Facebook Ads: tudo o que você precisa saber para anunciar na maior rede social do mundo

Facebook Ads: o que é, como funciona, como usar e tipos de anúncio

Saber como aproveitar ao máximo o Facebook Ads já é etapa quase obrigatória em uma estratégia de mídia social.

Se você quer que suas postagens sejam vistas pelo público na maior rede do social do mundo, é muito provável que tenha que pagar para melhorar o alcance dos anúncios.

Isso acontece por características da própria plataforma.

A publicidade paga no Facebook é, sem dúvidas, uma das formas mais imediatas (e eficientes) de alcançar e impactar sua audiência.

Por outro lado, não significa investir sem planejamento.

E é sobre isso que iremos falar a partir de agora.

Afinal, quão bem o Facebook Ads funciona para seus objetivos?

Que tipo de engajamento você pode obter?

Qual o retorno obtido sobre esse investimento?

Neste artigo, vamos compartilhar com você tudo o que precisa saber sobre a plataforma Facebook Ads para divulgar suas campanhas.

Vamos lá?

O que é Facebook Ads?

O que é Facebook Ads?

O Facebook Ads é um mecanismo de marketing e publicidade que possibilita criar campanhas e exibir anúncios dentro da própria rede social.

É uma ferramenta que permite gerenciar quem a sua mensagem irá alcançar e de que forma isso vai acontecer.

A interface da plataforma atual aceita a veiculação de anúncios de diversos tamanhos e tipos.

Quando bem planejados, conseguem atingir o público-alvo de maneira eficiente.

Como funciona?

Facebook Ads como funciona?

Os anúncios do Facebook agora vêm em diversos formatos.

Você pode promover sua página, suas postagens, ações ou até mesmo seu próprio site.

Apesar do foco crescente do Facebook em anúncios nativos e de manter o tráfego dentro da próprio rede, nada impede que você possa ser bem-sucedido enviando usuários para o seu site.

Basicamente, os anúncios do Facebook são direcionados à audiência tomando como base suas informações de localização, dados demográficos e de perfil.

Muitas dessas opções estão disponíveis apenas no Facebook.

Depois de criar um anúncio, você define um orçamento e oferece um lance para cada clique ou mil impressões que sua campanha receberá.

Por que usar o Facebook Ads?

Por que usar o Facebook Ads?

O Facebook fechou 2017 com mais de 2 bilhões de usuários ativos.

E esses usuários estão altamente envolvidos com o conteúdo publicado na rede: mais de 800 milhões de pessoas curtem algo no Facebook todos os dias.

Claro, quando se trata de obter o melhor retorno sobre seu investimento, uma audiência muito grande e genérica pode ser um desafio a mais.

Afinal, você só quer pagar para expor sua marca a pessoas que realmente possam estar interessadas em fazer negócios com você.

Felizmente, o Facebook oferece várias opções de segmentação.

E isso permite a você concentrar anúncios exatamente no público certo para o seu negócio, de forma a maximizar o ROI.

O grande público global do Facebook, combinado com a capacidade de segmentar seu anúncio por dados demográficos, localização, interesses e comportamentos, permite acessar as pessoas exatas.

Ou seja, aquelas que estão mais propensas a querer comprar seus produtos ou contratar seus serviços.

Além disso, 95,8% dos anunciantes de redes sociais em todo o mundo afirmam que o Facebook fornece o melhor ROI de todas as plataformas sociais.

Então, se você ainda não têm campanhas ativas nessa rede, está mais do que na hora de começar a planejar uma estratégia para seu negócio.

Tipos de anúncios

Facebook ads tipos de anúncios

Nem todos os anúncios do Facebook são criados da mesma forma.

A variação entre as campanhas está sempre no objetivo dela.

Algumas são ótimas para que as pessoas "curtam" a sua página.

Outras servem para que seus fãs se envolvam em um nível mais pessoal.

E tem ainda aquelas que são perfeitas para solicitar ao seu público que clique em uma postagem, direcionando a audiência a uma landing page do seu site.

Abaixo está uma lista dos diferentes tipos de anúncios que o Facebook oferece À sua escolha.

