O que é o Google Tag Manager: a ferramenta que facilita a integração de todos os recursos com a sua página

O que é o Google Tag Manager, vantagens e como usá-lo

Se você ainda não conhece, o Google Tag Manager é a ponte que facilita a integração de todas as ferramentas que você precisa com a sua página.

Como assim?

Ele funciona tipo como um cerimonial de festa. 

Não sei se você já organizou um casamento, uma formatura ou festa de 15 anos, mas esse tipo de evento envolve muitos fornecedores, muitos contratos e uma série de coisas que precisam acontecer em determinados momentos.

Por exemplo, geralmente o noivo entra primeiro na igreja, depois os padrinhos e depois a noiva. 

Toda essa galera precisa ser organizada para que todo mundo chegue no horário certo e saiba o momento exato de entrar.

E quem é que organiza todo mundo, reúne todos os contratos e gerencia os fornecedores? O cerimonial. É ele quem faz a ponte entre os donos da festa e toda a organização.

Porque dificilmente os donos conseguiriam cuidar de tudo sozinhos e ainda ter tempo para dar atenção aos convidados e aproveitar a festa.

Mas o que isso tem a ver com as suas páginas?

Para ter um site bem completinho, você vai precisar ter vários recursos integrados às suas páginas.

São eles que vão possibilitar que você capte dados sobre os acessos para otimizar a sua estratégia, conheça melhor o seu público para criar anúncios mais eficientes e tenha ferramentas como chatbots.

Só que, como empreendedor, além dessas coisas existem várias outras demandas que você precisa gerenciar.  

Não dá para gastar o seu tempo todo se preocupando com os recursos da sua página.

E você nem precisa fazer isso, porque o Google criou uma ferramenta, o Tag Manager, que assim como um cerimonial de festa, faz a ponte entre a sua página e tudo o que você precisa integrar.

Todas as integrações ficam reunidas em um só lugar e ele gerencia quando cada recurso deve entrar em ação para que você alcance os seus objetivos.

Quer conhecer melhor essa ferramenta? Então, continua comigo até o final porque nas próximas linhas eu vou te mostrar:

  • o que é o Google Tag Manager;

  • quais são as vantagens de usá-lo;

  • como ele funciona;

  • como criar uma conta e instalar o Google Tag Manager;

  • e como fazer as principais integrações com o Tag Manager.

Vamos lá?

O que é o Google Tag Manager?

O que é o Google Tag Manager?

O Google Tag Manager é um gerenciador de tags. O que isso quer dizer?

Para integrar ferramentas como o Analytics e o Pixel do Facebook com as suas páginas, você precisar usar as tags, que são trechos de código que fazem a conexão entre as duas plataformas.

O gerenciador do Google serve para reunir todas as tags em um só lugar e facilitar a instalação de novas, já que com ele você não precisa mexer no código da sua página.

Mas essa é só uma das vantagens que eu vou te explicar agora.

Quais são as vantagens de usar o Google Tag Manager?

Quais são as vantagens de usar o Google Tag Manager?

Se você leu o artigo sobre scripts que eu escrevi aqui para o blog do KP e usa o Klickpages, já sabe como é simples instalar esse tipo de código nas suas páginas.

Na verdade, você não precisa nem entender nada de programação. 

É só copiar a tag que a ferramenta que você quer integrar fornecer e colar no campo de scripts do KP, que ele faz o resto por você.

Quais são as vantagens de usar o Google Tag Manager?

Quais são as vantagens de usar o Google Tag Manager?

(Se você ainda não conhece o Klickpages e quer saber mais sobre essa ferramenta de criação de páginas simples e intuitiva de usar, é só clicar aqui).

Mas o fato é que nem toda ferramenta de criação de página é simples assim. 

Não sei se esse é o seu caso, mas algumas pessoas precisam de fato mexer no código das suas páginas para instalar uma tag.

E isso pode se tornar um problema, porque se essas pessoas querem integrar várias ferramentas e não sabem como adicionar o script, elas vão ficar dependentes de programadores e desenvolvedores para fazer isso por elas.

É aí que entra o Google Tag Manager.

Porque com ele, você precisa instalar uma só tag nas suas páginas. Depois disso você faz tudo na ferramenta, sem precisar mexer novamente no código do seu site.

