Marketing digital no YouTube: como oferecer o que as pessoas buscam na internet

Marketing digital no YouTube: como oferecer o que as pessoas buscam na internet

Fazer marketing digital no YouTube é a sua chance de oferecer exatamente o que as pessoas estão buscando na internet.

Talvez você não saiba, mas existem três motivos para alguém entrar na rede: conexão, entretenimento e informação. 

Pensa comigo.

Muita gente quer se conectar com amigos, familiares e conhecidos para trocar mensagens e estreitar os relacionamentos. 

Outras pessoas estão aproveitando um momento de lazer e querem gastar o tempo livre consumindo um conteúdo de que gostem.

E por último tem o grupo que está procurando informação. Fazendo pesquisas por curiosidade ou querendo aprender alguma coisa.

E o fato é o seguinte. 

Se a sua empresa tiver um canal no YouTube, você pode atrair essas pessoas para o seu negócio.  

Porque por lá elas podem interagir com uma comunidade que tem os mesmos interesses. Além de consumir conteúdo interessante e que ao mesmo tempo seja relevante.

Isso é, com o qual os seus potenciais clientes aprendam algo capaz de resolver um problema ou deixá-los mais perto de realizar um sonho. 

Isso te ajuda a construir audiência e reforça a autoridade da sua marca – o que tende a aumentar as suas vendas.

Fora que, se o seu objetivo é vender na internet, não dá para ignorar o YouTube na hora de promover os seus anúncios.

Então, se você quer aproveitar todo o potencial desta plataforma, continua aqui comigo até o final deste artigo porque eu vou te mostrar: 

  • Por que fazer marketing digital no YouTube;

  • Benefícios para o seu negócio;

  • Que conteúdo criar para o seu canal;

  • 5 dicas essenciais para otimizar os seus vídeos;

  • Como mensurar os seus resultados;

  • 5 canais para seguir no YouTube.   

Vamos lá?

Por que fazer marketing digital no YouTube? 

Por que fazer marketing digital no YouTube

Se você ainda não sabe, o YouTube é o segundo mecanismo de busca e o segundo site mais acessado do mundo, ficando atrás apenas do Google

Imagina só a quantidade de pessoas que você pode alcançar se souber usar as estratégias certas para isso.

Para você ter uma ideia, 1,5 bilhão de pessoas acessam essa mídia social todos os meses. E você pode atrair uma grande parcela dessa audiência para o seu negócio ao criar o seu canal por lá.  

Para te ajudar a colocar a mão na massa, eu separei dois artigos que podem ser úteis na hora de iniciar o seu canal.  

Porque, como eu te falei antes, no YouTube você tem a oportunidade de oferecer exatamente aquilo que as pessoas estão buscando na internet.

Ou seja, interação, entretenimento e informação. 

Além disso, fazer vídeo marketing pode aumentar as chances do seu conteúdo ser compartilhado em até 1.200%.  

E não tem como fazer vídeo marketing de forma eficiente sem investir em marketing digital no YouTube, já que atualmente vídeos e YouTube são praticamente sinônimos. 

Além disso, você também pode patrocinar anúncios para atrair leads (potenciais clientes) ou gerar vendas para o seu negócio. 

E esses são só alguns motivos para você fazer marketing digital no YouTube, não são os únicos.

Agora eu vou te mostrar quais são os…

Benefícios de fazer marketing digital no YouTube

Benefícios de fazer marketing digital no YouTube

Você acabou de ver por que é importante fazer marketing digital no YouTube. Só que aqui eu vou te falar mais sobre alguns benefícios de apostar nessa estratégia.  

1. Aumento da sua autoridade

Ter um canal consistente, que funcione como uma verdadeira biblioteca de informação para a sua audiência, tem o potencial de aumentar a sua autoridade.

Isso pode influenciar muito a decisão de compra dos consumidores. Porque o fato é o seguinte: as pessoas compram de quem elas confiam.

E se elas te enxergam como um especialista, uma autoridade no seu nicho de mercado, elas tendem a comprar o seu produto ou serviço.

Além disso, se ela está constantemente vendo anúncios sobre você na plataforma, as chances são que, mais cedo ou mais tarde, ela vai querer saber mais sobre você.

