O que é Marketing Empresarial, qual a sua importância e como fazer

O que é Marketing Empresarial, qual a sua importância e como fazer

Como fazer do marketing empresarial um trampolim para seu negócio decolar?

Embora esse seja realmente um importante desafio, é bom ficar animado.

Como você vai ver neste artigo, não há grandes segredos para elaborar uma estratégia vencedora, capaz de posicionar a sua empresa de maneira destacada no mercado.

Mas, antes, precisamos falar sobre o conceito de marketing empresarial, sua importância e apresentar ações práticas para tirar as suas ideias do papel.

Por ser um conceito amplo, muitas pessoas tendem a ver o marketing de forma genérica, o que acaba limitando a sua abordagem.

A verdade é que concorrentes surgem a toda hora e, se você deseja manter seu negócio ativo e com visibilidade, precisa inovar e se diferenciar.

Quer mostrar o seu valor ao público?

Siga a leitura e descubra como!

O que é marketing empresarial?

O que é marketing empresarial?

Marketing empresarial é um conjunto de ações, sejam elas online ou offline, propostas com o objetivo de impulsionar o crescimento saudável de um empreendimento. É utilizado para captar a atenção de possíveis clientes, manter um relacionamento com os atuais e atender à demanda do mercado.

Resumidamente, podemos entender o conceito como o próprio nome indica: estamos falando do marketing voltado a empresas.

É claro que essa é uma visão muito simplista e que há muito mais a saber sobre o marketing empresarial.

De qualquer forma, embora tenha suas especificidades, ele traz muito daquilo que você conhece como marketing e o aplica no dia a dia.

Vale lembrar que, como em qualquer estratégia de marketing, o sucesso das ações depende bastante do comprometimento dos colaboradores da empresa.

Ou seja, você precisa de uma equipe engajada se deseja atingir seus objetivos.

Qual a importância do marketing empresarial?

Qual a importância do marketing empresarial?

Impossível falar em marketing empresarial sem destacar suas vantagens para qualquer negócio, seja ele de grande, médio ou pequeno porte.

Em primeiro lugar, ele ajuda a compreender os objetivos e necessidades dos seus consumidores.

Ao  entender o seu comportamento, fica muito mais fácil entregar o produto ou serviço certo da forma correta para solucionar os problemas dos clientes.

Levando em conta o atual cenário econômico, de alta competitividade, se uma empresa deseja sobreviver e se manter no mercado, ela precisa entregar algo inovador para seu público.

Ou seja, depende de encontrar seu diferencial, mas também de saber destacá-lo.

E é justamente aí que o marketing empresarial entra.

O foco é dizer ao mundo que aquilo que o negócio oferece (e na forma que faz isso) não é mais do mesmo.

Outro aspecto importante do marketing empresarial é a capacidade de entregar valor para os clientes, indo muito além das características tangíveis do produto.

Para evidenciar essa criação de valor, basta pensarmos na gigante Apple.

Seus produtos possuem um design exclusivo, mas, no fundo, sabemos que existem outras marcas no mercado tão boas quanto e até mesmo mais baratas.

Mas, então, o que faz a Apple ter tantos clientes apaixonados, verdadeiros fãs da marca?

É justamente o valor agregado aos produtos, divulgados graças às ações de marketing da empresa.

Isso acaba criando uma identificação com a marca e a sensação de exclusividade ao possuir um iPhone, por exemplo.

Vale ressaltar que, principalmente, em tempos de internet, os consumidores estão fugindo cada vez mais de anúncios indesejados.

Por isso, o marketing empresarial entra como um dos principais aliados para encontrar os consumidores certos para os produtos ou serviços que você vende.

Isso evidencia de forma sútil como eles farão a diferença na vida de quem os consome.

Marketing empresarial X marketing pessoal

Marketing empresarial X marketing pessoal

Partindo da ideia de que marketing é um conjunto de estratégias planejadas para atingir determinados objetivos, o conceito se entende para além do mundo dos negócios.

