Metas SMART: para você que precisa tirar os objetivos do papel

As metas SMART são aquele tipo de estratégia que você não pode ignorar: quando aplicar no seu negócio, é muito provável que tenha resultados.

Hugo, mas como você pode afirmar isso?

É muito simples.

Não existe fórmula mágica para atingir seus objetivos. Existe muito trabalho duro e muito planejamento.

Até hoje, nunca chegou nenhuma história no meu ouvido de algum empreendedor que quebrou a cara por se planejar.

Na verdade é exatamente o contrário.

Se você deseja melhorar o planejamento do seu negócio, pare tudo o que está fazendo para ler este artigo agora.

O que eu vou te apresentar aqui pode mudar muito os seus resultados – para melhor.

Vou dar um exemplo.

Eu já passei algumas vezes por situações como a que vou falar agora.

De querer muito atingir um objetivo mas ficar igual barata tonta sem saber por onde começar.

Você provavelmente já passou por esse tipo de situação também.

Imagine que você quer emagrecer. Simplesmente.

Você não sabe quantos quilos, nem em quanto tempo, muito menos como vai fazer para chegar lá.

Apenas define que quer emagrecer.

De verdade, acha que vai rolar? Eu diria que não.

Porque você não planejou nada. Seu objetivo é muito vago.

E sem planejamento você só fica girando em círculos. Porque você não sabe que passos dar.

Se você ler este artigo até o final, vai saber como resolver situações como essa do exemplo.

O fato é que a mesma coisa acontece com os objetivos do seu negócio.

E eu não conheço outro método que seja tão eficaz quanto as metas SMART para planejar de um jeito eficiente e chegar nos seus objetivos.

Porque esse é um método que já foi testado e comprovado pelo mercado por mais de 30 anos.

Está mais do que claro que funciona. Porque nada sobrevive ao mercado por tanto tempo se não for muito eficiente.

Por isso eu afirmo. As metas SMART podem ser a solução para seu objetivo sair do papel e acontecer de verdade.

Depois de ler este artigo, você vai saber o que significa cada letra da palavra SMART e como aplicar esse método na prática para otimizar seus resultados.

Também vou te mostrar alguns exemplos e separei 3 dicas de ouro para você ter mais ferramentas na mão na hora de aplicar essa estratégia.

O que são Metas SMART?

As metas SMART são um processo bastante eficaz para validar objetivos, sejam eles pessoais, profissionais, empresariais, sociais, entre outros.

Conhecer o conceito e sua aplicação é importante porque ajuda você a economizar tempo e energia.

Esse é um método que torna o processo de definição de metas muito mais eficiente e produtivo.

Mas por que o nome SMART?

O que significa?

SMART é o acrônimo para as seguintes palavras em inglês: Specific, Measurable, Attainable, Relevant e Time-Based.

Em seguida, vamos dar mais detalhes sobre cada um de seus componentes.

Antes, porém, há outro fato interessante a destacar sobre o método.

Na língua inglesa, “smart” pode ser traduzido como inteligente.

É por isso que, quando nos referimos a esse processo, estamos falando de uma estratégia inteligente para definir metas.

Mas vamos em frente.

Agora, é chegado o momento de mergulhar um pouco mais na teoria e no significado por trás desse acrônimo.

S (Específico)

A primeira letra se refere exatamente àquilo que você deseja alcançar.

Tenha em mente que, quanto mais específica for sua meta, maior será a chance de você obter os resultados que espera.

Vamos supor que o que você quer alcançar é o aumento das vendas no negócio.

Trata-se de um objetivo bastante comum a empresas.

O problema é que só aumentar as vendas representa uma meta muito abrangente.

O ideal, nesse caso, seria especificar ainda mais essa meta.

Como?

Tente algo tipo: “aumentar as vendas em 20% no primeiro trimestre do ano”.

Consegue perceber a diferença que essa definição mais inteligente confere?

Para facilitar ainda mais a sua tarefa, relacionamos abaixo algumas perguntas que você pode – e deve – fazer a si mesmo ao tentar especificar sua meta.

Confira:

  • O que exatamente eu quero alcançar com essa meta?

  • Onde ela será realizada?

  • Como irá acontecer?

  • Quando vai ser conquistada?

  • Quem serão os responsáveis por ela?

  • Quais são as condições e limitações?

  • Por que exatamente eu quero atingir essa meta?

  • Quais são as possíveis formas alternativas de alcançar a mesma?

