Modelo AIDA: o que é e como aplicá-lo para criar landing pages de alta conversão

Modelo AIDA: o que é e como aplicá-lo para criar landing pages de alta conversão

Você sempre fica perdido sem saber o que colocar nas suas landing pages?

Pois existe um modelo da publicidade, conhecido como AIDA, que pode te ajudar a estruturar a sua landing page focando em aumentar as suas conversões.

Ele é um mapa de como organizar a sua mensagem para que você consiga atrair o visitante e possa guiá-lo até o ponto de conversão.

Sem perder a atenção dele no meio do caminho e ainda gerando nele o desejo de ter o seu produto ou serviço.

Além disso, o AIDA te ajuda a ter clareza e saber quais elementos colocar em cada seção da sua landing page.

Por onde começar, o que deve estar no meio e como acabar.

E também te ajuda a enxergar o que é excesso e deve ser removido para não prejudicar a conversão.

Neste artigo, eu vou te explicar exatamente o que é o AIDA, quais são as etapas dele e como aplicá-lo na criação de landing pages.

Vamos lá? 

O que é AIDA?

AIDA é o acrônimo de Attention (Atenção), Interest (Interesse), Desire (Desejo) e Action (Ação), um modelo desenvolvido por Elias St. Elmo Lewis em 1899 para ser utilizado na publicidade.

Lewis partiu do princípio que a função da publicidade era chamar a atenção do leitor, informá-lo e transformá-lo em um consumidor (“to catch the eye of the reader, to inform him, to make a customer of him”).

Nos anos seguintes, ele desenvolveu essa ideia até chegar em atraia atenção, mantenha o interesse, crie desejo e gere ação (“attract attention, maintain interest, create desire, get action”).

O modelo AIDA pode ser aplicado em diversas etapas do marketing, seja em anúncios, campanhas de email marketing, artigos para blog e até mesmo em landing pages.

Nas próximas linhas, eu vou te explicar o que significa cada uma das etapas do modelo e como aplicá-lo para criar landing pages de alta conversão.

As etapas do método AIDA

Como você viu no tópico anterior, o método AIDA é dividido em quatro etapas (atenção, interesse, desejo e ação).

Cada uma delas tem como objetivo conduzir o seu público para a próxima etapa de forma que, quando ele chegar na última, esteja preparado para tomar uma ação, seja ela comprar um produto ou se inscrever para um curso, por exemplo.

Mas como cada uma dessas etapas funciona e o que você precisa fazer?

Atenção

Para que você possa falar qualquer coisa para o seu potencial cliente e convencê-lo a comprar o seu produto ou serviço, você precisa ter a atenção dele.

Se ele está prestando atenção em qualquer coisa que não é na sua oferta, você perde a possibilidade de falar sobre as vantagens e benefícios e dificilmente finalizará a venda.

Por isso, no modelo AIDA, atrair a atenção é a primeira etapa.

Você pode alcançar esse objetivo utilizando cores e formatos para dar destaque ao seu texto e também apresentando uma ideia poderosa na sua headline.

Interesse 

O próximo passo é manter o interesse.

Ou seja, fazer com que o potencial cliente continue te ouvindo.

Nessa etapa, você precisa apresentar informações que vão sustentar a ideia que você apresentou na headline (ou chamada) e mostrar que ela é possível.

Você pode explicar como as características do seu produto fazem com que ele cumpra a promessa que foi feita.

Por exemplo, em um curso de culinária que promete ensinar receitas simples, saborosas e ricas em nutrientes, você pode manter o interesse falando que no módulo 1 você ensina como escolher os melhores ingredientes sem ultrapassar o orçamento para que as receitas sejam todas financeiramente acessíveis, no módulo 2 ensina como armazenar os alimentos para que eles conservem as propriedades nutricionais e os pratos sejam nutritivos…

Desejo

Agora vem o ponto chave para que ao final o seu potencial cliente queira tomar a ação proposta.

Você precisa despertar o desejo.

Isso significa fazer com que a pessoa não só ache a sua promessa interessante, mas que ela deseje ter aquele resultado.

É levar o seu potencial cliente do “eu gosto” para o “eu quero”.

E como você faz isso?

