Tudo sobre Influenciadores Digitais: a melhor ponte entre sua marca e seus clientes

O que são Influenciadores Digitais e qual a importância para sua marca

Você não deve ignorar essa estratégia se quer o sucesso do seu negócio. Usar influenciadores digitais no seu marketing digital é uma das formas mais poderosas que eu conheço de divulgar sua marca e conquistar clientes.

Porque eles são a melhor ponte entre sua marca e seu cliente.

Antes o seu prospecto via propagandas na frente da TV ou no jornal e essa era sua única chance de conquistar o coração dele.

Mas agora as coisas estão bem diferentes. Ainda bem.

Porque agora você tem muito mais chances de chegar até seu cliente ideal.

Olha só: a cada 11 segundos um novo usuário entra em alguma rede social.

E mais: o brasileiro passa em média 9 horas e 15 minutos online todos os dias consumindo todo tipo de conteúdo.

O fato é que a internet mudou a forma como as pessoas consomem publicidade. Por isso, você precisa se adequar ao mercado se quer o sucesso do seu negócio.

Então, o sucesso que você procura está aqui mesmo, na internet.

Mais do que isso, está em um grupo de pessoas aqui dentro que têm o poder de chegar no coração e na carteira dos seus clientes como nunca antes: os influenciadores digitais.

Porque são pessoas nas quais o seu cliente mais confia e respeita.

O que significa que seu cliente considera com carinho o que o influenciador digital preferido dele diz.

Por isso eu repito: essa é a estratégia de marketing que você não pode ignorar.

E eu vou te mostrar todos os porquês neste artigo.

Você vai sair daqui sabendo quem são os influenciadores digitais e qual o ingrediente mágico deles.

Vou te mostrar tudo sobre a importância deles para seu negócio, desde quais são os tipos de influenciadores, até como fazer parcerias e escolher o influenciador ideal para divulgar sua marca.

E mais: se você também quer se tornar um influenciador digital, vai encontrar neste artigo 7 dicas matadoras para fazer isso.

Você vai encontrar informações de ouro nas próximas linhas.

O que são influenciadores digitais

Eles não atendem só por esse nome. Também são chamados de digital influencers, creators, criadores de conteúdo.

São pessoas que têm a capacidade de influenciar outras pessoas a tomarem decisões, seja estilo de vida ou consumo.

Eles precisam das redes sociais como Facebook, Instagram, Youtube, blogs, para publicar conteúdo relevante para seu público.

Podem trabalhar com nichos muito específicos, como cozinha profissional ou empreendedorismo, até assuntos mais gerais como viagens ou saúde.

Segundo pesquisa do Youpix, há mais de 230 mil influenciadores ativos.

Alguns exemplos são: Jovem Nerd, Felipe Castanhari do Canal Nostalgia, Jout Jout, Dani Noce, Mairo Vergara, Erico Rocha.

Muitos ficaram famosos fazendo vídeos, o que foi uma jogada esperta, já que em menos de dois anos os vídeos serão responsáveis por 80% do tráfego da internet.

A força internet é que o aumenta o poder de influência que essa galera tem.

E essa força está cada vez maior.

Porque como já disse, a cada 11 segundos um novo usuário entra em alguma rede social.

Isso é muito significativo.

Porque o status de poder e influência que os creators têm até pouco tempo era exclusivo da galera das mídias tradicionais, como televisão, rádios e jornais.

Mas hoje está na internet.

A relevância dos influencers está crescendo tanto nos últimos anos, que a pessoa mais relevante da internet de 2017 foi um nascido e criado na na web, o Whindersson Nunes.

E em algumas linhas você vai entender em detalhes porque tudo o que eu falei até agora é tão importante para seu negócio.

O ingrediente mágico

Por enquanto, quero que me responda uma pergunta.

Pensa em alguém da TV, por exemplo, que você ache bacana, gosta de acompanhar alguns trabalhos.

Talvez tenha até comprado alguma coisa porque esse cara apareceu numa propaganda.

