Guia da Produtividade – como ser produtivo como um milionário

Guia da Produtividade - Como Ser Produtivo Como Um Milionário

Sabe qual é a grande diferença entre a sua produtividade e a dos milionários?

Não é dinheiro. Não é influência. Não é tamanho da empresa. Não é número de funcionários. Não é país ou cidade.

É como cada um administra o próprio tempo.

Tempo é o recurso mais escasso e mais valioso do mundo. Uma vez que passa, ele não volta.

A verdade é que todo mundo tem as mesmas 24 horas para preencher todos os dias, inclusive você e os milionários.

Uma coisa eu te digo: a forma como eles administram o tempo deles é a solução que você estava procurando, caso queira aumentar sua produtividade e da sua empresa.

Usar o tempo da maneira certa é a melhor estratégia para ser mais produtivo.

Talvez você já tenha passado por isso: dedicou dias e virou noites para concluir um projeto e, no final das contas, continuou insatisfeito com o resultado.

Isso é porque você não estava sendo produtivo – estava apenas perdendo tempo, dinheiro e qualidade de vida.

Após ler este artigo, você não vai mais sentir que as horas estão simplesmente passando e que está perdendo um tempo precioso.

Em apenas três passos simples e fáceis de aplicar, você vai estar, de uma vez por todas, preparado para alcançar níveis de produtividade como nunca antes

Você e sua equipe vão se surpreender com o quanto que o que eu vou falar nas próximas linhas é poderoso para levar a produtividade da sua empresa nas alturas.

  • Conheça o que de fato é produtividade

  • Veja 25 dicas de ouro para elevar agora mesmo a produtividade da sua empresa

  • Aprenda a preparar seu corpo e sua mente para ser uma pessoa mais produtiva

Acredite: após o conteúdo que estou apresentando hoje, você não terá mais problemas para alcançar a produtividade dos sonhos. Só depende de você!

Boa leitura.

Produtividade: o que é de fato?  

Produtividade: o que é de fato?  

Quem tem um negócio, seja no marketing ou em qualquer outra área, já deve saber que ter altos níveis de produtividade no trabalho é essencial para ter sucesso.

Se você chegou aqui, provavelmente é porque sente que precisa ser mais produtivo ou precisa garantir que quem trabalha para você aumente a produtividade.

Para que isso aconteça, você precisa entender o verdadeiro sentido de produtividade. O primeiro passo é diferenciar produtividade de produção.

Produção é volume do que se produz. Para um fabricante de tapetes, por exemplo, é produzir o maior números de peças no menor espaço de tempo.

Produção é pegar ovos, farinha, manteiga e fermento e fazer um bolo. É juntar os ingredientes para transformá-los no produto final, pensando apenas no que fazer e não em como fazer.

Enquanto produção tem a ver com quantidade, produtividade está mais ligada a qualidade do que é produzido.

Produzir é sobre o que fazer, ser produtivo é sobre como fazer.

Produtividade tem a ver com melhorias e crescimento para a empresa. Uma pessoa que produz muito não é necessariamente uma pessoa produtiva.

Produtividade tem a ver com priorizar tarefas. É sobre ter eficiência: realizar uma meta com o mínimo de esforço, tempo e dinheiro. Exige comprometimento, estudo, planejamento.

“Hugo, agora que você explicou… minha empresa se preocupa muito com a qualidade do produto ou serviço. Então acho que está tudo certo, não preciso ler este artigo até o final”.

Calma! Por mais que sua empresa esteja mais preocupada com a qualidade do que a quantidade, pode ser que não seja tão produtiva quanto você pensa.

Eu explico: uma pesquisa realizada pelo dr. Donald Wetmore, do Instituto de Produtividade, constatou que apenas 20% de um dia normal de trabalho é gasto com atividades relevantes e cruciais.

Ou seja, as pessoas passam 80% do tempo fazendo atividades de pouco ou nenhum valor. Isso pode estar acontecendo com você e sua equipe sem que vocês percebam.

Digo mais: um brasileiro é tão produtivo quanto quatro americanos.

Ou seja, se você não seguir as dicas que separei neste artigo, pode estar gastando tempo e dinheiro sem necessidade.