Provando que é possível que aquela pessoa alcance o resultado da sua promessa e fazendo ela se imaginar tendo o resultado.

Retomando o curso de culinária, por exemplo, é possível que a pessoa tenha objeções como “mas eu não sei cozinhar” ou “isso vai me tomar muito tempo” ou ainda “eu não tenho dinheiro para isso”.

E é justamente na etapa de despertar o desejo que você vai provar para a pessoa que o seu produto é para ela e que ela pode alcançar os resultados que você prometeu.

Você ainda pode reforçar essa ideia com prova social, ou seja, depoimentos e testemunhos de outros clientes.

E também pode pintar um cenário pedindo para a pessoa se imaginar como a vida dela seria melhor se ela soubesse cozinhar receitas simples, saborosas e nutritivas.

Ação

A última etapa do método AIDA é fazer com que o seu potencial cliente tome uma ação.

Porque não adianta muita coisa para o seu negócio se o seu público só ouvir tudo o que você tem para falar sobre o seu produto ou serviço, mas não fizer nada com essas informações.

Depois que você despertou o desejo, ou seja, a pessoa quer o que você tem para oferecer, você deve falar o que ela precisa fazer para ter seu produto ou serviço e incentivá-la a tomar uma ação.

Resumindo tudo isso: é a hora de fazer a chamada para ação (ou call to action).

Como usar o método AIDA para criar sua landing page

Até aqui você viu o que é o método AIDA e cada uma das etapas dele, mas como você pode aplicar esse conhecimento para criar uma landing page de alta conversão?

Cada etapa do método corresponde a uma ou mais seções da sua landing page. Como, por exemplo:

exemplo de landing page aplicando o modelo AIDA

exemplo de landing page aplicando o modelo AIDA

exemplo de landing page aplicando o modelo AIDA

As etapas do método AIDA podem ser trabalhadas da seguinte forma nos elementos da sua landing page:

  • Atenção: headline e subtítulos;

  • Interesse: descrição do produto ou oferta;

  • Desejo: descrição do produto ou oferta e prova social;

  • Ação: call to action.

Crie landing pages aplicando o método AIDA de forma fácil e rápida

Hoje em dia, é possível construir landing pages do zero com facilidade e agilidade porque existem ferramentas próprias para isso.

Os construtores de página permitem que você mesmo crie e faça as alterações que deseja de forma intuitiva e sem depender de um programador.

Se você ainda não conhece, o Klickpages tem templates prontos com todos os elementos que você precisa para aplicar o método AIDA nas suas landing pages.

Além disso, ele fácil e intuitivo de usar e oferece funcionalidades para tirar das suas costas o peso de fazer todo o trabalho de construir uma landing page sozinho.

Para conhecer mais o Klickpages e as funcionalidades dele, é só clicar no botão abaixo.

Clique aqui para saber mais sobre o Klickpages

Agora é com você…

Neste artigo você viu o que é o modelo AIDA (atenção, interesse, desejo e ação) e como ele pode ser aplicado nas suas landing pages para aumentar as conversões.

Agora chegou a hora de você colocar o que aprendeu aqui em prática e criar as suas páginas.

E não se esqueça de deixar um comentário contando o que achou do texto e quais são as outras formas que você acha que pode aplicar o modelo AIDA no seu negócio.

(Este artigo foi originalmente publicado em 17 de abril de 2018 por Hugo Rocha e editado e atualizado em 25 de junho de 2020 por Angela de Oliveira para oferecer informações mais precisas e completas)

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Meu nome é Angela, mas algumas pessoas me chamam de Angel. Faço parte do time de conteúdo do Klickpages e sou apaixonada por tecnologia e marketing. Sou especialista em SEO, tráfego orgânico e informações aleatórias (você sabia que o Alaska está mais perto da Rússia do que Brasília de Goiânia? Pois é...), fã de country americano e louca em esportes. Acompanho de tudo, mas meus favoritos são Fórmula 1 e futebol, inclusive assisto a jogos mesmo quando o meu time (Palmeiras <3) não está em campo. Ah, eu acredito que música de natal deveria tocar o ano inteiro e Christmas Peaceful Piano está entre as 3 playlists mais tocadas no meu Spotify.