Infográfico: o que é, como fazer os mais criativos e exemplos

Seu tráfego está fraco, a taxa de conversão está caindo e os usuários mal ficam no seu site e fecham a janela. Você pode deixar assim como está. Ou mudar tudo com um infográfico.

Acredite, o infográfico é excelente em prender a atenção do público e passar informações complexas de maneira interessante.

Eu já vi informações rasas e textos medíocres se transformarem em conteúdos épicos quando viram infográficos.

E você vai aprender agora como fazer infográficos matadores, que vão aumentar o seu tráfego e deixar a sua página muito mais interessante do que está hoje.

Está provado que infográficos são incríveis para gerar retorno de vendas e audiência.

Empresas relatam que aumentaram o tráfego em 400% apenas com publicação constante de infográficos.

Não por acaso, o número de pesquisas buscando a palavra “infográfico” cresceu 100 vezes ao longo dos últimos 5 anos.

Eu vou mostrar tudo que você precisa saber para criar infográficos profissionais em menos de 20 minutos e com ferramentas gratuitas.

Mas antes, eu vou te contar uma coisa.

Eu tive um professor no cursinho pré-vestibular chamado Neto. O que me impressionava no Neto era a capacidade de ensinar coisas complicadas.

Ele dava aula de Física, uma matéria que 9 entre 10 adolescentes não entendem nada.

Eu sempre aprendia física decorando fórmula com frases prontas, tipo “Vi vovó atrás do toco”.

E o Neto te fazia entender a fórmula. Com desenhos e com frases simples, pela primeira vez eu entendi porque as coisas eram do jeito que eram.

O Neto é como se fosse um infográfico para a sua audiência.

Ambos explicam sem complicar. É por isso que todos amam infográficos, assim como eu adorava as aulas do Neto. Não tem como não gostar dessa pessoa.

Um conteúdo mais simples e atrativo é uma receita matadora para atrair mais tráfego e gerar mais leads.

Mas eu preciso ser um profissional para fazer infográficos?

Isso é até engraçado. Muitos empreendedores acham que para criar uma arte gráfica desse porte é necessário contratar um designer ou um diretor de arte.

Deixo claro que respeito muito as duas profissões. Óbvio que que só profissionais podem criar peças visuais a um nível de excelência que nós amadores não conseguimos.

Mas eu estou aqui para te ajudar a se virar com poucos investimentos e tocar o seu negócio digital com os poucos recursos disponíveis.

A tecnologia já avançou tanto que existem muitos sites que oferecem modelos prontos para montagem de infográficos. Você consegue ótimos resultados e engajamento com eles.

Você está perto de se apaixonar por um dos mais poderosos jeitos de se fazer marketing de conteúdo.

Se você ler apenas o início desse texto, já terá conhecimento para passar à frente da maioria dos seus concorrentes.

Mas se você ler esse artigo até o fim, garanto que vai mudar a sua forma de fazer marketing digital e de produzir conteúdo para a sua Fanpage, e-mail marketing ou newsletter.

Com essa leitura você poderá aprender:

  • Quais os tipos de infográfico e qual o melhor para passar cada tipo de informação

  • Como organizar suas informações para montar um infográfico matador

  • As principais ferramentas gratuitas disponíveis para fazer infográficos incríveis em poucos minutos, mesmo se você for um total amador no assunto

  • As regras de ouro que designers seguem e que poderão te ajudar a não cometer erros na hora de fazer um infográfico

Você está prestes a dar um grande passo para deixar seu conteúdo muito mais atrativo e alavancar suas vendas.

E tenho certeza que você vai se impressionar com a simplicidade das ferramentas que vou te mostrar. E vai se perguntar como não descobriu isso antes.

Existe um caminho simples para fazer as melhores informações visuais.

E eu vou te mostrar agora.

Boa leitura!

O que é um infográfico?

Antes de partir para o meu ponto de vista, vamos ver como os dicionários definem essa palavra.

De acordo com o dicionário inglês Oxford, infográfico é "uma imagem visual, como um gráfico ou diagrama, usado para representar informações ou dados”.

A Wikipedia detalha um pouco mais esse conceito. Veja:

Infografia ou infográficos são um tipo de representação visual gráfica, que ajuda a apresentar dados e explicar questões complexas, conduzindo a uma melhor compreensão. Podemos encontrá-los em manuais técnicos, educativos ou científicos”

Perceba que essas duas definições têm um ponto em comum.

Que o infográfico serve para tornar as informações mais fáceis e compreensíveis à primeira vista.

