Como usar a Gestão de Marketing para ter um negócio competitivo

Gestão de marketing: o que é e como ela pode ajudar o seu negócio

Para ser competitivo o seu negócio precisa de uma gestão de marketing eficiente. Porque a real é que quem ganha mais dinheiro não é, necessariamente, quem é o melhor no que faz, mas sim quem tem o melhor marketing. 

Essa informação pode até soar estranha à primeira vista, mas eu vou te mostrar um exemplo prático.

Eu não sei se você é fã de esportes, mas independente disso, o fato é que a gestão de marketing tem tudo a ver com Fórmula 1.

Olha só. 

Na Fórmula 1 você pode ser o melhor piloto, o mais preparado. Ter anos de experiência e os reflexos mais aguçados.

Se o carro que você dirige não estiver bem equipado, as chances são que você não terá muitas possibilidades de estar entre os primeiros colocados, imagina ser o campeão da corrida. 

Isso porque existem vários fatores que vão afetar o seu desempenho na competição. 

Aspectos como a aerodinâmica, a engenharia e a tecnologia do carro, o combustível e até os pneus podem determinar se o seu carro vai chegar na frente dos concorrentes, se vai quebrar no meio do caminho ou chegar em último lugar. 

Com o seu negócio acontece a mesma coisa, a gestão de marketing é como o seu carro de Fórmula 1. Ela é a responsável por manter a sua empresa competitiva.

Não adianta você ter um ótimo produto ou serviço, nem ser o melhor no seu nicho de atuação, sem uma boa gestão de marketing você se arrisca a deixar o seu negócio fora da competição. 

A boa notícia é que você pode, sim, ter uma gestão de marketing eficiente para tornar o seu negócio lucrativo e competitivo. 

Para saber como, você só precisa continuar aqui comigo até o final deste artigo para ver:

  • O que é e para que serve a gestão de marketing

  • Quais são os benefícios para o seu negócio e por onde começar

  • Como colocar em prática e avaliar os seus resultados

Vamos começar!?

O que é gestão de marketing

O que é gestão de marketing

A gestão de marketing pode ser definida como “a arte e a ciência de selecionar mercados-alvo e obter, manter e expandir a base de clientes através da criação, entrega e comunicação de um valor superior ao cliente”.

Esse conceito foi apresentado por Kevin L. Keller e Philip Kotler no livro Administração de Marketing, um verdadeiro clássico da área, lançado em 1967. 

Nesse sentido, a gestão de marketing te ajuda a determinar seu público-alvo e os produtos ou serviços que possam interessar a essas pessoas. 

Além das estratégias que você deve aplicar para o desenvolvimento do seu negócio. Como os seus processos de planejamento e execução

Desde a ideia até a definição do preço, formas de divulgação e distribuição dos seus produtos ou serviços para tornar o crescimento do seu negócio cada vez mais sustentável

Eu vou te falar mais sobre esses processos no próximo tópico. 

Para que serve a gestão de marketing 

Para que serve a gestão de marketing

Ter uma boa gestão de marketing pode ajudar a sua empresa a se manter competitiva em um mercado cada vez mais concorrido.

Com a ajuda dela você consegue conhecer cada vez melhor o seu nicho de atuação e entender os desejos e problemas do seu público.

Assim você pode criar conteúdo de valor para essas pessoas, publicações que realmente vão ajudá-las a encontrar soluções e chegar mais perto dos sonhos delas. 

Se usar as estratégias certas, no momento certo, para o público certo você aumenta (e muito) as chances de sucesso do seu negócio

É aí que entra a gestão de marketing. 

Por meio de ferramentas como pesquisas de mercado, segmentação de públicos, posicionamento de marca e planejamento, a sua empresa pode construir um vínculo mais profundo e duradouro com os seus clientes e fortalecer a sua  marca.

Você também precisa implementar um planejamento estratégico de marketing, que vai te ajudar a definir metas e objetivos de curto, médio e longo prazo para o seu negócio. 

Assim você organiza melhor o fluxo de trabalho e pode visualizar cada etapa para alcançar os objetivos estabelecidos.

Outro ponto forte é a análise dos resultados alcançados por cada ação. 

Dessa forma você consegue avaliar os desempenhos separadamente para ajustar o que não está funcionando e investir mais no que deu bons resultados.

Benefícios da gestão de marketing

Benefícios da gestão de marketing

Depois de saber para que serve a gestão de marketing, chegou a hora de ver quais são as vantagens que ela pode trazer para o seu negócio. 

Se usada de forma correta, ela pode te ajudar a definir, atrair e fidelizar o público certo para o seu negócio. Isso significa mais clientes e, consequentemente, mais dinheiro no seu bolso. 

Esse tipo de gestão também te ajuda a conhecer o seu nicho de mercado, identificar tendências, ameaças e oportunidades.

Sabendo quais são os pontos fortes e fracos do seu negócio, você consegue se manter atualizado e não ficar atrás da concorrência. 

Outro benefício é ter clareza para definir os objetivos e metas de curto, médio e longo prazo e utilizar as métricas certas para analisar os resultados.

