercício comigo.

Imagine que você está acima do peso e o casamento do seu melhor amigo da faculdade é em 1 mês.

Muita gente daquela época vai estar lá, gente que você não vê há muito tempo.

Você quer perder uns quilinhos para entrar na sua melhor roupa (que já não cabe há alguns anos) e causar uma boa impressão na galera.

Suas opções são basicamente essas:

  1. Fazer dieta e exercícios todos os dias, faça chuva ou faça sol;

  2. Continuar do jeito que está.

O que eu te digo é o seguinte. Se você escolher a segunda opção, vai chegar no dia do casamento e nada terá mudado.

Então até desconsidera essa opção aí.

Mas se você for pelo primeiro caminho, vai ter resultados. E bem visíveis. E bem rápido.

Porque uma mudança drástica como essa tem impactos quase que imediatos na sua vida.

Ao decidir pelo primeiro caminho, você escolhe ser ativo e interromper sua rotina. Por isso tem muito resultado em pouco tempo.

Você vai até os resultados, não espera que eles venham até você.

Isso pode te fazer gastar mais dinheiro com comida saudável e academia. Talvez você tenha perdido as saidinhas com os amigos.

Mas o fato é que você precisava de resultados rápidos. E os resultados estão aí.

Onde eu quero chegar com isso?

É a mesma coisa com seu negócio.

Se você quer resultados rápidos, o melhor caminho que eu conheço é investir em Outbound Marketing.

A proposta dessa estratégia é expandir rapidamente o conhecimento da sua marca através de vários métodos tradicionais de marketing.

Ou seja, métodos que você já está acostumado há muito tempo. Você cresceu vendo esses métodos.

Tem gente que defende que esses métodos estão ultrapassados por causa do avanço da internet e da força de novas estratégias no marketing digital, como o Inbound Marketing.

E eu não estou aqui para te dizer que um é certo e outro é errado. Até porque cada um tem seu valor para a estratégia de marketing do seu negócio.

Mas a verdade é que muita gente ignora o poder do Outbound Marketing.

E você não deve ignorar. Principalmente se o que você quer são resultados quase que imediatos.

É por isso que, a partir de agora, vou te explicar o conceito de Outbound Marketing, os seus pontos fortes e as características de suas ações.

Você vai entender que Outbound Marketing é sair para caçar o alimento e matar a fome, não esperar que a caça venha até você.

Porque você pode esperar por muito tempo e morrer de fome.

Além disso, você vai descobrir o que muda entre Outbound e Inbound Marketing e quais as vantagens de cada um.

Ao final desse artigo, você vai estar preparado para começar a usar o Outbound Marketing e potencializar os resultados da sua estratégia de marketing.

Vem comigo.

Boa leitura.

O que é Outbound Marketing?

O que é Outbound Marketing?

O outbound marketing é uma estratégia tradicional voltada à prospecção de clientes.

Dessa forma, suas ações se destinam a um público previamente definido, com a expectativa de atingir uma parcela realmente interessada em comprar seus produtos ou serviços naquele momento.

Como dá para perceber, o outbound se confunde com o conceito do marketing em si.

E não chega a ser surpresa, pois seus métodos são considerados clássicos.

É também chamado de marketing tradicional ou marketing de interrupção.

Assim, tem uma comunicação unidirecional, ou seja, os clientes não consegue interagir com a sua mensagem, sendo apenas interrompidos por ela.

Por tal característica, pode ser considerado obsoleto para alcançar determinados objetivos de marketing.

Além disso, com a popularização da internet e dos smartphones, o outbound entrou em confronto com o inbound marketing.

Esse último é muito mais baseado na web.

O foco do inbound é posicionar a empresa para ser facilmente encontrada na internet, atraindo os clientes passivamente para o negócio.

É diferente de impor suas campanhas e ações no cotidiano deles, como é próprio do outbound.

Mas o que talvez você não saiba é que, sem algumas estratégias de outbound marketing, pode levar mais tempo até as pessoas conhecerem e confiarem na sua empresa.

Pense no inbound marketing como o desenvolvimento contínuo de um relacionamento.

Porém, antes do relacionamento começar, é preciso um primeiro encontro, não concorda?

Assim, o outbound marketing aumenta consideravelmente a probabilidade de esse primeiro encontro ser positivo a ponto de evoluir para um relacionamento comercial entre sua empresa e a audiência.

Vantagens do Outbound Marketing para a sua empresa

Vantagens do Outbound Marketing para a sua empresa

Como já dito, as novas tecnologias têm rapidamente mudado o comportamento do consumidor.

