Google Data Studio: colete informações valiosas para seu negócio com apenas alguns cliques

Google Data Studio: como montar relatórios de forma rápida e intuitiva

Já ouviu aquela expressão “um anjo sem defeitos”*? Se deixar, eu vou chamar o Google Data Studio disso todos os dias.

(*Se você não sabe, essa é uma expressão popular na internet para dizer que alguém é uma pessoa maravilhosa).

É o seguinte: algumas semanas atrás eu recebi a missão de fazer um relatório de SEO para avaliar como estava a estratégia do blog do KP.

Eu peguei um relatório mais antigo que a gente tinha para usar como modelo e fui colocar a mão na massa.

Abri várias abas no meu computador com diferentes ferramentas que a gente usa para coletar dados.

E comecei a procurar as informações que eu precisava. Aí aconteceram duas coisas:

1) Eu me perdi no mar de métricas que plataformas como o Google Analytics oferecem.

Por um momento, tudo parecia muito interessante e eu acabei me distraindo e gastando um tempo considerável olhando para números que não precisavam estar no relatório.

2) Eu tive um trabalho manual muito grande de pegar dados em uma ferramenta e colocar no documento; ir na outra ferramenta, coletar mais informações; e organizar tudo junto no relatório.

Isso que eu nem precisei fazer, por exemplo, tabelas e gráficos comparando os números de uma fonte com os de outra.

Resumo da história: eu gastei quase 3 horas do meu dia para fazer um relatório, sendo que eu tinha várias outras demandas que também precisavam ser concluídas.

Ou seja, eu não estava com tempo sobrando.

Não sei se você também passa por situações semelhantes no seu negócio quando chega a hora analisar ou apresentar dados.

Mas o fato é que não precisa ser assim. Esse processo pode ser bem mais fácil e rápido.

Com o Google Data Studio, você consegue criar relatórios em poucos minutos, conectando dados de diversas fontes e o melhor: de forma simples e intuitiva.

Por isso que eu acredito que ele é definitivamente um anjo sem defeitos. 😂

Quer tornar o seu trabalho mais produtivo e transformar dados em informações valiosas para o seu negócio?

Então, segue comigo até o final que eu vou te apresentar o Google Data Studio e como usá-lo.

Bora lá!

O que é Google Data Studio?

O que é Google Data Studio?

O Data Studio é uma ferramenta gratuita do Google que serve para transformar dados em informações valiosas através da criação de relatórios customizáveis.

Funciona mais ou menos assim…

Imagina que o painel do seu carro é uma grande planilha, tipo aquelas do excel, cheia de números e informações sobre a velocidade, consumo de gasolina, temperatura do motor e por aí vai.

Acredito que dirigir assim seria um tanto complicado. Já que para tomar decisões rápidas no trânsito você precisaria analisar uma planilha, o que nem sempre é fácil, ágil ou intuitivo.

No seu negócio, provavelmente você também tem momentos em que precisa chegar a uma conclusão sobre o que será feito com base nos números.

Só que, assim como no exemplo do carro, uma planilha cheia de dados pode parecer complicada e até mesmo um pouco assustadora.

O que o Google Data Studio faz é transformar dados de diversas fontes em um relatório tão fácil de acompanhar quanto o painel de um carro.

E o mais legal é que os relatórios podem ser atualizados em tempo real. 

Pois, como a ferramenta está integrada com as fontes de dados (daqui a pouco eu vou te explicar mais sobre quais fontes você consegue integrar com o Data Studio), qualquer alteração feita na origem pode ser automaticamente modificada no relatório.

Assim, você consegue criar apenas um relatório e todo mês só atualizar a versão dele para coletar os novos dados. 

Ao invés de, a cada período, ter que ir nas ferramentas em busca daquelas informações para construir um novo relatório.

Mas essa é só uma das formas de… 

Como o Google Data Studio pode ajudar o seu negócio

Como o Google Data Studio pode ajudar o seu negócio

Como empreendedor, uma coisa que você não deve ignorar são as métricas e os indicadores de performance.

E nesse grupo aí entra um monte de informações como lifetime value, ticket médio, custo de aquisição de clientes, custo por lead, retorno sobre investimento, retorno sobre investimento em anúncios, quantidade de vendas em um determinado período…

São números que não acabam mais. E cada um tem um papel importante na hora de determinar qual o próximo passo que você deve dar nas suas estratégias de marketing.

Pois são eles que te mostram o que tem dado certo, o que precisa ser melhorado e o que pode causar um prejuízo para o seu negócio.

Para estar por dentro de todas essas métricas e indicadores de performance, você pode criar planilhas, acompanhar os resultados diretamente nas plataformas de anúncio ou criar relatórios simples e fáceis de entender com uma visão global e os dados mais importantes para o seu negócio.

E o Google Data Studio foi criado com esse propósito de ajudar equipes e tomadores de decisão a criar e compartilhar relatórios customizáveis.

Com o Data Studio, você pode:

  • visualizar dados por meio de gráficos e tabelas;

  • integrar diversas fontes de dados em um só lugar;

  • gerar relatórios que são atualizados em tempo real;

  • personalizar os seus relatórios com as informações que mais importam para você e o seu negócio.