Eles são arquitetados para alcançar um público mais amplo, simplificando assuntos complexos e organizando de um jeito fácil de digerir.

Ele resume aquela frase “Entendeu ou quer que eu desenhe?”. Porque desenhar a informação é um jeito comprovado de deixá-la mais acessível e simples.

Estudos apontam que as pessoas lembram de 80% do que veem, mas recordam apenas 20% das leituras que fazem.

Um dos principais fatores para o sucesso do infográfico é usar poucos textos. Isso força o conteúdo a apresentar apenas as informações essenciais.

Porque não é segredo que usuários prestam mais atenção ao conteúdo de imagens do que em textos.

O uso de imagens convincentes em uma infografia pode transformar uma ideia abstrata em um conceito muito mais fácil de entender.

E por ser muito simples, ganhou o coração do público e viu explodir sua popularidade. É difícil abrir uma rede social e não se deparar com um infográfico em algum momento.

Quer impactar mais gente no Facebook e Instagram? Então se liga: o infográfico é 3 vezes mais compartilhado em redes sociais do que qualquer outro tipo de marketing de conteúdo.

Explicar algo por meio dessa linguagem é tão mais fácil que sociedades antigas já usavam esse tipo de comunicação.

Já encontraram vestígios de formas primitivas de infográficos em hieróglifos do Antigo Egito e até em paredes de construções do povo Azteca.

Os computadores e as tecnologias apenas expandiram esse processo inevitável.

Se povos há milhares de anos já utilizavam os infográficos, você não pode ficar de fora, certo?

Por que usar um infográfico?

Porque ele tem um poder muito grande de ser compartilhado. Um infográfico se espalha mais rápido que fofoca e notícia ruim ao mesmo tempo.

Se você quer decolar os compartilhamentos, visualizações e comentários nas suas redes sociais, tente colocar o infográfico na sua estratégia.

Mas por que as pessoas tendem a gostar muito mais de infográficos do que de textos, mesmo quando os conteúdos se referem ao mesmo assunto?

Simples. Nós seres humanos temos uma capacidade maior de processar conteúdos visuais mais rápidos que textos.

Nossos cérebros processam dados visuais aproximadamente 60 mil vezes mais rápidos do que o texto.

Ou seja, é muito mais fácil de entender imagens do que palavras.

O próximo estudo que vou te mostrar vai te fazer cair o queixo. Veja só:

Se você tiver que apresentar algo para ensinar ou convencer alguém, use recursos visuais. Seja um professor, profissional de marketing ou palestrante.

Pessoas que usam imagens gráficas são 43% mais efetivas para persuadir a audiência a tomar uma ação desejada.

Confiar apenas no texto ao fazer a explicação ou passar um conteúdo é arriscado demais e pouco efetivo.

A ciência indica que temos uma facilidade a aprender mais rápido o conhecimento quando a informação é passada em formato visual.

Começa a ficar simples entender as razões do infográfico ser tão poderoso na transmissão de um conteúdo.

É como se a informação grudasse na sua cabeça. Eles já são projetados para ser absorvidos rapidamente pelo nossos cérebro.

Essa pesquisa da We Live In A Visual World revelou que:

  • Recursos visuais são processados pelo cérebro 6 mil vezes mais rápido;

  • Os infográficos podem aumentar o tráfego do seu site em 12%

  • Conteúdos visuais está 40 vezes mais suscetível a ser compartilhado nas redes sociais que os demais tipos de conteúdo.

  • 90% da informação enviada ao cérebro é visual;

  • Nos últimos 5 anos as buscas no Google por infográficos aumentaram 25 vezes;

Lembre sempre que o seu conteúdo deve ser utilizado para gerar credibilidade, aumentar suas vendas e criar clientes apaixonados pela sua marca.

Essa é uma das premissas do marketing de conteúdo.

Criar e compartilhar conteúdo valioso e gratuito para atrair e converter consumidores potenciais em clientes, e clientes em repetidos compradores.

No fim, a arquitetura da sua estratégia deve ser pensada em atrair leads e fortalecer o contato com esses consumidores.

Para ajudar nessa tarefa, existe o Klickpages. Somos a ferramenta que você precisa para criar landing pages, atrair clientes e alavancar o seu negócio.

Como fazer um infográfico?

Antes de começar a produzir um infográfico incrível que vai conquistar o coração da sua audiência, você precisa de preparar.

Um infográfico só nasce depois muitas de pesquisas, buscas e referências.

Fazer um infográfico não é só abrir as ferramentas e sair criando a imagem.

