Engajamento no Facebook: 7 maneiras simples de aumentar o seu

Engajamento no Facebook: 7 formas de aumentar o seu

Vou te contar agora a história de como o fracasso do meu primeiro churrasco me ensinou uma lição importante sobre o engajamento no Facebook.

Mas, primeiro, eu preciso perguntar: você já organizou um churrasco de domingo?

Se a resposta for sim, sabe que essa tarefa pode ser bem mais complicada do que parece. Se você ainda não teve essa experiência, poderá aprender com a minha.

Eu gosto dessa comparação, pois ela me ensinou como o planejamento é importante.

Para começar, você precisa pensar na galera que você está servindo.

Não adianta oferecer carne para os seus convidados se eles forem vegetarianos, por exemplo. E ainda, para garantir que todos sejam bem atendidos, o ideal é ter bastante variedade.  

Ainda naquele domingo, eu descobri mais três coisas importantes:

1) Não adianta colocar todos os espetos no fogo ao mesmo tempo;

2) Nem todos os convidados que confirmam de fato comparecem, mas alguns visitantes inesperados sim;

3) As pessoas vão chegar quando for melhor para elas e não na hora que você espera.  

Eu explico.

Lá estava eu, esperando 30 pessoas para almoçarem comigo às 13h e, por isso, coloquei quase todos os meus espetos na churrasqueira, uma hora antes.

Acontece que as pessoas só começaram a chegar depois das 14h.

À essa altura, a maioria da carne já tinha mais do que passado do ponto. Não estava nem perto da qualidade que eu esperava oferecer no meu churrasco.

Resultado: tive que sair às pressas para comprar mais carvão e carnes, a fim de oferecer do bom e do melhor para os meus convidados.

O almoço só terminou de ser servido na hora do jantar e eu tive um trabalhão para fazer com que o meu primeiro churrasco desse certo, no fim das contas.

Por que eu estou te contando isso? Porque é mais ou menos assim que acontece no Facebook.

Os princípios são os mesmos:

Tudo isso afeta diretamente o seu engajamento no Facebook.

Exatamente por isso, você precisa conhecer os seus números para realizar um planejamento adequado e efetivo.

Para te ajudar a ter clareza na hora de se organizar e oferecer o melhor para os seus seguidores nessa plataforma, eu vou te mostrar nas próximas linhas:

  • Como mensurar o seu em apenas 3 passos;

  • 7 erros que podem acabar com o seu engajamento;

  • e ainda 7 maneiras super simples de bombar (positivamente) a sua página.

Mas não adianta nada eu te mostrar como medir e melhorar o seu engajamento no Facebook se você não souber pelo menos o que é isso.

Então, vamos começar!

O que é o engajamento no Facebook?

O que é o engajamento no Facebook?

Engajamento no Facebook é qualquer interação que alguém faça tanto com a sua página quanto com algum dos seus posts. Basicamente é isso.

Os exemplos mais comuns de interação são as curtidas, os comentários e os compartilhamentos. Cada uma delas exige um grau de esforço diferente do usuário e isso é levado em consideração pelo algoritmo do Facebook.

As curtidas são a forma de participação mais rápida e fácil para o seu seguidor. As outras cinco reações (como o haha e o amei) exigem um pouquinho mais de esforço, portanto, são mais valorizadas pela plataforma.

Quanto aos comentários e compartilhamentos, existe uma questão a ser considerada.

Embora o compartilhamento seja a reação mais valorizada (já que ajuda a espalhar o conteúdo com outros usuários), é o comentário, na verdade, a reação mais difícil de conseguir.

18,2% das interações são compartilhamentos, enquanto 11,6% são de comentários.

O ideal é que você se empenhe em conseguir uma boa quantidade dessas duas formas de interação, principalmente. Embora todas sejam válidas para aumentar o seu engajamento.

Além disso, existem dois tipos de engajamento:

O Engajamento de Ação que se baseia no somatório de cliques recebidos, sem distinção entre visualização, comentários, vídeos, fotos ou entrada na página.

Ele é importante para atrair tráfego para suas outras plataformas como e-commerce, blogs e etc.

E o Engajamento de Propagação, que considera o conjunto de curtidas, comentários e compartilhamentos que as publicações da sua página recebem.

O que quer dizer que, se o seu conteúdo tiver um bom desempenho, pode até viralizar.

Os dois juntos vão ajudar a crescer sua página do Facebook, fortalecer a sua marca e, de quebra, atrair mais gente para conhecer os seus produtos.

