Inteligência coletiva: 5 dicas para deixar o seu negócio mais inteligente

Inteligência coletiva o que é e como ela pode ajudar o seu negócio

As chances são que você já usa a inteligência coletiva no seu negócio, só não sabe ainda. E quando eu te mostrar, você vai conseguir fazer isso de um jeito muito mais eficiente. 

Esse é um daqueles processos que você só percebe que faz quando alguém te mostra. Como respirar, por exemplo.

Pouca gente pensa sobre isso e de modo geral esse processo vai no automático, tipo “inspirar e expirar”, a menos que alguém te fale sobre a importância desse processo ou você tente correr uma maratona sem nenhum preparo e termine completamente sem fôlego. 

Porque, na verdade, essa atividade é tão importante que pode influenciar a sua vida de muitas maneiras.

Para ser um cantor, mais do que ter uma voz bonita, primeiro você precisa aprender a respirar, sem isso você não vai ter fôlego para cantar.

Se você quiser aprender a nadar, você precisa aprender a respirar tanto quanto bater as pernas e braços de forma coordenada.  

Isso vale para qualquer exercício, para ter resultado você precisa aprender a respirar do jeito certo.

Além disso, você pode usar técnicas de respiração para melhorar os sintomas do stress, ansiedade e depressão. 

Mas a grande sacada é que o primeiro passo para respirar melhor é você estar presente para isso. 

Com a inteligência coletiva acontece a mesma coisa, você provavelmente já utiliza, mas ainda não sabe.  

E as chances são que quando você perceber isso, vai conseguir crescer a inteligência coletiva do seu negócio para ter mais resultados.

Como aumentar a competitividade, encontrar soluções criativas de forma rápida e inovar com mais frequência.

Do mesmo jeito que um atleta aprende a respirar melhor para aumentar o próprio desempenho.

Quer descobrir como fazer isso?

Então continua aqui comigo, porque neste artigo eu vou te mostrar:

  • O que é a inteligência coletiva e qual a sua importância;

  • Exemplos da inteligência coletiva; e

  • 5 dicas para aumentar a inteligência coletiva do seu negócio.

Para começar, você precisa saber…

O que é a inteligência coletiva?

O que é inteligência coletiva

A inteligência coletiva pode ser definida como um tipo de inteligência que surge quando várias pessoas trabalham juntas para atingir um determinado objetivo.

Eu posso te dar como exemplo a sua família, o seu time de futebol e, principalmente, o seu negócio.

Porque em todos esses ambientes existe a reunião de vários tipos de pessoas, com conhecimentos diferentes, mas que juntas trabalham para alcançar um certo resultado.

No caso da sua família pode ser manter a casa funcionando, para o seu time de futebol o objetivo é marcar gols e vencer a partida, e em relação ao seu negócio provavelmente um dos seus objetivos é conquistar mais clientes e aumentar o lucro. 

Segundo o filósofo da informação Pierre Lévy, que em 1994 criou a definição moderna desse conceito, a inteligência coletiva:

“É uma inteligência distribuída por toda a parte, incessantemente valorizada, coordenada em tempo real, que resulta em mobilização efetiva das competências…

Ninguém sabe tudo, todos sabem alguma coisa, todo o saber está na humanidade.” 

Embora Lévy seja muito reconhecido nesse campo, existem outras pessoas pesquisando sobre esse assunto para encontrar aplicações mais práticas. 

Por exemplo o pesquisador e professor Thomas Malone, da MIT Sloan School of Management, nos Estados Unidos.

A ideia dele é usar esses estudos para ajudar as organizações a serem não apenas mais produtivas, mas também mais inteligentes.  

Para conseguir isso, ele já realizou diversas pesquisas e descobriu os principais elementos para crescer a inteligência do seu negócio e que eu vou te mostrar mais para frente. 

Porque agora eu vou te falar…

Qual é a importância da inteligência coletiva?

Qual é a importância da inteligência coletiva

Eu não sei se você já ouviu a frase ninguém é mais inteligente do que todo mundo

Embora um pouco óbvia, ela também é muito verdadeira. 

Isso porque muita gente tende a achar que apenas elas mesmas sabem resolver um determinado problema.

Ou mesmo que para atingir um certo resultado o mais eficiente é contratar o melhor especialista naquela área.

E isso pode até funcionar em alguns casos, mas a verdade é que existe outra opção para chegar a resultados tão bons ou até melhores. 

Essa alternativa é aumentar a inteligência coletiva no seu negócio. 

Dessa forma você combina as contribuições da sua equipe inteira para encontrar alternativas e soluções para as demandas da empresa.

Além de descobrir novas formas para aumentar as vendas e melhorar os produtos e serviços.

Agora, eu vou te mostrar algumas experiências de sucesso.  

