O que é Landing Page, para que serve e porque você precisa de uma

O que é Landing Page, para que serve e porque você precisa de uma

Não há sucesso possível no marketing digital sem entender o que é landing page e utilizá-la a favor da sua estratégia.

Se você quer vender um infoproduto, precisa de uma landing page. Para ofertar um material rico, como e-book, também.

Isso para citar apenas dois exemplos de sua aplicação.

Seja qual for o seu objetivo na web, você tem o desafio de aprender como criar uma landing page, e este artigo pode ajudar.

Vamos conferir a partir de agora o que é landing page, para o que ela serve e como construir a sua da forma mais adequada à sua estratégia e seus objetivos.

Este é um guia completo, que reúne tudo o que você precisa saber e é fácil de colocar em prática.

Ao final do texto, você estará bem mais preparado para montar uma landing page de sucesso, gerar as conversões que deseja, atrair leads e qualificá-los a caminho da sua base de clientes.

Parece bom para você? Então, vamos em frente!

O que é Landing Page?

O que é Landing Page?

Landing page é uma página de conversões, também chamada de página de destino ou de entrada. Ao utilizar uma linguagem direta e objetiva, ela tem como foco conduzir o usuário a realizar uma ação no seu site ou blog.

Observando dessa forma, talvez o conceito ainda pareça um tanto subjetivo.

Afinal, você quer que todas as suas páginas levem o usuário a um clique, uma compra ou um download, por exemplo.

A diferença é que a landing page é construída exatamente com esse objetivo e nenhum outro.

Ela é proposta, criada e divulgada para realizar conversões.

Assim, tudo aquilo que pode gerar distrações, prejudicar ou comprometer de alguma esse objetivo deve ser eliminado.

É, portanto, uma página mais limpa, com menor quantidade de links e de elementos visuais.

Isso não significa que uma landing page não tenha itens obrigatórios. Ele existem, sim, e vamos falar detalhadamente sobre eles ainda neste artigo.

No momento, vale utilizarmos exemplos para que não reste dúvidas sobre o que é landing page.

Vamos supor que você queira que o usuário de seu site ou blog baixe um e-book, que você criou como isca digital.

Conduzi-lo ao download depende de um Call to Action ou CTA, que é a chamada à ação, um convite para que o usuário saia da inércia e reaja ao seu conteúdo.

Para isso, entre outras estratégias, pode se valer de um link em meio a um post, por exemplo.

Não é um esforço que deva ser descartado, mas há opções que tendem a dar bem mais resultado.

Também pode utilizar botões de CTA, como na imagem abaixo.

CTA Ignição - Klickpages

E ainda tem o recurso de um banner, como vemos agora.

CTA Klickpages

Em comum, todas essas estratégias levam a uma landing page. É ali, nessa página de destino, como o nome indica, que a conversão propriamente dita será confirmada.

Para fazer o download do material rico que você oferece, o usuário registrará em um formulário simples os seus contatos.

O que mais importa nesse contato é o seu nome e seu e-mail.

A partir daí, você tem um novo lead, que se configura como um potencial cliente.

Veja na imagem abaixo um exemplo de landing page, que é justamente a página de destino do banner de CTA que apresentamos antes.

CTA ebook Klickpages

Entendeu melhor o que é landing page? Agora, é hora de descobrir mais sobre a sua função.

Para que serve

Como você acabou de ver, uma landing page serve para realizar conversões e, partir delas, gerar leads.

Dessa forma, ela se constitui em um passo importante no processo de venda de produtos e serviços.

É através da landing page que você irá iniciar o relacionamento com muitos dos seus futuros clientes.

E é por essa razão que ela precisa ser construída com linguagem convidativa e aparência atrativa.

A confirmação da conversão e a atração de um potencial cliente para a sua base de contatos depende dessa estratégia.

Reside aí outro aspecto que merece a sua atenção: uma landing page não é uma página qualquer, definitivamente.

Logo, um dos principais erros no marketing digital é não dar valor a ela e tratá-la como uma homepage, por exemplo, como veremos a seguir.

Landing Page vs Homepage

Landing Page vs Homepage

Você pode ter uma noção sobre o que é landing page e, ainda assim, confundir o termo com homepage.

Afinal, como lembramos antes, uma das formas de se referir a ela é como página de entrada.

E o que é a página inicial de um site se não uma página de entrada, certo?

Mas é preciso esclarecer as diferenças.

A homepage é a capa de um site. Ela aponta caminhos, mas não a solução para a necessidade do usuário.

Já a landing page, sim, tem como objetivo responder a uma demanda específica do usuário.

A homepage é subjetiva, cheia de links, imagens e também anúncios.

A landing page é objetiva, com elementos restritos para evitar distrações.

A primeira apresenta ao usuário uma série de opções; a segunda, recomenda claramente o que ele deve fazer ao indicar um único caminho.

Ficou mais claro agora?

Por que usar Landing Pages?

Por que usar Landing Pages?

Agora que já domina o que é landing page, vale avançar para entender a importância dessa ferramenta em sua estratégia de marketing digital.