Ou seja, o marketing também pode ser utilizado para benefício pessoal, sendo utilizado principalmente por profissionais liberais e autônomos para conseguirem se destacar no mercado.

Porém, existe uma diferença crucial entre o marketing pessoal e o empresarial.

No primeiro, as estratégias são pensadas com base nas particularidades e objetivos de cada profissional em si.

Já no marketing empresarial, o trabalho precisa acontecer através da união entre os gestores e colaboradores como um todo e, não apenas da motivação pessoal, para alcançar as metas da organização.

Obviamente, estamos falando de uma maior abrangência.

Não é apenas o que um profissional específico representa, mas a sua marca, a sua empresa.

Como consequência óbvia, no marketing empresarial, saímos da individualidade para o coletivo.

Então, isso significa que os desafios são maiores?

É um ponto de vista, mas você só vai descobrir quando começar a elaborar as estratégias – e é sobre isso que falaremos agora.

Elaborando estratégias com o marketing empresarial

Elaborando estratégias com o marketing empresarial

Quem trabalha com marketing sabe que ele envolve uma série de estratégias para alcançar os resultados desejados.

Como cada negócio possui sua própria lógica de funcionamento, consequentemente, o plano de marketing e as ações que ele prever podem variar de acordo com o segmento do mercado, entre outros fatores.

Porém, existem boas práticas que podem ser aplicadas em praticamente qualquer empresa.

Entre elas, é imprescindível conhecer bem os 4P’s do marketing do seu negócio: produto, preço, praça e promoção.

Compreender bem esses elementos servirá de base para planejar qualquer ação da sua empresa, seja para divulgação, posicionamento ou conquista de relevância ou autoridade no mercado.

Vamos falar mais detalhadamente de cada um deles agora..

Produto

Esse primeiro P está relacionado com aquilo que sua empresa está oferecendo para satisfazer as necessidades dos seus clientes, seja ele um produto físico ou um serviço.

Ressaltamos a importância de evidenciar os atributos do produto, seus diferenciais em relação aos concorrentes e, finalmente, mostrar que ele está ali para realmente solucionar os problemas do cliente.

Preço

Após ter definido de forma clara o que você está vendendo, é preciso atribuir um valor monetário que os consumidores terão que pagar em troca do produto ou serviço.

É uma etapa bastante sensível, que exige atenção redobrada.

Um preço mais alto pode passar a impressão do produto ter uma melhor qualidade, como no exemplo da Apple.

Por outro lado, preços mais baixos podem ser mais atrativos e, por isso, tendem a ser a escolha da maioria das pessoas.

E agora, por qual caminho seguir?

O ideal é buscar um equilíbrio, encontrando um valor que seja justo tanto para o cliente quanto para o fornecedor.

Praça

O terceiro P está relacionado com o ponto comercial onde os produtos serão distribuídos e comercializados.

Então, quer dizer que a praça é, necessariamente, um ponto físico?

Nada disso.

Ela pode se referir também ao ambiente virtual, ou seja, um site ou um e-commerce.

Não podemos esquecer também das vendas diretas, que se dão por catálogo ou através de revendedores ou parceiros.

Embora não dependam de um ponto de venda físico, também podem ser considerados como praça.

Dê a devida atenção para esse elemento, pois ele vai impactar bastante na experiência de consumo do seu cliente.

Promoção

Se você ainda é iniciante no assunto, pode achar que esse P está relacionado com a oferta de descontos e coisas do tipo.

Não se engane com esse tipo de visão limitada.

Na verdade, ele está relacionado com o ato de promover, ou seja, com a divulgação do seu produto ou serviço para as pessoas que se interessam por ele ou que podem vir a se interessar.

É preciso se certificar de escolher os canais de comunicação mais utilizados por seus clientes para aumentar o conhecimento da sua marca.

Se será algo digital ou nos moldes tradicionais, isso vai depender do ramo de cada negócio.