Vamos ensinar um passo a passo para você não se perder e criar uma infografia matadora:

1. Faça as três perguntas mais importantes

Existem três perguntas que vão definir a estrutura do seu infográfico.

Antes de começar a fazer qualquer coisa, você responder a pirâmide de perguntas:
 

                                               (Fonte da imagem)

  • O grande problema: Qual a principal questão que o seu infográfico vai responder para o público? Qual o problema-chave? Tudo vai girar em torno esse ponto.

  • Questões de apoio: São as questões que vão dar suporte às informações principais. O que e qual é o seu problema?

  • Aprofundar questões: Definido o problema principal e o contexto em que ele se encontra, agora você tem mais liberdade para falar do assunto. Defina o porquê, como, soluções e passo a passo.

Responder essas perguntas vão te ajudar a contar uma história.

A partir dessa pirâmide você vai traçar um caminho da informação para o público entender desde o problema principal até os detalhes do tema.

É como se fosse um funil. Você começa com uma informação ampla, o problema principal. E depois vai detalhando e estreitando o conteúdo.

Vamos ver um exemplo para ficar mais claro.

Tem uma infografia que eu gosto bastante. Eu vi ainda impresso numa revista que eu gostava muito, a Super Interessante. Veja só:

Eles fizeram uma reportagem visual sobre a dieta de atletas olímpicos brasileiros.

Qual a questão principal?

O que comem os atletas. Está bem claro no título. Veja que com o pronto principal definido, tudo fica mais fácil.

Logo abaixo, a revista explica que os atletas comem muito, mas controlam a quantidade de comida e ficam de olho na balança. São os pontos de suporte à questão principal.

E depois eles detalham cada item da dieta, a rotina de trabalho do atleta, a quantidade de calorias.

Veja como um roteiro bem definido está por trás de uma infográfico simples e marcante.

Não por acaso a revista venceu prêmios internacionais com essa reportagem.

2. Pesquise

De nada adianta um infográfico lindo visualmente mas que tem informações fracas, correto?

A linguagem visual é ótima para organizar e deixar mais atrativa suas informações. Mas se os dados forem irrelevantes, ninguém vai se interessar.

É igual quando você vai a um encontro com uma pessoa.

Sabe aquela pessoa que é muito bonita por fora e nada interessante por dentro?

Chega uma hora que você fica entediado e deixa de se interessar.

Com o infográfico é a mesma coisa. Você deve fornecer conhecimento sólido para os visitantes.

Seu texto do infográfico deve ter boas e úteis informações para a audiência.

Se quiser dicas de como começar um texto incrível para o seu infográfico, vale a pena conferir outro artigo aqui do blog Klickpages.

Mas agora nós vamos nos concentrar em como fazer a pesquisa coletar o maior número de informações possíveis.

Mesmo que você seja um especialista no seu assunto, não caia na besteira de pular essa etapa.

É com a pesquisa de dados que você define a ordem das informações e o tipo de infográfico que você vai usar (são mais de 10 tipos, como veremos a seguir).

Vou listar algumas dicas preciosas que podem fazer a diferença na sua pesquisa:

  • Saiba usar o Google como um profissional: A maioria das pessoas usa o Google de forma simples. Mas essa ferramenta não se limita apenas a digitar algumas palavras e ficar procurando o que deseja. Saber utilizar todo o potencial dos mecanismos de busca faz diferença na sua pesquisa

  • Pense no público que você quer atingir: Definir a sua persona é ideal para essa estratégia (como para qualquer outra estratégia de marketing).

  • Cite suas fontes: se você usar dados de outras pessoas, nunca esqueça de citar quem é o autor daquela informação. A equipe do Hubspot tem várias dicas para você citar todas suas fontes sem entupir a infografia de links.

Em relação às fontes, é muito importante citar apenas fontes confiáveis.

Na era da fake news, com uma distribuição deliberada de desinformação e boatos, é preciso checar com muito cuidado as estatísticas que você acrescenta ao seu conteúdo.

Busque suas informações apenas em locais com credibilidade e que tenham tempo suficiente para apurar e checar as informações.

Uma informação equivocada vai desacreditar o seu infográfico e pode abalar até a sua credibilidade no mercado.

Para você ter uma referência, vou passar aqui a lista elaborada pelo Senac sobre sites e institutos de pesquisa confiáveis para conseguir estatísticas.

  • Banco de Dados do IBGE: organiza e divulga os dados pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

  • Biblioteca Digital Mundial: criada pela Unesco, reúne fontes de informação com arquivos de literatura, mapas e fotografias de países do mundo inteiro

  • Biblioteca Nacional Digital: reúne grande obras digitalizadas de um dos maiores acervos do Brasil.