Então, continue a leitura e não tenha mais essa dor de cabeça.

25 dicas para aumentar a produtividade na empresa

25 dicas para aumentar a produtividade na empresa

Separei 25 dicas de ouro para quem quer levar a produtividade nas alturas.

Uma coisa eu te digo: você provavelmente está fazendo muita coisa do jeito errado.

Por isso, se quer ser mais produtivo e parar de jogar seu tempo no lixo, se prepare para transformações.

“Se você continuar fazendo o que sempre fez, vai continuar com os resultados que sempre teve. Para mudar seus resultados, precisa mudar suas ações”

Dr. Donald Wetmore

1 – Você não precisa ser um workaholic

Costumes como chegar mais cedo e trabalhar além do horário na verdade fazem mal para a saúde física e mental e, por tabela, afetam a produtividade.

Colocar o trabalho acima de qualquer outra coisa, acordar e dormir pensando nas demandas não concluídas pode causar insônia, mau humor e até depressão.

Isso significa que você está viciado em trabalho e faz com que os outros campos da sua vida sejam prejudicados.

Uma coisa eu te digo: você não precisa sacrificar a sua vida para ser mais produtivo no trabalho. Isso é especialmente verdade para quem tem negócios digitais.

Quando eu e meu irmão Érico Rocha começamos a vender a Fórmula de Lançamento, a proposta era que você podia trabalhar de qualquer lugar do mundo e passar mais tempo com sua família.  

Então, só pensar em trabalho não significa sucesso!

2 – Estar atolado de demandas não é ter mais produtividade

Imagine o seguinte: é segunda-feira, início do expediente.

Você abre a agenda de afazeres e tem tantas coisas ali que não faz ideia de por onde começar.

De algum modo, isso te dá orgulho porque você associa a lista enorme de tarefas com alta produtividade.

Mas deixa eu te contar uma coisa. Quando você tem coisa demais para fazer, não está sendo produtivo: está apenas ocupado.  

Viver ocupado pode significar, inclusive, que você não está sabendo organizar seu tempo da forma mais eficiente.

As chances são que você vai acabar não fazendo nada direito. Minha dica é: não tente abraçar o mundo.

3 – Não viva para apagar incêndios

Sim, às vezes coisas inesperadas acontecem.

O e-mail apita com uma demanda urgente, ou o telefone toca com uma situação que não dá para esperar.

Mas, se o seu dia se basear em atender demandas que surgiram de última hora, o que você já tinha programado para fazer fica de lado.

Apagar incêndios não pode estar na sua lista de afazeres diários, ou seja, você já tem suas atribuições do dia-a-dia e precisa se manter atento a elas.

Senão, no final do dia ou da semana, você vai olhar para trás e ver que não produziu nada, apenas resolveu emergências.

4 – Fazer pausas é fundamental

Produtividade  Fazer pausas é fundamental

Eu nunca li O Iluminado de Stephen King, mas vi o filme baseado na obra, dirigido por Stanley Kubrick (filmaço, inclusive).

Uma das frases mais marcantes do longa é "All work and no play makes Jack a dull boy". Essa frase é tão famosa que já vi até tatuagem dela.

Ela significa que, sem tempo de folga, você se torna uma pessoa ao mesmo tempo entediada e entediante. Ou, no caso do filme, mentalmente desequilibrado.

A verdade é não somos máquinas de produtividade. Não conseguimos passar um expediente inteiro com o mesmo nível de concentração.

Por isso, quando sentir que seu corpo e sua mente precisam de uns minutos de ócio, respeite.

Por exemplo, se você está lendo um texto e precisa voltar na frase anterior a cada ponto final, é melhor dar um tempo,

Levante para tomar um café, dê uma volta pelo espaço para ajudar o sangue a circular, complete sua garrafinha de água.

Mesmo que por 5 ou 10 minutos, pare um pouco deixe seu organismo descansar.

O mais importante: não se sinta culpado por fazer pausas durante o expediente.

5 – Organize seu espaço

Você talvez já tenha entrado em um quarto, uma sala ou cozinha e ficou muito incomodado, mas não soube dizer o porquê.