Você já viu que ela objetiva conversões e gera leads.

Mas por que você precisa disso?

Se ainda não conhece o conceito de funil de vendas, vale a pena se informar.

Visualize a figura de um funil.

No topo dele, está o seu público-alvo, que é sempre bem abrangente.

Depois, vêm os potenciais clientes.

Abaixo, aqueles que revelam maior propensão a contratar seus serviços ou comprar seus produtos.

Por último, na base do funil e em número bem mais restrito, os seus clientes efetivos.

Para que um alvo se torne um cliente, você depende da conversão em lead e da nutrição desse contato, qualificando a relação com ele.

E adivinha só por qual meio você irá iniciar esse processo? Se respondeu landing page, acertou.

Essa é uma ferramenta que agrega muito se for criada e utilizada corretamente.

Seu maior valor se dá justamente no início do relacionamento, mas um bom estrategista recorre à landing page sempre que deseja conversões.

E essa é uma necessidade que aparece em outras etapas do seu funil de vendas.

Então, entender o que é landing page e dominar a ferramenta é etapa imprescindível para o sucesso de suas campanhas no marketing digital.

O que uma boa Landing Page precisa ter

Agora que já está mais claro o que é, para o que serve e por que você precisa de uma landing page, é hora de entender quais são os seus elementos obrigatórios.

Utilize as informações abaixo para criar landing pages poderosas.

É importante se concentrar em cada etapa, mas não deixar de pensar no contexto geral. Lembre-se sempre de qual é o seu objetivo com essa peça.

Tendo isso em mente, agora só falta prestar atenção naquilo que não pode faltar na sua landing page.

Ser objetiva

Ser objetiva

Você lembra do que falamos antes sobre distrações?

Ao agregar elementos que vão atrapalhar o foco do usuário, você só irá se distanciar do objetivo da landing page.

É verdade que há formatos nos quais a narrativa é extensa, com a estratégia de contar uma história e envolver emocionalmente o leitor.

Mas, em regra geral, a dica é ir direto ao ponto, sem rodeios.

Quanto mais você disser em menos palavras, melhor.

Obviamente, isso exige algum talento criativo na escrita. Mas se você acha que não possui nenhum, permita-se experimentar.

O melhor exercício para alcançar uma landing page objetiva é praticar.

Escreva, monte, revise, ajuste e escreva de novo.

Título chamativo

A dica que acabamos de dar sobre a repetição do exercício para alcançar uma landing page ideal se aplica também aqui.

Nunca esqueça que ela existe para tirar o usuário da inércia, levá-lo a se mexer na cadeira e abandonar a zona de conforto.

Entre clicar no botão ou fugir da sua landing page, essa é uma decisão que ele toma em segundos. Pouquíssimos segundos, aliás.

Você precisa de um título chamativo para garantir que, no mínimo, ele pense um pouco mais a respeito antes de fechar a sua landing page sem converter.

O ideal é conquistá-lo já nessa fase, em poucas palavras.

Vamos a um exemplo?

Se você deseja o download de um e-book sobre empreendedorismo, qual dos títulos abaixo parecem mais interessantes para você?

  • Como abrir a sua empresa sem complicação

  • Tudo o que você precisa saber para abrir a sua empresa hoje mesmo

  • Desvendamos os segredos para abrir uma empresa de sucesso

  • 5 dicas espetaculares para abrir sua empresa em tempo recorde.

As opiniões sobre o título mais convidativo podem ser variadas. Mas o que importa é o exercício. É pensar no seu público, no que ele gosta de ler e caprichar.

Escreva, repita e refaça até alcançar um título que considere perfeito.

Formulário simples

Formulário simples

Se você entendeu bem o que é landing page, sabe que uma das razões para ela existir é para fisgar o usuário e convertê-lo em potencial cliente.

Só que isso depende de um formulário de contato.

Afinal, se ele não registrar o e-mail ao menos, sua ação não terá sentido algum.

Por outro lado, pegue leve nos dados solicitados.

Lembre-se da objetividade necessária para o sucesso de uma landing page.

Nada de pedir CPF ou outro número de documento, por exemplo.

Como já destacamos antes, nome e e-mail são as informações que você precisa para essa conversão. Depois, sim, ao nutrir os leads, você pode avançar.

Mas se optar por um formulário complexo nessa fase, é bastante provável que afugente o usuário.

Oferta

Oferta

Agora, de que adianta ter uma landing page objetiva, sucinta, bonita, atrativa, mas sem uma boa oferta?

E veja bem, você precisa fazer uma análise crítica sobre aquilo que oferece.

O que aos seus olhos parece uma oferta interessante, pode simplesmente não despertar nenhum sentimento no usuário, a não ser a indiferença.

Para acertar na oferta, a propósito, o passo decisivo é conhecer o seu público e o que ele deseja.

Lembre que, ao contrário de uma homepage, a landing page já deve trazer a solução para o problema do usuário, resolvendo uma demanda específica dele.