O que, para quem depende de programadores e desenvolvedores para adicionar scripts, é uma baita economia de tempo.

Além disso, com o gerenciador de tags do Google, tudo fica organizado em um só lugar. Com uma única ferramenta você sabe o que está integrado com o seu site e se está tudo funcionando corretamente.

Fora que é possível fazer configurações e criar regras para coletar dados específicos sobre os acessos às suas páginas.

E ele funciona bem com outros produtos que não fazem parte do Google, como o pixel do Facebook.

Agora que você já sabe as vantagens de usar essa ferramenta, eu vou te explicar…

Como funciona o Google Tag Manager?

Como funciona o Google Tag Manager?

O Google Tag Manager possui 4 elementos que você precisa entender para utilizar bem a ferramenta.

Pois são os 4 que fazem a integração entre a sua página e as ferramentas que você quer usar.

Eles são:

Containers

É como se fosse um recipiente onde as suas tags vão ficar. 

Dentro da sua conta do Tag Manager, você pode ter diversos containers. O ideal é que você crie um para cada site que você tiver.

Assim, as tags de cada um deles vão ficar separadas e organizadas.

Tags

São os códigos das ferramentas que você tem integradas com as suas páginas. 

Para cada novo serviço ou ferramenta, você precisa adicionar uma nova tag.

Acionadores (triggers)

Os acionadores ou triggers são o que ativa a tag e faz com que ela capture dados para a ferramenta que você integrou.

Por exemplo, você quer que o Analytics monitore toda vez que um usuário clicar num determinado botão de CTA (chamada para a ação).

O clique no botão é o acionador, ele que vai colocar a tag em ação.

Para cada tag você pode ter diversos triggers de acordo com os eventos que você quer monitorar.

Variáveis

E, por último, as variáveis são regras e filtros que você pode usar para tornar as informações coletadas pelas tags mais específicas ou modificar os acionadores.

Por exemplo, disparar uma tag apenas quando uma determinada página for acessada.

Como criar e instalar o Google Tag Manager

Como criar e instalar o Google Tag Manager

Depois de ver quais são os elementos que fazem o Google Tag Manager funcionar, eu vou te mostrar o passo a passo para você criar a sua conta e instalar essa ferramenta nas suas páginas.

É bem simples e fácil de fazer isso. Veja só:

Passo 1 – Acesse o Tag Manager

Você vai precisar de uma conta do Google, pode ser um Gmail, para acessar o site do Tag Manager.

Preferencialmente opte por um e-mail vinculado ao seu negócio e a outras ferramentas que você já tem cadastro, isso vai ajudar a concentrar todas as informações em um só local.

Passo 2 – Crie uma conta

Se essa é a sua primeira vez na plataforma, vai ser solicitado que você crie uma conta. 

Crie uma conta

É dentro dela que vai ficar os seus containers, ou seja, você não precisa criar contas separadas para sites diferentes, basta separá-los por containers.

Clique no botão Criar conta para começar.

Passo 3 – Configure sua conta

Nessa etapa, o Tag Manager vai abrir em uma tela para você preencher com o nome da conta, país e configurar o seu primeiro container.

Configure sua conta

Na hora de escolher a plataforma do seu container, selecione web se for um site ou iOS ou Android se for um aplicativo.

E o nome do container não precisa necessariamente ser o endereço do seu site, pode ser apenas o nome dele, como por exemplo Blog do Klickpages.

Passo 4 – Aceite os termos de serviço

O Tag Manager vai abrir uma aba lateral com os Termos de Serviço do Gerenciador de Tags para você ler e aceitar.

Passo 5 – Instale o Gerenciador de Tags no seu site

O Tag Manager vai gerar dois códigos, um para a head (cabeçalho) e outro para o body (corpo) que você deve copiar e colar em todas as suas páginas.

Instale o Gerenciador de Tags no seu site

Importante destacar que você precisa copiar e colar os DOIS códigos. Isso porque para alguns scripts funcionarem eles precisam ir no cabeçalho da página e outros no corpo.

Se você é cliente do Klickpages, é só acessar a funcionalidade de Scripts, selecionar a opção head e colar o primeiro código.

Instale o Gerenciador de Tags no seu site

Você também pode fazer isso manualmente copiando o primeiro código e colando logo após a tag <head> da sua página.

