Remarketing no Facebook: a segunda chance que todo cliente merece

Facebook Remarketing: a segunda chance que todo cliente merece

Dar uma segunda chance nem sempre é fácil, mas quando se trata do seu cliente, vale a pena não desistir dele. E o remarketing no Facebook é a estratégia perfeita para te ajudar nessa missão.

Eu não sei como é para você, mas chega me dá uma dorzinha no coração quando eu vejo que um cliente foi até quase o final e, na hora de finalizar o carrinho, acabou desistindo.

Porque cada cliente é importante para mim. E por isso eu acho que vale a pena ir atrás deles.

Afinal, se a pessoa chegou até o fundo do funil é porque ela tem interesse no meu produto.

Talvez ela não esteja 100% preparada para comprar ou ainda tenha alguma objeção e precise de um incentivo. Ou ela simplesmente se esqueceu de concluir a compra.

A questão é que existem várias formas de trazer de volta esse cliente.

Mas essa, em especial, eu acho que é uma das melhores, senão a melhor.

Porque além de ser eficiente, o custo dela não é elevado e permite que eu alcance justamente as pessoas que demonstraram interesse no que eu posso oferecer.

E o melhor de tudo é que qualquer pessoa consegue fazer isso.

Isso mesmo. Você não precisa ter nenhum conhecimento de tráfego para aplicar essa estratégia. Porque eu vou te explicar tudo o que você precisa saber até o final desse texto.

Neste artigo eu vou te explicar:

  • o que é Facebook remarketing;

  • como o remarketing funciona;

  • por que você deve aplicar essa estratégia;

  • o passo-a-passo;

  • e como medir o sucesso da sua campanha na plataforma;

E ainda vou te dar 4 dicas preciosas de como otimizar a sua campanha para obter um retorno ainda maior.

Tudo o que você precisa fazer é ler esse artigo até o final.

Vamos nessa?

O que é remarketing no Facebook?

O que é Facebook remarketing?

Você provavelmente já passou pela seguinte situação ou algo muito parecido…

Estava precisando de um novo par de tênis de corrida e decidiu fazer uma pesquisa na internet para ver os preços, as vantagens de cada modelo…

Depois de algum tempo, você abre o seu Facebook no computador e logo aparece um anúncio de tênis de corrida.

Mais tarde, quando você entra pelo aplicativo, de novo os anúncios de tênis de corrida estão lá.

E isso acontece por diversos dias.

Até que os tênis de corrida são substituídos por outro produto que você pesquisou na internet.

A sensação que dá é de que você está no Big Brother. O Facebook tem câmeras por todos os lados e sabe tudo que você faz na internet.

Mas na verdade essa é uma estratégia muito comum de marketing chamada de remarketing.

Ela é uma forma de publicidade direcionada para pessoas que interagiram com alguma página ou produto na internet.

O Facebook e outras empresas usam essas informações para criar campanhas mais eficientes.

Essa estratégia tem muitos benefícios, mas antes de te contar as vantagens, eu vou te explicar como ela funciona.

Como funciona o remarketing no Facebook?

Como o Facebook remarketing funciona

Para pessoas que não têm muita familiaridade com o marketing digital, pode parecer uma grande mistério como o Facebook sabe que você estava pesquisando por um determinado produto ou que você acessou tal site.

Mas na verdade esse processo de remarketing é bem simples e acontece da seguinte forma:

  1. Um usuário acessa o seu site ou blog;

  2. O pixel do Facebook, um trecho de código, registra as páginas que o usuário visitou dentro do site (calma que eu já te explico como isso funciona);

  3. Quando o usuário acessa o Facebook, a plataforma mostra anúncios específicos de acordo com as páginas que ele acessou no seu site;

  4. O usuário clica no anúncio e volta para o seu site.

A peça que faz a conexão entre o que o usuário acessou e os anúncios que aparecem para ele na rede social é o pixel do Facebook.

O que é o pixel do Facebook?

Nada mais é que um simples trecho de código gerado pela ferramenta de anúncios do Facebook que você insere no seu site.

Com ele o Facebook consegue monitorar quem acessa o seu site e quais ações o visitante executou. Por exemplo, clicar em um produto, inserir itens em um carrinho, finalizar uma compra…

O Facebook usa essas informações tanto para medir a eficiência dos seus anúncios na plataforma, quantas pessoas clicaram em um link patrocinado e realizaram uma compra ou uma ação específica…

Quanto para otimizar a distribuição dos seus anúncios para pessoas mais propensas a conversão e para a criação de públicos para remarketing.

Para saber mais sobre como criar um pixel e colocá-lo no seu site, acesse esse link.

