Digital Trade Marketing: como não cometer o mesmo erro que 70% dos negócios online

Digital Trade Marketing: o que é e como pode crescer suas vendas online

Se você tem um negócio online, o digital trade marketing é uma estratégia essencial para te ajudar a chegar no próximo nível.

É o seguinte: provavelmente você já vende e o que você faz pode até estar dando certo.

Só que você corre o risco de estar se subutilizando, de não estar explorando o potencial do seu negócio como deveria.

Você pode até mesmo estar perdendo vendas sem nem saber.

E eu estou te falando isso porque mais de 70% dos negócios online não atendem aos requisitos mínimos para uma experiência de compra de qualidade básica.

Isso impacta diretamente no número de vendas dessas empresas, porque clientes não só podem como deixam de comprar por terem uma experiência ruim com a página de vendas.

O resultado disso é menos dinheiro no bolso desses empreendedores.

Eu preciso ser honesta com você.

As chances são que o que te trouxe até aqui, as estratégias e técnicas que você já usa, não são o que vão te levar ao próximo nível, a bater a meta de vendas que você almeja.

Porque você pode estar cometendo o mesmo erro daqueles 70%.

E para não fazer parte dessa estatística, você provavelmente vai precisar dar um passo para trás.

E essa talvez seja a melhor coisa que você pode fazer pelo seu negócio hoje.

As chances são que você precisa “desaprender” a fazer aquilo que você já faz para criar uma página de venda online.

Para que aí então você possa aprender a fazer isso da melhor forma e consiga criar uma experiência tão boa para o usuário que ele não vai nem pensar na possibilidade de não finalizar a compra.

Se é isso que você quer para o seu negócio, então continua comigo até o final, porque eu vou te explicar:

  • o que é digital trade marketing;

  • a diferença entre ele e o trade marketing;

  • porque você deve investir nessa estratégia;

  • e como aplicá-la no seu negócio.

Vamos lá?

O que é digital trade marketing?

O que é digital trade marketing?

O abandono de carrinho é um dos principais vilões dos empreendedores brasileiros.

Só para você ter uma noção, cerca de 80% dos carrinhos são deixados em aberto pelos consumidores.

Isso quer dizer que para cada duas vendas fechadas, cerca de 8 não foram concluídas por algum motivo.

Essa é uma taxa bem alta, mas você não precisa ficar preocupado, porque existe uma solução para ela.

O digital trade marketing é uma estratégia que tem como objetivo diminuir as desistências nas vendas online por meio da gestão dos canais digitais.

Isso quer dizer que ele está focado em melhorar a experiência do usuário nos e-commerces e páginas de venda, através de ações que eu vou te mostrar, para impactar na decisão de compra dos consumidores e aumentar as chances do fechamento de vendas.

Por isso, ela é considerada uma estratégia que está voltada para potenciais clientes que estão no meio ou no final do funil de vendas, ou seja, pessoas que estão considerando a compra ou até mesmo já estão prontas para abrir a carteira.

Além de potencializar o aumento no número de vendas, essa estratégia tem outras vantagens, mas antes de te mostrar por que você deveria investir nela, eu preciso te explicar…

Qual a diferença entre trade marketing e digital trade marketing?

Qual a diferença entre trade marketing e digital trade marketing?

Se você já teve uma loja física ou distribuiu o seu produto para que lojas parceiras vendessem, é possível que você já tenha ouvido falar em trade marketing.

Essa é uma estratégia de promover ações nos pontos de venda físicos, como lojas, mercados, shoppings, para aumentar as vendas de um produto.

Isso vai desde fazer exibições, mudar a organização da prateleira para que o produto fique posicionado de certa forma, até verificar a quantidade disponível em estoque para que não entre em falta.

Enquanto isso, o digital trade marketing está focado em atrair o visitante nos pontos de venda digital, levá-lo a fechar a venda e fidelizá-lo.

Como dá para perceber, a principal diferença entre os dois é que o trade marketing é voltado para o meio offline e o digital trade marketing para e-commerces e páginas de venda online.

Inclusive, o último surgiu por conta da necessidade de fazer no digital o que já era feito nas lojas físicas para melhorar a experiência dos consumidores e, assim, diminuir a taxa de abandono de carrinho e aumentar as vendas.