3 exemplos de inteligência coletiva

3 exemplos de inteligência coletiva

Depois de conferir essas três vantagens, chegou a hora de eu te mostrar alguns exemplos práticos.

Por isso, eu separei três exemplos de inteligência coletiva muito famosos e que podem servir de inspiração para o seu negócio.   

1. Wikipédia

Wikipédia

Se você pesquisar alguma coisa no Google, é provável que pelo menos uma das resposta exibidas seja a definição da Wikipédia.

Por exemplo, se você digitar a palavra “churros”, a página da Wikipédia aparece na sexta posição.  

Pesquisa da palavra churros

Talvez você não saiba, mas a enciclopédia livre, como a Wikipédia é conhecida, é o resultado de um grande projeto de inteligência coletiva. 

Fundada em janeiro de 2001, ela é escrita e editada de maneira colaborativa e está disponível em mais de 277 idiomas ativos.

Como qualquer usuário cadastrado pode contribuir, os tópicos ganham uma linguagem mais natural e são corrigidos e melhorados de forma muito rápida. 

Para você ter uma ideia do tamanho desse projeto, hoje existem ‎mais de 2,275 milhões de usuários cadastrados, apenas em português, e 352 milhões de páginas, que juntas já foram editadas 4 bilhões de vezes.  

2. Linux

Linux

O Linux é um sistema operacional de acesso livre. Embora ele seja menos conhecido do que o Windows ou Mac OS X, por exemplo, ele também é muito utilizado no mundo todo.

Só pra relembrar, um sistema operacional é o que faz o seu computador ou o seu celular funcionarem, por exemplo.

Ele foi criado por um estudante da Finlândia chamado Linus Torvalds, que começou o projeto do novo sistema operacional, em 1991.

A principal diferença do Linux é que, ao contrário de seus concorrentes mais famosos, ele foi desenvolvido sem fins comerciais e possui um código aberto.

Ou seja, todos os usuários, sejam pessoas ou empresas, podem fazer alterações e melhorias nesse sistema operacional. 

Embora o Linux não seja o sistema operacional mais utilizado pelos usuários de computadores, existe um mercado em que ele está na frente.

O mercado automobilístico. 

Grandes montadoras como a Toyota, a Hyundai e a Ford estão implantando telas no painel dos seus novos modelos de carros.

E o Linux é o sistema operacional padrão adotado para o funcionamento delas. Essa conquista é o resultado do trabalho colaborativo entre diversas pessoas ao longo do tempo. 

3. Tripadvisor

Tripadvisor

Embora o Tripadvisor seja um site de viagens que oferece pacotes de turismo, voos, aluguel de carros e opções de hospedagem, ele também se tornou uma fonte de referência, principalmente quando se trata de restaurantes e hotéis. 

Isso porque o site tem fóruns de discussão, onde o cliente pode registrar a sua opinião sobre um determinado lugar. 

De forma coletiva, os participantes avaliam e ajudam a construir a nota de um certo estabelecimento.

Daí, quando você estiver procurando um restaurante, por exemplo, pode saber com antecedência se ele está bem avaliado. Ou se não vale tanto a pena visitar esse lugar.

A classificação está, inclusive, separada por categorias como comida, serviço, preço e ambiente. 

Restaurante Mangai

Nessa pesquisa que eu fiz sobre o restaurante Mangai de Brasília, o local apresentou uma pontuação de 4,5.

Esse trabalho de classificação realizado pelos usuários também é um exemplo de inteligência coletiva. 

Agora que você já conhece algumas experiências práticas, eu vou te mostrar 5 dicas para você crescer a inteligência da sua empresa.

5 dicas para aumentar a inteligência coletiva do seu negócio

5 dicas para aumentar a inteligência coletiva do seu negócio

Como eu te falei no começo deste artigo, as pesquisas do professor Thomas Malone, da MIT Sloan School of Management, nos Estados Unidos, encontraram resultados inusitados durante testes para medir o nível de inteligência coletiva  de vários grupos. 

E você pode usar essas informações para aumentar a inteligência coletiva do seu negócio. Por isso, conheça os 5 principais fatores que podem influenciar no seu resultado.   

1. Inteligência

Por mais improvável que possa parecer, a inteligência de cada indivíduo não impacta diretamente na inteligência coletiva do grupo. 

Na prática, isso quer dizer que um monte de gente inteligente não necessariamente vai compor um grupo com alta inteligência coletiva.

Então, leve isso em consideração quando precisar montar um grupo para tocar um determinado projeto no seu negócio.

Você não precisa colocar as mentes mais brilhantes da sua equipe todas juntas para realizar uma única tarefa.

2. Participação

Você provavelmente já escutou o ditado: a união faz a força. Bom, pelo meno no quesito inteligência coletiva ele é verdadeiro.