E nada melhor do que encontrar um canal completo e atualizado, com conteúdos realmente úteis, nessa hora. 

2. Facilidade de segmentação

O YouTube, como a maioria das redes sociais, permite que você faça diversas segmentações na hora de selecionar o público-alvo os seus anúncios.

Você pode selecionar palavras-chave específicas, tipos de interesse e comportamento, faixa etária, localização geográfica e por aí vai.  

3. Melhor posicionamento

Como eu te disse antes, o YouTube é o segundo buscador mais utilizado do mundo e por isso você pode (e deve!) aplicar técnicas de SEO por lá. 

SEO significa “Search Engine Optimization” ou “otimização para mecanismos de busca”, em português.

Ou seja, é utilizar um conjunto de estratégias para aumentar as chances do YouTube exibir o conteúdo do seu canal para os usuários.

E eu vou te falar mais sobre isso daqui a pouco. 

Antes, você precisa saber o que publicar. 

Que conteúdo criar para o seu canal?

Que conteúdo criar para o seu canal

Para aproveitar os benefícios de investir em marketing digital no YouTube, é preciso que você escolha com cuidado o que vai colocar no seu canal.   

Mas, basicamente, existem dois tipos de conteúdos que são obrigatórios para quem quer vender na internet. 

Um é capaz de chamar a atenção de muitas pessoas. Já o outro pode aprofundar o seu relacionamento com elas.

Por isso, você precisa investir nos dois tipos de publicação, que são conteúdo raiz e conteúdo nutella. 

Se você ainda não conhece esses termos, calma que eu explico. 

O conteúdo raiz é denso e precisa ter no mínimo 30 minutos. Ele é capaz de aumentar a sua autoridade e aprofundar o seu relacionamento com o público. 

Você precisa publicar pelo menos dois vídeos raízes por semana. 

Já o conteúdo nutella é mais curto e, como o próprio nome sugere, pode ser mais atraente para uma audiência que ainda não te conhece tão bem. 

Além disso, o nutella deve ser um trecho de um dos seus conteúdos raízes, isso gera mais credibilidade e deixa o expectador com gostinho de quero mais. 

O ideal é que você publique pelo menos um vídeo nutella diariamente. 

Assim você atrai novos públicos constantemente e mantém contato diário com a sua audiência.

Além de aumentar a autoridade da sua marca e as suas chances de vender mais, claro. 

Se quiser saber mais sobre esse assunto, confira o vídeo o conteúdo raiz versus o conteúdo nutella

E, para te ajudar a ter ainda mais resultado com todo esse conteúdo, eu separei…

5 dicas essenciais para otimizar os seus vídeos

5 dicas essenciais para otimizar os seus vídeos

Como eu te disse ali em cima, além de oferecer conteúdo de qualidade, você precisa aplicar as técnicas de SEO na hora de atrair tráfego orgânico para o seu canal. 

Dá só uma olhada nas dicas que eu trouxe para te ajudar nessa missão.  

1. Invista em palavras-chave

Antes mesmo de pensar no tema para gravar o vídeo, é importante que você defina qual será a palavra-chave dele.

Você pode pesquisar na própria barra de busca do YouTube, basta colocar uma palavra e conferir quais são os termos que aparecem primeiro.

Outra ideia é usar o Google Trends, ele mostra o que as pessoas estão buscando no momento.

Ou o Google Keyword Planner, que te permite pesquisar palavras e frases relacionadas com o que você vende. 

2. Otimize o título

Além de ser atrativo para a sua audiência, o título também precisa cumprir certos requisitos para ser amigável ao algoritmo do YouTube (é ele quem decide se o seu conteúdo será recomendado ou não). 

O título precisa ter entre 40 e 55 caracteres e dar destaque para a palavra-chave que você escolheu. 

3. Faça uma boa descrição

Talvez você não saiba, mas o mecanismo de busca lê a descrição do vídeo e isso pode te ajudar a ranquear o seu conteúdo melhor.

Faça um resumo interessante e que desperte a curiosidade do usuário. E não se esqueça de colocar a palavra-chave lá também. 