E tudo isso te dá mais clareza para gerenciar o seu negócio e economiza o tempo que você gastaria buscando dados em locais diferentes.

Agora que você já sabe como o Google Data Studio pode te ajudar a ser mais produtivo no seu negócio e a tomar decisões mais conscientes, deve estar curioso para saber como utilizar essa ferramenta.

Como usar o Google Data Studio

Como usar o Google Data Studio

Antes de te falar sobre o passo a passo para criar o seu primeiro relatório, eu vou mostrar quais são os requisitos que você precisa seguir para utilizar o Google Data Studio.

Requisitos

Para ter acesso e conseguir usar todas as funcionalidades dessa ferramenta, você precisa seguir as seguintes condições:

  • estar conectado a uma conta do Google;

  • estar em um dos países em que há suporte (o Brasil faz parte desta lista);

  • ter acesso ao Google Drive, pois os seus relatórios serão armazenados lá;

  • aceitar os Termos de Serviço e as políticas da ferramenta;

  • usar os navegadores Chrome, Firefox ou Safari.

O Google Data Studio suporta 37 idiomas (entre eles o português brasileiro) e os formatos de número, data e hora correspondentes a essas línguas.

Ou seja, para quem é brasileiro basta só preencher os requisitos relacionados a ter uma conta Google, com acesso ao Drive, e utilizar um dos navegadores sugeridos para ter acesso a ferramenta.

Como criar uma fonte de dados

Para que o seu relatório de fato exiba alguma informação, você precisa ter fontes de dados conectadas a ele.

Elas são os lugares de origem onde o Data Studio vai pegar os dados que serão apresentados.

Basicamente, a ferramenta suporta integrações com as outras plataformas do Google, como o Ads e o Analytics, e também é possível adquirir conectores de parceiros para incorporar dados de outras ferramentas.

Além disso, até mesmo as suas planilhas criadas no Google Spreadsheets podem funcionar como uma fonte.

Para criar as suas próprias fontes de dados, acesse o Google Data Studio e, no menu de navegação superior, clique em Fontes de dados.

Como criar uma fonte de dados

Nesta aba, você poderá ver todas as fontes de dados que você já criou. Se essa é a sua primeira vez na plataforma, provavelmente o que você vai ver é:

Como criar uma fonte de dados

Então, clique no botão +Criar e selecione Origem de dados.

Vai aparecer para você uma lista com os conectores do Google e você pode utilizar a barra de pesquisa para encontrar a ferramenta que você quer.

Depois é só selecionar, autorizar o compartilhamento dos dados e clicar no botão Conectar que aparece no canto superior direito da página.

Para criar outras fontes de dados, é só usar o mesmo procedimento.

Quando você já tiver integrado todas as informações diferentes que vai precisar, é hora de criar o seu relatório.

Como criar um relatório 

Existem duas opções para criar um relatório: começar com um modelo pré-pronto ou criar um do zero.

Para começar com um modelo, você pode navegar na galeria e escolher um que se adeque melhor às suas necessidades. 

Depois é só clicar em Usar modelo, selecionar a fonte de dados que você quer utilizar e deixar o Google fazer a mágica.

Se você quiser, pode personalizar o relatório gerado pelo Data Studio, alterar as cores e deletar ou adicionar alguma informação que você achar necessária.

Agora, se você optar por começar do zero, é só clicar em +Criar e selecionar Relatório.

O Data Studio vai gerar uma página em branco para você adicionar os dados que quiser. 

Mas antes de começar a colocar elementos, você tem que selecionar a fonte de dados no painel lateral.

Como criar um relatório

Você pode adicionar mais de uma fonte no mesmo relatório. 

Para adicionar as outras, após selecionar a primeira, você deve clicar em Recurso na barra de navegação e depois em Gerenciar fontes de dados adicionadas.

O próximo passo é inserir na página os elementos que você quer no seu relatório. Você pode incluir gráficos (de barras, combinação, pizza), tabelas, mapas geográficos

É só clicar em Inserir na barra de navegação e escolher o item que você quer ou ir em Adicionar um gráfico.

Como criar um relatório

Para cada elemento que você adicionar, do menu lateral, você vai precisar escolher uma fonte de dados, uma métrica e um período padrão.

O Google Data Studio então pega essas informações diretamente da ferramenta ou planilha que você integrou e exibe no seu relatório.

Por exemplo, aqui eu escolhi um gráfico de visão geral, selecionei o Google Search Console como fonte e Impressões como métrica, defini o período padrão e o período de comparação, e o resultado foi esse:

Como criar um relatório

Depois de inserir o gráfico, é hora de customizá-lo. Para fazer isso você deve clicar na aba Estilo e alterar as opções de personalização de acordo com suas preferências.

Como criar um relatório

Além disso, você também pode editar o layout e o tema do seu relatório clicando em Layout e tema na barra de navegação.