Por que você precisa fazer remarketing no Facebook

Por que você precisa fazer Facebook Remarketing

Agora que você já sabe como o remarketing funciona, eu vou te explicar as 3 principais vantagens.

E você vai entender por que essa é uma estratégia de marketing digital indispensável para o seu negócio se você quer vender mais e aumentar o seu faturamento.

1. Recuperação de clientes

Mais de 95% das pessoas não compram na primeira vez que visitam um site. Porém, isso não quer dizer que elas não tenham interesse no serviço ou produto oferecido.

Muitas vezes elas precisam de mais tempo para pensar, pesquisar sobre o produto. Às vezes elas não têm as informações necessárias para o pagamento ou são interrompidas por algo mais importante.

Por isso, um bom plano de marketing digital precisa incluir formas de se manter em contato com essas pessoas e conduzi-las para o fundo do funil de vendas.

Para você ter uma noção do quanto remarketing é eficiente nesse sentido, pelo menos 1 em 4 carrinhos abandonados são recuperados com esse tipo de campanha.

Além disso, as empresas que fazem remarketing conseguem gerar 3 vezes mais clientes que empresas que não fazem.

2. Redução de custos

Como as campanhas de remarketing são feitas para pessoas que já demonstraram algum interesse, elas têm um índice de conversão mais alto.

Isso deixa a campanha mais barata, porque o Facebook precisa mostrar o anúncio para um número menor pessoas para alcançar os resultados que você quer.

Ou seja, você não só gera mais clientes, como também tem um custo menor.

3. Cross selling

Se você já fez uma compra online, provavelmente já recebeu um email do tipo “quem comprou produto x também levou o produto y”, com outros produtos pelos quais você pode se interessar.

Essa prática é conhecida como cross selling ou venda cruzada. Ela é uma técnica usada para convencer o cliente a comprar coisas que ele não tinha pensado inicialmente, mas podem ser do interesse dele.

E ela pode ser aplicada ao remarketing através de anúncios no Facebook específicos para pessoas que comprarem algo no seu site oferecendo produtos e serviços complementares.

Por exemplo, imagine que você vende cursos de como fazer vídeos, edição, iluminação…

Você poderia criar um anúncio específico para um curso de como editar vídeos para as pessoas que compraram apenas o curso de como gravar vídeos.

Passo-a-passo de como fazer remarketing no Facebook

Passo-a-passo de como fazer Facebook Remarketing

Para quem está começando agora, fazer remarketing pode até parecer algo complicado de se fazer. Mas na verdade é bem simples e semelhante com a criação de um anúncio no Facebook.

Você só vai precisar seguir os 7 passos que eu vou te explicar aqui.

Passo 1

Se você ainda não tem um pixel do Facebook instalado no seu site, siga esse passo-a-passo para fazer a instalação.

Passo 2

Acesse o Gerenciador de Anúncios do Facebook e clique no botão de Criar para começar sua nova campanha.

Passo 2

Passo 3

Na seção de objetivo de marketing, escolha a opção Conversões. Depois preencha o nome da campanha e clique em Continuar.

Passo 3

Passo 4

Dê um nome para o conjunto de anúncios.

Passo 5

Na seção Conversão, selecione a opção Site e depois clique em Selecione um evento de conversão.

Passo 5

Aqui, você vai indicar o que você quer considerar como uma conversão de acordo com o objetivo que você quer alcançar com o remarketing.

Por exemplo, se você está fazendo uma campanha para pessoas que já acessaram o seu blog e o seu objetivo é que elas baixem um e-book de graça, o que contaria como uma conversão para você seria o download.

O Facebook dá várias opções como visualizar conteúdo, adicionar ao carrinho de compras, iniciar período de avaliação (para produtos e serviços que oferecem um período de teste) e você pode até mesmo definir uma conversão personalizada.

Passo 6

Chegou a hora de criar o público. Essa é uma das etapas mais importantes para a campanha de remarketing.

Primeiro clique em Criar novo e selecione Público Personalizado.

Passo 6

Você pode escolher uma das 5 opções a seguir para criar o seu público.

Passo 6

Todas as cinco opções usam as informações de pessoas que já interagiram com a sua marca para criar o público.

Para usar as informações de pessoas que acessaram o seu site, selecione a opção Tráfego do site.

E então, você vai segmentar o seu público.

Imagine que você quer criar uma campanha para as pessoas que chegaram na página de pagamento, mas não concluíram a compra.

Você vai clicar sobre a opção Todos os visitantes do site e procurar por Pessoas que visitaram páginas da web específicas.

Quando você selecionar essa opção, vai aparecer para você duas abas. Você pode definir a URL específica da página ou apenas os termos que a página contém (como pagamento).

Você também pode definir o período de tempo desde a última visita do cliente àquela página.