Por vezes, divulgar seu produto na internet, além de ter um melhor custo-benefício que gravar um VT para televisão, por exemplo, pode alcançar as pessoas certas mais facilmente.

Mas isso depende não apenas de questões financeiras.

O primeiro passo, certamente, é conhecer a fundo o seu público e responder quem é a sua persona.

Como aumentar as vendas com marketing empresarial

Como aumentar as vendas com marketing empresarial

Se você chegou até aqui, já deve ter notado que, quanto mais o marketing for utilizado para guiar os passos da empresa, maiores serão as chances de gerar lucro com suas ações.

Nesse contexto, investir em uma boa gestão de marketing é essencial para ganhar destaque no mercado, aumentar as vendas e fidelizar os clientes.

Pensando nisso, selecionamos alguns passos para ajudá-lo nesse processo, seja você iniciante no mundo do marketing ou não.

O interessante é fazer uso das ações a seguir em conjunto com os 4P’s do seu negócio já bem definidos.

Ou seja, a etapa inicial é aquela sobre a qual falamos anteriormente.

Conheça bem o público da sua empresa

Você já conseguiu identificar as buyers personas do seu negócio?

Se sim, parabéns, você está no caminho certo.

Caso contrário, é preciso parar e pensar bem essa questão.

Conhecer a fundo seu público, seu dia a dia, suas dores e objetivos, vai impactar positivamente sua abordagem comercial.

Isso ajuda a criar melhores argumentos para convencer o consumidor a se interessar pelo que oferece e efetuar a compra.

Argumentos mais inteligentes são essenciais para chamar a atenção do público e despertar o desejo de consumo por seu produto ou serviço.

Use a abuse das redes sociais

Use a abuse das redes sociais

Com a popularização dos smartphones, as redes sociais passaram a fazer parte do nosso dia a dia, até que acabaram dominando ele.

É difícil encontrar alguém que não esteja presente em pelo menos uma delas.

Obviamente, não precisamos nem dizer que é essencial que sua empresa também tenha uma presença digital ativa.

Isso porque ela cria um canal de comunicação direta com seus consumidores, facilitando a interação e estreitando o relacionamento com eles.

Além disso, é uma ótima opção para fazer a promoção do seu produto e reforçar o posicionamento e os valores da sua marca de uma forma mais informal e casual.

Aposte no marketing de conteúdo

Para aumentar a credibilidade do seu negócio, você precisa transmitir para seus consumidores que a sua empresa é referência naquele ramo.

O marketing de conteúdo cai, então, como uma luva para fortalecer a relação com seus clientes.

Isso porque ele ajuda a atrair possíveis clientes de forma natural e orgânica, além de criar conteúdos que agreguem valor e ajudem a responder às dúvidas dos clientes.

Não se detenha em apenas alguns formatos de conteúdo.

Tente identificar qual o formato mais consumido por seus clientes e explore as possibilidades.

Por exemplo, se você deseja criar um tutorial de alguma funcionalidade do seu serviço, talvez a melhor opção seja um vídeo no lugar de um post no blog da empresa.

Ou quem sabe um webinar?

Além disso, uma pesquisa da Rock Content mostrou que 47,3% das empresas que aderem ao marketing de conteúdo tem um bom conhecimento do seu funil de vendas, o que permite trabalhar os leads mais assertivamente.

Utilize e-mail marketing

Assim como as redes sociais, o e-mail marketing é uma excelente ferramenta para estreitar o relacionamento com seus clientes.

O que o mercado hoje oferece para essa funcionalidade permite um alto grau de personalização dos e-mails.

Isso influencia bastante no sucesso desse tipo de estratégia.

Além de possibilitar uma comunicação mais próxima e humanizada com o cliente, o e-mail pode ser utilizado para divulgar conteúdos novos do seu blog, enviar uma newsletter com notícias, fazer convite para eventos, oferecer descontos exclusivos, etc.