Fica cada vez mais difícil chamar a atenção do seu público e mantê-lo interessado no que você tem a dizer.

Isso exige novas soluções para velhos problemas.

Inclusive, um novo conceito de outbound marketing foi introduzido por Aaron Ross, quando ele assumiu a gestão do time de vendas da Salesforce.

A estratégia foi batizada de outbound marketing 2.0.

Ele conseguiu melhorar bastante os resultados da empresa, focando na divisão e especialização da equipe de vendas.

Tal cenário parte da ideia de que diferentes pessoas têm diferentes habilidades e conhecimentos.

Essa modernização do conceito deu vida nova ao outbound marketing.

Antes sepultado por muitos profissionais, acabou tendo a sua importância reforçada.

Desde então, contar com uma boa estratégia de outbound marketing no negócio passou a ser visto não apenas como interessante, mas necessário.

E isso se justifica em grande parte pelas vantagens da estratégia, as quais iremos apresentar agora.

Fique ligado!

ROI mais rápido

Ao contrário do inbound marketing, no qual os resultados são esperados para longo e médio prazo, o retorno sobre investimento (ROI) do outbound pode se dar muito mais rápido.

Por exemplo, as boas práticas de SEO, características do inbound, podem levar algum tempo até atingirem o público.

E isso acontece até mesmo porque o método leva em consideração como os consumidores pesquisas nos mecanismos de busca – e isso pode ser algo bem subjetivo.

O retorno nunca é imediato.

Por mais bem conduzida que seja a estratégia, seu conteúdo não vai para a primeira página do Google de maneira instantânea.

Leva tempo, por vezes um longo prazo.

Agora, quando você anuncia sua oferta no display do Google, por exemplo, você tem a certeza de que seu anúncio irá começar a ser exibido imediatamente para um público segmentado.

Além disso, para avaliar se esse prazo para o ROI está bom ou não, é preciso levar em consideração o tempo do ciclo de vendas de cada produto.

Serviços voltados para o mercado B2B, por exemplo, tendem a levar um tempo maior até a assinatura de um contrato.

Mensurável

As estratégias de outbound não permitem uma análise com dados precisos sobre o desempenho de cada ação

É diferente do que acontece no inbound marketing, graças às ferramentas de web analytics.

Mas isso não significa que você não possa colher dados e insights importantes sobre o seu negócio.

Afinal de contas, como o ROI se dá em curto prazo, você consegue ter uma amostra para análise mais rápida.

Informações como sazonalidade das vendas de cada produto e qual a melhor abordagem e discurso para falar com seu público são exemplos de dados que podem ser analisados.

Eles têm o poder de ajudar sua empresa a ajustar as estratégias para que o resultado desejado seja atingido.

Velocidade para validar premissas

Por consequência, com a possibilidade de ter dados qualitativos e quantitativos em menos tempo, o outbound marketing permite validar suas premissas rapidamente.

Já no inbound marketing, isso acontece geralmente entre seis meses e um ano.

Assim, você consegue avaliar se a sua buyer persona realmente condiz com a sua audiência.

E também se o seu discurso e os canais de comunicação estão transmitindo o posicionamento que você quer da forma correta.

Segmentação assertiva

Lembra quando falamos de outbound 2.0?

Então, essa evolução do outbound marketing proporciona uma equipe de vendas muito mais segmentada em um nicho de mercado.

Ela conhece as dores e as necessidades do público-alvo.

De quebra, pode utilizar isso a seu favor durante seu discurso.

A estratégia também se revela particularmente eficaz no marketing B2B ou com transações envolvendo produtos de alto valor agregado, nas quais o processo de vendas é mais complexo e consultivo.

Embora o público ainda possa pesquisar outras empresas, ele busca por um contato mais pessoal através de encontros presenciais ou eventos da indústria e feiras comerciais.

Vem daí a grande importância de contar com um time de vendas bem preparado.

O contato do vendedor ou representante pode acontecer de forma muito mais segmentada, personalizada e assertiva.

E tudo isso, consequentemente, ajuda manter a taxa de conversão elevada.

Exemplos de estratégia de Outbound Marketing

Exemplos de estratégia de Outbound Marketing

Como você deve ter notado, o outbound marketing integra vários elementos com os quais as equipes e profissionais de marketing já estão acostumados.

São ações e estratégias clássicas e tradicionais, mas não menos importante.

Vamos falar em detalhes sobre algumas delas agora.

Geração de leads

Um dos principais objetivos do outbound marketing também é trazer leads e gerar interesse para os produtos ou serviços oferecidos por uma empresa.

Na maioria das vezes, os leads começam a chegar em maior quantidade quando se oferece um incentivo.