Instale o Gerenciador de Tags no seu site

O segundo código deve ir no body. No Klickpages, é só fazer o mesmo procedimento do primeiro, mas ao invés de selecionar head, escolha body.

Instale o Gerenciador de Tags no seu site

E, se for fazer manualmente, é só colar o código logo após a tag <body> da sua página.

Instale o Gerenciador de Tags no seu site

Pronto! Agora o Google Tag Manager está instalado no seu site, é só você adicionar e configurar as tags que vai usar.

E, nas próximas linhas, eu vou te mostrar como adicionar as principais.

Como instalar o Google Analytics no Google Tag Manager

Como instalar o Google Analytics no Google Tag Manager

O Analytics é a ferramenta de que te dá uma visão completa sobre os acessos às suas páginas.

Ele mostra de onde estão vindo os visitantes, quanto tempo eles permanecem no seu conteúdo… Enfim, dados valiosos para otimizar sua estratégia de marketing.

Como ele é parte da lista de ferramentas do Google, é muito simples associá-lo ao Tag Manager. Olha só:

Passo 1 – Adicione uma nova tag

Na aba de Visão geral do Gerenciador de tags aparece a opção Nova tag.

Adicione uma nova tag

É só clicar em Adicionar uma nova tag para começar.

Passo 2 – Configure a tag

O Tag Manager vai abrir uma aba lateral para você dar um nome para a sua tag e iniciar a configuração.

Configure a tag

Dê um nome e clique em Configuração da tag para abrir as opções de ferramentas que você pode integrar.

Configure a tag

Como nesse caso o objetivo é instalar o Analytics, selecione a opção Google Analytics: Universal Analytics.

Depois configure o tipo de acompanhamento (visualização de página, evento…) e clique em Nova variável para criar a variável do Analytics e adicionar o ID de acompanhamento.

 Configure a tag

Configure a tag

O ID de acompanhamento é uma sequência de letras e números no formato UA-XXXXXXXXX-X que você pega na sua conta do Analytics 

Configure a tag

Passo 3 – Configure o acionamento

No tópico sobre como o Tag Manager funciona, eu te expliquei que você pode definir acionadores (triggers) para indicar quando a tag deve registrar dados.

Configure o acionamento

Clique no ícone do centro para abrir as opções de acionadores. 

Por padrão, já terá a opção All Pages (todas as páginas), mas você também pode clicar no + no canto superior da tela para criar seus acionadores personalizados.

Configure o acionamento

Passo 4 – Salve a sua tag

Depois que a tag e os acionadores estiverem configurados, clique em Salvar.

Passo 5 – Envie as alterações

Por último, para finalizar a integração com o Analytics, clique em Enviar no topo da tela para submeter as alterações do seu container e ativar a tag.

Envie as alterações

Como instalar o código de remarketing do Google Ads

Como instalar o código de remarketing do Google Ads

Remarketing é uma forma de anunciar para pessoas que já tiveram contato com a sua marca e seu produto ou serviço, mas não finalizaram a compra.

Por exemplo, a pessoa que adicionou itens ao carrinho e depois abandonou.

Para anunciar novamente para essa galera, você precisa que o Google Ads ou o Facebook Ads consiga identificar quem foi que acessou o seu site.

E as duas ferramentas fazem isso por meio do código de remarketing.

Neste tópico, eu vou ensinar como você instala a tag do Google Ads e no próximo você verá como fazer isso para o Facebook Ads, já que o processo é diferente pois a segunda não é uma ferramenta parceira do Google.

Vamos lá!

Passo 1 – Adicione uma nova tag

Clique em Adicionar uma nova tag na aba de Visão Geral e, para o tipo de tag, escolha Remarketing do Google Ads.

Passo 2 – Configure a tag

Na tela de configuração da tag você vai precisar incluir obrigatoriamente o código de conversão, que é uma sequência de letras e números que está atrelada a sua conta do Google Ads.

Configure a tag

Para conseguir esse código, primeiro você vai acessar sua conta do Google Ads e clicar em Ferramentas e Configurações na barra de navegação superior.

Depois na categoria de Biblioteca Compartilhada, clique em Gerenciador de públicos-alvo.

Na barra de navegação lateral, você vai ter a opção Origens de público-alvo, entre nela.

Se você ainda não tiver configurado a Tag do Google Ads, clique sobre ela para iniciar o processo.