Para você entender melhor o que acontece por trás de tudo isso, deixa eu te explicar…

Como o algoritmo do Facebook funciona?

Como o algoritmo do Facebook funciona

Agora que você já aprendeu o que é o engajamento no Facebook, eu posso me aprofundar nesse assunto.

O processo é muito parecido com a leitura de um livro.

Pensa comigo: você não abre um livro e de cara começa a ler a página 100, até porque provavelmente não daria para entender muita coisa.  

Primeiro você olha a capa, analisa se o título te agrada, passa os olhos pela sinopse e só depois começa a ler.  Se gostar da história, você termina o livro.

Dependendo de quanto gostar, você pode até recomendar a leitura para quem possa se interessar e, no melhor dos casos, procurar outros títulos do mesmo autor.

É mais ou menos isso que o algoritmo do Facebook (o EdgeRank) faz com as suas postagens.

Da mesma forma que o dono de uma livraria coloca os títulos mais vendidos à vista do leitor, por exemplo, o algoritmo do Facebook vai ordenar a exibição do conteúdo de acordo com o  interesse do usuário.

Até porque as pessoas que estão lá não necessariamente querem comprar alguma coisa, mas topariam saber mais sobre a sua marca.

Então você precisa se preocupar em fazer com que elas se interessem pelo seu conteúdo, ao gerar valor para a sua audiência.

É justamente esse o primeiro passo para consolidar um relacionamento duradouro e recíproco com a sua que pode ajudar a aumentar as suas vendas.

Para que tudo isso aconteça, o processo é dividido em quatro etapas:

  • levantamento de todos os posts disponíveis

  • análise de indicadores que dizem ao algoritmo o que é cada postagem

  • predição sobre como será a reação do usuário (baseada em comportamento prévio)

  • cálculo considerando todos os fatores anteriores.

Ou seja, o Facebook quer deixar a experiência do usuário cada vez mais personalizada para oferecer conteúdo relevante no feed de cada um.

Por isso é importante entender como o algoritmo funciona, para saber como ser bem visto pelo por ele.

Lembra que eu te falei lá em cima, sobre as interações mais comuns?

Então, o algoritmo vai levar em consideração como os usuários reagem ao seu conteúdo para definir quem verá  a sua página e as suas postagens.

Agora, se o seu objetivo é realmente aumentar o alcance, vale a pena investir no Facebook Ads, o sistema de campanhas pagas da plataforma, pois obter um crescimento orgânico está cada vez mais difícil.

Isso é resultado das mudanças realizadas no algoritmo em janeiro de 2018.

A plataforma quer estimular conversas e interações significativas. Ou seja, conectar as pessoas com o que elas realmente querem ver.

É aí que entram os anúncios: você poderá se destacar da multidão se impulsionar suas publicações ou criar campanhas por lá.

O próprio Facebook possui diversas ferramentas para te auxiliar na criação de campanhas mais eficazes.

Mas lembre-se: comece com um valor reduzido e vá aumentando aos poucos de acordo com os resultados que obtiver.

Como mensurar o engajamento no Facebook em apenas 3 passos

Como mensurar o engajamento no Facebook em apenas 3 passos

Entendi Adriana, mas como eu calculo minha taxa de engajamento no Facebook para poder melhorar a interação?

Esse processo é muito simples e, como eu te prometi, pode ser feito em apenas 3 passos.

Mas, antes, eu preciso te explicar uma coisa:

Ao contrário do que possa parecer, um grande número de fãs não é sinônimo de uma alta taxa de engajamento. Na verdade, é justamente o contrário.

Se sua página tem muitas curtidas e seguidores, mas quase nenhum tipo de interação, o algoritmo do Facebook pode entender que o seu conteúdo é irrelevante.

Na prática, isso quer dizer que quase ninguém vai ver o seu conteúdo de forma orgânica, ou seja, sem anúncios.

Para você saber se isso não está acontecendo com a sua página,eu vou te dar o passo a passo para fazer esse cálculo e descobrir como você está se saindo.

Olha só:

Passo 1

Entre na sua fanpage do Facebook e vá até a barra superior da tela e selecione o módulo “Informações”.

Alcance do engajamento no facebook

Na lateral esquerda vão ser exibidos vários indicadores. Selecione “Alcance”.

Lá é possível visualizar o alcance da sua página em um período determinado, tanto o pago quanto o orgânico. Ou seja, quantas pessoas no total foram alcançadas pela sua fanpage.