Agora pensa em alguém da internet. Alguém que você segue nas redes sociais, vê os vídeos, acompanha os trabalhos.

Talvez também tenha comprado alguma coisa que viu essa pessoa falando sobre em um vídeo.

Os dois caras têm poder e influência, mas existe uma diferença muito importante para o seu negócio.

Você se sente mais próximo ou confia mais em qual dos dois?

Eu diria que é o cara da internet.  Porque o da TV está muito longe de você. Ele parece inalcançável.

Entrar em contato com esse cara é muito difícil e exclusivo para poucos. Mas é bem diferente com o da internet. Porque a internet aproximou as coisas.

Você pode acompanhar a vida, os trabalhos, os conselhos de qualquer influencer como se ele fosse seu amigo pessoal.

Se você se sente assim, é muito provável que o seu cliente se sinta da mesma forma.

Esse é o ingrediente mágico dos influencers: estar próximo do público como nunca antes.

Basta um clique para acompanhar cada segundo da vida deles: é só seguir as redes sociais ou se inscrever no canal.

Por isso você precisa entender o que eu vou explicar agora.

Por que os influenciadores digitais são importantes para seu negócio?

Por que os influenciadores digitais são importantes para seu negócio?

A internet acelerou tudo. Você tem que lidar cada vez mais com uma tonelada de informações.

Você tem que filtrar o que querem ver e consumir. Você passa a ir atrás só do que é interessante e relevante para você.

Com seu público não é diferente.

Então sua marca precisa nadar conforme a corrente. Você precisa se unir aos influenciadores.

Porque vou ser sincero. Anúncios são muito importantes para qualquer negócio, mas você não pode depender apenas deles.

Porque anúncios podem ser ignorados e bloqueados, mas seu público vai querer ouvir o que aquela pessoa que ele confia está falando.

Por isso, fazer parcerias com influenciadores digitais te aproxima mais do seu público, faz com que vocês falem a mesma língua.

Essa parceria tem tudo a ver com a autoridade, confiança, credibilidade que você quer passar com sua marca.

Então, influenciadores digitais são importante por um motivo muito simples: eles são a melhor ponte entre sua marca e seus clientes.

Eles são mediadores poderosos na hora do seu cliente decidir comprar seu produto ou serviço.

E fazer parcerias com os eles é uma das estratégias mais poderosas e eficientes de marketing digital que eu conheço.

E eu vou te provar com alguns dados.

Nesse momento, enquanto você lê meu artigo, cerca de 80% do tráfego online está ligado a algum tipo de influenciador;

Os brasileiros passam mais tempo na internet do que em outra mídia, então esse é o melhor canal para ficar às vistas dos seus clientes;

92% dos consumidores acreditam mais na recomendação de produtos ou serviços quando elas são feitas por pessoas e não por marcas.

Ou seja, não restam dúvidas de que o seu público está na internet.

E menos dúvidas ainda que o que um influencer fala sobre uma marca é determinante para a pessoa comprar ou não.

Porque as pessoas enxergam os influenciadores digitais com amigos dando conselhos sobre algo.

É fato: se seu amigo fala que um produto ou serviço é bom, você tem mais chances de comprar.

Por isso, ter os influencers ao seu lado é essencial para o sucesso do seu negócio.

  • Eles têm um público fiel e engajado, existe uma forte conexão. Ou seja, os influencers têm confiança e credibilidade, as pessoas acreditam no que eles falam;

  • Eles despertam o gatilho mental da prova, ou seja, alguém dizendo com todas as letras que a sua marca é boa;

  • Os influenciadores falam diretamente com o público como se fosse um amigo dando conselhos;

Em resumo: influenciadores podem elevar o seu ROI e dar visibilidade para sua marca.

É como eu já falei outras vezes aqui no blog: se você tem um negócio, mas seu cliente não te vê na internet, você é invisível para ele.

Como divulgar minha marca com influenciadores digitais?

Como divulgar minha marca com influenciadores digitais?

Antes de responder essa pergunta, você precisa entender de onde vem o pão de cada dia dos influenciadores digitais.