Provavelmente o ambiente estivesse bagunçado.

Pode parecer besteira, mas o ambiente influencia diretamente na sua produtividade. O cérebro se estressa com desorganização e tem dificuldades para se concentrar.

Manter o ambiente de limpo, organizado, positivo e preparado para o trabalho faz com que você se estresse menos e evita distrações.

Atenção para quem faz home office: um desafio para quem faz trabalho remoto é manter o foco estando rodeado de tantas “tentações” como a tv ou a cama.

Então, uma alternativa é sair do ambiente doméstico. Você pode tentar um café ou um espaço de coworking, por exemplo.

6 – Nem todo mundo funciona de 8h às 17h

Eu adoro acordar cedo e produzo muito bem pela manhã. Mas logo depois do almoço… é complicado manter o foco em atividades que exijam muito da minha concentração.

Lá para o meio da tarde tudo volta ao normal, mas sei que vou penar se tiver que virar a noite trabalhando ou estudando.

Por outro lado, conheço muita gente que têm picos de produtividade na madrugada ou gente que fica na segunda marcha nas primeiras horas da manhã.

A verdade é: cada organismo é de um jeito.

Para você descobrir qual é seu momento mais produtivo do dia, a melhor forma que conheço é testando!

Se possível, adapte seu horário de trabalho para aproveitar ao máximo seus picos de produtividade.

7 – Não comece o seu dia com pressa

Imagine que você acabou de conhecer uma pessoa interessante.

Você mal se apresenta e já parte para cima. As chances são que ir com tanta sede ao pote vai te deixar sem água no final das contas.

Isso vale para muita coisa na vida: fazer tudo às pressas, afoito, vai te fazer quebrar a cara uma hora ou outra.

O quebrar a cara pode significar ter uma queda na produtividade.

Por isso, acorde mais cedo, não saia correndo para o trabalho.

Se começar o dia no ritmo frenético, seu cérebro não vai entender o que está acontecendo.

Acorde com tempo para um café da manhã, para ver um vídeo no youtube ou um episódio curto da sua série favorita, ou até mesmo para olhar para o nada por alguns minutos.

Eu, por exemplo, gosto de fazer Crossfit logo cedo, porque sinto que me ajuda muito (vou falar mais sobre atividade física no final deste artigo).

Faça o teste e depois me conte nos comentários: acorde 30 minutos mais cedo, tome um bom café, faça as coisas com calma.

Você vai perceber como vai aproveitar melhor o dia, como vai se preparar melhor e aumentar sua produtividade.

8 – Identifique quanto tempo você passa em cada tarefa

Produtividade  Identifique quanto tempo você passa em cada tarefa

Faça o teste: quanto tempo você acha que demora no banho? Se cronometrar, pode se surpreender com o resultado.

O mesmo vale para as demandas no trabalho.

Uma coisa eu te digo: deixamos demandas importantes para depois porque “só leva uma horinha para fazer isso” – mas essa horinha facilmente se transforma em 2h, 3h.

Seja continuar aquele projeto, se encontrar com um cliente, gravar um vídeo, atualizar as redes sociais da empresa…

“Hugo, mas não posso simplesmente cronometrar tudo o que faço!”

Eu sei, por isso que existem ferramentas que fazem isso por você, como o Rescue Time.

Essa ferramenta te ajuda a identificar quanto tempo você passa em cada atividade. Assim, você tem uma dimensão maior de como gastou seu tempo e pode gerenciar de forma mais eficiente.

9 – Divida seu tempo em ciclos

Essa dica tem tudo a ver com o que eu acabei de falar e vai te ajudar a administrar seu tempo de uma forma tão eficaz que pode te surpreender.

Eu vou te falar duas técnicas sensacionais para aproveitar cada segundo do seu tempo.

A primeira delas é Técnica Pomodoro, que é basicamente quebrar suas demandas em ciclos e se manter focado enquanto estiver em um deles.

Você completa um ciclo quando fica completamente focado por 25 minutos seguidos e faz uma pausa de 5-10 minutos.

Após quatro ciclos, você pode aumentar o tempo de pausa para 15 ou 30 minutos.