Por que você deve investir em digital trade marketing?

Por que você deve investir em digital trade marketing?

Alguns anos atrás, se você queria comprar um sofá novo, por exemplo, você precisava sair da sua casa e ir até uma loja, olhar os modelos, passar em outras lojas e comparar os preços, até que você se sentisse seguro o suficiente com a sua decisão para fechar a compra.

Porém, a jornada do cliente mudou muito desde então. Hoje é possível pesquisar modelos de sofá na internet, depois ir até a loja testar o produto e acabar fechando a venda pelo e-commerce.

Ou, então, passar por toda essa jornada no meio digital para comprar um infoproduto ou contratar um serviço.

Hoje em dia, as pessoas dizem que o consumidor é omnichannel, porque ele busca se conectar com os negócios por meio de diferentes canais.

E todas essas mudanças no comportamento do consumidor tornaram necessário o digital trade marketing.

Mas não é só isso, existem outros 3 motivos importantes pelos quais você deve investir nessa estratégia que eu quero te mostrar aqui. Eles são:   

1. Redução na taxa de carrinhos abandonados

Como eu te falei no começo, a taxa de abandono de carrinhos nos e-commerces brasileiros é bem alta.

Isso significa que, se você tem um negócio online, você pode estar perdendo clientes que chegaram até a considerar a compra do seu produto ou serviço e iniciaram o processo de checkout, mas desistiram por algum motivo.

No final das contas, isso significa menos vendas e menos dinheiro no seu bolso. E acredito que esse não é o resultado que você quer.

Mas, se você consegue identificar quais são os pontos de desistência e aperfeiçoar usando o digital trade marketing, você aumenta as chances de as pessoas concluírem as compras.

Assim, o número de carrinhos abandonados é menor e você acaba lucrando mais com o seu negócio.

2. Melhoria na experiência do consumidor

Um dos fatores que influenciam diretamente a decisão de compra é a experiência do usuário.

Ela tem um papel tão importante que, por exemplo, os restaurantes mais famosos e badalados não oferecem apenas uma comida deliciosa, mas toda uma experiência de ambiente e atendimento.

Justamente porque eles sabem que quanto mais agradável for o tempo que os clientes passarem lá, mais chances tem de eles voltarem e indicarem para outras pessoas.

A mesma coisa acontece com o processo de venda online.

Se o seu site ou a plataforma que você usa para fazer vendas vive travando, tem muitos passos até a finalização da compra ou o potencial cliente não consegue encontrar as informações que precisa, as chances são que ele vai desistir no meio do processo.

Se você está enfrentando esse tipo de problema, fica tranquilo…

O digital trade marketing pode te ajudar a criar experiências melhores para o seu público que não só levem à compra, mas também conquistem um cliente fiel que vai te recomendar para outras pessoas.

3. Integração com o offline

Se o seu negócio não está só no digital, mas também conta com lojas físicas, o digital trade marketing pode te ajudar a criar e manter a boa imagem do seu negócio offline.

Além disso, a integração online e offline pode atrair clientes que querem fazer a compra no e-commerce, mas preferem retirar o produto na loja, por exemplo.

Ou, então, levar clientes que já compram de você na loja física para conhecerem a sua loja digital.

Tudo isso é muito bom porque pode resultar em mais vendas para o seu negócio.

4. Melhorias constantes na sua estratégia

Por último, mas não menos importante, o digital trade marketing, se bem aplicado, vai aperfeiçoar constantemente a sua estratégia de vendas, sem que você tenha que fazer muito esforço para isso.

Como ele está focado em ações, em sua maioria, pequenas e fáceis de ser implementadas, mas que causam um efeito positivo considerável, as suas chances de alcançar resultados melhores com o seu negócio aumentam.

Agora que você já sabe por que deveria investir nessa estratégia, você deve estar se perguntando…

Como aplicar o digital trade marketing no meu negócio?

Como aplicar o digital trade marketing no meu negócio?

Antes de tudo eu preciso deixar uma coisa clara para você: não existe um passo a passo para fazer o digital trade marketing.

Ele é uma série de ações independentes que você pode fazer para melhorar a experiência de compra do seu produto ou serviço na sua loja virtual ou na plataforma que você usa para isso.

