Estratégia de Marketing: o que é e exemplos para atrair clientes

Estratégia de Marketing: o que é e exemplos para atrair clientes

Quão eficazes as suas estratégias de marketing têm se mostrado?

Vamos refletir sobre isso?

Quem ainda não tem a sua, precisa logo construir.

Quem já tem, talvez necessite fazer ajustes e rever as ações.

Afinal, na era digital, tudo muda muito rápido. E quem não acompanha esse movimento fica para trás.

Foi-se o tempo que o marketing servia apenas de suporte para o setor de vendas.

Hoje, ele está em todo o lugar. No rádio, na televisão, nas redes sociais, no Google.

E como não seria assim, não é mesmo?

Toda empresa deseja expandir sua participação no mercado, logo, a equipe de marketing deve se fazer presente e se mostrar atualizada.

É fundamental que esteja pronta para criar boas estratégias que vão auxiliar no crescimento do negócio.

Foi para ajudá-lo nesse desafio que criamos um artigo especial, que vai servir de guia para a elaboração de uma estratégia de marketing sólida.

O que é uma estratégia de marketing e quais suas vantagens?

Será a mesma coisa que um plano de marketing?

E de que forma usar suas ações a favor dos resultados do negócio?

A resposta para essas e outras perguntas você confere a partir de agora.

O que é uma estratégia de marketing?

O que é uma estratégia de marketing?

Estratégia de marketing é um conjunto de ações propostas para divulgar e enaltecer os pontos fortes de uma marca, contribuindo positivamente com sua reputação e credibilidade. O objetivo é colocar a organização em uma posição de destaque no mercado.

Uma estratégia de marketing também está diretamente relacionada ao plano de marketing.

Embora os conceitos até sejam parecidos – e por vezes confundidos -, a primeira atua como um instrumento para que o segundo seja cumprido de maneira eficiente.

Por isso, boas estratégias de marketing devem integrar os objetivos, políticas e a sequência de ações táticas para dar suporte ao planejamento estratégico de um negócio como um todo.

Conceito

O conceito de estratégia está intimamente ligado ao ato de planejar.

Normalmente, é gerado um documento, que é o plano de marketing, alinhado às estratégias do negócio.

Ele serve de guia para a área de marketing desenvolver as ações necessárias para atingir aos objetivos propostos.

Por isso, para definir a estratégia de marketing, é importante saber:

  • Qual é o papel do marketing para levar a cabo a estratégia de negócio da empresa?

  • Que campanhas e projetos o marketing deve executar para desempenhar o seu papel?

  • Qual o público-alvo das ações?

Por exemplo, imagine que sua empresa queira penetrar em um determinado mercado e estabelecer uma posição de destaque no seu segmento.

Logo, para a sua estratégia de marketing dar suporte a esse objetivo, é preciso desenvolver planos de apoio junto aos revendedores, como treinamentos.

Também há necessidade de planos que ajudem a construir uma posição de destaque, como campanhas promocionais e pesquisas de mercado.

Por que é importante?

Estratégia de marketing: por que é importante?

Pela explicação do conceito do que são estratégias de marketing, você já consegue ter uma noção da sua importância para atingir seus objetivos, não é mesmo?

Para deixar isso bem fixado na sua cabeça, selecionamos alguns pontos a destacar.

Confira só!

Redução de gastos

Quem trabalha com empreendedorismo, já deve ter aprendido em algum momento que decisões ruins geram gastos indesejados.

Quando você faz um investimento ruim, acaba gerando prejuízo financeiro de forma direta.

E o pior é que isso afeta as duas pontas, tanto a empresa quanto os colaboradores.

O tempo, a energia e o esforço de todos para solucionar o problema poderiam ser usados para realizar outras tarefas, concorda?

Portanto, certifique-se de traçar uma estratégia clara e compartilhá-la com sua equipe.

Isso ajuda a evitar decisões ruins, ou seja, atua em benefício da redução de gastos.

E nunca é demais lembrar que toda economia é super válida.