A segunda estratégia é trabalhar 90 minutos seguidos.

Um estudo feito pela Universidade da Flórida observou profissionais de elite, como atletas, músicos, atores e constatou que eles fazem três ciclos de 90 minutos diariamente por isso têm um desempenho tão alto.

Ou seja, raramente trabalham mais de 4.5 horas por dia.

A verdade é que durante o dia, passamos de um estado de alerta para fadiga a cada 90 minutos, por isso essa técnica é tão eficaz. Ela aproveita ao máximo esses picos.

Não é quanto tempo você passa trabalhando, mas a qualidade desse tempo.

Tanto para a Técnica Pomodoro quanto para os 90 minutos, você pode usar o TomatoTimer. Nessa ferramenta, dá para ajustar o tempo produtivo e o tempo de pausa.

O legal é que ele apita quando o tempo acaba, então você não perde um segundo.

10 – Foque na solução, não no problema

O cenário é o seguinte: são 22h de um domingo. Você está dirigindo em uma rua não muito movimentada. O pneu fura.

Conseguir sinal de celular não vai ser a coisa mais fácil do mundo. Trocar pneus não é exatamente sua maior habilidade.

Você tem um problema. Já aconteceu. O problema já está lá.  

Pensar nele não vai te fazer sair do lugar. Focar no problema pode causar bloqueio criativo e te impedir de ver soluções.

Como você encara uma situação (se pelo problema ou pela solução), tudo a ver com mindset de crescimento.

Mindset é a forma de pensar de uma pessoa, como ela enxerga e reage ao mundo. É sua mentalidade.

Segundo Carol Dweck, autora de Mindset – a nova psicologia do sucesso, há basicamente há dois tipos de mindset – o fixo e o de crescimento.

O fixo consiste na crença de que a inteligência é estática e limitada por talentos de berço, ou seja, a capacidade de alguém de realizar qualquer coisa vem desde o nascimento.

Pessoas com dificuldade em Matemática e mindset fixo, por exemplo, tendem a achar não há nada a ser feito – o potencial vai até ali e pronto.

Essas pessoas ficam paradas no tempo e não avançam porque sua mentalidade não permite – elas temem o fracasso.

Já aqueles com mindset de crescimento encaram desafios como oportunidade de crescimento.

O mindset tem influência direta nos resultados das nossas ações (inclusive, é possível fazer testes online de mindset).

Então, focar na solução dos problemas é coisa de quem tem mindset de crescimento e pretende evoluir com as dificuldades.

11 – Um objetivo é feito por metas

Eu sou casado há alguns anos e sei que o planejamento de um casamento nada mais é que seguir passos, metas, subir um degrau de cada vez.

Se eu e minha esposa tivéssemos escrito “planejar casamento” na lista de afazeres, não teríamos saído do lugar.

Porque “planejar casamento” é um objetivo master, composto por várias metas, como escolher padrinhos, lista de convidados, local, comida, música, vestido, enfim.

Então, quando definir as demandas que vai cumprir no dia, procure detalhar essas demandas para que você visualize com mais clareza o que precisa ser feito.

Isso é uma lista ruim:

  • fazer campanha

  • terminar apresentação

  • organizar gavetas

Isso é uma lista boa:

  • definir público-alvo da campanha

  • definir dores do público-alvo

  • definir investimento da campanha

  • colocar imagens nos slides da apresentação

  • revisar slides da apresentação

  • jogar papéis velhos fora

Uma lista de afazeres mais detalhada vai ter ajudar, inclusive, a organizar melhor seu tempo e perceber se essa é uma lista possível ou não para aquele dia ou semana.

Atenção: as metas que você definiu precisam ser possíveis! Você nunca vai concluir uma lista com metas impossíveis, como fazer 10 mega projetos em uma semana.

12 – Preste atenção nos sons

Produtividade Preste atenção nos sons

Não sei se você já viu Baby Driver (2017), dirigido por Edgar Wright (recomendo assistir, inclusive. Filmaço!).

O personagem principal, Baby, é motorista de fuga para os criminosos. Uma característica marcante é que ele vive de fones de ouvidos.

As músicas que Baby escuta funcionam como combustível para ele dirigir.