Ao encarar cada um desses questionamentos de forma sincera, fica muito mais simples chegar a uma meta específica e inteligente.

M (Mensurável)

Peter Drucker, o pai da administração moderna, tem uma famosa frase que se encaixa perfeitamente aqui.

Segundo ele, “o que não pode ser medido, não pode ser gerenciado”.

Partindo dessa premissa, após especificar a sua meta, o próximo passo é conseguir mensurá-la.

Ou seja, você precisa desmembrar a sua meta em elementos mensuráveis.

O seu objetivo aqui é analisar se o desempenho se dá como o esperado.

Além disso, avaliar o progresso ajuda a todos os envolvidos a manter o foco, cumprir seus prazos e sentir a motivação e emoção de se aproximar da meta.

Certifique-se que sua meta mensurável responda às seguintes perguntas:

  • Qual o resultado esperado?

Pode ser aumentar as vendas em 20%, por exemplo.

  • Quanto tempo para que isso seja alcançado?

No primeiro trimestre do ano, como exemplificado antes.

Dá para perceber que, se a meta fosse “ser o preferido do público”, por exemplo, você teria aí um elemento difícil de medir.

Dentro do método de metas SMART, portanto, não seria esse um objetivo alcançável.

A (Atingível)

Uma coisa é certa: de nada adianta você mirar nas estrelas e apostar em uma meta alta se não tem o que é necessário para torná-la possível.

Faz sentido?

Nesse contexto, sua meta também precisa ser realista para ser bem-sucedida.

Em outras palavras, ela deve refletir a realidade do seu negócio, de seus recursos e do mercado no qual ele está inserido.

Quando você define uma meta alcançável, consegue identificar oportunidades e recursos anteriormente negligenciados que podem lhe ajudar a chegar mais perto do resultado final.

Para garantir que a sua equipe não desanime frente a metas impossíveis, é preciso ter as respostas para as seguintes perguntas:

  • Como posso bater essa meta com os recursos disponíveis?

  • Com base em fatores como o financeiro, quão realista é a meta?

  • Qual a opinião dos departamentos e pessoas envolvidas?

A lição que fica é que, dentro de um ambiente organizacional, meta precisa ser construída em conjunto.

Que tal um brainstorming?

R (Relevante)

A principal questão nesta nova etapa é: por que você deseja alcançar essa meta?

Ou seja, este é o momento para analisar a fundo e ter certeza de que aquela meta é mesmo relevante e trará reais benefícios para o seu negócio.

Como mencionamos, metas alcançáveis ​​são baseadas nas condições atuais do seu negócio e do mercado.

Você pode até desejar aumentar as vendas em 20% no primeiro trimestre, mas se uma recessão se aproximar ou se três novos concorrentes surgirem, talvez sua meta não seja tão relevante para a realidade do mercado naquele momento.

Portanto, não deixe de se perguntar:

  • Isso será realmente útil?

  • É o momento certo?

  • Isso vai de encontro com nossos outros esforços e necessidades?

O principal aqui é definir algo que faça diferença para o negócio.

T (Temporal)

Por último, mas não menos importante, é preciso saber que as metas simplesmente não são alcançadas quando não há prazos vinculados ao processo de definição das mesmas.

Se sua meta é aumentar as vendas em 20%, defina um cronograma com datas importantes para atingir essa marca.

Afinal de contas, tempo é dinheiro, não concorda?

Além disso, instalar prazos e manter uma linha de tempo realista e flexível ajuda em outros aspectos.

Por exemplo, pode evitar que tarefas rotineiras tenham prioridade sobre suas metas de longo prazo, mantendo todos focados no que realmente importa para que os objetivos serem alcançados.

Lembre que o estabelecimento de prazos claros a cumprir, desde que viáveis, ajudam até mesmo na motivação em busca da realização da meta.

Método SMART Planejamento

Engana-se quem acha que definir metas é simplesmente rabiscar algumas ideias em um pedaço de papel.

Assim como ocorre na abertura de uma empresa ou mesmo com um roteiro de viagem, nada acontece sem planejamento.

E aqui, estamos falando de uma estratégia detalhada.

Por isso, suas metas precisam ser completas, bem focadas e analisadas.

Para se tornar um especialista em definir metas mais inteligentes para seu negócio, existem alguns passos essenciais.

Veja, então, o que não pode ficar de fora dessa jornada para garantir que você continue no caminho certo.

Tenha certeza de que seu objetivo é realmente relevante

Você já sabe que a relevância é parte da definição de metas SMART.