Passo 6

Ainda nessa mesma página, você vai definir o público que será excluído da campanha.

Isso é muito importante porque a pessoa que finalizou a compra também passou pela página de pagamento.

Se você apenas incluir os clientes que visitaram a página de pagamento, quem já finalizou a compra também vai visualizar os anúncios. E esse não é o objetivo.

Para excluir as pessoas que já finalizaram a compra, você vai clicar em Excluir e fazer o mesmo procedimento de inclusão, só que com o público que você quer excluir.

Passo 6

Para terminar selecione a opção TODOS OS no topo da página, dê um nome para o público e clique em Criar público.

Passo 6

Passo 7

Pronto. A partir daqui, é só continuar criando a sua campanha de anúncios no Facebook normalmente.

Se você está começando a mexer com Facebook Ads por agora, eu escrevi um artigo bem completo sobre o assunto.

Lá você encontra o passo-a-passo para criar sua primeira campanha. É só clicar aqui.

Como medir o sucesso das suas campanhas de remarketing

Como medir o sucesso das suas campanhas de remarketing

O trabalho de remarketing não acaba depois que você termina de criar a sua campanha.

Para ter um resultado de sucesso é importante que você monitore o desempenho dos seus anúncios para saber o que está dando certo e o que não está.

Assim fica muito mais fácil identificar algum problema antes que ele vire uma bola de neve e você acabe perdendo dinheiro em anúncios que não estão convertendo.

Além disso, você consegue descobrir o que funciona melhor para o seu público-alvo para poder aplicar nos seus anúncios futuros.

O Gerenciador de Anúncios do Facebook fornece várias métricas, mas você não precisa se desesperar tentando acompanhar todos os números.

Eu separei as principais métricas que você precisa ficar de olho para saber se a sua campanha é um sucesso.

CPA (Custo Por Aquisição)

O custo por aquisição é o quanto você investiu na sua campanha para conquistar cada novo cliente durante um determinado período de tempo.

Imagina que você investiu 200 reais em um anúncio de remarketing durante uma semana e nesse período você conseguiu 10 novos clientes.

E, no mesmo período, você investiu em outro 120 reais e conseguiu 8 novos clientes.

Qual dos dois teve um desempenho melhor?

Considerando apenas o CPA, cada cliente do primeiro anúncio te custou 20 reais, enquanto do segundo apenas 15 reais.

Ou seja, vale a pena aumentar o investimento no segundo anúncio, porque se ele manter esse mesmo custo, você vai gastar o seu dinheiro de uma forma mais eficiente.

Essa é uma métrica que é importante ficar atento, pois você fica sabendo o quanto está gastando com cada cliente e pode interromper anúncios os quais o custo de conversão está além da sua meta.

Taxa de conversão

A taxa de conversão é a porcentagem de pessoas que viram o seu anúncio e executaram uma ação específica.

Quando você cria um anúncio de conversão, você pode indicar para o Facebook qual ação será contada como uma conversão (visualizar conteúdo, adicionar um produto ao carrinho, finalizar a compra…).

Geralmente essa é uma métrica que indica se o seu anúncio é efetivo e se você está segmentando para o público certo.

No caso do remarketing, como já se tem uma noção de que aquelas pessoas estão interessadas no seu site ou serviço, uma taxa de conversão baixa pode indicar que o seu anúncio não é muito bom e precisa ser alterado.

ROI (Retorno Sobre Investimento)

Por fim, a métrica que eu considero uma das mais importantes para qualquer estratégia de marketing.

O ROI mostra o quanto você está faturando com o investimento que você fez.

Por exemplo, se a sua campanha tem como resultado um ROI de 130%, quer dizer que para cada 1 real que você investiu, você teve de retorno 2 reais e 30 centavos.

Ou seja, deduzindo o investimento, para cada 1 real gasto, você lucrou 1 real e 30 centavos.

Quando esse valor é muito baixo ou negativo é um sinal de alerta para a sua campanha, significa que você está faturando muito pouco ou até mesmo tomando prejuízo.

Por isso essa é uma métrica que você deve sempre estar de olho.

4 dicas para otimizar suas campanhas de remarketing

4 dicas para otimizar suas campanhas de remarketing

Antes de terminar esse artigo, eu quero te dar 4 dicas para otimizar as suas campanhas de remarketing que podem melhorar as suas métricas.

São coisas aparentemente simples, mas que podem fazer toda a diferença no resultado final da sua campanha.

1. Segmente suas campanhas de remarketing

Se você já ouviu falar em funil de vendas, você sabe que existem várias estágios até que o cliente realize, de fato, a compra.