Confira!

  • Impulsione suas publicações: patrocinar seus posts para que eles alcancem um maior número de pessoas, de acordo com critérios definidos por você, claro.

  • Promova sua página: aumentar o conhecimento da sua página, o número de fãs, entre outros aspectos.

  • Envie pessoas para seu site: aumentar o tráfego no seu site e, possivelmente, as chances de conversão.

  • Aumente conversões no seu site: levar as pessoas a realizar determinadas ações (requer adicionar um pixel de rastreamento do Facebook no seu site).

  • Obtenha instalações do seu app: aumentar o número de downloads do seu aplicativo mobile ou até mesmo desktop.

  • Aumente o envolvimento com seu app: fomentar o engajamento do público com seu aplicativo e aumentar o seu uso.

  • Alcance pessoas próximas a seu negócio: encontrar pessoas que estão mais próximas geograficamente do seu negócio e que são mais propensas a escolher ele ao invés dos concorrentes.

  • Aumente a participação em seu evento: é possível confirmar a participação no evento diretamente através do anúncio.

  • Faça com que as pessoas obtenham sua oferta: anunciar ofertas e conteúdos relevantes e difíceis de serem ignorados pelo público.

  • Obtenha visualizações de vídeo: mostrar seu vídeo para uma ampla audiência e aumentar o conhecimento da sua marca.

Como criar uma campanha

Como criar uma campanha

Se você já possui uma página de negócios no Facebook, pode se dirigir diretamente para o Facebook Ads Manager ou para o Power Editor para criar sua campanha.

Caso contrário, vai precisar criar uma primeira – o que não é nenhum grande desafio.

Preparamos seis passos essenciais para a criação de uma campanha de sucesso.

Fique ligado!

Passo 1: Entenda bem a estrutura de uma campanha no Facebook

Antes de tudo, é preciso entender que toda e qualquer campanha no Facebook Ads segue esta hierarquia: Campanha > Conjunto de anúncios > Anúncio.

O nível da campanha é onde você define o objetivo que deseja alcançar – lembrando que é possível escolher apenas um objetivo por campanha.

No nível do conjunto de anúncios, você decide como eles serão veiculados e aproveita para fazer a melhor segmentação possível (local, idade, gênero, interesses, etc.).

Por fim, é hora de criar seu anúncio de fato, ou seja, o que as pessoas irão visualizar em seu feed.

Passo 2: Defina o objetivo da campanha

Escolha o seu objetivo de campanha com base nas métricas mais importantes para o seu negócio e de acordo com as metas estabelecidas para o anúncio em particular.

Por exemplo, se o seu objetivo é aumentar seus leads, você pode estipular uma meta de 100 conversões no primeiro mês.

Tenha em mente que, para objetivos orientados para conversão, você pode pagar por ação.

Mas para objetivos de exposição, você pagará por impressões.

Passo 3: Segmente sua audiência

A segmentação é fundamental para maximizar o ROI.

E são muitas as formas de selecionar bem o seu público no Facebook.

Além de segmentar pelos critérios básicos, como localização, gênero e comportamento online, você pode aprimorar seu público com base no seguinte:

  • Conexões: você pode segmentar pessoas que estão conectadas ou não à sua página do Facebook.

Por exemplo, se quiser alcançar uma nova audiência, você pode "Excluir pessoas que gostem da sua página".

Se você quiser promover uma oferta ou um novo produto, selecione "Pessoas que gostam da sua página" para alcançar usuários que já conhecem a marca.

  • Audiências personalizadas: você pode criar sua própria audiência de pessoas que já interagiram com sua empresa dentro ou fora do Facebook, como através de uma lista de e-mails.

  • Lookalike: esse tipo de audiência permite segmentar pessoas que tenham características semelhantes ao seu público mais valioso.

Passo 4: Defina o orçamento e o agendamento dos anúncios

Em seguida, você decide quanto dinheiro deseja investir em seu anúncio no Facebook.

Você pode escolher um orçamento diário ou vitalício, depois definir as datas de início e término.