Os influencers conseguem dinheiro para pagar os boletos no final do mês basicamente com:

  • Posts patrocinados;

  • Participação em eventos;

  • Palestras;

  • Youtube;

  • Venda de produtos físicos;

  • Parcerias com outros influencers;

  • Anúncios.

Não tem um teto salarial, um valor fixo para cada trabalho. Depende da relevância que cada creator tem para o mercado.

Aliás, relevância é o ponto fundamental para qualquer influenciador digital (você vai entender melhor sobre isso daqui a pouco).

O influenciador do Youtube mais bem pago de 2017 faturou 16.5 milhões de dólares.

É fato que a plataforma mais lucrativa é o Youtube, seguida do Facebook.

Só para você ter uma ideia. Entre 50 mil e 150 mil reais é o que um grande influenciador ganha no Brasil por cada campanha no Youtube.

Influenciadores menores podem levar de 1 mil a 5 mil reais.

Dito isso, como então você faz para divulgar sua marca com influenciadores digitais?

Com o marketing de influência.

É uma estratégia que aproveita a confiança e o engajamento que o influencer tem com seu público.

Quando sua marca usa a influência de outra pessoa para divulgar o produto ou serviço para o público certo.

É uma estratégia de marketing mais direta, que fala direto com o consumidor.

Também é uma forma de humanizar a sua marca, porque é uma pessoa que está falando sobre seu produto ou serviço, não uma empresa.

Então, as parcerias com os influencers podem ser através de contratos, onde você paga para ele falar sobre seu produto ou serviço nas redes sociais.

Dica: esse tipo de parceria paga tem que ser sempre indicada, porque se o público descobre depois pode manchar muito a imagem da sua empresa.

Outra estratégia é enviar seu produto ou serviço para ser divulgado nos famosos vídeos de “Recebidos do Mês”, onde os influenciadores abrem na frente das câmeras tudo o que receberam naquele mês.

Essa estratégia é mais barata, porque você basicamente só gasta com o envio. Por outro lado, o influenciador só mostra na frente das câmeras, sem expressar nenhuma opinião.

Bom, o marketing de influência já deixa bem óbvio no nome que o importante é a influência da pessoa que está divulgando seu produto ou serviço.

O que você precisa ter muito claro é que a influência não é medida apenas com números de seguidores ou curtidas, até porque esses podem ser comprados.

Influência, como você vai ver agora, tem a ver com três fatores:

  1. Tamanho da audiência

  2. Engajamento com essa audiência

  3. Relevância para o mercado

É a junção e a interação desses três fatores que determinam o tanto de influência que alguém tem na internet.

Por isso, existe mais de um tipo de influenciador digital.

Os tipos de digital influencer

Os tipos de digital influencer

Se você chegou até aqui, sabe da importância dos influenciadores para o seu negócio.

Mas, antes de sair fazendo parcerias, você precisa ter isso bem claro: influenciadores digitais não são farinha do mesmo saco.

Isso interfere diretamente na hora de você escolher com quem fazer parceria.

Existem diferentes tipos de influenciadores. Sete para ser mais exato, segundo a Bia Granja, co-fundadora do YouPix.

E eles podem ter surgido de duas formas.

  • Os influenciadores nascidos e criados na internet, chamados de nativos. Conquistaram e fidelizaram o público nas redes sociais, como Youtube, Instagram, Snapchat.

  • Os influenciadores que era conhecidos em outras mídias e vieram para a internet, as celebridades. Podem ser jornalistas, atores, cantores.

1. Top Celeb

São influenciadores de temas mais gerais, não trabalham com nichos muito específicos. São ótimos se o que você quer é despertar a consciência do público sobre sua marca.

Mas não necessariamente convertem muitas vendas, já que os temas e o público são mais gerais. Não têm muita segmentação.

2. Fit Celeb:

Essa é a galera que tem absolutamente tudo a ver com sua marca. É tipo sua alma gêmea. O que significa que o público dessa pessoa também é o seu público.