Decisões certas na hora certa

Estratégia de marketing: decisões certas na hora certa

Ficar antenado no mercado, nas tendências e no comportamento do consumidor é muito importante para a tomada de decisões na empresa.

E, para isso, estratégias de marketing bem construídas podem contribuir decisivamente.

Com base nas informações coletadas, fica muito mais fácil acertar nos pontos mais importantes, atuando para que o negócio se mantenha saudável.

Saber para onde direcionar seus esforços pode ser a chave para o sucesso da empresa.

Não dá mesmo para ignorar o potencial de uma boa estratégia de marketing.

No stress!

Trabalhar sem algum tipo de planejamento põe em risco o sucesso de qualquer estratégia, não concorda?

Imagine o tempo perdido e o estresse gerado por ter que interromper um processo para resolver problemas de mal uso das ferramentas disponíveis ou de conflitos internos, por exemplo.

Isso sem falar que, se a situação evoluir, a equipe acabará desmotivada, menos engajada e, nesse cenário, os resultados não têm como se manter os mesmos.

Não existe marketing pela metade. E a definição de uma estratégia é etapa imprescindível.

A dica é: após escolher um objetivo a seguir, é hora de começar a planejar em torno disso para evitar estresse desnecessário.

Adote um padrão de trabalho, uma estratégia bem definida com início, meio e fim.

Além de conduzi-lo para melhores resultados, esse cuidado o deixará melhor preparado para imprevistos e cenários difíceis.

Na prática, você e sua equipe não serão facilmente surpreendidos.

E isso ajuda a manter a ordem, o foco no trabalho e os resultados positivos alcançados.

Colaboradores mais engajados

Estratégia de marketing: colaboradores mais engajados

Acabamos de dar uma pitada sobre isso.

Trabalhar em equipe pode ser um grande desafio se ela não consegue se manter em sintonia.

O mesmo acontece caso não existam metas claras e se os colaboradores não sabem realmente o que fazer para resolver um problema.

Isso tudo causa um clima ruim no ambiente de trabalho, não é mesmo?

Por isso, a partir do momento em que a sua estratégia estiver bem definida, é importante compartilhar com seus colaboradores e fazê-los entender a importância de segui-la.

Isso muda completamente o jogo!

Sua equipe torna-se mais engajada, passa a ter objetivos claros em foco, colabora para alcançá-los, e consegue se manter atualizada em um mercado competitivo.

Diferença entre estratégia de marketing e plano de marketing

Diferença entre estratégia de marketing e plano de marketing

Quando estamos falando de marketing, é normal acontecer uma confusão entre estratégia e plano de marketing.

Como já dito, uma estratégia de marketing explica o que você deseja alcançar, quais seus objetivos e metas.

Só que as ações de marketing que precisam ser tomada adotadas para que tais fins não caem do céu.

É preciso bastante estudo e planejamento.

É aí que você irá precisar de um plano de marketing, mas não sem antes ter uma estratégia de marketing.

Lembrando que todo o planejamento deve ser direcionado por um objetivo.

Por exemplo, imagine que seu objetivo é aumentar as vendas do seu negócio.

Nesse caso, focar em novos segmentos de mercado pode ser uma boa estratégia de marketing.

Após isso, é hora de montar o plano, onde você vai desenvolver campanhas de comunicação voltadas para esse novo público.

Ficou clara a diferença?

Defina objetivos claros para sua estratégia

Defina objetivos claros para sua estratégia de marketing

Se você quer que sua estratégia tenha sucesso, não dá para se concentrar apenas na fase da coleta de dados para um planejamento prévio.

O trabalho vai exigir também um acompanhamento durante toda a execução do projeto.

Isso quer dizer que você precisa definir objetivos claros e persegui-los.

É até normal as empresas terem mais de um objetivo possível e várias maneiras para alcançar cada um.

Mas sair atirando para qualquer lado raramente vai gerar algum resultado positivo.

Escolher qual o objetivo prioritário no momento é o primeiro passo para uma estratégia de sucesso.