  • Domínio Público: biblioteca digital que permite o acesso da população a obras literárias, artísticas e científicas do patrimônio cultural brasileiro e universal.

  • História Lecionada: traz provas, textos, filmes, livros e imagens que facilitam estudos ligados à História.

  • Jstor: uma das mais confiáveis fontes de conteúdo acadêmico do mundo, oferece acesso a mais de mil publicações acadêmicas.

  • Khan Academy: reúne mais de mil videoaulas e 100 mil exercícios de matemática, física, química e biologia.

  • Scielo (Scientific Electronic Library Online): biblioteca virtual com uma ampla coleção de periódicos científicos de 15 países, incluindo o Brasil.

3. Como organizar as ideias e apresentar seus dados

Você pesquisou em um infinito de sites, juntou informação de qualidade e útil para resolver os problemas do seu público.

Tudo parece muito bonito.

Mas como fazer aquele monte de links, porcentagens e livros virar um infográfico?

Como organizar minhas ideias e definir a ordem de apresentação das informações?

Não se preocupe, vamos te explicar um método incrível para você sistematizar todo o seu processo, que vai ajudar você a definir a ordem do conteúdo inteiro que você reuniu.

Observe cada ponto e decida qual a melhor forma de organizar as suas informações, de acordo com o objetivo do seu infográfico.

Informar

Uma mensagem forte o suficiente que não precisa de um contexto muito grande para entender. A informação é forte o suficiente sozinha.

Vamos para um exemplo para ficar mais claro:

O snapchat tem mais de 8 mil vídeos enviados por segundo.

Pronto, é uma informação que sozinha se basta. Não precisa comparar ou mostrar como esse número de vídeos cresceu ao longo do tempo.

Quando os números isolados já bastam para comprovar a sua argumentação, você pode agrupá-los no mesmo lugar.

Comparar

Uma das funções mais comuns de um gráfico é comparar elementos e estatísticas que sozinhas não fizessem tanto sentido.

Fazer comparações é uma forma poderosa de demonstrar que a informação tem relevância ou facilitar o entendimento de uma explicação.

Veja a diferença:

Você falar que o café expresso tem 50 ml só de café, o leitor pode até entender.

Mas comparar cada tipo de café, mostrando a quantidade de água quente e café em cada um, a preparação, quais características que diferem um do outro deixa a explicação muito mais fácil.

Com certeza você já viu um infográfico com comparações.

Usar gráficos em barras, colunas e pizza são formas bem comuns de fazer comparações entre dados estatísticos.

Variação

Mostrar como os dados coletados variam ao longo do tempo, ou como eles se distribuem de formas diferentes em um mesmo espaço.

Agrupe dados em comum mas que dizem respeito a épocas ou a locais diferentes.

Você pode usar uma linha do tempo para mostrar como o seu tema se comportou ao longo dos anos.

Outro exemplo clássico é um mapa de intenção de votos nas eleições

O tema é o mesmo: intenção de votos na corrida presidencial à Casa Branca em 2017. Mas eles mostram o comportamento dos eleitores em cada um dos Estados.

É uma forma de explicar de forma rápida e visual algumas estatísticas que poderiam levar horas para serem detalhadas.

4. Rascunho

Essa é uma dica que me ajuda muito. Antes de realmente colocar a mão na massa, faça um rascunho do que você imagina.

Na hora que você coloca no papel, começa a visualizar melhor o seu infográfico.

Ideias que no início eram boas, podem cair por terra ao fazer os primeiros esboços.

Essa etapa é simples mas pode evitar muita dor de cabeça e perda de tempo no futuro do projeto.

O importante é criar um fluxo de informações para o leitor.

A pirâmide de informações pode ser usada nesse passo novamente, para organizar suas ideias e produção.

5. Execute: as 11 ferramentas mais incríveis

Agora é a hora mais legal de construir um infográfico. Botar a mão na massa é divertido e muito mais simples do que você imagina.

O melhor: existem diversas ferramentas gratuitas que permitem fazer infográficos incríveis sem gastar nada e com um design atrativo.

É sério, depois dessas ferramentas que eu vou te mostrar, sua vida vai mudar para melhor.

Você vai perceber que construir um infográfico pode levar poucos minutos e ter um retorno matador de audiência.

Vamos listar as melhores ferramentas disponíveis na internet para você brincar e colocar a mão na massa para produzir seus conteúdos.

1. BeFunky

  • Preço: Gratuito (básico); Assinatura: US$ 4.95/mês

O BeFunky é um dos melhores criadores de infográficos. Ele oferece diversos templates prontos. Basta você escolher e alterar o texto de acordo com seu conteúdo.

