Google Search Console: descubra como anda a saúde das suas páginas

Google Search Console descubra como anda a saúde das suas páginas

Para aumentar as suas vendas na internet você precisa saber se as páginas do seu negócio estão saudáveis. E  o Google Search Console é o serviço ideal para isso.

Mas antes de te mostrar exatamente o que é este serviço, eu vou te contar uma história para você entender melhor do que eu estou falando.

Alguns anos atrás, uma amiga minha precisou fazer uma bateria de exames por causa de uma exigência do trabalho.

Como estava se sentindo normal, ela pensou que seria uma perda de tempo.

Mas, depois de fazer um exame de sangue ela descobriu que estava com falta de algumas vitaminas e de ferro.

O médico recomendou o uso de alguns suplementos, além de uma dieta reforçada. Depois de pouco tempo ela estava se sentindo muito melhor do que antes.

O engraçado é que ela só percebeu que estava sempre cansada e sem energia, depois que o médico mostrou os resultados do exame de sangue.

Antes disso, a possibilidade de ter algum problema de saúde nem passava pela cabeça dela, porque tudo parecia bem.

Com pouco tempo de tratamento ela começou a se sentir mais disposta e bem humorada  e novos exames comprovaram que estava tudo bem.

Mas, caso não tivesse descoberto essa falta de ferro bem no começo, ela poderia ter desenvolvido uma anemia ou até um problema de saúde mais sério.

E por que eu estou te contando isso?

Eu não quero te assustar, mas a verdade é que as suas páginas ou o seu site podem ter problemas que você nem sabe.

Isso pode atrapalhar o posicionamento da sua página na pesquisa do Google e isso é uma desvantagem porque ele é o maior site de buscas do mundo.

O Google responde sozinho por 90.46% do mercado. São mais de 63.000 pesquisas por segundo!

Ou seja, aparecer nos primeiros resultados da pesquisa significa aumentar a visibilidade das suas páginas, o que leva a um aumento de audiência e clientes para o seu negócio.  

Isso quer dizer que resolver os problemas das suas páginas vai ajudar o seu produto a ser visto por mais pessoas.

E alcançando mais gente você também aumenta as suas chances vender mais.

Então, para aproveitar essa oportunidade e ficar bem posicionado na pesquisa do Google você precisa descobrir o que precisa ser melhorado no seu site ou nas suas páginas.

A boa notícia é que o Google Search Console pode fazer esse check up por você.

O serviço oferece vários relatórios, ferramentas e funcionalidades que mostram como as suas páginas estão se saindo.

E o melhor de tudo. Ele não custa nem um centavo!

Por isso, neste artigo eu vou te mostrar:

  • O que é o Google Search Console;

  • Para que ele serve;

  • Como ele funciona; e

  • 13 ferramentas que você precisa conhecer.   

Pronto para aprender a usar esse serviço e não sair mais da primeira página do Google?

Então, vem comigo!

O que é o Google Search Console?

Google Search Console o que é esse serviço

Google Search Console é um serviço gratuito oferecido pelo Google para te ajudar a monitorar e melhorar a presença das suas páginas nos resultados de pesquisa.

Até 2015, ele se chamava Webmaster Tools, mas o nome mudou justamente para atrair outros usuários.

Já que qualquer pessoa que tenha um site ou seja responsável por uma página na internet pode se beneficiar das vantagens que o serviço oferece.

Em dezembro de 2018, foi lançado o novo Google Search Console que alterou e otimizou o funcionamento de alguns recursos.

Contudo, algumas funcionalidades ainda não foram migradas e por isso os dois serviços  seguem funcionando.

A recomendação do Google é que você utilize a versão mais recente do Search Console, sempre que a funcionalidade estiver disponível nele.

Porque o objetivo da empresa é fazer a migração completa e abandonar de vez a versão antiga, apesar de ainda não existir uma data para que isso aconteça.

Na prática, ele te ajuda a entender como o buscador vê o seu conteúdo e resolver os problemas encontrados.

Se você utiliza estratégias de marketing de conteúdo e inbound marketing, esse serviço é fundamental.

Isso porque ele te permite ajustar o SEO das suas páginas, ou seja, otimizar o seu conteúdo para ser encontrado pelos mecanismos de busca e ficar nas primeiras posições da pesquisa.

Com o Google Search Console, você consegue saber quais são as pesquisas que levam mais gente para o seu site e conhece o desempenho e o tráfego das suas páginas.

Outra vantagem é acessar a indexação e o rastreamento diretamente do índice do Google.

Na prática a indexação é como organizar uma biblioteca, você pega um livro de uma caixa, lê o título e coloca ele na estante perto de outros volumes com um tema parecido.