Ou seja, você tem muito mais chance de converter e também desperta a consciência do consumidor sobre sua marca. Mas já fique sabendo: o cachê dessa galera é alto.

Então, pese bem se é o momento para investir nas Fit Celebs.

3. Autoridade

Esse tipo de influenciador é bastante de nicho. Ele é especialista naquilo que fala e tem muita credibilidade.

O tamanho do público não é tão expressivo quanto dos outros dois tipos, mas isso não significa que ele não seja valioso para seu negócio.

Porque é. Já que ele também converte, além de ajudar na percepção do público sobre sua marca.

Imagine que sua empresa oferece um curso sobre como se prevenir das 3 doenças que mais matam no mundo.

O dr. Drauzio Varella, que é um influenciador autoridade, divulga seu curso. O impacto que isso tem é muito grande.

Porque a autoridade tem muita credibilidade e respeito.

Outro exemplo: Erico Rocha é autoridade no nicho de Marketing Digital.

4. Ecossistema

Nesse caso, a parceria não é com um, mas com vários influenciadores do mesmo tema.

Por exemplo, se você tem um restaurante ou vende um curso de confeitaria, pode fazer parceria com vários influencers do nicho da culinária.

A grande diferença entre essa galera e a autoridade é que o ecossistema tem um poder muito maior de repercussão.

Já que são várias pessoas experts naquele assunto apoiando sua marca.

O ecossistema dá o status de onipresença para sua marca.

5. Trendsetter

Esses são aqueles que defendem uma causa e têm muito respeito por isso. Eles estão sempre ligados no que está rolando no mundo.

São os influenciadores ideais para trabalhar o posicionamento da sua marca.

Os valores dessa galera são muito nítidos. Eles não vão aceitar trabalhar com marcas que vão contra os princípios que eles divulgam.  

A credibilidade deles é alta.

6. Jornalista

Esse é o cara que já era conhecido nas outras mídias, seguiu o fluxo e agora está na internet, como Evaristo Costa ou o  

Por já ser famoso, consegue atingir muita gente de uma vez. O que é ótimo para despertar a consciência do público sobre sua marca.

Mas, assim como os Top Celeb, trabalham com temas muito gerais. Então esse não é o cara para você caso o seu foco seja em conversão.

7. Público interno

São pessoas de dentro da empresa que trabalham como micro-influenciadores para deixar uma imagem positiva da marca.

Também têm o papel de humanizar a marca, dar uma cara para empresa. O alcance é pequeno, mas a relevância é grande.

Esse tipo de influenciador não chega até milhões de pessoas, mas tem um diferencial ao seu lado: a visão de dentro da empresa.

Então como você decide com qual quer trabalhar?

Influenciadores digitais Então como você decide com qual quer trabalhar?

Dar o tiro certeiro na hora de escolher o influenciador ideal para fazer parceria vai ajudar seus clientes em potencial a passarem mais rápido pelo funil de vendas.

Porque o influenciador certo te faz chegar mais rápido ao coração e ao bolso do seu cliente.

Você pode estar pensando que, quanto mais seguidores o influenciador tem, mais pessoas vão converter em clientes.

É uma questão matemática.

Mas, como você viu no tópico anterior, a verdade não é bem essa.

Porque o números de seguidores não é a coisa mais importante. E sim a interação desses números com o engajamento do público e a relevância para o mercado.

Por isso que, quando for escolher com quem fazer parceria, precisa ter isso em mente.

Muitas vezes, influenciadores menores em número são muito mais valiosos para a sua marca porque eles têm maior engajamento.

Uma pesquisa do YouPix percebeu que a tendência é que quanto maior o número de seguidores, menor o engajamento. Influenciadores menores geram 60% mais engajamento.

Ou seja, a relevância de um influenciador não está nos números.

E como você viu em tipos de influenciadores digitais, cada um tem um resultado junto à marca.

Então, escolher o ideal vai depender do seu objetivo e da sua marca.

  • Você quer despertar a consciência do público sobre sua marca?