Dá para personalizar o texto, cores e layout de tudo. É bem fácil.

2. Canva

  • Preço: Gratuito; US$ 12,95 (Canva for Work)

Já perdi a conta de quantas vezes já indiquei o Canvas aqui no blog do Klickpages.

É uma ferramenta que você tem acesso à grande parte dos recursos gratuitamente. Ela é simples, intuitiva e fácil de lidar.

Estou citando o Canvas aqui nesse artigo sobre infográficos, mas você consegue fazer posts para redes sociais, capas para Facebook, convites de aniversário, pôsteres para shows…

Ele oferece uma biblioteca enorme de imagens, fotos, ícones e tudo para deixar o seu infográfico completo.

Existe também a opção de fazer upload das suas próprias fotos para colocar nas peças gráficas que você produzir.

Quando criar um infográfico, não deixe de dar uma olhada no Canvas. É um serviço completo e simples que pode fazer diferença no seu negócio digital.

3. Venngage

Mais uma ferramenta para quem não é designer. Se você cansou de fazer gráficos só com pizzas no Power Point, conheça o Venngage.

Você consegue criar infográficos personalizados sem demandar muito esforço.

Ele é tão fácil de usar como o Canva e o BeFunky.

São mais de 100 layouts prontos, todos feitos por profissionais. Basta você alterar o texto e colocar as informações que você necessita.

Mas quando você publicar um infográfico como esse, ninguém vai acreditar que foi você mesmo quem fez.

Faça esse teste. Produza um infográfico no Venngage e aplique nas suas redes sociais hoje. Seus seguidores vão notar na mesma hora.

Não tem outro caminho: sua página fica com uma cara mais profissional e ganha credibilidade com a sua audiência.

4. Visme

Preço: Gratuito

A Visme diz para o que veio: ser uma simples e intuitiva ferramenta de infográficos que vai transformar o jeito que você se comunica visualmente.

São mais de 100 fontes e tipografias gratuitas, milhões de imagens e ícones gratuitos e milhares de qualidade.

5. Snappa

  • Preço: Gratuito; US$ 10/mês (Pacote Profissional)

O Snappa é uma ferramenta que promete um infográfico pronto em 5 minutos.

Também é destinado aos não designers. Ele não tem o níveis de detalhes das ferramentas que falamos acima, mas você consegue ter um infográfico simples e rápido.

Funciona no mesmo esquema das outras ferramentas. Modelos predefinidos e ótimos para compartilhar nas redes sociais.

Limitação: o plano gratuito só oferece cinco downloads por mês.

6. Google Charts

  • Preço: Gratuito

Às vezes eu tenho a impressão: tem alguma ferramenta que o Google ainda não criou?

Os gráficos do Google também são uma ótima ajuda para quem precisa de infográficos rápidos e sem complicação.

Eles são mais simples e sem tantos recursos visuais, mas surgem como opção para quem não tem muito tempo a perder ou gosta de gráficos mais simples.

Eles oferecem uma dezena de opções que podem servir como uma luva para complementar seu conteúdo.

7. Piktochart

  • Preço: Gratuito (básico)

Um dos campeões de audiência na internet. O Piktochart é uma das ferramentas mais utilizadas pelos usuários.

Eu coloco no mesmo patamar do Canvas, por exemplo.

Ele permite que você pegue aquele amontoado de gráficos e dados que você juntou e transformar em infográficos lindos e chamativos com poucos cliques.

Também é possível que você altere os esquemas de cores e fontes, e fazer upload das suas fotos e imagens.

8. Infogram

  • Preço: Gratuito (básico); de $ 19 / mo (Pro)

Tem a mesma funcionalidade de outras ferramentas que já citei por aqui. Variedade de gráficos, mapas, possibilidade de carregar imagens e vídeos.

Permite que você também publique seu infográfico no próprio site da Infogram.

9. Animaker

  • Preço: Gratuito (básico);

Estava achando todas as ferramentas até aqui umas parecidas com as outras?

Então conheça o Animaker.

Você poderá surpreender a sua audiência com infográficos animados.

Se infográficos estáticos são excelentes para explicar conteúdos e atrair a atenção do público, infográficos em vídeos podem gerar um impacto maior ainda.

Lembrando que vídeos são os verdadeiros reis do marketing de conteúdo.

Em 2019, 80% de todo o tráfego na internet será gerado por vídeos.

Juntar o poder do infográfico com a atração dos vídeos é uma fórmula que pode decolar seus números de audiência.