Assim, quando precisar, você consegue encontrar o título com facilidade.

Para que seu site seja encontrado nas buscas, é a mesma coisa, o seu conteúdo precisa estar no índice de pesquisas do Google.

Com o Search Console é como se você pedisse diretamente ao Google para colocar a sua página no índice dele, da mesma forma que você coloca um livro na prateleira da estante.

Solicitar o rastreamento é necessário quando você modifica ou coloca um novo conteúdo na sua página.

É como se você pedisse ao Google para acrescentar alguns capítulos em um dos livros que já estão na estante, ou substituir por uma versão atualizada.

Com esse relacionamento mais direto entre a sua página e o Google, você sabe exatamente o que o Google busca e valoriza na hora de ranquear uma página e pode otimizar sua produção para conseguir mais tráfego orgânico.

Você recebe, inclusive, alertas por email quando algum problema é identificado na sua página.

No próximo tópico, eu vou te mostrar com mais detalhes para que, exatamente, serve esse serviço.

Para que serve o Google Search Console?

Para que serve o Google Search Console

Depois de saber o que é o Google Search Console, chegou a hora de entender qual é a sua finalidade.

Ao disponibilizar esse serviço de forma gratuita, o Google quer melhorar a experiência dos usuários que estão buscando uma informação na plataforma.

Além de orientar e ajudar quem gerencia uma página ou site para aumentar a qualidade e relevância das próprias publicações.

O Google possui, inclusive, conteúdos voltados para cada tipo de usuário. Como mostrado na imagem aqui de cima.

A página de visão geral do Google Search Console mostra um resumo do seu desempenho na pesquisa google.

Lá você pode ver um resumo das suas métricas e notificações mais importantes.

Entre elas estão o desempenho na pesquisa, a cobertura do índice (o lugar onde você vê o status de todas as suas URLs que o Google visitou ou tentou visitar) além das métricas de usabilidade em dispositivos móveis.

Ou seja, você vai saber como o Google enxerga a sua página, além de identificar quais são os pontos que precisam ser melhorados.

Como funciona o Google Search Console?

Como funciona o Google Search Console

Agora, que você já viu o que é e para que serve esse serviço, chegou a hora de entender como ele funciona de fato.   

Para usar o Google Search Console você só precisa ter uma conta válida no Google, além de comprovar que é o proprietário da página ou site, por uma questão de segurança.   

A pesquisa do Google funciona basicamente em três etapas: rastreamento, indexação e exibição.

Na fase de rastreamento, o Google procura na internet páginas novas ou atualizadas e armazena esses endereços.

Na fase da indexação, o conteúdo dessas páginas é analisado para saber do que se trata e essa informação fica guardada.

A última etapa é a fase de exibição, que funciona assim:

Quando um usuário faz uma pesquisa, o Google identifica entre as informações armazenadas, quais são os melhores resultados.

Em seguida, esse resultado é exibido de acordo com cada usuário.

Tanto a seleção, quanto a classificação são feitas pelos algoritmos, que analisam uma infinidade de elementos antes de chegar até o resultado final.

O que o Google Search Console faz é te dizer quais são os componentes levados em conta por esse algoritmo e como melhorar o desempenho das suas páginas para aparecer bem nas pesquisas.

No próximo tópico, eu vou te mostrar as principais ferramentas para você aproveitar  todas as vantagens que o serviço oferece e alavancar de vez a sua estratégia de SEO.

Como usar: 13 Ferramentas do Search Console que você precisa conhecer

13 ferramentas do Google Search Console  que você precisa conhecer

Entender como funciona o Google Search Console foi o primeiro passo para aproveitar as vantagens que esse serviço oferece.

O próximo é colocar a mão na massa. Por isso, agora eu vou te falar sobre 13 ferramentas essenciais que te mostram os problemas das suas  páginas e como consertá-los.

Para usar o Search Console, cadastre o seu domínio ou URL e, depois de ter o seu acesso liberado, você vai conseguir visualizar um menu à esquerda onde poderá acessar as seguintes ferramentas:

1. Aspectos de pesquisa – Search appearance

Nessa área, você descobre como o Google está lendo cada parte das suas páginas ou site. Como por exemplo os títulos, os textos e as imagens.

Clicando no botão informações, todos os elementos que podem ser modificados para que seu site ou páginas fiquem mais atrativos serão mostrados.

Lá você também pode verificar:

1.1 Relatórios para pesquisas aprimoradas

Os relatórios para pesquisas aprimoradas te ajudam a descobrir se o Google está conseguindo pegar os dados estruturados das suas páginas.

Resumidamente, os dados estruturados são marcações que ficam por trás da aparência e dos textos.