Passo 2

No mesmo módulo “Informações” escolha a opção “Publicações”, também na lateral esquerda.

Engajamento no facebook publicações

Nessa área  serão exibidas  cada uma das suas publicações com os respectivos alcances. Além do envolvimento, separado entre “cliques” e “reações, comentários e compartilhamentos”.

Isso é muito útil para te ajudar a identificar seus posts de maior sucesso e tentar repetir a fórmula.

Como não existe fórmula mágica, o ideal é testar vários formatos. Faça publicações variando textos, vídeos, imagens, gifs e etc.

Passo 3

Faça o cálculo e encontre a sua taxa de engajamento no Facebook.

Para descobrir o desempenho da sua página, é só fazer o seguinte:

Pegue o somatório de curtidas, comentários e compartilhamentos e divida pelo número total de fãs multiplicado por 100.

Com as postagens, o processo é bem parecido:

Divida o somatório de curtidas, comentários e compartilhamentos de cada uma pelo total de pessoas alcançadas pelo post e multiplique por 100.

Nos dois casos, o resultado será o seu percentual de engajamento no Facebook.

Isso vai te mostrar o tipo de conteúdo que sua audiência mais gosta e que direção seguir para ter mais curtidas e engajamento no Facebook.

Já para determinar se esse desempenho é bom ou ruim, o processo é mais complexo.

Taxa acima de 1% (apesar de parecer pouco) já é considerada aceitável, em alguns casos. Mas, em algumas estratégia ela pode inclusive passar dos 20%.

Então eu recomendo que você descubra a média entre os seus concorrentes para saber o que é bom para você, definir seus objetivos e traçar as suas metas.

Existem inclusive ferramentas gratuitas que podem fazer o comparativo de desempenho para você.

Dica extra  

Na mesma página onde está o módulo “Informações”, é possível encontrar o item “Pessoas” à sua esquerda.

Engajamento do facebook pessoas

Lá você encontra dados importantes sobre seus fãs, como o gênero, em que país e cidade estão, entre outros.   

Quando pensar sobre o conteúdo que vai publicar, considere os dados fornecidos nessa seção para direcionar melhor a mensagem que você quer passar.

Não adianta nada postar sobre dicas de moda para mulheres se o seu público está composto, na maioria, por adolescentes do gênero masculino, por exemplo.  

7 formas simples de melhorar o seu engajamento no Facebook

7 formas simples de bombar o seu engajamento no Facebook

Agora que você já aprendeu como mensurar o seu engajamento no Facebook, eu vou te dar 7 ideias para te ajudar a melhorar seus números.

Anota aí:

1) Qualidade sempre

Essa talvez seja a dica mais importante desta lista. Para conseguir o aumento das interações você precisa começar criando conteúdo de qualidade.

E para produzir conteúdo que as pessoas realmente queiram ver, você deve conhecer o seu público. Ou seja, colocar em prática aquela dica extra que eu te dei.

Além de produzir um conteúdo de extremo valor para o seu público, é importante que as publicações sejam constantes. O seu público precisa ficar na expectativa do que você está compartilhando com ele.

Por isso, sugiro que você faça um calendário editorial, a fim de garantir que não falte conteúdo para a sua audiência por falta de planejamento.

2) Faça lives

Sabia que as pessoas passam 3 vezes mais tempo assistindo a conteúdos em live do que o normal? Além disso elas comentam até 10 vezes mais do que em vídeos regulares.

Pois é. No último ano, o Facebook priorizou conteúdos em vídeo e muitas marcas já perceberam isso, mas o que nem todo mundo está fazendo são lives.

O algoritmo da rede social rankeia o conteúdo em vídeo ainda mais alto enquanto ele está ao vivo. Uma ótima oportunidade de alcançar mais pessoas.

3) Mantenha sua audiência falando

Essa dica complementa a anterior. Se as pessoas começarem a conversar em um dos seus posts, o Facebook automaticamente vai considerá-lo mais relevante.

Por isso, publique algo único e interessante.

Se quiser abordar um tema já batido pela concorrência, tente trazer uma nova perspectiva para ele.

Pense em estratégias que façam as pessoas terem vontade de compartilhar o seu conteúdo com amigos e familiares, e literalmente falar sobre o assunto que você pautou.

4) Explore novas oportunidades

Já ouviu aquela frase: não espere a oportunidade bater na sua porta?

Eu acredito que ela se encaixa perfeitamente nesse exemplo.