Como criar um relatório

Depois de adicionar todos os elementos que você quiser e customizá-los, é só alterar o nome do arquivo e o seu relatório está pronto.

O que fazer depois que o relatório está pronto

Você tem algumas opções depois que o seu relatório estiver concluído: fazer download, compartilhar com alguém ou programar o envio por e-mail.

Para fazer o download é só clicar na setinha para baixo que aparece no topo da tela.

O que fazer depois que o relatório está pronto

Vai aparecer um pop-up com algumas configurações que você pode fazer, como proteger o relatório com senha. 

É só você marcar ou deixar desmarcadas as opções (conforme as suas necessidades) e depois clicar em Fazer download para salvar o arquivo em formato pdf no seu computador.

Para compartilhar com alguém, você tem duas opções:

1) Gerar um link clicando no símbolo do elo.

O que fazer depois que o relatório está pronto

2) Ou enviar por e-mail clicando em Arquivo e depois em Compartilhar.

E, por último, se esse é um relatório que você precisa disponibilizar periodicamente, você pode programar o envio.

Isso quer dizer que você não precisa perder tempo toda semana ou todo mês acessando a ferramenta para gerar um novo relatório e compartilhar com as pessoas que têm interesse.

O Google Data Studio faz isso automaticamente para você.

É só clicar no símbolo do relógio e programar a entrega de e-mails do relatório selecionado de acordo com as suas necessidades.

O que fazer depois que o relatório está pronto

Não adianta fazer relatórios se você não tiver isso

Não adianta fazer relatórios se você não tiver isso

O propósito de todo negócio é ter clientes e oferecer algo de valor para eles, seja um produto ou serviço que vai resolver um problema ou tornar a vida dessas pessoas mais fáceis de alguma maneira.

E, entre outras coisas, os relatórios servem para te mostrar como anda a sua captação de clientes, o quão eficiente têm sido suas estratégias de marketing e até mesmo os custos que a sua empresa tem.

No final das contas, não adianta muito focar em fazer relatórios, se antes de tudo você não estiver preocupado em conquistar clientes. Sem isso, eles acabam perdendo o propósito.

Pois o Google Data Studio só é útil para o seu negócio se você tiver resultados para  analisar e tomar decisões futuras com base neles.

Mas primeiro você precisa colocar a mão na massa para gerar esses resultados.

E uma das formas que você tem para atrair mais clientes para o seu negócio é através do e-mail marketing.

Com esse canal de comunicação, você pode enviar conteúdos ricos e valiosos que vão nutrir e educar os seus potenciais clientes sobre a necessidade do seu produto.

Assim, quando você fizer a sua oferta, eles já estarão mais preparados para aceitá-la e realizar a compra.

Talvez você esteja se perguntando: mas como é que eu faço para conseguir o e-mail dos meus potenciais clientes?

Para isso, você pode utilizar uma landing page totalmente otimizada para conversão. Lá você oferece algo de valor: um e-book, uma videoaula, um webinário de graça e em troca pede o e-mail da pessoa.

Não sabe como criar uma landing page? Nessas horas o Klickpages é o seu maior aliado.

Veja só como é simples criar a sua:

  1. Escolha seu modelo: existem opções com alta taxa de conversão, já testadas e aprovadas pelo mercado.

  2. Divirta-se customizando a página: edite os textos, escolha as cores e as imagens, além de ocultar os elementos que você não queira.

  3. Publique: depois é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Google Data Studio Conclusão

Nas últimas linhas, você viu por que eu acredito que o Google Data Studio é um anjo sem defeitos: ele é simplesmente uma ferramenta para criação de relatórios customizáveis de forma simples e rápida.

O que é muito útil para o seu negócio, já que ter um acesso fácil a dados importantes pode te ajudar a tomar decisões com mais agilidade.

Eu te mostrei como é simples utilizar o Google Data Studio. Você só precisa criar suas fontes de dados e depois optar por começar um relatório a partir do zero ou de um modelo já existente.

E depois que tudo estiver pronto você tem várias opções para compartilhar as informações: pode salvar o arquivo no seu computador, enviar o link ou programar o envio periódico através do e-mail.

E aí, você já conhecia essa ferramenta e como ela pode ajudar o seu negócio? Me conta aqui nos comentários! 😉

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Angela de Oliveira

Meu nome é Angela, mas algumas pessoas me chamam de Angel. Faço parte do time de conteúdo do Klickpages e sou apaixonada por tecnologia e marketing. Uma das minhas coisas favoritas é falar sobre redes sociais e anúncios. Além disso, sou especialista em informações aleatórias (você sabia que o Alaska está mais perto da Rússia do que Brasília de Goiânia? Pois é...), fã de country americano e louca em esportes. Acompanho de tudo, mas meus favoritos são Fórmula 1 e futebol, inclusive assisto a jogos mesmo quando o meu time (Palmeiras <3) não está em campo. Ah, eu acredito que música de natal deveria tocar o ano inteiro e Christmas Peaceful Piano está entre as 3 playlists mais tocadas no meu Spotify.

Se você quiser ler outros conteúdos meus é só clicar aqui ;)