Garantindo isso, é só caprichar na oferta.

Vale falar em descontos, em bônus e benefícios adicionais.

Em uma landing page de sucesso, sempre o usuário percebe uma vantagem de forma clara.

Conteúdo de qualidade

Sob alguns aspectos, a landing page não se diferencia de uma estratégia de marketing de conteúdo.

Estamos nos referindo especificamente às informações que ela entrega ao usuário e leitor.

É fundamental ser útil, ser relevante e demonstrar autoridade naquilo que expõe e na maneira como o faz.

Linguagem clara, objetiva e persuasiva são importantes, mas a página só estará completa se passar uma informação que também seja percebida como vantagem pelo usuário.

Em resumo, seu conteúdo precisa deixar claro o que o leitor têm a ganhar ao confirmar a conversão.

Call to Action

Call to Action

Você sabe o que é CTA? É o convite à ação propriamente dita do usuário.

No caso de uma landing page, como já visto nos exemplos que apresentamos, o Call to Action costuma aparecer mais frequentemente na forma de botão.

Mas não é um simples elemento visual do tipo “clique aqui”.

Um bom CTA também se vale da necessidade de ser convidativo.

De maneira geral, isso ocorre através de uma fase curta que acompanha o botão.

Pode ser algo no estilo “experimente grátis”, “não perca essa oportunidade”, “baixe agora e descubra tudo”, entre outras opções.

Perceba que, em uma landing page, absolutamente tudo conspira para a atração do usuário, adotando um tom chamativo.

Utilizar recursos visuais

Utilizar recursos visuais

Entre os segredos de uma landing page completa, está a sabedoria e inteligência no uso de recursos visuais.

O logo da sua marca, uma foto que desperte o usuário, uma imagem divertida em .gif ou mesmo um vídeo que complemente a ação, tudo pode ser válido se, efetivamente, contribuir com a estratégia.

E não há outro jeito de descobrir como usar bem esses elementos se não inserindo cada um deles em acordo com as preferências que você conhece do seu público.

Remover as distrações

Essa última dica sobre o que uma landing page deve ter até soa como contraditória com relação à anterior.

Afinal, se é para remover as distrações, por que utilizar recursos visuais?

O correto é fazer esse questionamento não apenas com as imagens, mas com todos os elementos que compõem a sua landing page.

Eles precisam contribuir para a conversão.

Caso não esteja certo disso, é muito mais indicado optar pelo layout limpo e leve.

Fuja de qualquer forma de distração do leitor quanto à ação que você espera dele.

A regra é: se não agregar, corte.

Melhore sua Landing Page com Testes A/B

Melhore sua Landing Page com Testes A/B

Ainda que você siga todos os passos que acabamos de relacionar, a tendência é que fique em dúvida sobre os detalhes finais da sua página.

“Afinal, onde devo colocar o formulário? E o botão do CTA?”

“Será que estou usando as cores certas?”

“Esse título está mais chamativo do que o anterior?”

Uma landing page é sempre uma construção dinâmica. Você não precisa ficar refém de um só modelo.

Se está na dúvida entre o azul e o verde, crie duas opções.

Faça o mesmo caso não saiba se usa “vantagem” ou “beneficio” no título.

Com esses exemplos, queremos recomendar que qualifique a sua landing page com testes A/B.

Nunca ouviu falar sobre eles?

São bastante simples e consistem em lançar duas versões para um mesmo produto (no caso, a sua landing page).

Ao monitorar os resultados, você descobre na prática qual caiu mais no gosto do seu público e, assim, pode usar apenas esse modelo.

Crie sua Landing Page com o Klickpages

Você sabia que é muito fácil criar a sua landing page tendo o apoio de uma ferramenta completa?

Ao utilizar o Klickpages, em apenas três passos, você constrói a estratégia perfeita.

Para isso, faz uso de modelos prontos, pode escolher o que mais se adapta ao seu conteúdo e realizar os ajustes que deixam a página do seu jeito, com a sua cara.

Confira o roteiro básico:

  1. Escolha seu modelo: há opções de alta conversão comprovada através de testes.

  2. Customize a página: de forma fácil, você edita textos, cores e imagens, além de ocultar elementos.

  3. Publique: com tudo pronto, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem da landing page.

Fácil, fácil, não é mesmo?

Conclusão

Conclusão

Então, ficou mais claro agora que não há sucesso no marketing digital sem entender o que é landing page?

Neste artigo, abordamos o conceito, sua função e os principais segredos e truques para usar essa ferramenta a favor da sua estratégia.

Você conferiu dicas para criar uma landing page poderosa e também viu como isso é importante para gerar conversões e conquistar leads.

Agora, está preparado para dar o próximo passo, que é colocar em prática tudo o que aprendeu aqui.

Para isso, não se esqueça das palavras-chave de uma landing page: objetividade, clareza, atratividade e engajamento.

Pronto: você já tem tudo o que precisa para alcançar resultados espetaculares.

Mas se precisar de mais uma ajudinha, conte com o Klickpages.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.