Isso quer dizer que não existe uma ordem exata para colocar em prática as ações que eu vou te mostrar aqui.

O importante é que quanto mais delas você aplicar, melhores são as suas chances de conseguir resultados positivos com essa estratégia.

Dito isso, vou te mostrar como você pode aplicar o digital trade marketing no seu negócio.

Descreva o produto de forma completa

Nas vendas online, informação é ouro. E isso não é um exagero meu, não.

Como as pessoas não podem olhar ou pegar no produto, e isso nem é possível no caso de um infoproduto, quanto mais informações elas tiverem sobre ele mais segurança vão ter para decidir comprar.

Isso significa que a descrição precisa ser clara e oferecer tudo o que o seu potencial cliente pode precisar ou ter como dúvida.

Um exercício interessante para decidir o que incluir na descrição é pensar quais perguntas um cliente faria a um vendedor sobre o produto.

E não se esqueça de verificar se todos os dados estão corretos e se o preço está certo também, pois esse tipo de erro pode fazer com que a pessoa desista da compra.

Aposte em imagens de boa qualidade

Vou parecer um pouco repetitiva aqui, mas no virtual informação é ouro e isso vale para as imagens também.

Quanto mais fotos do seu produto, de pessoas utilizando-o e até mesmo de antes e depois (se isso for possível, é claro) tiver na sua loja virtual, melhor para o seu negócio e para os potenciais clientes.

Além disso, é importante você se certificar de que as imagens têm boa qualidade, são grandes o suficiente para que o visitante consiga ver os detalhes do produto e estão atualizadas.

Valorize a sua loja com um layout atrativo

Outra coisa que impacta diretamente na experiência do consumidor é o design ou layout do ponto de venda digital.

A forma como o produto está exposto, as cores utilizadas, o tamanho dos textos, o menu de navegação, tudo isso pode causar um impacto tanto positivo quanto negativo.

Por isso é importante você avaliar em diferentes computadores e especialmente em smartphones (afinal, a maioria das pessoas usa esse tipo de aparelho no processo de compra online) como o produto é exibido.

E identificar melhorias que podem ser feitas para deixar a experiência mais atrativa para o seu cliente.

Se você vende o seu produto ou serviço através do seu próprio site, é claro que você tem mais controle nesse aspecto.

Mas se você depende de outras plataformas ou tem afiliados, outras pessoas que vendem o seu produto por você, isso não significa que você não deva se preocupar com a forma como o seu produto é exposto.

Você pode e deve tentar negociar mudanças se perceber que o layout ou design da página está desvalorizando o seu produto ou atrapalhando a experiência do consumidor.

Foque em criar um checkout simples

Se você já comprou na Amazon ou em outro grande e-commerce alguma vez, deve ter percebido que eles oferecem a opção de finalizar a compra com um clique.

E tem um motivo para isso.

Se o processo entre escolher o produto e finalizar a compra é muito demorado, as chances de o carrinho ser abandonado são maiores.

E às vezes nem é porque o cliente desistiu de comprar o produto, mas ele pode ter ficado desanimado com o tanto de informação que tinha para preencher.

Ou apareceu uma outra demanda mais urgente e, como o procedimento para finalizar a compra é demorado, ele deixou para depois (e provavelmente vai esquecer de fazer).

Por isso é importante focar em criar um processo de checkout simples e rápido.

Para isso, por exemplo, você pode oferecer opções de se conectar com o Facebook ou o Google para já adiantar a coleta de informações básicas como nome e endereço de email.

Outra coisa, peça apenas os dados que são extremamente essenciais para que a compra seja efetuada e o produto seja entregue (caso necessário).

Integre o online com o offline

Simples ações como oferecer a retirada do produto numa loja física, se você tiver uma, ou conectar o potencial cliente com um vendedor por telefone ou chat podem fazer a diferença na hora da compra.

Além disso, é importante que a linguagem utilizada tanto no físico quanto no virtual seja consistente para que o cliente possa fazer a transição entre os dois sem se confundir.

Use técnicas de SEO

Use técnicas de SEO

Se você nunca ouviu falar de SEO, essa sigla significa Search Engine Optimization ou, em bom português, Otimização para Ferramentas de Busca.