10. Vizualize

  • Preço: Gratuito

Se infográficos são tão bons para passar informação e convencer pessoas, porque não usá-los em currículos?

Exatamente. Essa ferramenta cria currículos profissionais com base em infográficos. Pode ser uma ótima maneira de surpreender o seu futuro empregador.

A ferramenta permite que você aborde suas experiências profissionais de forma ilustrada e explicativa. Mais simples e convincente que aquele currículo com a folha em branco, né?

Claro, o sucesso dessa tática pode depender da empresa em que você pretende trabalhar. Mas é bom ter essa carta na manga

11. Easel.ly

  • Preço: Gratuito (básico)

O Easel.ly dá acesso a mais de 100 mil imagens de modelos de infográficos gratuitos.

Também disponibilizam centenas de artigos e webnarios que ensinam a construir infográficos mais organizados e criativos.

Essa ferramenta também deixa que você carregue fotos, imagens e posicionar tudo com poucos cliques.

Exemplos de Infográfico

Agora que você já sabe como se organizar e as melhores ferramentas para executar o seu infográfico, eu vou te dar exemplos de uso dos infográficos.

São vários tipos diferentes que você pode se inspirar.

Observar esses exemplos antes de colocar a mão na massa pode até organizar melhor suas ideias e ajudar a escolher um modelo que se enquadre melhor nas suas informações.

1. Linha do tempo

Fonte da imagem

Construir uma narrativa é uma ótima forma de mostrar seu conteúdo.

Você já deve ter visto um infográfico nesse padrão. Uma linha do tempo que mostra a evolução de um tema ao longo dos anos.

Esse da imagem mostra um resumo dos 104 anos da obra e da carreira do arquiteto Oscar Niemeyer.

O cronograma é uma ótima pedida para se mostrar a evolução ou o histórico por trás de algo.

O único cuidado por aqui: use a mesma medida de tempo para o infográfico inteiro.

Se escolher a separação por décadas (como no exemplo acima), não use horas ou meses depois. Isso vai confundir sua audiência.

2. Versus

Um dos tipos mais clássicos. Quer comparar duas visões de mundo diferentes, duas personalidades ou opor qualquer ideia que renda assunto entre os seus seguidores?

O infográfico de versus é a melhor pedida. Ele coloca no ringue dois temas e opõe as características principais. Ótimo para você comparar qual o melhor em cada ponto.

Quer saber quem leva a melhor no embate livros contra e-books? Faça um infográfico!

O exemplo acima consegue mostrar com clareza quem arrecada mais, quem vende mais unidades.

O que demoraria muito tempo para ser explicado em um texto leva segundos em um infográfico.

3. Visualização de Dados

Já falamos aqui que a infografia é uma alternativa muito utilizada para apresentar de maneira fácil dados extremamente complexos.

Vou recorrer a mais um exemplo da SuperInteressante (eles são referência mundial no assunto) para mostrar como o infográfico é ótimo para apresentar estatísticas.

Eles dissecaram de forma bem trabalhada o consumo de água no planeta. Imagine quantos números estão por trás dessa imagem. Apresentar um de cada vez ficaria chato e massante.

Como conversamos, você não precisa ter à disposição um designer igual à revista para fazer infográficos.

É apenas um exemplo de como ao juntar “toneladas” de números e estatísticas, o infográfico é uma boa saída.

Nas ferramentas que listamos aqui, você consegue fazer infográficos de alta qualidade e que podem tranquilamente solucionar as dúvidas do seu público.

4. Anatomia

Quer mostrar como funciona por dentro um estabelecimento, um produto ou até um bicho de estimação?

O infográfico de anatomia mostra por dentro como funciona qualquer coisa. Você divide informações em suas partes principais.

Imagine que você quer explicar para o consumidor como funciona o processo de desenvolvimento de um foguete espacial.

Deve ser um processo bem complicado, certo?

Mas dividir as etapas e mostrar como funciona cada parte da produção pode facilitar – e muito – o entendimento do usuário.

5. Lista

Você já deve ter visto um infográfico que mostra “as 25 melhores” qualquer coisa ou “os 12 lugares imperdíveis para” realizar algo.

O formato de listas é muito utilizado na internet para divulgar informações. Ele mexe com a curiosidade do público e é um formato muito popular para repassar o conteúdo.

Use esse tipo de infográfico quando quiser ranquear informações e comparar vários itens.

6. Mapas

Fonte da imagem

Os mapas não tem mistério. Eles ajudam a divulgar informações ligadas a lugares geográficos, como países, estados e cidades.