Outro resultado encontrado pelas pesquisas demonstra que o nível de participação coletiva é muito importante. 

Quanto mais igualitária for a participação de todos os membros, maior vai ser a inteligência coletiva do grupo. 

Isso quer dizer que se apenas uma ou duas pessoas tomarem a frente das discussões, os resultados do seu negócio tendem a não ser tão bons.

Por isso, é muito importante que todas pessoas envolvidas em um determinado projeto na sua empresa opinem e contribuam de uniformemente.

3. Percepção social

Outra informação importante para você usar no seu negócio é que quanto maior a percepção social dos membros, maior também é a inteligência coletiva do grupo.

Para simplificar, a gente pode definir percepção social como a capacidade de perceber as outras pessoas.

Um exemplo disso pode ser conseguir “adivinhar” o que as outras pessoas estão pensando em uma determinada situação.

Ou até mesmo “ler” corretamente a expressão do rosto, ou olhos, de outros indivíduos.

E isso tem tudo a ver com o próximo item da nossa lista. 

4. Mulheres

Embora os estudos não estivessem procurando diferenciar os participantes de acordo com o gênero, os pesquisadores descobriram que quanto maior a proporção de mulheres, maior seria o nível de inteligência coletiva do grupo.

Contudo, esse resultado também pode ter outra interpretação.

Geralmente as mulheres possuem maior percepção social e, possivelmente, por isso elas tenham se saído melhor nos testes.

Então, se você formar um grupo com homens que tenham uma boa percepção social, os resultados tendem a ser tão bons quanto com as mulheres. 

Por isso, tente estimular essa habilidade na sua equipe e tenha esse fator em mente quando realizar uma contratação.

5. Virtual

Outra descoberta curiosa diz respeito a como essas interações acontecem. 

Enquanto alguns grupos trabalharam juntos no mesmo espaço físico, outros apenas trocaram mensagens de texto.

E o resultado foi que não existe diferença entre o nível de inteligência coletiva dos grupos que trabalharam juntos fisicamente e aqueles que conversaram por mensagens. 

Isso pode ser uma grande vantagem para o seu negócio, já que parte da sua equipe pode trabalhar a distância sem prejudicar os resultados da empresa. 

Isso permite que você contrate profissionais que estão em outras cidades, ou até mesmo em outros países

Além de diminuir as despesas com um escritório físico. 

Como vender mais usando a inteligência coletiva

Bom, eu já te falei como aumentar a inteligência coletiva da sua empresa para ter mais resultado com o seu negócio.

Agora, eu vou te mostrar como transformar esse diferencial em mais dinheiro no seu bolso. 

Porque uma das formas mais inteligentes de vender na internet é ter uma landing page, ou seja, uma página focada em conversões que te ajuda a vender mais. 

Isso porque ela possui linguagem direta e objetiva, construída especificamente para levar o usuário a realizar uma ação.

Essa ação vai depender da sua estratégia e pode ser a captura do e-mail, a leitura de um conteúdo ou até mesmo uma venda.

Se você não sabe como criar uma, o Klickpages é o seu melhor aliado nessa hora!

Isso porque você só precisa seguir três passos simples:

1. Escolha seu modelo: conheça opções de alta conversão comprovadas por testes.

2. Customize a página: edite textos, cores e imagens, além de ocultar elementos que você não queira.

3. Publique: com tudo pronto é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Viu como é fácil? 

ConclusãoConclusão inteligência coletiva

Depois de conferir este artigo, provavelmente você percebeu que a inteligência coletiva já faz parte do seu negócio e como você pode aumentá-la para ter mais resultado. 

Isso porque eu te falei o que é e qual a importância de usar essa estratégia. Eu também te mostrei três exemplos de inteligência coletiva que deram muito certo, como é o caso da Wikipedia. 

Você ainda viu 5 dicas para aumentar a inteligência coletiva da sua empresa. Como por exemplo, estimular a contribuição igualitária de todos os membros da sua equipe.

Além disso, você conferiu um jeito inteligente para vender mais na internet. 

E aí. Você está pronto para aumentar a inteligência coletiva do seu negócio? Me conta aqui embaixo.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Adriana Carvalho

Apesar ter os dois pés bem plantados na realidade, adoro me transportar para os universos da fantasia como Nárnia, Terra Média e Hogwarts, claro. Trabalho como jornalista há mais de 11 anos e já escrevi sobre quase tudo. Sou apaixonada por viagens, livros, filmes e pessoas, não necessariamente nessa ordem (hahahaha). No time de conteúdo do Klickpages, escrevo sobre empreendedorismo e marketing digital porque acredito no poder das histórias.

Se você quiser ler outros conteúdos meus é só clicar aqui ;)