Marketing Multinível: o que é, como funciona e empresas de MMN

Marketing Multinível: o que é, como funciona e empresas de MMN

Quando você ouve falar em marketing multinível, logo pensa em pirâmide?

Então, é bom rever essa forma de enxergar o conceito.

A confusão é, até certo, ponto normal, pois práticas piramidais ilegais, que nos últimos anos dominaram o noticiário, eram anunciadas como marketing de rede, outra forma de se referir ao MMN.

Mas você sabe a diferença de marketing multinível e pirâmide?

A melhor forma de acabar com essa dúvida é adquirir conhecimento e tirar suas próprias conclusões.

Neste artigo, você vai entender por que vale a pena investir no marketing multinível, ao mesmo tempo em que é essencial se afastar de pirâmides.

Também falaremos sobre as principais empresas de marketing multinível no Brasil e as oportunidades que elas geram.

Interessado?

Então, acompanhe a leitura!

O que é marketing multinível?

O que é marketing multinível?

O marketing multinível (MMN) é um modelo de remuneração no qual o revendedor, além de, participar nos lucros obtidos pelas vendas por ele efetuadas, também é remunerado por sua rede de revendedores, formada a partir de suas indicações à empresa que representa.

A conceituação ajuda a entender porque o MMN é também chamado de marketing de rede.

Quem se junta a uma marca como vendedor, tem a opção de formar diferentes níveis para receber comissão pelas vendas dessas pessoas.

Quer um exemplo?

Você entrou para uma empresa e convidou João para fazer o mesmo. Ele, por sua vez, convidou Márcia. Dessa forma, João ocupa o primeiro nível abaixo de você na rede e, Márcia, o segundo. Todas as pessoas que Márcia convidar diretamente farão parte do terceiro nível.

E o principal: as vendas de todos aqueles que estão abaixo de você geram bônus aos seus rendimentos.

Ficou claro?

Ainda neste artigo, ao explicarmos como o marketing multinível funciona, vamos trazer mais exemplos e informações que vão ajudá-lo a entender o modelo de negócio.

Para que serve?

Para que serve marketing multinível?

Esse modelo foi criado por Carl Rehnborg nos Estados Unidos, na década de 1940, como uma forma de fomentar as vendas diretas com o ganho individual das comissões.  

Nesse cenário de revolução organizacional, o marketing multinível passou por vários ciclos, adaptou-se a diferentes momentos da economia mundial e se espalhou por diversos países.

Para você ter uma noção, esse modelo já representa 96,7% dos US$ 32,18 bilhões de faturamento do setor de vendas diretas nos Estados Unidos, segundo dados da DSA – Direct Selling Association.

No Brasil, apesar dessa onda apenas ter começado a se formar, já é classificado como o quinto maior mercado mundial de vendas diretas.

Em 2016, ele registrou R$ 40,4 bilhões em negócios, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD).

O objetivo da empresa que adota este modelo de negócio é compensar o seu profissional pela venda do produto.

O multinível serve para manter a força de vendas ativa, incentivando os revendedores, além de vender, a atrair novos distribuidores para uma empresa.

De certa forma, é como se fosse a oportunidade de uma promoção, em que o vendedor passa a se tornar um líder ou um gerente de vendas, e amplia os seus ganhos.

Vale lembrar que a venda direta se baseia no contato pessoal entre os vendedores e os clientes.

Isso acontece sem intermediários. Ou seja, não há uma loja que distribui os produtos e eles vão direto dos fabricantes aos consumidores.

Como funciona o marketing multinível?

Como funciona o marketing multinível?

Como você já deve ter notado, o marketing multinível faz parte de um conjunto de canais utilizados pelos fabricantes para fazer com que seus produtos cheguem ao seu consumidor.

Além dele, os outros canais que realizam essa tarefa são o varejo, outras formas de vendas diretas e as vendas por catálogos ou ordem postal.

Agora vamos ao que interessa: afinal, como funciona o marketing multinível?