Mas é melhor pecar pelo excesso do que pela omissão.

Certifique-se de que a meta que você está se esforçando para que seja alcançada é algo que você ou sua empresa realmente quer e precisa – e não apenas algo que soa bem aos seus ouvidos.

Ao definir metas, é muito importante lembrar que elas devem ser consistentes com sua missão, visão e valores. a fim de reforçar o seu posicionamento.

Um objetivo não pode ser contraditório a nenhum outro objetivo

Devemos nos esforçar continuamente para eliminar ideias contraditórias de nosso pensamento.

Isso porque, tanto em aspectos pessoais como financeiro, por exemplo, se uma meta sobrepõe a outra, você acaba sabotando a si próprio.

Além disso, ainda coloca em risco todo o trabalho feito até o momento para o cumprimento do objetivo.

Tente estabelecer a prioridade para cada passo rumo à concretização da meta, de modo a não tropeçar pelo caminho.

Desenvolva objetivos em todos os aspectos da sua vida

Financeiro, profissional, saúde, família, social, mental e por aí vai.

Você pode definir objetivos para absolutamente todos e quaisquer aspectos da sua vida.

Definir metas em diversas áreas possibilita uma vida mais equilibrada à medida que você começar a avaliar e modificar atitudes do cotidiano que atrapalham o desenvolvimento de cada objetivo.

É algo enriquecedor em todos os sentidos.

Que tal começar logo?

Escreve seu objetivo em uma sentença positiva, não negativa

Uma das razões pela qual é importante escrever e examinar seus objetivos é que, assim, você acaba criando um conjunto de instruções para seu subconsciente seguir.

Por isso, quanto mais instruções positivas você fornece para sua mente, mais positivo serão os resultados que obterá e maiores as chances de se manter 100% focado no trabalho.

Evite o não.

Escreva o objetivo de forma completa

Quanto mais preciso e específico for seu objetivo, mais a sua mente irá trabalhar em prol daquilo.

Ao invés de determinar que deseja ser mais conhecido do público, que tal escrever “aumentar a participação no mercado em 10% a cada 12 meses durante cinco anos”?

Tenha certeza de que seu objetivo é grande o bastante

Você pode até mirar na lua e falhar.

Mas ainda que isso aconteça, pelo menos ainda tem a chance de alcançar as estrelas.

Essa metáfora serve para reforçar que mesmo que você tenha falhado durante o processo e não tenha alcançado sua meta, tudo é válido e conta como experiência para as tentativas futuras.

O exemplo que acabamos de citar, sobre participação de mercado, cabe bem aqui.

Você poderia ser mais comedido e estabelecer o percentual de crescimento em 5% ao ano.

Só que, ao final, talvez o resultado ficasse abaixo disso.

Por isso, mirou na lua, em um cenário que seria espetacular.

Ao mesmo tempo, estabeleceu uma meta realista e não fantasiosa, como seria um crescimento de 50% em um ano, por exemplo.

Escreva seus objetivos

Escrever seus objetivos ajuda a criar um roteiro para o sucesso.

Apenas o ato de escrevê-los em um papel ativa uma parte do nosso subconsciente que reconhece que o processo já está em movimento.

Além disso, também é extremamente importante rever seus objetivos com frequência.

Se precisar, mude sua meta.

Não considere isso como um fracasso, e sim mais como uma vitória.

Afinal, você foi capaz de perceber algo que estava atrasando o desenvolvimento do objetivo e, agora, vai em busca de reverter a situação.

Exemplos de Metas SMART

Caso você ainda não tenha certeza do que qualifica exatamente uma meta como sendo SMART, vamos dar uma olhada em alguns exemplos.

Mas, antes de começarmos, compreenda que as metas SMART podem mesmo se aplicar a qualquer campo da vida.

É algo que não custa repetir.

Eles podem incluir metas pessoais, profissionais, acadêmicas, empresariais, de saúde, fitness e muito mais.

Eles também podem ser de curto ou longo prazo.

Na verdade, qualquer tipo de meta não só pode, como deve, ser modificada para os critérios de uma meta SMART sejam atendidos.

Dito isso, vamos agora a alguns exemplos de metas que podemos considerar SMART.

Expandir o negócio

Vamos supor que você atue no mercado B2B e que seu objetivo geral seja expandir seus negócios.