Para ajudar na visualização do seu mapa, aplique cores diferentes em cada região, ícones indicações que mostrem a diferença entre cada espaço.

7. Fluxograma

Um dos infográficos que ganhou mais popularidade na internet nos últimos anos.

Já vi o uso desse tipo de infografia diversas vezes nas redes sociais, seja com um tema sério ou para brincar e fazer piadas.

Ele é ótimo pois guia a audiência a fazer o próprio caminho na arte, de acordo com as próprias convicções e escolhas.

A depender do “sim” ou do “não” do usuário que está consumindo o conteúdo, a forma de aprender pode ser diferente.

Essa interatividade é responsável pelo sucesso do fluxograma.

Experimente fazer um fluxograma para o seu negócio digital. Pense em alguma questão polêmica que você pode esclarecer.

Depois me conte o resultado aqui no blog!

8. Fotográfico

Outro exemplo muito popular nas redes sociais.

Nesse tipo de infográfico, a foto tem um peso grande na composição do conteúdo.

Essa infografia não faria sentido sem o nome e a camisa identificando o jogador. Não daria para saber quem fez 27 pontos no jogo.

Se você contar com uma foto especial, um infográfico que apenas ajude a complementar essa informação ajuda você a atingir resultados incríveis.

9. Hierárquico

O nome já entrega quando esse exemplo de infográfico é utilizado.

Se suas as suas informações tiverem ordem de importância e níveis de hierarquia diferente, esse infográfico esclarece melhor para o público.

Você pode usar a hierarquia para mostrar a ordem de importância dos princípios de uma empresa. Ou os alimentos mais importantes de uma dieta, por exemplo.

10. Passo a Passo

     Fonte da imagem

O passo a passo lembra os infográficos de linha do tempo. Mas aqui não é utilizado uma data ou tempo específico. E sim etapas determinadas.

Esse exemplo é muito utilizado para explicar como fazer uma tarefa ou o fluxo de uma informação.

Geralmente é acompanhado de números, setas e símbolos que sinalizam a direção e a etapa de cada passo.

11. Animados

Nós falamos dos infográficos animados quando abordamos a ferramenta Animaker.

É mais uma forma de surpreender a audiência e produzir tipos de conteúdos diferentes.

Fique tranquilo, porque fazer um infográfico animado é muito mais simples do que parece.

Veja esse vídeo:

Segundo um estudo da Animaker, infográficos em vídeo têm audiência 10 vezes melhor do que infográficos em imagens.

Experimente fazer um desse tipo e depois deixe um comentário aqui na página dizendo o que achou.

12. Interativos

Deixei os infográficos interativos por último porque eles são mais difíceis de se fazer.

Mas como não vou deixar nada para trás nesse artigo, vou te explicar também como funcionam os infográficos interativos.

Ele é mais difícil pois envolve habilidades mais específicas de um profissional da área de tecnologia, como programação.

Esse tipo permite a interação da audiência com o infográfico. Ele faz o próprio caminho dentro da plataforma, escolhe e clica em diferentes opções.

Observe esse exemplo que mostra a evolução dos aparelhos de videogames.

Dicas de design

Não faltaram exemplos para você se inspirar e criar um infográfico matador para a sua audiência.

Nas ferramentas que listei aqui, você encontrará modelos e templates prontos para fazer um infográfico.

Mas não será muito raro você ter que fazer alguma modificação para adequar melhor uma arte pronta para a sua página.

Vou listar algumas dicas importantes de design de infográficos que podem melhorar mais ainda a sua comunicação visual.

Uma dessas dicas é essencial para aumentar suas conversões e gerar leads.

Confira:

1. Visual limpo

Esse é o erro mais comum. A pessoa quer caprichar na hora de fazer o infográfico, e tentando acertar acaba pesando a mão.

Muitas cores fazem que suas informações fiquem difíceis de entender.

Existe uma regra clássica do design: menos é mais.

Pense simples, mantenha um padrão de cores a ser utilizados, de preferência que se relacionem com a paleta de cores da sua empresa.

2. Use ícones

Raramente só o texto escrito vai ser claro o bastante para fazer o seu infográfico ficar claro o suficiente.

Para organizar suas informações e contar uma história, é necessário o uso de elementos visuais que ajudem a apontar e mostrar o fluxo de informações.

Usar desenhos e imagens simples, com ícones que os acompanhem, diminui a bagunça do infográfico e faz com que a peça gráfica seja entendida melhor.

3. Antes de publicar, mostre para outras pessoas

O risco de todo infográfico é que quando nós fazemos, achamos que está tudo ótimo.