Vai abrir uma tela para você escolher o tipo de dados coletados que podem ser gerais ou específicos.

Configure a tag

Selecione o tipo que você preferir e clique em Salvar e continuar.

No passo de instalação da tag, escolha a opção Usar o Gerenciador de tags do Google, copie o ID de conversão e clique em Continuar.

Configure a tag

Volte no Tag Manager e cole o ID de conversão no campo de Código de conversão.

Depois é só adicionar um acionador seguindo o mesmo passo a passo da tag do Analytics e clique em Salvar que a sua tag de remarketing do Google Ads estará pronta. 😉 

Passo 3 – Envie as alterações

Por fim, não se esqueça de enviar as alterações do seu container para que a nova tag comece a funcionar.

Como instalar o código de remarketing do Facebook Ads

Como instalar o código de remarketing do Facebook Ads

Como eu te falei, o processo de integrar com o Facebook Ads é diferente pois ele não faz parte dos produtos do Google, mas mesmo assim ele funciona muito bem com o Tag Manager.

O passo a passo é o seguinte:

Passo 1 – Adicione uma nova tag

Clique em Adicionar uma nova tag e escolha HTML personalizado como tipo de tag.

Passo 2 – Configure a tag

No campo HTML, cole o código do seu Pixel do Facebook que é gerado automaticamente pelo Gerenciador de Eventos do Facebook.

Configure a tag

(Para saber como criar e configurar um Pixel para obter o código, confira o artigo Pixel do Facebook: o que é e por que não dá para fazer anúncios sem isso).

Depois é só criar um acionador, salvar e não se esquecer de enviar as alterações no container para que a sua integração com o remarketing do Facebook Ads fique ativa.

Como instalar outros scripts no Google Tag Manager

Como instalar outros scripts no Google Tag Manager

O Google Tag Manager possui integração com as tags de diversas ferramentas como Crazy Egg, AdRoll, LinkedIn e Twitter.

Mas se você quiser instalar uma tag diferente das que o Gerenciador já tem disponível por padrão, é só usar a opção de HTML Personalizado na hora de selecionar o tipo.

O procedimento é o mesmo que eu te mostrei no passo a passo para instalar o código de remarketing do Facebook.

É só copiar o código HTML ou Javascript que a ferramenta fornecer para você e colar no campo de HTML para criar a tag personalizada.

Conclusão

O que é o Google Tag Manager - Conclusão

Neste artigo, você viu que o Google Tag Manager é um ponte que conecta de forma fácil e simples a sua página com todas as ferramentas que você necessita integrar.

Isso porque ele é um gerenciador de tags e scripts, no qual você pode configurar recursos como o pixel do Facebook e a tag do Analytics para monitorar e obter dados sobre os acessos às suas páginas.

Eu te mostrei que o Google Tag Manager funciona a partir de containers – você deve criar um para cada um dos seus sites – que são uma espécie de recipiente onde você vai adicionar todas as ferramentas que serão integradas ao seu site por meio das tags.

Além disso, você pode configurar acionadores e variáveis para determinar quais são os dados que serão coletados e quando os recursos vão entrar em ação.

E, por último, você viu o passo a passo de como instalar o Google Tag Manager nas suas páginas e como configurar e instalar as tags do Analytics, remarketing do Google Ads, remarketing do Facebook e outros scripts.

Você já tinha ouvido falar dessa ferramenta? Pretende começar a usá-la? Me conta aqui nos comentários! 😉

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Angela de Oliveira

Meu nome é Angela, mas algumas pessoas me chamam de Angel. Faço parte do time de conteúdo do Klickpages e sou apaixonada por tecnologia e marketing. Uma das minhas coisas favoritas é falar sobre redes sociais e anúncios. Além disso, sou especialista em informações aleatórias (você sabia que o Alaska está mais perto da Rússia do que Brasília de Goiânia? Pois é...), fã de country americano e louca em esportes. Acompanho de tudo, mas meus favoritos são Fórmula 1 e futebol, inclusive assisto a jogos mesmo quando o meu time (Palmeiras <3) não está em campo. Ah, eu acredito que música de natal deveria tocar o ano inteiro e Christmas Peaceful Piano está entre as 3 playlists mais tocadas no meu Spotify.

Se você quiser ler outros conteúdos meus é só clicar aqui ;)