O mesmo acontece com seu cérebro quando você aproveita os sons para trabalhar. Tem gente que prefere lugares barulhentos, outros gostam mais de um som mais ambiente.

O que eu te digo é: evite o silêncio. Isso porque melodias ativam a sensação de prazer e isso ativa a produtividade.

88% de quem escuta música enquanto trabalha apresenta resultados melhores e mais precisos do que os demais.

Outra forma de manter seu cérebro ativo usando os sons é com white noises.

White noise (ou ruído branco) é um som que se mantém na mesma frequência, tipo barulho de chuva, som de espaço, rádio ou tv fora do ar, ventilador, avião…

Pode ser usado para estudo, concentração, trabalho e até mesmo sono (para dormir, o de chuva é ótimo).

Deixo como sugestão dois tipos de white noise que já vi pessoas da minha equipe escutando: de espaço e o som ambiente de uma cafeteria.

13 – Tenha rituais para preparar a sua mente

Rituais são uma forma de você mostrar para seu cérebro que uma atividade vai começar.

Por exemplo, calçar os tênis esportivos antes de uma atividade física, ou tomar um chá antes de se deitar.

Isso também vale para a vida profissional: pequenos hábitos como pegar um copo de água, uma xícara de café ou colocar uma música específica para tocar antes de começar o dia de trabalho.

Como já disse neste artigo, o meu ritual é fazer Crossfit bem cedo, antes de trabalhar. É assim que me preparo para o dia que vem pela frente.

Caso você ache muito difícil criar um hábito como esses que citei, tenha calma: no início é desafiador mesmo.

Nosso cérebro precisa de 30 dias seguidos de atividade para construir um hábito. Então, dê um passo de cada vez e descubra o hábito que funciona melhor para você.

14 – Organize seu dia

Você pode ter uma memória incrível e lembrar até da cor e o modelo da camiseta que estava usando no primeiro dia do primeiro emprego.

Mas confiar apenas na sua memória para lembrar de todas as demandas do dia é pedir para dar errado.

Para te ajudar na organização, você pode usar:

  1. Agendas físicas ou post-its

Escrever com o punho o que você tem para fazer ativa seu cérebro e te ajuda a memorizar melhor.

  1. Agendas online, como o Google Agenda

O bom é que está na palma da mão e te envia alertas dos seus compromissos

  1. Planilhas

Minha equipe aqui do KP, por exemplo, tem uma planilha de controle das atividades semanais. Assim, todo mundo fica por dentro do que o resto da equipe está fazendo.

  1. Aplicativos e ferramentas

Como Google Drive, Trello, Evernote, Slack.

Meu conselho é: organize sua semana sexta-feira antes de encerrar o dia ou segunda-feira logo cedo.

Se você não quer chegar toda manhã sem saber o que fazer (e perder tempo), então mantenha sua agenda organizada. .

Isso ajuda seu cérebro a se preparar pelo que tem por vir.

Outra coisa é organizar todas as informações em um só lugar: por exemplo, se escolher o Slack como ferramenta de comunicação dentro da empresa, não fique enviando as coisas por e-mail.

Se você usar muitas ferramentas, seus arquivos, documentos, conversas vão ficar desorganizados.

Você vai perder tempo procurando onde as informações foram parar e, por tabela, diminuir a produtividade.

15 – Evite ao máximo distrações

Mesmo que você viva isolado do mundo, sem acesso à internet, sem pessoas em volta, as distrações dão um jeito de aparecer.

É praticamente impossível se livrar delas, mas é possível evitá-las:

  1. Celular

Mantenha seu celular em modo avião ou desligado e só cheque as notificações quando estiver na sua pausa, nunca durante o horário produtivo.

De preferência, coloque o aparelho com a tela virada para baixo e resista à tentação de “olhar as horas” a cada 10 minutos.

  1. Redes sociais

O Facebook e o Instagram são buracos negros da produtividade.

Você jura de pé junto que só vai dar uma olhadinha por 5 minutos e, quando percebe, duas horas inteiras foram embora.

Para quem precisa trabalhar com as redes sociais, uma dica de ouro é usar o  News Feed Eradicator, porque ele bloqueia seu feed de notícias e te poupa horas preciosas.