Na prática, elas são um código de programação que você acrescenta a sua página e que conta ao mecanismo de busca do Google o que é cada coisa no seu site.

Por exemplo, se você colocar uma seção de perguntas frequentes na sua página, bastaria escrever FAQ para que um visitante humano conseguisse entender.

Mas, para um mecanismo de busca o processo é mais complexo e demorado. Ao utilizar os dados estruturados você informa ao Google que o seu FAQ é um FAQ.

Nem todos os sites possuem dados estruturados, mas usar essas marcações pode fazer a diferença na sua estratégia de SEO.

Caso você coloque as marcações no seu site, os relatórios vão te dizer se o Google está conseguindo “ler” essas informações corretamente.

1.2 Relatório de Links

A nova funcionalidade combinou os relatórios de links para seu site e de links internos, nomes na versão antiga, tornando a contagem mais confiável.  

Nessa seção você pode descobrir, por exemplo, quais sites têm mais links direcionando para as suas páginas e qual delas é a mais vinculada.

1.3 Teste de AMP e Relatório de status de AMP

AMP são Accelerated Mobile Pages. Essas páginas atendem ao padrão de carregamento rápido e visual atrativo para dispositivos móveis.

Com o teste de AMP você verifica se uma determinada página está configurada da forma correta para aparecer nos resultados da pesquisa Google.

Já com o relatório de status de AMP você consegue descobrir e corrigir quais são os erros que estão afetando as suas páginas.

2. Tráfego de pesquisa – Search traffic

Tráfego de pesquisa

Neste menu, o Google te mostra como as pessoas chegam até o seu site ou suas páginas.

São informações confiáveis de como anda o seu tráfego e o que você pode fazer para melhorar o ranqueamento. Aqui embaixo eu separei 3 relatórios para você conferir.

2.1 Desempenho

Com esse relatório você pode acompanhar métricas importantes para melhorar o desempenho das suas páginas na pesquisa google.

Como por exemplo, a frequência com que ele aparece nas buscas e a taxa de cliques.

A nova versão mostra dados dos últimos 16 meses para que você possa acompanhar a evolução das suas páginas.

O nome da funcionalidade antiga era Search Analytics e ela mostrava apenas as informações dos últimos 3 meses.

2.2 Relatório de Ações manuais

Talvez você não saiba, mas além dos algoritmos, o Google também tem uma equipe de revisores humanos e caso algum deles encontre páginas em desacordo com as diretrizes de qualidade, uma ação manual é emitida.

Na prática, isso quer dizer que a classificação do seu site será rebaixada ou até omitida dos resultados de pesquisa, até que você corrija o problema.   

2.3 Relatório de usabilidade em dispositivos móveis

Esse relatório te mostra quais páginas apresentam problemas ao serem visualizadas em dispositivos móveis.

Você pode clicar em um erro específico para ver os detalhes, além de informações para corrigir o problema e o jeito certo de informar o Google que isso já foi resolvido.

3. Índice do Google – Google index

Índice do Google

Essa seção te apresenta informações a respeito da indexação da sua página ou site, ou seja, se elas já estão no acervo do Google, além de te mostrar quais são as palavras-chave para as quais o seu conteúdo mais aparece.

3.1 Status da cobertura do índice

Esse relatório vai te mostrar as estatísticas de indexação de todas as URLs que o Google visitou ou tentou visitar no seu site ou páginas.

Ele traz as informações tanto dos erros de rastreamento, quanto de indexação.

As informações vão aparecer agrupadas pelos status erro, aviso, ou válido, basta clicar para conhecer os problemas encontrados e tentar resolvê-los.

3.2 Ferramenta de inspeção de URL

Com essa ferramenta você pode ver as informações das páginas indexadas pelo Google.

Por exemplo, você consegue  inspecionar uma URL indexada e descobrir por que a indexação foi feita.

Assim, você consegue saber o que deu certo nessa indexação e repetir o processo para outras páginas.

Você também pode testar se uma URL ativa pode ser indexada. Outra opção é pedir que uma URL inspecionada seja indexada.

No Google Search Console antigo você encontra essa funcionalidade com o nome de buscar como o Google.

3.3 Sitemaps

Os sitemaps são mapas usados para fornecer informações sobre páginas, vídeos e outros arquivos e indicar ao Google a relação entre eles.

Os mecanismos de pesquisa leem esses arquivos para rastrear seu site de maneira mais inteligente.

Mas se você tiver um site pequeno, de até 100 páginas, por exemplo, você pode simplesmente solicitar a indexação da página inicial.

4. Relatório de problemas de segurança

Relatório de prolemas de segurança

Esse é o lugar onde vão aparecer suas notificações, caso o serviço encontre problemas de segurança no seu site ou páginas.