Feito isso, você consegue concentrar os esforços da sua equipe apenas nas ações que ajudarão a empresa a alcançá-lo.

E, além disso, poderá estimar o tempo necessário para atingir tal resultado.

Resumindo, uma estratégia de marketing só funciona quando tem objetivos bem definidos e, é claro, compartilhados por todos na empresa.

Exemplos de estratégia de marketing para atrair clientes

Exemplos de estratégia de marketing para atrair clientes

O mercado oferece uma série de canais de marketing para auxiliar você na construção de uma estratégia de sucesso.

Pode ser interessante explorar um mix desses canais, utilizando-os da melhor maneira possível.

Progressivamente, você consegue identificar quais são mais relevantes para seu negócio.

Só não vale manter funcionando um canal que você não encara com seriedade.

Preparamos uma lista com opções infalíveis para o sucesso do seu negócio.

Pode apostar sem medo!

Confira aí!

E-mail Marketing

Campanhas de e-mail marketing por vezes geram desconfiança.

A dúvida se dá principalmente sobre o retorno do investimento.

Mas não dê atenção a quem considera essa tática como uma ação ultrapassada.

O e-mail ainda é um meio muito eficaz para fazer marketing.

O importante é saber trabalhar bem essa estratégia.

Para ter bons resultados, lembre que o foco do e-mail marketing deve estar no relacionamento com o cliente e não nas vendas.

Muitas empresas que oferecem esse serviço possuem recursos com os quais é possível garantir uma excelente personalização e a segmentação do conteúdo.

Isso ajuda a estreitar o relacionamento e construir confiança com sua base de contatos.

Além disso, a comunicação torna-se mais rápida e econômica, pois um dos únicos gastos é em softwares especializados para automatizar, acompanhar e avaliar os seus e-mails.

Redes Sociais

Exemplos de estratégia de marketing para atrair clientes: redes sociais

Em tempos de internet e smartphones, é importante manter uma presença digital no dia a dia do cliente para que isso ajude você a conhecê-lo ainda mais profundamente.

Mas não apenas isso: manter-se ativo, interagindo com ele, é também fundamental.

Em outras palavras, as redes sociais se mostram parte indispensável de um plano de marketing digital.

O ideal é escolher aquelas que se mostram como as mais adequadas para se comunicar com seus clientes.

De nada adianta investir em links patrocinados no LinkedIn se seu público-alvo prefere uma interação mais visual, como no Instagram.

O Facebook, por exemplo, oferece dados como idade, gênero e localização do público que é alcançado, curte e interage com a sua página.

Outra forma bastante comum que você já deve ter notado em redes como Instagram, é o uso das redes sociais para firmar parceria com algum influenciador digital.

Como essas pessoas possuem grande base de seguidores, conseguem transmitir credibilidade para sua marca.

Isso pode ser bastante útil para até mesmo alcançar novos públicos.

Inbound Marketing

Se você já possui um conhecimento em marketing digital, já deve ter esbarrado no conceito de Inbound Marketing, não é mesmo?

Essa estratégia uniu várias outras ferramentas em uma metodologia única de marketing.

O Inbound Marketing parte do princípio de que o público deve encontrar a empresa, e não o contrário.

Basicamente, a metodologia consiste em:

  • Atrair audiência por meio de conteúdo e mídia digital paga

  • Converter essa audiência em leads

  • Trabalhar a qualificação desses leads por meio de um funil de vendas

  • Encantar com relacionamento e ações de pós-venda para geração de promotores da marca.

O Inbound Marketing procura atrair e conquistar potenciais clientes por meio de conteúdo de qualidade.

Lembrando que, para esse conteúdo agregar valor para os consumidores, ele deve ser especializado e segmentado nas personas da sua marca.

Também deve ser construído de acordo com todas as etapas do funil de vendas.

Assim, você se torna relevante e, consequentemente, lembrado.

SEO e Marketing de Conteúdo

Exemplos de estratégia de marketing para atrair clientes: SEO e marketing de conteúdo

Você sabe o que significa SEO?