Basicamente, o marketing multinível funciona da seguinte maneira: o revendedor negocia os seus produtos para sua clientela normal, o que gera um lucro direto.

Ao mesmo tempo, ele também tenta atrair novos vendedores para a sua rede, o que vai gerar um lucro indireto, por meio da comissão residual.

Em outras palavras, tudo funciona como uma espécie de rede.

Família, amigos e conhecidos tornam-se clientes e passam a convidar outras pessoas, tornando-se distribuidores independentes.

Dessa forma, a cada venda feita por esses distribuidores independentes, é gerada uma comissão para essa rede de pessoas que você conseguiu recrutar.

Resumindo, “marketing” é o trabalho a ser feito por quem entra nesse negócio e “multinível” é a maneira como essa pessoa será remunerada.

Ao se cadastrar em uma empresa, o interessado se encarrega de construir uma organização através de seu trabalho de marketing.

Esse momento requer uma atenção especial.

Após ter a sua própria equipe de revendedores, serão necessários treinamentos, orientações, premiações, enfim, o que for preciso para manter essa rede engajada.

Os vendedores passam a assumir uma postura empreendedora e independente, controlando suas próprias redes e negócios, mas ainda vendendo e consumindo os produtos do fabricante original.

Progressivamente, o movimento de produtos por meio dessa organização hierarquizada em vários níveis irá lhe gerar os bônus que você receberá da empresa.

Diferença de pirâmide e marketing multinível

Diferença de pirâmide e marketing multinível

Agora que você sabe como funciona esse modelo, talvez esteja se perguntando qual a diferença entre pirâmide e MMN?

Essa é uma dúvida bastante recorrente e que gerou polêmica quanto ao conceito de marketing multinível.

Isso porque, como parte do lucro obtido chega através da produtividade dos distribuidores recrutados pelo vendedor, muita gente acredita se tratar de um esquema de pirâmide.

Mas os dois modelos não são a mesma coisa.

Para começar, os esquemas de pirâmides são considerados como crime contra a economia popular no Brasil.

Além disso, seus produtos ou serviços acabam não tendo valor comercial ou, muitas vezes, sequer existem.

Nesse esquema, apenas a fase de recrutamento é estimulada ao máximo com a promessa de ganhar dinheiro de forma rápida e fácil.

Não costumam oferecer treinamentos para os seus revendedores e os processos acabam sendo descontinuados progressivamente.

Além disso, quem investe para entrar na pirâmide precisa estar sempre se esforçando para conseguir convidar outras pessoas a entrarem.

No final, quem vai lucrar, realmente, serãos as primeiras pessoas que entraram no negócio, pois o lucro é obtido somente com a entrada de novos integrantes no esquema, já que não há venda.

Dessa forma, o lucro gerado para si é sempre menor do que o lucro de quem está no topo.

Essa é uma característica típica da pirâmide.

Outro ponto do esquema de pirâmide é que, em determinado momento, não se consegue recrutar mais pessoas.

Isso acaba desmontando a pirâmide, já que o pessoal do topo não consegue sustentar quem está na base, visto que o fluxo de dinheiro fica interrompido.

Como, então, saber diferenciar uma pirâmide de marketing multinível?

Primeiramente, é muito importante avaliar se a empresa está associada à ABEVD, que atua para proteger e desenvolver o modelo de venda direta no Brasil.

Toda as empresas são avaliadas pelo Conselho de Ética e, após isso, aprovadas pelo Conselho Diretor.

Isso garante a legalidade do negócio.

Para não cair em uma roubada, certifique-se também de saber se o foco da empresa é no ganho por meio das vendas ou se consiste na entrada de novos integrantes, como já dito.

Por fim, reforçamos que, com o marketing multinível, é possível construir organizações tendo o percentual de ganhos a cada venda, oferecendo a mesma oportunidade ganho a todos.

Os ganhos são proporcionais ao esforço de cada um na rede.

Vale lembrar que todo o processo gera e recolhe impostos e tem garantia de devolução ou desistência do negócio, muito diferente do esquema de pirâmide.