Ou seja, se acontecer uma invasão ou uma infecção por malwares, que é um tipo de código que pode causar danos, é nessa área que você vai encontrar os detalhes para tomar as medidas necessárias.

5. Outros recursos – Other resources

Outros recursosNesse último menu, você encontra todas as outras funcionalidades do Google Search Console para a otimização do seu site ou suas páginas.

Alguns exemplos são:

5.1 Google meu negócio

É uma ferramenta onde empreendedores podem colocar as principais informações (como telefone, endereço, horário de funcionamento) sobre seus negócios e com isso ganhar divulgação gratuita do Google.

Isso porque o cadastro nessa ferramenta aumenta as chances do seu negócio aparecer em destaque nos resultados de uma busca.

Quer saber mais sobre como usar essa ferramenta? O artigo “Google Meu Negócio: a sua empresa pode estar invisível se você não sabe o que é” aqui do blog do KP explica tudo o que você precisa saber sobre o assunto.  

5.2 Ferramenta de dados estruturados

Onde você pode inserir uma URL ou código-fonte para saber se os dados estruturados da sua página são lidos corretamente.

5.3 PageSpeed insights

Onde você aprende como otimizar a velocidade das suas páginas ou site.

Funcionalidades que ainda não existem no novo Google Search Console

Funcionalidades que ainda não existem no novo Google Search Console

Como eu te falei no tópico sobre o que é Google Search Console, existem elementos que ainda não foram migrados para a nova versão do serviço.

Por isso, eu listei 10 funcionalidades nesta situação. Mas não se preocupe, se quiser você ainda pode usá-las na versão antiga.

  1. Dados de estatísticas de rastreamento (páginas rastreadas por dia, download em KB por dia, tempos de download de página)

  2. Testes do robots.txt

  3. Ferramenta marcador de dados

  4. Leitura e gerenciamento das suas mensagens

  5. Ferramenta de alteração de endereço

  6. Configuração do domínio preferido

  7. Associação da sua propriedade do Search Console a uma propriedade do Analytics

  8. Rejeição de links

  9. Remoção de conteúdo desatualizado do índice

  10. Recursos bloqueados

Como fortalecer a presença da sua página na internet

Como fortalecer a presença da sua página na internet

Depois de descobrir como o Google Search Console pode fazer um verdadeiro check up nas suas páginas e de quebra te ajudar a atrair mais audiência para o seu negócio.

Chegou a hora de eu te mostrar a melhor opção de página para quem quer vender na internet.

Porque se esse é o seu objetivo, não tem como fugir, você precisa de uma landing page.

Ou seja, uma página focada em conversão para que todo esse tráfego que você conseguiu se transforme em leads, potenciais clientes, e clientes para o seu negócio.

Ainda não tem uma? Então, o Klickpages é a ferramenta ideal para te ajudar a construir a sua.

Com o KP, você cria as suas páginas em apenas 3 passos. Olha só:

  1. Escolha seu modelo: existem opções com alta taxa de conversão, já testadas e aprovadas pelo mercado.

  2. Divirta-se customizando a página: edite os textos, escolha as cores e as imagens, além de ocultar os elementos que você não queira.

  3. Publique: depois é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Viu como é fácil?!

Conclusão

Conclusão Google Search Console

Depois de ler esse artigo você está pronto para fazer o check up das suas páginas e identificar possíveis problemas que causam a perda tráfego.

Porque aqui eu te expliquei o que é o Google Search Console e como ele pode te ajudar a otimizar as suas páginas.

Você também viu como ele funciona e quais são as ferramentas indispensáveis para corrigir os problemas das suas páginas e de quebra melhorar o seu SEO.

Como é o caso dos aspectos de pesquisa, índice do Google e relatório de problemas de segurança.

Ferramentas essenciais para entender o que o Google está achando do seu site.

Além disso, eu te ensinei como fortalecer a presença da sua página na internet.  

E aí, você conhecia o Google Search Console?

Me conta aqui nos comentários como ele pode ajudar o seu negócio. 🙂

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Adriana Carvalho

Apesar ter os dois pés bem plantados na realidade, adoro me transportar para os universos da fantasia como Nárnia, Terra Média e Hogwarts, claro. Trabalho como jornalista há mais de 11 anos e já escrevi sobre quase tudo. Sou apaixonada por viagens, livros, filmes e pessoas, não necessariamente nessa ordem (hahahaha). No time de conteúdo do Klickpages, escrevo sobre empreendedorismo e marketing digital porque acredito no poder das histórias.

Se você quiser ler outros conteúdos meus é só clicar aqui ;)