Mas na verdade, corre o risco de estar uma grande bagunça.

Mostre para três pessoas diferentes se elas estão entendendo suas informações, e se o infográfico está realmente claro para que sua audiência compreenda.

7. Divulgação e conversão

Cada estratégia que você utilizar no marketing digital pode ser voltada para atrair clientes e converter leads.

Oferecer conteúdo de qualidade para a sua audiência é essencial, mas você pode jogar todo seu esforço fora sem adotar táticas que gerem lucro para a sua empresa.

Vou listar algumas dicas que podem ajudar nessa tarefa:

1. Call To Action é sempre bem-vindo

Colocar um Call To Action (CTA) pode tornar seu infográfico uma fonte inesgotável de leads.

Já conversamos aqui no blog quais os melhores tipos de CTA e como aplicar em qualquer situação.

No marketing digital, o CTA é decisivo para conduzir o usuário de seu site, blog ou redes sociais a interagir da forma desejada.

Essa sigla em inglês significa uma “chamada à ação”.

Ela tem como função convidar o usuário que consome seu conteúdo a dar um próximo passo, que vai desde uma interação simples até realizar uma compra.

Dentro de um infográfico, o CTA pode convidar o usuário a curtir sua página nas redes sociais, visitar o seu site ou conhecer mais dos seus serviços.

Acredite, apenas esse detalhe pode fazer a diferença entre converter ou não um cliente e gerar tráfego para a sua página.

2. Coloque seu infográfico dentro do blog

Essa é uma maneira muito utilizada para gerar tráfego para o seu site ou blog.

Insira o seu conteúdo em uma página dentro do blog e atraia sua audiência para lá.

Essa pode ser a porta de entrada para que ele conheça mais do seu trabalho e procure por outras fontes de informação.

3. Aproveite para gerar leads

Infográfico são investimentos para a sua estratégia de marketing de conteúdo.

Eles são poderosos instrumentos de atração de usuários e conversão de leads.

Os números apontam que as empresas que utilizam infográficos como produção de conteúdo, conseguem ótimo retorno.

  • infográficos geram até 12% a mais de tráfego para um website

  • infográficos obtém até 94% mais visualizações do que textos

  • a produção de infográficos na web cresce 1% todos os dias

Você pode oferecer o seu super infográfico em troca do contato de e-mail do usuário. É uma estratégia utilizada por grandes líderes de mercado e que já tem sucesso comprovado.

Crie uma Landing Pages no Klickpages e use seu infográfico para gerar leads

Produzir um infográfico é uma forma excelente de gerar conteúdo de qualidade e impressionar sua audiência.

Mas seus ganhos podem ser multiplicados se o seu infográfico estiver dentro de uma landing page.

O seu conteúdo incrível pode servir em troca do contato de e-mail do usuário que visitou a sua página.

É muito fácil criar a sua landing page com o apoio de uma ferramenta completa.

Se você ainda não utilizou o Klickpages, experimente em apenas três passos.

Você pode fazer uso de modelos prontos, escolher o que mais se adapta ao seu conteúdo e realizar os ajustes que deixam a página do seu jeito, atendendo às suas necessidades..

Veja como construir a sua:

  1. Escolha seu modelo: há opções de alta conversão comprovada através de testes.

  2. Customize a página: de forma fácil, você edita textos, cores e imagens, além de ocultar elementos.

  3. Publique: com tudo pronto, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem da landing page.

Viu só como é fácil?

Conclusão

O infográfico é um tipo de conteúdo excelente para prender a atenção do público e passar informações complexas de maneira interessante.

Entenda que até as informações mais rasas se transformarem em conteúdos épicos quando montadas dentro de um infográficos.

A procura na internet por infográficos não para de crescer nos últimos anos. Essa é uma tendência que a sua empresa não pode mais ignorar.

Aqui nesse artigo você viu que não precisa ser um especialista para criar infográficos incríveis.

Existem muitas ferramentas na internet que já te entregam formatos prontos que podem te ajudar a produzir um conteúdo que encanta sua audiência.

Você também encontrou um passo a passo completo com todas as dicas para pesquisar, montar e divulgar o seu infográfico da melhor forma possível.

Lembre que todo conteúdo que você produz no marketing digital pode no final gerar lucros e leads para a sua empresa.

Com o infográfico não é diferente. Você pode utilizá-lo para gerar leads e manter contato com a sua audiência para formar uma base forte de clientes.

Nesse desafio, deixe o Klickpages te ajudar. Temos as melhores soluções em landing pages para atrair clientes e alavancar seu negócio

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.