Vantagens do marketing multinível

Vantagens do marketing multinível

Não é por acaso que esse modelo vem se consolidando no mercado, oferecendo benefícios interessantes como forma de ganhar lucro para quem está desempregado, por exemplo.

Primeiramente, entre as vantagens, está o menor número de intermediários entre quem produz e quem consome, visto que a rede é construída com base nos relacionamentos pessoais.

Em segundo lugar, trabalhar com venda direta também traz certa autonomia.

Os revendedores têm a liberdade de trabalhar suas próprias redes e seus negócios.

Eles podem escolher quantas horas do dia irão se dedicar ao trabalho, o tipo de produto que querem comercializar e o público para o qual irão vender, por exemplo.

Lembre-se de que o seu ganho será proporcional à sua produtividade. Então, fique atento e nada de corpo mole!

Outro aspecto positivo é que trabalhar com marketing multinível significa estar junto a empresas de renome e já consolidadas no mercado.

Essas empresas irão garantir um suporte para você e sua equipe.

Mas como saber se um negócio que atua com MMN é confiável?

Procure por empresas que já possuem os planos bem definidos de comissão e bonificação, que ofereçam produtos de qualidade, capacitação, além do respeito e o compromisso com os revendedores.

Por fim, mas não menos importante, o marketing de rede oferece um modelo escalável de ganhos.

Vamos supor que você é revendedor de uma marca X e acaba de recrutar um novo distribuidor.

Com o tempo, esse novo integrante pode criar sua própria rede de negócios.

Consequentemente, os níveis da força de venda vão se multiplicando sequencialmente, pois as pessoas que forem incluídas na rede por esse novo integrante também podem formar suas próprias equipes.

Isso garante uma escalabilidade e amplificação dos ganhos dos líderes de venda.

No entanto, esse fluxo de ganhos dificilmente passa de cinco redes criadas por revendedor, o que pode limitar os lucros dos líderes.

Vale frisar que a objetivo real é manter os ganhos baseados nas vendas e não apenas no recrutamento.

Se interessou pelas vantagens do marketing multinível?

Quando bem aplicado, ele é bastante capaz de gerar receitas significativas para os participantes.

E novamente: isso é bem diferente de uma pirâmide clássica, na qual você entra só para perder dinheiro, basicamente.

Desvantagens do marketing multinível

Desvantagens do marketing multinível

Existe também um questionamento contrário às vantagens oferecidas pelo modelo.

A principal desvantagem pode ser um alto investimento inicial, mas esse é um detalhe que depende bastante da pessoa e da empresa escolhida.

Quem está interessado em fazer carreira e quer começar a ganhar dinheiro com isso, deve, primeiramente, conhecer os planos que a empresa oferece.

Se você não possui um grande capital para iniciar, que tal escolher planos que vendem por catálogos?

Desta forma, você não precisa adquirir os produtos para comercializá-los e, com os ganhos comissionados pelas vendas, você logo consegue investir em outros planos.

Mas também existem os planos mais comuns, que exigem que o revendedor faça um investimento inicial ou compre os produtos para revender com um preço sugerido.

Nesse caso, o valor dependerá muito dos produtos e dos kits adquiridos.

Vale lembrar que é importante conhecer e ter afinidade com os produtos vendidos para não gerar nenhum risco de prejuízo.

Outra aspecto negativo desse modelo é que ele é bastante atrativo por essa possibilidade de ganho a partir da criação da sua própria rede de vendedores, mas construir uma rede de negócios sólida pode levar algum tempo.

Isso também vai depender do seu conhecimento e experiência com técnicas de vendas.

Conquistar os primeiros clientes e atrair novos vendedores pode ser uma tarefa difícil. Portanto, certifique-se de ter uma abordagem comercial bem alinhada.

Além disso, há muito de motivação no MMN.

Você pode atrair pessoas, mas elas não se interessarem conforme as primeiras objeções surgirem.

Esse é um dos principais obstáculos à solidez de sua rede.