  • Você quer logo converter em muitas vendas?

  • Seu produto ou serviço é para um nicho muito específico, como um curso de roteiro, ou é mais geral, como pasta de dente?

Você precisa ter tudo isso bem definido antes de encontrar o influencer perfeito.

E não esquece do seguinte: sua proposta, seus ideais, seu produto ou serviço precisam bater com a personalidade do influencer.

Não adianta tentar fazer uma parceria com um vegano se você vende um curso para fazer o melhor churrasco do mundo.

Onde e como encontrar o creator ideal para fazer parceria?

Influenciadores digitais Onde e como encontrar o creator ideal para fazer parceria?

Não tem uma resposta única para essa pergunta.

Porque alguns parecem estar em todo lugar que você olha. Você não precisa procurar muito para achar os mais famosos, como Whindersson Nunes e Kéfera.

Mas, se a sua marca for muito direcionada  a um nicho, você vai ter que cavar mais fundo para encontrar o creator perfeito.

Por exemplo, se você busca um influencer que fale sobre cinema, talvez a Carol Moreira ou o canal Acabou de Acabar sejam opções.

O lance é que você precisa procurar.

Para facilitar essa tarefa, você pode procurar em plataformas focadas nisso.

Como você pode se tornar um influenciador digital

Como você pode se tornar um influenciador digital

Até agora eu te mostrei como você pode usar da influência dos creators para divulgar sua marca, seu produto ou serviço.

Mas eu não disse que você não pode ser um também.

Porque pode. Aliás, essa é uma profissão que tem tudo a ver com empreendedorismo digital.

Muitos influenciadores digitais são empreendedores, ou se tornam empreendedores.

Influenciadoras de beleza, como Renata Meins e Alice Salazar abriram o próprio negócio depois de bombarem na internet.

Elas vendem desde cursos de auto maquiagem até produtos físicos.

Erico Rocha ou o Mairo Vergara são empreendedores e influenciadores.

O Erico é do marketing digital, como talvez você já saiba. O Mairo vende um curso de inglês de primeira.

Então, se você também quer se tornar um digital influencer, eu separei 7 dicas matadoras.

Mas, antes, deixa eu te contar as vantagens de ser um influenciador digital.

  • Você faz o seu tempo, trabalha de onde quiser;

  • Os contratos são generosos, principalmente depois que você se firma no mercado;

  • Você tem acesso a viagens;

  • Você se torna referência de autoridade e credibilidade;

  • As pessoas confiam em você;

  • Você vai ter mais força para divulgar a própria marca;

  • Outras marcas podem te procurar para fazer parcerias.

7 dicas para se tornar um influenciador digital de primeira

7 dicas para se tornar um influenciador digital de primeira

Promessa é dívida.

Agora que você sabe como se tornar um influencer pode ser vantajoso para o seu negócio, deixa eu te contar aquelas dicas que prometi.

Dizem que 7 é o número da sorte, então estou seguro de que depois dessas dicas você vai estar preparado para se tornar um digital influencer de cair o queixo.

1. Defina sua persona e nicho de atuação

Assim como em qualquer outro negócio, você precisa saber com quem está falando.

E quando define a persona e o nicho, você sabe melhor como se comunicar e como atrair seu público.

Quanto menos específico for seu nicho, provavelmente mais seguidores. Quanto mais específico, menos seguidores.

Mas lembra que não é uma questão de número!

Um influenciador de filmes de super heróis pode ter tanta relevância para o mercado quanto um de filmes do leste europeu.

2. Conteúdo

O conteúdo que você entrega é peça chave para ser um influenciador de primeira.

Você deve ter consistente, ou seja, entregar sempre. Não adianta postar dois vídeos hoje e passar 3 meses sem postar nada.

É melhor um por semana e ir aumentando aos poucos porque seu público já sabe que, faça chuva ou faça sol, você vai postar o conteúdo.

Mas não adianta só ter consistência. Você precisa tomar muito cuidado com a qualidade.