  1. E-mail

Checar e-mails não deve ser parte das suas demandas do dia, porque você pode se perder em meio a tantas mensagens.

Separe um momento do dia e só olhe seus e-mails quando tiver tempo para respondê-los – caso contrário, é retrabalho.

Você pode usar o Batchedinbox para configurar as notificações de e-mails para horários específicos, tipo 14h ou 20h.

  1. Colegas de trabalho

Separe momentos para socializar – na pausa para o café ou durante seu intervalo.

Evite conversar ou prestar atenção na conversa do lado durante o horário produtivo.

Se alguém tentar te interromper para bater papo, avise que em alguns minutos estará na pausa e poderá conversar.

  1. Abas no navegador

Não deixe muitas abas abertas porque você vai ficar tentado a pular de uma aba para a outra e perder muito tempo de produtividade.

Bônus: O Video Speed Controller acelera a velocidade dos vídeos que você assiste. O bom é que você pode ajustar do jeito que quiser.

A grande vantagem é que você força o seu cérebro a prestar o máximo de atenção possível no vídeo, para não perder nenhuma informação por conta da velocidade.

Isso te ajuda a manter o foco e diminuir distrações.

16 – Reuniões são ladras de tempo

Produtividade Reuniões são ladras de tempo

Pode parecer sem sentido, já que reuniões são tão comuns nas empresas, mas elas gastam um tempo precioso.

Não me entenda mal: reuniões são importantes, sim. Mas não sempre.

Só faça reuniões quando muito necessário e estipule quanto tempo elas vão durar. Acredite: a maioria não precisa passar de 30 minutos.

Se estiver acostumado a ficar 2h, 3h em uma reunião, vá diminuindo o tempo aos poucos até chegar em meia hora ou menos.

Só chame para a reunião quem precisa mesmo estar lá. Não gaste o tempo de outra pessoa sem necessidade.

Bônus: faça reuniões em pé. Assim, todo mundo tende a ser mais objetivo e só falar o que é de fato importante.

17 – Tarefas mais importantes em primeiro lugar

Entre atualizar planilhas cheias de números e fórmulas e responder um e-mail, o que parece mais atraente?

Eu diria o e-mail, porque é mais fácil.

Se você costuma fazer as tarefas mais fáceis e menos importantes primeiro, não está sozinho. Mas está cometendo um erro.

Se você juntar todas as tarefas mais simples que fez, vai perceber o tempo que perdeu.

Nas primeiras horas do dia, priorize as tarefas mais complicadas e importantes, quando sua cabeça tem mais energia.

Se for deixar pra fazer no final do dia, vai estar estressado e vai ter mais dificuldades para se concentrar.

18 – Encontre sua motivação

Qual é o seu objetivo? Por que você acorda todo dia para trabalhar? O que te dá combustível para continuar?

Descobrir o que te motiva, onde você quer chegar e se está no caminho certo são pontos importantes para manter sua produtividade nas alturas.

Quem não tem prazer e não tem brilho no olho, não vê motivo nenhum para ser uma pessoa produtiva porque não encontra propósito nem sentido no que faz.

19 – Multitarefa é uma grande ilusão

Se você quer diminuir sua produtividade em 40%, a multitarefa é o caminho.

Isso porque quando você faz várias coisas ao mesmo tempo, na verdade está mudando de uma tarefa para a outra e não completa nenhuma com o máximo de desempenho.

É como dirigir e usar o celular ao mesmo tempo. É impossível prestar atenção nos dois ao mesmo tempo.

Para quem é assinante da Netflix, tem no catálogo um documentário da National Geographic chamado Truques da Mente.

O documentário mostra como nós prestamos atenção no mundo ao redor.

A descoberta só reforça o que já falei aqui: seres humanos são incapazes de prestar atenção em mais de uma coisa ao mesmo tempo.  

Então, ser multitarefa é uma ilusão. Nada mais é do que constantemente interromper uma tarefa para fazer outra.

Portanto, se quiser altos níveis de produtividade, só comece uma tarefa quando a anterior estiver finalizada.