Se desejar, pode agendar seu anúncio para data futura ou optar por torná-lo disponível imediatamente.

Esteja ciente que a execução de seu anúncio em uma programação pode ser a maneira mais eficiente de aplicar o orçamento.

Afinal, dessa forma, você pode escolher apenas exibir seu anúncio quando for mais provável que o seu público-alvo esteja navegando no Facebook.

Passo 5: Crie os anúncios

Uma opção é promover uma publicação existente.

Porém, se preferir, pode criar um novo anúncio.

Basta escolher primeiro seu formato de anúncio (vídeo, imagem, carrossel, etc) e, em seguida, inserir os elementos de texto e mídia.

Certifique-se de que estejam de acordo com os tamanhos de imagem para cada formato.

Usar a ferramenta de visualização na parte inferior da página pode garantir que o seu anúncio esteja bom para todos os posicionamentos potenciais (mobile, feed de notícias da área de trabalho, coluna da direita, etc.).

Quando estiver satisfeito com suas escolhas, clique em “Confirmar” para enviar seu pedido.

Depois, aguarde até receber um e-mail do Facebook informando que seu anúncio foi aprovado.

Passo 6: Monitore os resultados

Por fim, mas não menos importante, é essencial que você defina as métricas mais relevantes para seus objetivos e as monitore de forma constante.

Assim, você consegue identificar possíveis falhas e terá tempo para realizar ajustes para otimizar a campanha e melhorar o seu ROI.

E já que estamos falando em métricas, vamos falar no próximo tópico especificamente sobre elas.

Métricas relevantes

Métricas relevantes facebook ads

Está pensando em começar ou já está rodando alguns anúncios no Facebook Ads e quer entender melhor seus resultados?

Seja qual for a necessidade, é importante saber medir o retorno da sua campanha.

Selecionamos algumas das principais métricas que podem ajudar você a interpretar melhor seus resultados e, por consequência, qualificar o desempenho das suas campanhas.

Veja só!

Impressões

Impressões são uma métrica que está relacionada à visibilidade de suas postagens e seus anúncios.

Enquanto o alcance diz a você quantas pessoas viram suas postagens, as impressões medem o número de vezes que suas postagens foram vistas.

Isso inclui se uma publicação foi vista várias vezes por um único usuário.

Custo Por Mil (CPM)

O custo por mil impressões, ou CPM, é a métrica perfeita para obter uma visão panorâmica do desempenho de um conjunto de anúncios.

Se é a primeira vez que você está rodando anúncios no Facebook ou se você não tem muito histórico de contas, analisar suas métricas de CPM talvez não lhe dará muita visão.

Mas se você já gastou um pouco de dinheiro e tem alguns dados para se basear, o CPM pode ser a métrica que você está procurando.

Afinal, ele é o benchmark perfeito para usar ao comparar diferentes campanhas e conjuntos de anúncios uns contra os outros.

E, dessa comparação, não raro resulta a qualificação de suas ações.

Frequência

A frequência corresponde ao número médio de vezes que seu anúncio foi exibido para cada pessoa.

Para calcular essa métrica, é bem simples: frequência = impressões / alcance.

Obviamente, você quer que seu público-alvo veja seus anúncios.

Afinal de contas, você está investindo nessa ferramenta para isso, não é mesmo?

O importante é tentar encontrar um equilíbrio para essa frequência.

Uma frequência muito baixa pode fazer com que a sua mensagem não consiga atingir bem o público.

Por sua vez, com uma frequência muito alta, você corre o risco de irritar e saturar seu público.

Mas isso não é tudo.

Além disso, sua frequência tem um impacto enorme em quanto dinheiro você acaba aplicando no Facebook Ads.

Gastos

Essa métrica está relacionada ao custo médio por resultado de seus anúncios, levando em conta um determinado período de tempo.

Ela pode ser afetada por muitos fatores, como lance de leilão, público-alvo, o tipo de otimização, tipo de anúncio e até mesmo pelo agendamento feito por você.

CTR (Click Through Rate)

Métricas relevantes CTR (Click Through Rate)

Muitos profissionais até argumentam que o CTR, ou taxa de cliques, é apenas uma pequena peça do quebra-cabeça – o que não deixa de ser verdade.