Você provavelmente já pensou sobre fazer postagens especiais em feriados e outras datas comemorativas relacionadas ao seu nicho.

Mas como o objetivo é criar conteúdo relevante que atraia a sua audiência, você pode incluir no seu calendário datas não oficiais.

O objetivo é promover a interação entre os usuários por meio do seu conteúdo usando a criatividade.

Portanto, inclua datas menos exploradas como o 1° de abril, ou o dia do consumidor, que podem despertar a atenção dos seus fãs.

5) Não tenha vergonha  

Talvez você já tenha percebido que muitas vezes você não recebe o conteúdo de algumas páginas que curtiu ou de pessoas na sua lista de amigos.

Pode ter certeza de que se isso acontece com você, também acontece com o seu fã.

A primeira coisa a fazer é incentivar os seus seguidores a curtir a sua página e em seguida marcar as opções “ver primeiro” e “ser notificado”.

Isso vai facilitar que eles recebam o seu conteúdo.

6) Recicle

Preste atenção aos conteúdos da sua página com desempenho acima da média. Já que ele foi tão bem recebido pela sua audiência, você pode utilizá-lo mais de um vez.

Claro que você não vai apenas replicar o que já fez. Como na reciclagem convencional você pode encontrar novos usos para ele.

Se um texto teve muito alcance, você pode acrescentar uma foto, um vídeo, ou fazer uma pergunta relacionada ao mesmo assunto, por exemplo.

7) Tamanho não é documento

Você prefere ouvir 10 segundos de uma música horrível, cantada por alguém desafinado, ou 10 minutos de uma ótima música na voz de um cantor que você gosta?  

Eu aposto que você escolheu a segunda opção. No Facebook é a mesma coisa.

O mais importante é a qualidade do seu conteúdo. Existem posts de apenas uma frase que funcionam.

Mas também existem verdadeiros “textões” que geram muito engajamento.

Ou seja, você pode até tentar enxugar os seus posts, desde que para isso você não sacrifique a qualidade.

7 erros que podem acabar com seu engajamento no Facebook

7 erros que podem acabar com seu engajamento no Facebook

Conhecer as dicas sobre o que fazer para ajudar o seu engajamento no Facebook é muito importante.

Mas aprender a evitar erros que podem atrapalhar o seu desempenho é fundamental.

Então, fique atento para não cometer os seguintes erros:

1) Utilizar “iscas”

Sabe aquela estratégia de pedir para as pessoas marcarem amigos nos comentários, ou curtirem a postagem se elas se identificarem?

Ela é chamada “engagement baits” ou iscas de engajamento.

Antigamente ela funcionava bem para conseguir tráfego orgânico, mas agora  o algoritmo do Facebook reconhece esse tipo de atividade como negativa.

Você pode ser punido se insistir em fazer esse tipo de pedido, pois o Facebook entende que essa estratégia burla os parâmetros e incomoda os usuários.  

2) Conteúdo desalinhado com a sua marca

Quem nunca se deparou com uma empresa se desculpando por uma postagem em redes sociais, ou até mesmo apagando o conteúdo?

 

Essa é uma das situações mais difíceis pelas quais uma marca pode passar. Reconhecer publicamente que o conteúdo dela não reflete a postura da empresa.

 

Por isso é muito importante que o conteúdo do Facebook reflita os valores que a sua marca promove de forma clara.

Se você postar conteúdos conflitantes isso pode confundir e desengajar a sua audiência.

Imagine que você está seguindo um perfil de alimentação saudável e no dia das crianças ele faz uma postagem te estimulando a comemorar.

Mas, ao invés de uma receita nutritiva, você se depara com uma oferta de refrigerante e salgadinhos.

Isso seria no mínimo estranho e poderia até te fazer questionar a seriedade do trabalho deles ou então deixar de seguir a página.

3) Imagens com baixa resolução

As imagens representam grande parte do conteúdo que circula pelo Facebook, apesar disso muitas delas não estão com boa qualidade.

Isso é um problema porque essa imagem, além de não ser atrativa, vai “falar mal” da sua marca para os usuários.

Um bom exemplo é imaginar que você vai até uma concessionária para um test drive e encontra um carro batido em exposição.

Com certeza você desistiria de testar o carro, imagine comprá-lo.

4) Ignorar perguntas

Todo mundo quer ser ouvido e no Facebook isso não é diferente. Um bom diferencial para a sua página é conseguir o selo de “Responde muito rapidamente”.