Uma pessoa que chegou a colocar itens no carrinho e abandonou está numa etapa bem mais avançada do processo do que uma pessoa que só acessou a sua página.

Logo, a forma de anunciar para as duas é diferente.

Para a primeira, talvez baste apenas você colocar o produto novamente na frente dela para fechar a compra. Já a segunda provavelmente precisa de mais informações sobre os benefícios do seu produto.

Portanto, na hora de criar campanhas de remarketing segmente de acordo com a ação do visitante no seu site para que você tenha anúncios mais direcionados e personalizados.

2. Crie exclusividade e escassez

Anúncios mais direcionados e personalizados fazem as pessoas se sentirem parte de um grupo exclusivo, como se o seu negócio se importasse com ela individualmente.

E campanhas que têm um tempo determinado e sensação de escassez criam um senso de urgência, que é preciso clicar na oferta logo antes que ela acabe.

Com esses dois gatilhos mentais você pode acelerar o processo de decisão de compra e aumentar as suas vendas.

3. Lembre-se de fazer exclusão de público

Imagina você receber uma oferta de 15% de desconto um produto que você acabou de comprar. Deve ser bem frustrante.

Então, quando você estiver criando a sua campanha preste atenção no público que você está incluindo e também em quem você vai excluir.

Imagine que você queira fazer uma campanha para o download de um e-book no seu site e o seu público são pessoas que assistiram a um determinado vídeo na sua página do Facebook

O público que você vai incluir é quem assistiu o vídeo.

Porém não faz sentido mostrar esse anúncio para pessoas que já baixaram o e-book. Seria a mesma coisa de oferecer um desconto para quem já comprou um produto.

Por isso, você precisa excluir do seu público as pessoas que já fizeram o download.

Assim o público final dessa campanha seria: pessoas que assistiram ao vídeo menos pessoas que baixaram o e-book.

Você deve excluir da sua campanha qualquer público que tenha cumprido com a condição de inclusão, mas que não vai ter interesse na sua oferta.

4. Deixe o anúncio com a cara da sua marca

A identidade visual do seu negócio é muito importante para gerar reconhecimento de marca.

Se você não acredita, a gente pode fazer um teste. Olhe essas duas imagens:

 Deixe o anúncio com a cara da sua marca

Deixe o anúncio com a cara da sua marca

Aposto que você consegue reconhecer as marcas só pela logo e pelas cores, ainda que não tenha o nome.

Essas duas pinturas fazer parte de uma série do coletivo Dorothy chamada You Took My Name, que é composta por vários quadros com logomarcas sem nomes.

Uma identidade visual consistente deixa a sua marca na cabeça das pessoas.

Portanto, na hora de criar os seus anúncios, incorpore elementos da sua identidade visual, para que, quando o seu público ver, ele associe imediatamente com o que ele viu no seu site.

Por esse motivo as imagens dos produtos nos anúncios devem ser idênticas às do seu site.

Essa pode parecer uma dica um tanto óbvia, mas algumas pessoas simplesmente deixam isso de lado quando estão criando os anúncios.

Aumente suas conversões com o Klickpages

Aumente suas conversões com o Klickpages

A última etapa para garantir a conversão das pessoas que clicaram no seu anúncio é ter uma landing page preparada para recebê-las.

Dependendo do seu objetivo, ela pode ser a página para onde serão levadas as pessoas que clicarem no seu anúncio. Se ela não direcionar muito bem a lead para a conversão, pode ser que novamente você perca esse cliente.

Mas você não precisa mais se preocupar com isso, porque o Klickpages é a ferramenta ideal para a criação de landing pages de alta performance.

Você só precisa seguir 3 passos:

  1. Escolha o modelo: veja opções de alta conversão comprovada por testes.

  2. Customize a página: feita a escolha, edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: ao final, publique no próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Conclusão Facebook Remarketing

Se tem uma coisa que todo cliente merece é uma segunda chance. Não é por que ele colocou o produto no carrinho e não finalizou a compra que ele perdeu o interesse.

Aliás, essas pessoas que já demonstraram interesse no seu produto ou serviço alguma vez são provavelmente as mais fáceis de converter.

E o remarketing no Facebook é a estratégia perfeita para isso.

Neste artigo, eu te expliquei o que é o remarketing, como ele funciona e por que o seu negócio só tem a ganhar com essa estratégia.

Você também viu um passo-a-passo de como fazer e como medir o sucesso das suas campanhas.

E, por último, eu te dei 4 dicas que podem melhorar a sua campanha.

Agora chegou a sua vez de colocar a mão na massa!

Não deixe de me contar nos comentários o que você achou dessa estratégia e quais foram os seus resultados! 😉

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.

Se você quiser ler outros conteúdos meus é só clicar aqui ;)