20 – Alcance o estado de flow

Produtividade Alcance o estado de flow

Tudo o que eu te falei até aqui é bem útil para quem quer elevar a produtividade.

Mas, talvez a coisa mais eficaz seja o estado de flow.

Esse é um conceito criado pelo psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi e significa estar completamente imerso em uma atividade.

É quando parece que nada mais existe naquele momento, você pode até esquecer de comer ou dormir de tão focado.

Talvez você já tenha passado por isso: estava tão concentrado em algo que até levou um susto quando alguém chegou perto.

Alcançar o estado de flow não é a tarefa mais fácil do mundo, mas todas as outras dicas que dei vão te ajudar a chegar lá.

21 – Não se perca com o excesso de informação

Embora você possa acreditar que não, nunca lemos tanto quanto hoje.

O celular apita a todo momento, as notícias saem quase em tempo real. Se você parar cada vez que algo acontecer na internet, não vai fazer mais nada.

Talvez você já tenha começado uma pesquisa para descobrir o que é marketing e acabou em um canal no Youtube que fala sobre turismo.

É muito fácil se perder em informações. Por isso, mantenha o foco naquilo que está pesquisando.

22 – O monstro da procrastinação

Volte aos tempos da escola por um minuto.

Você estudava todos os dias depois das aulas, ou deixava o conteúdo acumular até a véspera das provas?

Se você era como praticamente todo mundo que já conheci na vida (inclusive eu mesmo), escolhia a segunda opção.

O escritor Tim Urban explicou em uma palestra como a procrastinação funciona.

Para Tim, é natural que os seres humanos procrastinem, porque o cérebro está em busca de recompensas imediatas, como ver um vídeo engraçado ou passar horas nos Stories do Instagram.

É por isso que você provavelmente deixava para estudar horas antes da prova.

A necessidade por recompensas imediatas funciona mais ou menos assim:

“Por que fazer um trabalho aos poucos se posso deixar para última hora?”

Você deixa suas tarefas mais difíceis para mais tarde e acaba fazendo algo “nas coxas”.

Entenda: você precisa se comprometer consigo mesmo porque quem vai sofrer as consequências da sua procrastinação é você!

Para evitar a procrastinação:

  • divida seu tempo em ciclos

  • comece seu dia pela tarefa mais importante e complexa

  • faça uma lista de tarefas detalhada

  • estipule prazos para si mesmo

A procrastinação tem tudo a ver com a próxima dica.

23 – O erro não é seu inimigo

Pense em um bebê, lá pelos 10 meses de idade. Ele provavelmente vai estar engatinhando, talvez ensaiando os primeiros passos (e caindo muito no processo).

Os primeiros passos de qualquer bebê são incertos e ele precisa de algum tempo para sair andando por aí.

Depois de erros e acertos, depois de cair e levantar muitas vezes, eles se sentem confiantes para andar – e começam a aprender como correr.

É um processo. Por isso, não tenha medo de errar. Você pode estar usando essa desculpa para não ser produtivo.

Feito é melhor do que perfeito. Perfeccionistas são grandes procrastinadores.  

Quem tem medo de errar, pode estar sabotando a própria criatividade.  

Uma coisa eu te digo: você nunca saberá tudo sobre determinado assunto. Sempre há algo novo para aprender.

Por isso, coloque em prática o que você já sabe e vá aprendendo mais no caminho. .  

24 – Não se cobre tanto

Produtividade  Não se cobre tanto

Quando você se cobra, a tendência é que trave e não consiga fazer nada.

Uma coisa eu te digo: você não vai estar no seu pico de produtividade todos os dias. É normal ter altos e baixos.

Algumas semanas serão mais produtivas do que outras – e não há nada de absurdo nisso.

É normal se distrair, o importante é saber como voltar da distração. É normal ficar triste, irritado, chateado – você só não pode deixar que isso te consuma.

25 – Pedir ajuda não é fraqueza

Se você acha que pedir ajuda é sintoma de fraqueza ou ignorância… repense.

Imagine você tem dificuldades para falar em público e precisa dar uma palestra ou apresentar um seminário.