4. Ajuste o nome do arquivo

Para facilitar o trabalho do mecanismo de busca do YouTube, você precisa editar o nome do seu arquivo antes mesmo de subi-lo para a plataforma.  

Coloque a sua palavra-chave nele e separe cada termo usando um hífen. 

Se a sua palavra-chave for marketing digital não deixe o nome do arquivo como “meu vídeo número 10”.

Modifique a nomenclatura para “marketing-digital-no-youtube.mp4”, por exemplo.   

5. Capriche na capa (thumbnail)

Thumbnail é aquela imagem fixa que aparece no vídeo antes de você clicar para assistí-lo. 

Embora esse não seja um fator determinante de SEO, uma boa capa te ajuda a atrair mais visualizações. 

E quanto mais gente assistir aos seus vídeos, maiores são as chances deles aparecerem nas primeiras posições dos resultados de busca. 

Confira mais sacadas no artigo 18 dicas para ter melhores resultados orgânicos no YouTube, que a Juliana fez aqui pro blog do KP. 

Tão importante quanto otimizar os vídeos é saber se o seu trabalho está funcionando. Por isso eu vou te mostrar… 

Como mensurar os seus resultados

Como mensurar os seus resultados

Depois de ver como otimizar os seus vídeos, chegou o momento de saber como analisar o desempenho do seu trabalho.  

No YouTube é possível gerar relatórios sobre os número de acessos do seu canal, a quantidade de visitas separadas por região, além do tempo de visualização de cada vídeo.

Esses dados permitem que você veja o que está funcionando e que precisa ser melhorado no seu canal. E eu vou te falar mais sobre isso agora.  

1. Número de visualizações

Com base no número de visualizações de cada vídeo dá para você saber quais são os queridinhos da sua audiência.

Assim, você pode tentar repetir ou até mesmo aperfeiçoar a fórmula que está dando certo. 

Mas não esqueça de considerar outras variáveis, além do conteúdo, como o dia e o horário das postagens.

Faça testes constantes para garantir que as pessoas vão receber o seu conteúdo no momento certo.

Além disso, também é preciso tirar proveito dos vídeos que não estão indo tão bem. Tente descobrir o que seus vídeos com menos visualizações têm em comum para não continuar repetindo os mesmos erros.

Depois de uma fase inicial de testes, você pode definir metas de visualização para os seus conteúdos e verificar se elas estão sendo alcançadas. 

 2. Tempo assistido

O YouTube Analytics, o lugar onde é possível gerar os seus relatórios, também te mostra o tempo médio assistido.

Isso é o período que os usuários gastam vendo o seu canal como um todo ou por cada vídeo individualmente.

Se as pessoas passam muito tempo lá, isso indica que elas estão gostando do que assistem. 

Imagine que você publicou um vídeo de 30 minutos que tem muitas visualizações, por exemplo, mas as pessoas só assistem 5 minutos desse total. 

Isso seria um indicativo de que ele é atraente, ou seja, chamou a atenção das pessoas, mas tem algum problema que precisa ser resolvido.

Ele pode estar confuso, a linguagem utilizada pode não estar adequada ao público-alvo ou qualidade da imagem e do som podem estar comprometidas.

O importante é que você ajuste os possíveis problemas para agradar a sua audiência.  

3. Taxa de conversão

Uma das maneiras mais eficientes para saber se os anúncios estão dando certo no YouTube e analisar a taxa de conversão. 

Essa métrica ajuda o profissional de marketing a verificar o desempenho de uma campanha online.

Assim, dá para saber se as ações estão trazendo o retorno esperado sobre o investimento que foi feito.

Ela é medida com base no número de visitantes que realizaram alguma ação que você planejou, no seu site ou em uma landing page.

Essa ação pode ser a compra ou não do seu produto ou serviço.

Aprenda como fazer esse cálculo no artigo taxa de conversão: o que é, como calcular e como aumentar a sua, que o Hugo fez aqui para o blog do KP. 

Mensurar os seus resultados é um passo importante para o sucesso da sua estratégia de marketing digital no YouTube.

Então, é importante que você esteja sempre atualizado sobre o que está rolando. 

Por isso, eu separei 5 canais sobre marketing digital e empreendedorismo que você pode seguir no YouTube.