Assim, você planeja o crescimento do seu negócio e sabe exatamente o que precisa fazer para chegar lá em vez de ficar quebrando a cabeça.

Você pode estabelecer as tarefas de cada um seguindo um cronograma e coordenar a evolução e os prazos de cada projeto.

Isso te ajuda a alcançar os objetivos do seu negócio, seja aumentar a sua equipe de colaboradores, o seu leque de produtos e serviços ou a sua quantidade de clientes.

Outra vantagem é a facilidade para criar relatórios personalizados para descomplicar a análise dos resultados de cada estratégia. 

Por onde começar

Por onde começar

Para começar a aproveitar os benefícios que a gestão de marketing pode trazer para o seu negócio, você precisa considerar vários fatores.

1. Faça um levantamento interno

O primeiro passo é fazer uma avaliação interna para identificar quais são os pontos fortes do seu negócio e quais precisam ser melhorados.

Sem isso fica muito difícil fazer qualquer tipo de planejamento. É como se você tentasse dirigir o seu carro de olhos fechados. 

Você pode até conseguir fazer o carro andar, mas as chances são que você não vai conseguir chegar aonde quer e ainda pode sofrer um acidente grave no caminho. 

2. Defina o seu público

Depois de fazer um verdadeiro diagnóstico no seu negócio, você precisa conhecer muito bem o seu público-alvo. 

O ideal é que você defina quais são as características que o cliente ideal do seu negócio precisa ter.

Por isso, quanto mais você segmentar, melhor. Saiba mais sobre esse assunto em dois artigos que a Nath fez, aqui pro blog do KP.

O primeiro te mostra como começar a eliminar o que não é importante para o seu negócio com a segmentação demográfica.

Já o segundo, segmentação psicográfica: entenda o seu cliente melhor do que ele mesmo, te ajuda a praticamente entrar na cabeça da sua audiência. 

Assim você pode ajustar o que você oferece para essas pessoas de forma mais precisa, seja a sua linguagem, um conteúdo ou um produto.

3. Determine o seu mercado

Depois de conhecer muito bem o perfil dos seus clientes, o próximo passo é descobrir qual é o tamanho do seu mercado e quanta concorrência há nele

Para descobrir como a sua empresa está em comparação com os seus concorrentes você pode usar técnicas de benchmarking, como o Hugo já explicou no artigo o que é benchmarking, tipos, como fazer, vantagens e exemplos

Com essas informações em mãos você pode definir quais são os canais onde a sua empresa precisa estar presente para atrair o público certo.

Em quais redes sociais vai focar, considerando o perfíl de usuários do Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, Youtube, site de vendas e etc. 

Nesse momento você também pode fazer o posicionamento da sua marca para definir como quer que a sua empresa seja vista pelo público. 

4. Aposte no conteúdo

O próximo passo na sua estratégia é gerar conteúdo de extremo valor para atrair a audiência certa.

Assim elas aprendem sobre a sua empresa, produto ou serviço e criam afinidade com o seu negócio.

Com o tempo ela avança nas etapas do seu funil de vendas até chegar o momento de se tornar um cliente efetivo.

Para investir em marketing de conteúdo, uma possibilidade é você criar o blog da sua empresa, ou outro canal de comunicação.

Também é importante que você tenha um planejamento eficiente para ser frequente nas suas publicações e conseguir fazer uma boa distribuição de conteúdo

Outro fator que você precisa considerar é a sua forma de anunciar. Defina o seu objetivo, orçamento e canais para veicular cada campanha

5. Planeje

Agora pensa comigo, não adianta ter esse monte de informação espalhada e sem organização. 

Você precisa colocar tudo no papel. Essas informações reunidas vão formar o seu plano de marketing.

Nele você também deve colocar todas suas metas da empresa, como vendas, criação de conteúdo e crescimento, por exemplo. Além de um cronograma para alcançá-las.  

Em seguida você precisa compartilhar essas informações com o seu time. Não adianta querer abraçar o mundo sozinho.

Capacite a sua equipe para que todos estejam alinhados com os objetivos da empresa e tenham clareza de como contribuir para alcançar os objetivos, de quebra você ainda pode aumentar a inteligência coletiva da sua empresa. 

A sequência lógica na sua estratégia é a análise de resultados, por isso em seguida eu vou te mostrar.  

Como colocar em prática e avaliar os seus resultados 

Como colocar em prática e avaliar os seus resultados

Como eu te falei antes, um dos benefícios da gestão de marketing é a facilidade para definir objetivos e analisar o andamento e desempenho de cada um. 

Por isso, agora eu vou te mostrar algumas métricas e ferramentas que podem te ajudar a mensurar os seus resultados. 

Mapa estratégico

O mapa estratégico surgiu para melhorar a gestão estratégia e a performance das empresas. Ele é uma representação gráfica mais resumida do seu planejamento.

Ele serve para te ajudar tirar os planos do papel e partir para a parte prática. 

Nele você vai colocar os objetivos de médio e longo prazo que o seu negócio precisa alcançar para atingir uma determinada meta.