Afinal, se outras métricas mais importantes, como o Custo Por Lead, por exemplo, são baixas o suficiente para tornar suas campanhas rentáveis, para que se importar com uma taxa de cliques, digamos, de 0,5%?

Mas não se precipite no diagnóstico.

Ainda assim, o CTR é uma ótima maneira de avaliar o quão bem o seu público está respondendo ao seu anúncio.

Cliques no link

Refere-se ao número de cliques nos links de anúncios para destinos selecionados por você ou para experiências dentro ou fora do Facebook.

Por exemplo, eles podem incluir:

  • Sites e blogs

  • Aplicativos

  • Fazer uma ligação

  • Enviar uma mensagem

  • Preencher um formulário

  • Assistir a um vídeo hospedado por outro site, como YouTube ou Vimeo.

CPC (Cost-Per-Click)

Métricas relevantes CPC (Cost-Per-Click)

O CPC é o custo médio para cada clique do link.

O custo que você paga por um clique do link será afetado por seu CTR.

Quanto maior o CTR, menor será o CPC que você pagará.

Isso ocorre porque o Facebook recompensa os anunciantes que têm um grande anúncio publicitário indicado por ter um alto CTR.

Leads

Basicamente, essa métrica está relacionada ao número de pessoas que converteram em leads após clicar no link e serem direcionadas para sua landing page.

Custo Por Lead (CPL)

Assim como o CPC ou o CPM, o Custo Por Lead analisa seus gastos e calcula um valor médio de cada conversão.

Dessa forma, determina o seu peso no orçamento de marketing.

Checkout

Checkout pode ser entendido como a quantidade exata de pessoas que se tornaram clientes reais através do seu anúncio.

Para conseguir essa métrica, é simples: basta incorporar um pixel de rastreamento na sua Thank You Page, ou página de agradecimento, isto é, aquela que vem sempre após uma compra ser finalizada.

Custo por checkout

Você consegue já ter uma noção do que essa métrica se trata, certo?

O algoritmo do Facebook analisa seus gastos e calcula uma média de quanto cada venda realizada pelo seu anúncio custou realmente.

CPA

CPA é a sigla para Custo Por Aquisição.

Mas como isso impacta sua estratégia?

Geralmente, o objetivo de qualquer campanha é fazer com que seu público-alvo tome ações, não é mesmo?

Dependendo do negócio, a ação que você deseja que o público tome pode ser:

  • Dar like, comentar ou compartilhar um conteúdo

  • Assistir a um vídeo

  • Baixar seu e-book, whitepaper ou infográfico

  • Adicionar um produto ao carrinho

  • Efetuar a compra do produto.

Se você for capaz de determinar o quanto pode pagar por essa ação, terá uma métrica sólida para avaliar o sucesso de sua campanha.

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Você viu até aqui que o Facebook Ads pode ser usado de forma a direcionar o usuário ao seu site.

Essa é uma tática inteligente, mas que depende de uma peça chave para dar certo.

Você precisa usar uma landing page para capturar leads.

E ela deve ser atrativa, convidativa, objetiva e direta.

Não sabe como fazer?

O Klickpages é a ferramenta ideal para ajudá-lo.

Confira quais são os três passos básicos para criar a sua:

  1. Escolha seu modelo: veja opções de alta conversão comprovada por testes.

  2. Customize a página: feita a escolha, edite textos, cores e imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: com tudo pronto, publique no próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Facebook Ads Conclusão

Percebeu como o Facebook Ads pode ser um ótimo canal de marketing para o negócio?

Agora, você tem boas informações e dicas para elaborar sua estratégia e potencializar os resultados de suas campanhas.

O principal é praticar, iniciando com investimentos menores, quem sabe até um teste A/B.

Depois de uma semana ou duas de aprendendo o que funciona para o seu negócio, você poderá gerar uma fonte constante de conversões através da maior rede social do mundo.

Então, mãos à obra!

E não esqueça que, para construir uma landing page de sucesso, o Klickpages está ao seu lado.

 

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.