A automação de marketing também é outro recurso que ajuda a nutrir e a educar possíveis clientes e clientes atuais.

Uma dica: divida sua base de contatos em áreas de interesse.

Assim, fica fácil segmentar o conteúdo certo para o cliente e evitar que seus e-mails acabem sendo taxados como spam.

Acompanhe de perto tudo o que é dito sobre sua empresa

A gestão da marca em conjunto com as estratégias de marketing empresarial são essenciais para construir uma boa percepção da sua empresa.

Dito isso, é importante que você esteja sempre atento ao que estão dizendo da sua marca no mercado, seja algo positivo ou negativo.

As redes sociais, por exemplo, podem ser uma boa maneira de descobrir a opinião dos consumidores sobre o seu negócio.

Além delas, existem ferramentas como o Scup, que são especializadas em fazer o monitoramento do que dizem sobre seu negócio.

Entregue soluções

Entregue soluções

Para garantir um crescimento estável, não fique preso só no objetivo de aumentar as vendas.

Você precisa inserir na mente e no coração dos consumidores a ideia de que seu produto ou serviço está ali para solucionar os problemas deles, e não o contrário.

Isso porque, com certeza, existem outros produtos similares ao seu no mercado.

Logo, você precisa se destacar de alguma maneira para não ser apenas mais um na prateleira.

Não se esqueça do endomarketing

Muitas empresas focam apenas no cliente e acabam se esquecendo que os colaboradores também desempenham um papel importantíssimo para garantir o sucesso da marca.

Portanto, uma empresa que não investe em ações de endomarketing acaba pondo em risco o trabalho como um todo.

Não existe uma fórmula mágica para isso.

O importante é demonstrar para a sua equipe que você se preocupa com ela e como cada um tem um papel chave para seu negócio cresça e apareça.

Além disso, é interessante sempre manter toda a equipe a par dos objetivos e desafios da empresa.

Você verá como uma equipe engajada irá impactar positivamente nos lucros.

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

O marketing empresarial não tem segredos, como você acabou de ver.

Ele exige planejamento, ações estratégias e muita proximidade com seu público-alvo.

Parte daqueles que podem vir a ser seus clientes pouco ou nada sabem sobre a sua empresa no momento, o que ela oferece e como faz isso.

Então, seu desafio é trazer tais pessoas para o seu funil de vendas.

É preciso conversar com elas, ser notado e despertar o interesse por sua marca.

Obviamente, conduzi-lo pela jornada de compra exige ações precisas.

Se você ainda não utiliza seu site ou blog para capturar leads, está perdendo uma oportunidade.

Ao conversar com o cliente em artigos ou ao apresentar promoções, não perca a chance de obter seu contato para, depois, promover abordagens mais direcionadas.

Isso pode acontecer através de um convite para assinar uma newsletter, receber novidades por e-mail, baixar um e-book ou se inscrever em um curso gratuito.

Não importa qual seja a ação, é preciso caprichar na landing page, pois isso aumenta muito a chance de confirmar as conversões desejadas.

Para tanto, o Klickpages é a ferramenta ideal.

Confira os três passos básicos para criar a sua:

  1. Escolha seu modelo: conheça opções que possuem alta conversão comprovada através de testes.
  2. Customize a página: como próximo passo, edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.
  3. Publique: com tudo pronto, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Viu só como é fácil e rápido?

Conclusão

Conclusão

Neste artigo, ficou claro que, nos dias de hoje, onde você não é a única opção no mercado, é imprescindível aplicar ações de marketing empresarial para se destacar na concorrência.

Analise seu segmento de mercado, defina bem os 4P’s, dê valor aos seus colaboradores e aposte em ferramentas para garantir que seus objetivos sejam alcançados.

Entre elas, na hora de capturar leads, lembre-se de contar com o Klickpages para construir uma landing page perfeita para as suas estratégias.

Preparado para montar uma estratégia de marketing empresarial de sucesso e aumentar suas vendas?

Boa sorte nesse desafio!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.