O termo vem do inglês Search Engine Optimization. Traduzindo de forma livre, quer dizer algo como otimização para os motores de busca.

Em outras palavras, é uma estratégia para que o seu site ou blog alcance um melhor posicionamento no Google e outras plataformas de pesquisas online.

O grande desafio é que esse posicionamento deve ser alcançado de forma orgânica e não através de mídia paga.

Mas, então, como conseguir uma boa classificação organicamente?

É nesse momento que entra em cena o marketing de conteúdo.

Antes de tudo, é preciso escolher palavras-chave específicas e que são utilizadas com frequência por seus personas.

Feito isso, é o momento de partir para a produção do conteúdo em si.

Existe uma gama de boas práticas que podem ser seguidas para que seu conteúdo seja bem aceito pelos buscadores.

Vale lembrar que apenas o conteúdo não é o suficiente, pois os sites de busca também levam em conta a estrutura do seu site, que também deve ser otimizada.

Links Patrocinados

Você já notou aqueles anúncios no topo da página ao pesquisar algo no Google?

Para quem ainda não conhece, aquele é o sistema de links patrocinados do Google, mais conhecido como Google Adwords.

Ao contrário da estratégia de SEO e marketing de conteúdo, que visa um resultado orgânico, os links patrocinados são uma mídia paga para anunciar seu produto ou serviço.

Além do Google, é possível trabalhar links patrocinados em outros canais, principalmente, redes sociais como Facebook e Instagram.

O interessante é que o investimento é feito proporcionalmente à quantidade de cliques recebida ou pela exibição do link do site, por exemplo.

Não esqueça de analisar os resultados

Não esqueça de analisar os resultados

Ok, o objetivo já está traçado e os canais de marketing necessários para alcançá-lo já estão em uso.

Mas, afinal, como saber se a estratégia está funcionando?

A resposta é simples: monitoramento constante.

Para isso, você precisa definir algumas métricas e KPIs, os indicadores de desempenho.

Eles vão fornecer dados relevantes que serão utilizados para descobrir se a sua estratégia está ou não no rumo certo.

Por exemplo, é possível saber quantos novos clientes a empresa conseguiu, qual o custo de cada novo cliente, o quanto de lucro isso trouxe, entre outros fatores.

Nós temos aqui no blog um post sobre o ROI, o retorno do investimento, que é uma das mais poderosas métricas para essa finalidade.

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Você já sabe o que é lead?

Esse é um cliente em potencial. É como um visitante do seu site que não ficou apenas na observação, mas foi conquistado por seu conteúdo e decidiu baixar um material rico, preencher um formulário ou assinar uma newsletter.

O instrumento de captura quase sempre se chama landing page, que é uma página de conversões.

Se não sabe como fazer, não se preocupe.

Fica muito fácil quando usa uma ferramenta completa, como o Klickpages.

Veja como é fácil criar a sua agora mesmo, em apenas três passos:

  1. Escolha seu modelo: confira e escolha entre as opções de alta conversão comprovada através de testes.

  2. Customize a página: como próximo passo, é só editar os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos desnecessários.

  3. Publique: com tudo pronto, basta publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

É simples, é prático e é eficaz.

Conclusão

Exemplos de estratégia de marketing para atrair clientes: SEO e marketing de conteúdo

Ao fim deste artigo, esperamos que tenha ficado clara a importância de traçar boas estratégias de marketing e de segui-las de perto para garantir o sucesso desejado.

Vale lembrar que, mais importante do que o modo como você vai fazer para atingir suas metas, é o motivo pelo qual você decidiu fazê-lo.

Por isso, objetivos claros e propósitos concretos irão garantir que qualquer estratégia de marketing que decida usar o aproxime do sucesso.

Então, já está pronto para começar seu planejamento?

Para ter aquela mãozinha nessa hora, não abra mão de ferramentas poderosas, como o Klickpages.

Nós queremos ajudá-lo!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.