Empresas de marketing multinível

Empresas de marketing multinível

Selecionamos quatro exemplos de empresas legais e que deram muito certo no marketing multinível em atuação no Brasil.

Mary Kay

A Mary Kay é uma empresa americana de marketing de multinível que comercializa produtos cosméticos, fundada em 1963.

De acordo com a Direct Selling News, Mary Kay foi a sexta maior empresa de marketing multinível do mundo em 2015, com uma receita no valor de de U$ 3,7 bilhões.

Suas revendedoras, também chamadas de consultoras de beleza, são facilmente reconhecidas quando chegam ao posto de líderes de vendas, pois utilizam um carro rosa, carregando a identidade visual da marca.

Você com certeza já deve ter visto uma na rua, não é mesmo?

Hinode

A Hinode é uma empresa brasileira e trabalha com uma ampla variedade de produtos de beleza e higiene pessoal.

Para entrar, é preciso comprar um kit de produtos que serão revendidos posteriormente.

Não há taxa extra de adesão, o revendedor paga apenas um valor pelos produtos e vai revendê-los para os clientes.

A empresa oferece uma oportunidade única para as pessoas que desejam desenvolver seu canal de distribuição a partir de casa, revendendo produtos ou simplesmente indicando sua loja virtual.

O lucro é de 100% na venda de qualquer produto, além de bonificações, como ganho de  20%  sobre a pontuação do primeiro pedido do seu novo consultor, por exemplo.

Herbalife

A Herbalife é uma das empresas pioneiras nesse modelo de vendas e uma das maiores empresas globais de nutrição.

Seus produtos, como suplementos, shakes e barras de proteína, são voltados para o estímulo e a promoção de uma vida saudável.

A empresa está presente em mais de 95 países através de uma rede de 4 milhões de consultores independentes.

Através dela, parte dos revendedores tem ganhos na revenda dos produtos e também por sua estrutura de marketing multinível.

A Herbalife já sofreu acusações de crime financeiro de esquema pirâmide.

No entanto, nenhum desses ataques afetaram companhia, que reforça o seu caráter de venda direta, tanto que é uma das associadas da ABEVD.

Polishop

A Polishop é uma empresa varejista brasileira com faturamento anual estimado em mais de 1 bilhão de reais.

A empresa trabalha com produtos diferentes e inovadores que geram desejo de consumo e seus infocomerciais são bastante conhecidos na TV

A partir de 2011, abriu seu canal de vendas diretas, dispondo de representação comercial independente através de marketing multinível.

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Para fazer sucesso no marketing multinível, não dá para se concentrar apenas na rede.

Ou seja, você precisa também se dedicar ao marketing.

E para isso, nada melhor do que explorar as possibilidades do mundo online.

Se você tem um site ou blog, pode criar conteúdo útil e oferecer aos seus visitantes como iscas digitais.

Para garantir a conversão que deseja, além de um bom CTA (call to action), você precisa de uma landing page poderosa, objetiva e sem distrações.

Tudo fica mais fácil quando você tem ao seu lado uma ferramenta completa, como é o Klickpages.

Veja como criar uma LP em apenas três passos, usando modelos prontos ou customizando conforme a sua necessidade:

  1. Escolha seu modelo: veja opções de alta conversão comprovada através de testes.

  2. Customize a página: é só editar textos, cores e imagens, além de ocultar elementos.

  3. Publique: depois de tudo pronto, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Conclusão: o que é marketing multinível

Ficou mais fácil de compreender as polêmicas que giram em torno desse conceito, não é mesmo?

Após a leitura deste artigo, fica claro que se trata de um modelo sustentável de negócios, baseado em produtividade e na criação de relacionamentos sólidos em toda rede de vendas.

Está pronto para começar a beneficiar a si mesmo e ao mercado aplicando um modelo de marketing multinível?

Lembre que, para que ele seja um negócio lucrativo para você, é fundamental criar bons relacionamentos com as empresas, clientes e outros revendedores.

Conte com o Klickpages e seus recursos avançados para ajudá-lo nessa jornada.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.