Um dos seus colegas de trabalho é ótimo com isso. Você pode tentar sem a ajuda dele e ter um resultado ruim ou mediano, ou pedir ajuda e surpreender com seu desempenho.

Não tem motivo para quebrar cabeça tentando fazer algo sozinho quando há alguém do lado que pode te ajudar.

Você pode pedir ajuda quando:

  • está com dificuldade em um ponto específico

  • está se sentindo sobrecarregado

É uma troca: hoje você pede ajuda, amanhã ajuda alguém. Isso faz com que os resultados sejam incríveis.

Produtividade também depende da saúde física

Produtividade também depende da saúde física

Você pode seguir todas as dicas que falei até agora, mas pode saber que seu desempenho vai ser prejudicado caso seu corpo não esteja preparado.

Por isso, separei umas dicas extras para você estar sempre em dia com seu corpo e sua mente.

  1. Manter boa postura

Você não é o Quasímodo d’O Corcunda de Notre Dame. Cuide da sua postura, tanto quando estiver sentado quanto em pé. Se sua coluna estiver doendo, você está fazendo errado.

  1. Tomar água

Seus órgãos simplesmente não funcionam direito sem água. Da cabeça aos pés, se você não estiver hidratado, seu desempenho vai despencar.

  1. Se alimentar bem

Comer é sua forma de conseguir combustível para o seu corpo funcionar. Quem não tem uma alimentação balanceada, deixa o organismo sem equilíbrio.

Comer direito tem a ver com ter mais energia e mais disposição para realizar as demandas de todo dia.

  1. Dormir bem

Produtividade Dormir bem

Ter uma boa noite de sono é fundamental para manter o metabolismo em alta, ter disposição para encarar o dia e até prevenir doenças como depressão e diabetes.

O ideal é um mínimo de 7h de sono por noite. Se você tem o costume de virar noites trabalhando, só está prejudicando sua produtividade.

Sem descanso, seu rendimento no dia seguinte cai.

  1. Sonecas durante o dia

Sei que nem todo mundo consegue seguir essa dica, mas é comprovado que sonecas durante o dia ajudam a melhorar o desempenho.

Se puder, tire pelo menos 20 minutos depois do almoço para “fechar os olhos” um pouco.

  1. Fazer atividades físicas

Quando eu não faço meu Crossfit, já sinto o corpo reclamar. A atividade física é muitas vezes uma terapia, uma forma de extravasar todo o estresse do dia-a-dia.

Exercícios melhoram o condicionamento, dão mais disposição, previnem doenças e mantêm seu corpo saudável.

Principalmente para quem passa muitas horas sentado, é fundamental se movimentar.

  1. Tomar um banho pela manhã

Pensa bem: seu corpo acabou de passar pelo menos 7h em repouso, confortável debaixo das cobertas.

Se você tomar um banho logo depois de acordar, vai ajudar seu organismo a despertar e se preparar para o dia que vem pela frente.

Corpo alerta produz melhor.

  1. Faça alongamentos

Produtividade Faça alongamentos

Principalmente para quem fica muito tempo sentado, fazer alongamentos é uma forma de ativar a circulação sanguínea, evitar dor nas costas e musculares.

  1. Arrume sua cama ao acordar

Parece besteira, mas arrumar a cama é um pequeno passo que mostrar ao seu organismo que mais um dia vai começar.

É um ritual que desencadeia reações positivas. Quem arruma a cama pela manhã está colocando a vida em ordem e mostrando para si mesmo que está no controle.

Conclusão

Produtividade Conclusão

Tenho certeza que saber como aumentar a produtividade é um ponto de interrogação para muitas pessoas.

Mas depois deste artigo, você está mais do que preparado para aplicar todas as dicas que eu dei aqui e ser tão produtivo quanto um milionário.  

Você viu o que é produtividade, recebeu 25 dicas de ouro para levar sua produtividade nas alturas e também viu que ser produtivo depende tanto do corpo quanto da mente.

Não tem motivo para esperar: comece agora mesmo a aplicar o que eu ensinei e veja seu desempenho alcançar níveis como nunca antes.

O mais importante: você vai ter seu tempo de volta em suas mãos.

Não deixa de me contar nos comentários qual dica você mais gostou.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.