Ou ainda convidando o público para participar de um concurso ou promoção que tenha o potencial de resultar em uma recompensa, seja ela monetária ou não.

Telemarketing

Outbound marketing Telemarketing

O telemarketing se resume em uma comunicação direta através de ligações, também conhecidas como ligações frias, ou cold calling, para uma lista de contatos previamente adquirida.

O ideal é que, ao abordar o prospect, você tenha um script definido para conduzir a conversa.

Isso ajuda a contornar qualquer objeção imposta pela pessoa do outro lado da linha.

E-mail marketing

Logicamente, as clássicas campanhas de e-mail marketing, oferecendo produtos e serviços com ofertas exclusivas, também se colocam entre as estratégias utilizadas pelas empresas no outbound marketing.

Certifique-se que o material conquiste a atenção do cliente já pelo assunto do e-mail, além de utilizar CTAs em locais estratégicos, pouco texto e imagens leves.

São pequenos truques que ajudam para estimular a abertura e a leitura do seu conteúdo.

Mala direta

Seja ela criativa ou atraente, ou simples e informativa, uma campanha de mala direta pode aumentar o conhecimento da sua marca.

Também tem o potencial de obter prospects interessados o suficiente para ouvir com atenção o que você tem a oferecer.

Links patrocinados

Os anúncios nesse formato são uma ótima estratégia para impactar e gerar tráfego para seu site através dos mecanismos de buscas.

Mas não apenas neles como também em outros sites que tenham espaços reservados para esse tipo de publicidade.

Sua eficácia se dá, principalmente, pelo fato de eles corresponderem quase 100% com aquilo que seu público possa estar procurando.

Anúncios em mídias sociais

Da mesma forma que os links patrocinados, os anúncios nas redes sociais. como Facebook Ads e Instagram Ads, podem ter um efeito bastante positivo na sua prospecção de clientes.

O que acontece é que você segmenta de forma mais assertiva quem será impactado pela sua mensagem.

Além disso, aumenta as chances de interação e de conversão da sua campanha.

Qual a diferença entre Inbound e Outbound Marketing?

Qual a diferença entre Inbound e Outbound Marketing?

Parecidos, mas nem tanto.

O termo “inbound marketing” como algo oposto ao “outbound marketing” foi introduzido primeiramente por Hubspot e ganhou popularidade no mundo inteiro.

Entretanto, para iniciar o debate sobre as diferenças entre um e outro e, qual o melhor para seu negócio, é preciso estabelecer alguns parâmetros de discussão e uma compreensão comum dos conceitos de ambos os métodos.

O inbound marketing, também chamado de marketing de permissão, diz respeito a permitir que seus clientes o encontrem, fornecendo conteúdo envolvente, educacional e divertido.

É através dele que o potencial cliente pode resolver seus problemas e necessidades.

Os principais componentes do inbound marketing são: conteúdo, SEO e redes sociais.

Vamos dividir cada um desses em suas subcategorias.

Conteúdo

Essa categoria envolve a criação de conteúdo inestimável e que agregue valor para potenciais clientes.

Geralmente, isso é feito nas formas de:

  • Blogs

  • Vídeos

  • Whitepapers e e-books

  • Webinários

  • Infográficos

  • Guias de instruções.

SEO

A Otimização para Mecanismo de Pesquisa, ou SEO, é usada para projetar seu site de forma a melhor posicioná-lo nas buscas na web.

Tudo é pensado de modo que as pessoas encontrem seu site de forma orgânica através de pesquisas realizadas nos motores de busca.

As táticas de SEO incluem:

  • On-page

  • Off-page

  • Construção e análise de palavras-chave

  • Link building.

Redes Sociais

Outbound marketing redes sociais

A terceira categoria é usada para alcançar clientes novos e existentes nas redes sociais.

O importante é que você escolha as plataformas certas, nas quais essas pessoas costumam investir seu tempo.

Dentre elas, podemos citar:

Já o outbound marketing representa as mídias tradicionais com as quais estamos mais acostumados.

Ele envolve qualquer tipo de marketing que busque atingir o público-alvo ativamente.

Por isso, também é conhecido como marketing de interrupção, pois invade e atinge um cliente sem que esse tenha dado a permissão.

As principais estratégias dessa metodologia podem incluir:

  • Comerciais de TV

  • Spots de rádios

  • Telemarketing (também conhecido como cold calling ou ligações frias)

  • Anúncios em revistas e jornais

  • Outdoors.

Agora que definimos os conceitos e diferenças de táticas utilizadas pelos dois métodos, vamos explorar as vantagens e desvantagens de ambos os lados da questão para aquecer esse debate.