Considerando cada elemento da meta SMART, temos:

  • Específico: adquirir cinco novos clientes para o negócio de consultoria

  • Mensurável: medir o progresso a partir de quantos novos clientes alcanço, mantendo ao mesmo tempo minha base de clientes atual

  • Alcançável: pedir aos clientes atuais referências, lançar uma campanha de marketing de redes sociais e junto a empresas locais

  • Relevante: aumentar minha base de clientes permitirá expandir os negócios e aumentar a receita

  • Temporal: ter cinco novos clientes no prazo de dois meses.

Conseguiu identificar qual seria a meta SMART apropriada nesse caso?

Adquirir cinco novos clientes para o negócio de consultoria dentro de dois meses, pedindo referências, lançando uma campanha de marketing de redes sociais e redes com empresas locais, de modo a expandir negócios e aumentar a receita.

Economizar dinheiro

Em uma segunda situação, digamos que seu objetivo é começar a economizar mais dinheiro.

Isso, por si só, não é uma meta SMART, mas pode ser facilmente modificada para que se torne uma.

Você poderia dizer que deseja economizar 10% do seu salário por mês nos próximos cinco anos.

Agora, a meta é específica e mensurável, já que você tem uma quantia definida e a capacidade de medir o valor que você acaba economizando.

Essa meta também é temporal, já que seu objetivo é economizar um valor específico a cada mês durante um determinado período.

Se a meta é alcançável, isso depende da sua própria situação financeira.

Mas supondo que seja, a meta também se ajusta a esse critério.

Por último, deve analisar se economizar dinheiro é um objetivo relevante e importante para você pessoalmente.

Supondo que seja, então, o objetivo nesse exemplo se encaixa em todos os critérios de uma meta SMART.

3 dicas para conquistar bons resultados

Ficou claro o que qualifica uma meta como SMART?

Para ajudar você ainda mais a definir suas metas, selecionamos algumas dicas importantes que vão aumentar as chances de conquistar bons resultados.

Confira!

1. Sempre monitore o desempenho das ações

Voltando ao exemplo apresentado no início deste artigo, se você definiu que sua meta é aumentar as vendas em 20% no primeiro trimestre do ano, nada de esperar os três meses passarem para avaliar os resultados.

Para ser bem-sucedida, a meta definida precisa ser analisada periodicamente.

Dessa forma, você consegue medir seu desempenho e consegue evitar ou amenizar possíveis problemas ao longo do caminho.

É uma forma de acompanhar se a meta se aproxima ou se afasta da sua concretização.

2. Mantenha todo o time envolvido

Seu negócio não irá chegar a lugar algum se os responsáveis por trás dele não estiverem envolvidos e motivados o suficiente para “fazer acontecer”.

Por isso, ressaltamos a importância de delegar funções durante a definição da meta.

Isso faz com que as pessoas se sintam integradas e se vejam como uma peça importante para garantir o bom funcionamento da empresa.

3. Apresente os resultados

Conseguiu atingir sua meta?

Parabéns!

Agora, o que resta é apresentar esses resultados, seja para os superiores como também compartilhar o sucesso com todos os níveis da equipe.

Dessa forma, você demonstra para os colaboradores que o trabalho de cada um é valorizado e que juntos são mais fortes.

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Quando uma meta SMART é definida na empresa, todos devem trabalhar em prol dela.

Em se tratando do marketing digital, como suas campanhas podem contribuir para o sucesso da estratégia?

Uma boa prática é usar seu site, blog ou redes sociais para capturar leads, que são potenciais clientes.

Não importa qual seja a ação adotada, é sempre necessário ter uma boa landing page para elevar as chances de confirmar as conversões desejadas.

Nessa hora, o Klickpages é a ferramenta ideal.

São só três passos básicos para criar a sua:

  1. Escolha seu modelo: veja opções de alta conversão comprovada por testes.

  2. Customize a página: depois, edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: por fim, é só publicar no próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Definir metas inteligentes e realistas é um importante passo para o sucesso de qualquer empresa ou pessoa.

Uma vez que elas atendem aos critérios SMART, delegue um conjunto específico de tarefas e atividades a cada pessoa para garantir que todos dêem o melhor para atingir os objetivos.

Lembre que é importante rever periodicamente seus objetivos e fazer ajustes, se necessário.

O êxito da sua estratégia depende desse monitoramento.

Ao mesmo tempo, não esqueça de integrar todos os processos e ações em prol da meta definida.

E isso inclui as campanhas de marketing.

Nessa hora, sua estratégia digital fica facilitada com as soluções que o Klickpages oferece a você.

Boa sorte nessa jornada

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.