Por exemplo, fazer vídeos ‘zuando’, fazendo pegadinhas ou coisas do tipo não vão te dar credibilidade e respeito do público.

Não esqueça que o público deixou de fazer qualquer outra coisa para ver seu conteúdo. Então, não deixe ninguém com a sensação de ter perdido tempo.

Aquela pessoa chegou até ali porque ela realmente quer consumir seu conteúdo.

Feito é melhor do que perfeito. Você vai ajustando aos poucos, vai pegando o ritmo. É natural que, com o tempo, seu conteúdo vai se tornar muito melhor do que no início.

3. Não compre seguidores nem faça troca de likes

Não canso de falar que números de curtidas e seguidores não é tão importante quanto o relacionamento que você cria com quem te acompanha.

Assim como na hora de criar sua lista de e-mails, aqui você também precisa ser íntegro.

Quem se inscreveu no seu canal, te seguiu nas redes ou curtiu seu conteúdo fez isso porque quis, porque viu valor naquilo.

Comprar seguidores e fazer troca de likes só para aumentar os números não é o caminho.

Porque, quando seu público descobrir, você vai ver sua máscara cair e sua a credibilidade indo para o chão.

4. Quem não dá assistência abre para a concorrência

Imagine que você tem 100 mil inscritos no seu canal, mas se não der assistência para seu público, não se espante se num piscar de olhos esse número despencar.

Como já disse neste artigo, uma das maiores características dos influenciadores digitais é a relação bem próxima com o público.

Se você quer que seu público seja engajado, precisa corresponder.

Responda aos comentários, tire as dúvidas, faça pesquisas de satisfação. Você também precisa se manter atualizado sobre o mercado, as tendências, o que está rolando.

5. Faça collabs

Você pode se juntar a um ou mais influenciadores digitais para vocês divulgarem seus trabalhos ao mesmo tempo.

É meio que uma propaganda por permuta. Você faz por ele e ele faz por você.

Vocês podem fazer vídeos, postagens no Instagram, responder TAGs (vou explicar o que são no próximo tópico).

Dica: escolha influenciadores que estejam no mesmo nicho que você.

6. Responda TAGs

É tipo um jogo, normalmente com perguntas e respostas, por exemplo: “50 fatos sobre mim”, “Minha Séries Favoritas”, “Tour Pelo Meu Quarto”.

TAGs são ótimas para viralizar seu conteúdo e também mostram que você está atualizado sobre o que está rolando.

O bom é que você pode adaptar as TAGs ao seu nicho, sua linguagem, sua proposta.

7. Faça CTAs

As CTAs ou chamadas para ação são uma forma de gerar engajamento e converter.

Se você já leu outros artigos aqui do blog, está careca de saber que as CTAs são tipo o feijão com arroz de qualquer negócio online.

Aqui não é diferente. Você pode pedir para a pessoa curtir, se inscrever, ativar as notificações, comentar.

Alguns influenciadores estão bolando estratégias mais fortes, como oferecer prêmios semanais ou mensais para os seguidores que mais se engajarem (mais curtirem, comentarem ou compartilharem o conteúdo).

Conclusão

Influenciadores digitais Conclusão

Hoje eu falei com você sobre a melhor ponte entre você e seus clientes e uma das melhores estratégias de marketing digital que eu conheço: os influenciadores digitais.

Você viu qual é o ingrediente mágico dos influencers, qual a importância deles para o seu negócio e como escolher o influenciador perfeito para a sua marca.

Eu também te mostrei que influenciador digital não é tudo farinha do mesmo saco, que existem 7 tipos diferentes e que cada um te dá um resultado diferente na parceria.

Eu te mostrei algumas plataformas que vão te ajudar na tarefa de encontrar o creator perfeito para divulgar seu produto ou serviço.

E você ainda viu como se tornar um influenciador digital de primeira, com 7 dicas matadoras (aliás, o número 7 reinou neste artigo, hein?!).

Agora, me conta aí nos comentários se você gostou do conteúdo de hoje e quem é seu influenciador digital favorito.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.