Ele deve estar dividido em quatro perspectivas: financeira, clientes, processos internos e aprendizagem e conhecimento.

Assim você consegue visualizar como está o andamento das demandas de cada uma dessas áreas.  

Veja como fazer o seu no artigo mapa estratégico: o seu eu do futuro vai te agradecer por você ter feito isso

KPI

KPI é a sigla para o termo em inglês key performance indicator ou indicador chave de desempenho, em português. 

Essa ferramenta de gestão é utilizada para medir o desempenho de uma determinada ação ou processo no seu negócio.

Você precisa levar em consideração as características, bem como as condições de temperatura e pressão da sua empresa na hora de estabelecer os seus indicadores.

Saiba a maneira certa para criar os seus próprios indicadores no artigo o que é KPI, porque é importante e exemplos de como definir os seus

5W2H

A 5W2H é uma ferramenta de gestão usada para organizar as demandas, metas e definir o que será feito.

Em inglês os cinco “Ws” são what (o que), why (por que), where (onde), when (quando) e who (quem). Já os dois “Hs” significam how (como) e how much (quanto custa).

Por isso ela funciona como uma espécie de guia para acompanhar o passo a passo e o resultado de cada atividade.

Além disso, você determina o motivo de cada ação, por quem ela será executada, como, quando e onde será feita, além de estimar quanto isso vai custar.

Para se aprofundar nesse assunto, confira o artigo 5W2H: o que significa, para que serve, como fazer e exemplos, aqui do Blog do KP. 

Métricas 

As métricas são variáveis utilizadas por profissionais de marketing para analisar o desempenho geral de alguma estratégia ou campanha.

Elas são muito importantes na hora de saber se você está alcançando o resultado planejado.

Algumas delas são fundamentais para manter o seu negócio saudável.

Um bom exemplo é o ROI, return on investment em inglês ou retorno sobre o investimento em português, que indica se a sua estratégia realmente deu lucro.

Ou seja, ele te mostra a relação entre a quantidade de dinheiro injetado e o resultado de um investimento, como um anúncio por exemplo.  

Tem também o CPL, sigla usada para definir custo por lead. No marketing digital uma lead é alguém que te deu uma forma de contato e tem potencial para se tornar seu cliente no futuro. 

Para alcançar as suas metas e manter a sua empresa competitiva, você precisa manter o seu CPL dentro do orçamento estipulado. 

Esses são apenas alguns exemplos de métricas, conheça outros no artigo o que é métrica: 10 métricas de marketing para acompanhar

Conquiste mais clientes com a ferramenta certa

Conquiste mais clientes com a ferramenta certa

Agora que eu já te falei como descobrir se a sua gestão de marketing está no caminho certo, eu vou te mostrar como você pode melhorar (e muito) os seus resultados.  

É o seguinte. 

A melhor maneira para atrair cada vez mais clientes com o marketing digital é criar uma landing page

Um tipo de página focada em conversão que ajuda o visitante a realizar a ação que você planejou.

Como te dar uma forma de contato, que pode ser o email, em troca de uma recompensa de alto valor, como um ebook, whitepaper ou webinário

A partir desse momento ela se torna sua lead, como eu te falei antes. 

É aí que começa o relacionamento para deixar essa pessoa cada vez mais consciente sobre a necessidade de comprar o seu produto. 

Agora, se você não sabe como fazer uma landing page de alta performance, o Klickpages é o seu melhor aliado. 

Com o KP, você consegue criar as suas páginas em apenas 3 passos simples:

  • Escolha seu modelo: conheça opções de alta conversão aprovadas pelo mercado.

  • Divirta-se customizando a sua página: edite textos, cores e imagens, além de ocultar os elementos que você não queira.

  • Publique: com tudo pronto, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem. 

Conclusão

Conclusão gestão de marketing

Depois de ler esse artigo as chances são que você sabe como usar a gestão de marketing para colocar cada vez mais dinheiro no caixa da sua empresa.

Isso porque eu te falei o que é, para que serve e quais sãos os benefícios da gestão de marketing.

Como te ajudar a manter o seu negócio competitivo e facilitar a sua análise de resultados. 

Você também viu que pode colocar a gestão de marketing em prática dentro da sua empresa criando o seu plano de marketing. 

Eu ainda te mostrei como avaliar se a sua estratégia está funcionando com a ajuda de ferramentas e métricas como o ROI, que te mostra se os seus investimentos realmente deram lucro. 

E ai. Você já usa a gestão de marketing na sua empresa?

Me conta o que achou do artigo aqui embaixo, nos comentários. 🙂 

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Adriana Carvalho

Apesar de ter os dois pés bem plantados na realidade, adoro me transportar para os universos da fantasia como Nárnia, Terra Média e Hogwarts. Sou apaixonada por viagens, livros, filmes e pessoas, não necessariamente nessa ordem (hahahaha). No time de conteúdo do Klickpages, escrevo sobre empreendedorismo e marketing digital porque acredito no poder das histórias.

Se você quiser ler outros conteúdos meus é só clicar aqui ;)