Inbound x Outbound

O inbound marketing tem algumas vantagens distintas em relação ao outbound.

Em primeiro lugar, os leads que você atrai pelo inbound são melhores e de qualidade superior porque foram eles quem buscaram a sua empresa para resolver um problema.

Além disso, esse método tem um custo muito menor.

Ele permite que você continue gerando leads de qualidade interessados na sua oferta com o passar do tempo.

Também tende a ser menos intrusivo, permitindo que seu público o encontre – e não o contrário.

Porém, tem algumas desvantagens.

Entre elas, podemos citar:

  • Pode levar mais tempo para obter resultados

  • Demanda mais estratégias em conjunto para atingir o público certo

  • Pode ser muito competitivo em alguns segmentos de mercado já saturados com blogs de alta qualidade, contas de redes sociais, conteúdo otimizado para SEO, etc..

Já o outbound marketing, tem a vantagem de conseguir resultados a curto prazo.

Também é mais fácil segmentar a audiência ideal.

E você tem como mensurar alguns dados importantes.

Por outro lado, há pontos negativos, como:

  • As estratégias podem demandar um orçamento maior

  • Os resultados podem ser interrompidos no exato instante em que você cessar o investimento em ações de marketing

  • Ele pode ter o efeito oposto, ou seja, um anúncio mal concebido pode afastar mais pessoas da sua marca do que atrair.

Como você pode ver, ambos os tipos de marketing têm prós e contras.

Não existe solução perfeita, mas qual oferece os melhores resultados para o seu negócio?

Mas, afinal, qual o melhor tipo de marketing para meu negócio?

Mas, afinal, qual o melhor tipo de marketing para meu negócio?

A questão pode não ter uma resposta assim tão fácil, mas isso não significa que não seja uma pergunta válida a ser feita.

E, de fato, ela gera bastante debate entre os profissionais de marketing.

De início, o que podemos dizer é que nenhum é melhor que o outro.

Cada método tem ferramentas e estratégias úteis que você pode – e deve – usar para comercializar seu negócio.

As estratégias mais adequadas para sua empresa dependerão de:

  • Quando você precisa de resultados?

Se você quer aumentar o seu negócio o mais rápido possível, considere concentrar-se mais fortemente em estratégias de outbound.

  • Qual é o seu orçamento de marketing?

Você talvez não tenha dinheiro para produzir um comercial de TV, mas certamente pode começar com um blog com qualquer orçamento.

  • O que seus concorrentes estão fazendo?

Se seus concorrentes mais próximos dominarem os resultados da pesquisa com poderosas estratégias de SEO, considere diferenciar-se em vez de competir diretamente pelas mesmas palavras-chave.

Ao pensar cuidadosamente sobre as estratégias de marketing necessárias para seu negócio, você pode obter resultados reais tanto com outbound quanto com inbound marketing.

Melhor ainda se os dois estiverem aliados na mesma estratégia.

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Outbound marketing Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Se você está decidido a investir tanto no outbound como no inbound marketing, temos uma dica valiosa.

Na sua estratégia digital, é fundamental chegar ao público-alvo da maneira certa, com conteúdo de qualidade e uma mensagem precisa.

Seja qual for a forma de abordagem, como um convite para assinar uma newsletter, receber novidades por e-mail, baixar um e-book ou se inscrever em um curso gratuito, o segredo é um só.

Você precisa caprichar na landing page, pois isso aumenta muito a chance de confirmar as conversões desejadas.

Nessa hora, lembre que o Klickpages é a ferramenta ideal.

Crie a sua em três passos básicos:

  1. Escolha seu modelo: conheça opções de alta conversão comprovada por testes.

  2. Customize a página: edite textos, cores e imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: com tudo pronto, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Outbound marketing Conclusão

Se você está por dentro das mudanças nas estratégias de marketing atualmente, já deve ter notado como muitos profissionais e empresas estão adotando cada vez mais estratégias voltadas para o digital.

Embora elas sejam cruciais para a geração de leads e o desenvolvimento de novas táticas de engajamento, é importante não esquecer do poder dos métodos tradicionais.

É por isso que o conhecimento que adquiriu hoje sobre o outbound marketing é bastante valioso.

Não desconsidere o método sem antes analisar de que forma ele pode contribuir com os objetivos determinados para o seu negócio.

O ideal é integrar as duas metodologias em sua estratégia de marketing geral para que haja um crescimento constante e sustentável.

E quando as ações estiverem concentradas no meio digital, conte com o suporte do Klickpages para capturar leads.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.