5 canais para seguir no YouTube

5 canais para seguir no YouTube

Como informação nunca é demais, confira o que cada canal tem a oferecer e aproveite ao máximo as informações. 

Anota aí:

1. Erico Rocha

Com mais de 1 milhão de inscritos, o canal do Erico Rocha é endereço obrigatório para quem quer criar um negócio digital do zero ou aprender a vender na internet. 

Lá ele compartilha sacadas e dicas valiosas para quem quer aprender a fazer um 6 em 7, isto é, R$ 100 mil de faturamento em 7 dias consecutivos. 

2. Klickpages

No canal do Klickpages, você encontra diversos tutoriais que ensinam a usar as nossas ferramentas.

Além de conteúdo sobre tráfego, geração de leads (potenciais clientes) e dicas para quem quer fazer lançamento.

Só para não pecar pela falta de clareza, lançamento é uma das maneiras mais eficazes de vender online.

3. Google para seu Negócio

O canal do Google para seu negócio não tem atualizações muito frequentes, mas por lá você pode encontrar diversos conteúdos úteis para a sua empresa.

Além de saber mais sobre os produtos da empresa, como o gmail, utilização de planilhas e formulários.

4. Hubspot Brasil

A Hubspot é uma empresa especializada em inbound marketing (marketing de atração) e no canal da Hubspot Brasil existem diversos conteúdos.

São vídeos úteis, principalmente para quem quer saber mais sobre inbound marketing, os temas focam em ferramentas, soluções e estudos de caso

5. Hotmart 

No canal da Hotmart você encontra aulas, entrevistas, lives e palestras sobre marketing e empreendedorismo digital. 

A ideia é te ajudar a gerar audiência aumentar as suas vendas. 

Depois de se inspirar nessas referências, conheça a ferramenta que pode te ajudar a ganhar dinheiro online

Como usar o marketing digital no YouTube para gerar leads

Como usar o marketing digital no YouTube para gerar leads

Eu acabei de te mostrar 5 canais de primeira para você seguir no YouTube. Agora, eu vou dar a letra sobre uma ferramenta essencial para o crescimento do seu negócio.

Se você quer vender na internet, vai precisar de uma landing page, uma página focada em conversão feita especialmente para que o usuário execute a ação que você planejou. 

Essa ação pode ser a captura do email. Com ele, você pode começar um relacionamento para educar essa pessoa sobre as vantagens do seu produto ou serviço até que ela esteja pronta para comprar de você

Agora, se você não sabe como criar uma landing page, não precisa se preocupar. Nessas horas o Klickpages é o seu maior aliado.

Com o KP, você pode fazer suas páginas de um jeito muito fácil e intuitivo, seguindo apenas 3 passos simples. 

Olha só:

  • Escolha seu modelo: existem muitas opções de alta conversão que já foram testadas e aprovadas pelo mercado; 

  • Divirta-se deixando a página com a sua cara: edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar os elementos que você não precisa;

  • Publique: com tudo pronto, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Conclusão marketing digital YouTube

As chances são que depois de ler este artigo você está pronto para oferecer o que as pessoas buscam na internet.

Aqui, você viu por que fazer marketing digital no YouTube e que benefícios isso pode trazer para o seu negócio.

Eu te mostrei que conteúdo criar para o seu canal e 5 dicas essenciais para otimizar os seus vídeos, como a utilização de palavras-chave e a criação de uma boa thumbnail.

Você conferiu também como mensurar os seus resultados calculando a taxa de conversão, por exemplo.

Além de 5 canais para você seguir no YouTube, com sacadas e dicas para o seu negócio que podem servir de inspiração para você.

Você já sabia como fazer marketing digital no YouTube?

Me conta o que achou do artigo aqui nos comentários. 😉 

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Apesar de ter os dois pés bem plantados na realidade, adoro me transportar para os universos da fantasia como Nárnia, Terra Média e Hogwarts. Sou apaixonada por viagens, livros, filmes e pessoas, não necessariamente nessa ordem (hahahaha). No time de conteúdo do Klickpages, escrevo sobre empreendedorismo e marketing digital porque acredito no poder das histórias.