Para isso, você precisa responder ao menos 90% das mensagens em até 15 minutos. A presença do selo pode estimular a interação da sua audiência.

5) Não responder comentários

Esse tópico anda de mãos dados com o anterior.

Se  alguém se deu ao trabalho de comentar uma das suas publicações,  seja grato e responda o mais rápido possível.

Isso fará seus fãs se sentirem valorizados e motivados para comentar outras vezes, o que pode gerar um ciclo virtuoso de interação.

6) Frieza

Pessoas gostam de pessoas, nas redes sociais essa verdade é ainda mais importante.

Por isso, não seja impessoal demais. Utilize estratégias pensadas para se manter próximo dos seus consumidores, incluindo aqueles clientes em potencial.

Eu sei que isso não acontece de uma hora para a outra e para conseguir alcançar esse objetivo faça um bom marketing de relacionamento.

A sua marca terá uma percepção cada vez mais positiva à medida que converse diretamente com as pessoas e contribua positivamente na vida delas.  

7) Não focar na audiência

O Facebook não deve ser encarado como uma vitrine para expor seus produtos, mas como algo parecido com a festa de um amigo seu.

Você está lá como um convidado e de repente vê um grupo de pessoas com quem gostaria de se “enturmar”.

Então você chega mais perto, escuta a conversa e só depois conta alguma história sua para criar uma conexão e fazer novas amizades.

Se tudo der certo, você sairá da festa com alguns números de telefone e a promessa de novos amigos. Com o engajamento do facebook é a mesma coisa.

Algumas marcas cometem o erro grave de postar apenas anúncios e ofertas sobre seus produtos.

Se você agir assim, pode ver o seu engajamento no Facebook despencar rapidamente, pois o seu conteúdo vai se tornar repetitivo e desinteressante.

A aproximação precisa ser sutil para despertar o interesse dos fãs e só então ser considerada amigável pelo algoritmo.

Aumente seu engajamento no Facebook com essa ferramenta

Aumente seu engajamento no Facebook com essa ferramenta

Você provavelmente já entendeu a importância de uma boa taxa de engajamento na sua página e publicações do Facebook, então vamos pensar além.

Para demonstrar aos seus fãs que você sabe do que está falando e criar uma audiência realmente engajada, faça links para conteúdos mais aprofundados e de extremo valor.

Você pode usar o seu site, blog ou até mesmo uma landing page otimizada para a conversão.

Essa é uma forma extremamente eficiente de conseguir o contato de potenciais clientes que, a partir desse momento, se torna uma lead.

Com esse trunfo nas mãos você pode enviar conteúdo direcionado para educar e nutrir essa lead. E, ao mostrar para eles o valor e a necessidade do seu produto, você aumenta a probabilidade de fechar a venda.

Não sabe como criar uma landing page? Não se preocupe.

Nessas horas o Klickpages é a ferramenta ideal.

Você só precisa seguir esses três passos:

  1. Escolha seu modelo: conheça opções de alta conversão comprovada por testes.

  2. Customize a página: edite textos, cores e imagens, além de ocultar elementos desnecessários.

  3. Publique: com tudo pronto é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Engajamento no Facebook conclusão

Ao longo desse artigo, eu te falei sobre o que é e como funciona o engajamento no Facebook, além de te ensinar na prática como fazer esse cálculo em apenas 3 passos.

Você viu também como o algoritmo do Facebook funciona e como ele interfere nesse engajamento.

Eu te mostrei 7 dicas sobre o que fazer e 7 coisas que você deve evitar se quer aumentar o seu engajamento no Facebook.

E ainda dei a letra de como criar uma landing page eficiente e como isso é importante para gerar conversões, conquistar leads e aumentar a sua autoridade.

Agora, você só precisa dar o próximo passo, que é colocar em prática tudo o que aprendeu aqui.

Não se esqueça de verificar a sua taxa de engajamento no Facebook periodicamente e ajustar as estratégias necessárias.

Ah, e me conta o que você achou do artigo aqui nos comentários!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Apesar ter os dois pés bem plantados na realidade, adoro me transportar para os universos da fantasia como Nárnia, Terra Média e Hogwarts, claro. Trabalho como jornalista há mais de 11 anos e já escrevi sobre quase tudo. Sou apaixonada por viagens, livros, filmes e pessoas, não necessariamente nessa ordem (hahahaha). No time de conteúdo do Klickpages, escrevo sobre empreendedorismo e marketing digital porque acredito no poder das histórias.