É uma série de melhorias que você pode fazer no seu conteúdo para que ele apareça melhor posicionado nas ferramentas de busca, como o Google.

São várias técnicas que você pode aplicar, por exemplo, na descrição do seu produto para que, quando alguém pesquisar por algo do tipo no Google, ele apareça entre os primeiros resultados.

Eu não vou entrar muito nos detalhes aqui, porque no artigo Técnicas de Redação para SEO está explicado tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Mas o que eu queria deixar claro é que você pode atrair mais potenciais clientes para o seu negócio online se usar as técnicas de SEO.

Monitore a concorrência

Na hora de colocar todas essas ações que eu te falei aqui em prática, você não precisa reinventar a roda.

O que os seus concorrentes e outros negócios online estão fazendo pode servir de inspiração para você melhorar o seu.

Por isso, não deixe de monitorar a sua concorrência, entender como ela está atuando e ver como você pode aprender com isso para aplicar no seu negócio.

Identifique os gargalos do seu negócio online

Através das métricas do seu negócio você pode descobrir quais são os pontos nos quais as pessoas têm abandonado o carrinho para, então, trabalhar em algumas hipóteses para resolver o problema.

Às vezes pode ser uma página que demora demais para carregar, uma informação que está incorreta ou até mesmo falta de estoque (caso seja um produto físico).

Identificando esses gargalos, você poderá propor melhorias que vão resolver o problema.

Entenda a jornada do cliente

A jornada do cliente está sempre em evolução, afinal de contas os avanços tecnológicos possibilitaram que as pessoas experimentassem novas formas de conhecer melhor diferentes produtos e serviços e realizar a compra.

Por isso é importante que você busque sempre estar atualizado sobre qual é o caminho que o seu público percorre, desde tomar consciência sobre um problema e a necessidade de encontrar uma solução, até decidir qual produto comprar.

Entender essa jornada pode te dar novos insights de como apresentar o seu produto e como montar o seu negócio online para atender melhor os seus potenciais clientes.

Acompanhe os resultados das suas ações e busque sempre melhorar

É claro que depois de colocar tudo isso em prática você não pode deixar de mensurar o efeito disso no seu negócio.

Até porque nem sempre você vai acertar a solução para um problema de primeira e está tudo bem.

Mas se você não está de olho nos números, pode não perceber que a sua ação não gerou um impacto ou que gerou um impacto negativo.

Além disso, o trabalho de digital trade marketing não é algo que você faz uma vez e pronto, você pode e deve sempre estar buscando novas formas de melhorar e deixar o seu cliente mais satisfeito.

Antes de colocar a mão na massa e aplicar tudo o que eu te falei nas últimas linhas no seu negócio, tem mais uma coisa que você precisa saber.

Todo negócio digital precisa de leads

Todo negócio digital precisa de leads

Para que potenciais clientes fiquem cada vez mais interessados por seu produto ou serviço até estarem prontos para a compra, primeiro você precisa gerar leads para o seu negócio.

As leads são pessoas que ainda estão no topo do funil de vendas e não estão prontas para comprar, mas que, com abordagens mais direcionadas, você pode educar e nutrir sobre a necessidade do seu produto.

E para isso você precisa do contato delas, geralmente o email, pois é por meio dele que você deve entregar conteúdo de qualidade que pode converter as suas leads em clientes para o seu negócio.

Para ter sucesso na missão de conseguir o contato, você vai necessitar de uma landing page caprichada.

Não sabe como criar uma? Nessas horas, o Klickpages é o seu maior aliado.

Veja como é simples criar a sua landing page em apenas 3 passos:

  • Escolha seu modelo: veja as opções de alta conversão comprovada por testes.

  • Customize a página: feita a escolha, edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  • Publique: tudo pronto? Por fim, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Digital Trade Marketing Conclusão

Se você tem um negócio online, talvez a melhor coisa que você pode fazer por ele hoje seja “desaprender” a criar uma página de vendas do jeito que você fez até aqui.

Porque, como você viu neste neste artigo, mais de 70% dos negócios online não atendem aos requisitos mínimos para proporcionar uma experiência de compra de qualidade básica para os clientes.

Você não precisa fazer parte dessa estatística. Com o digital trade marketing, você consegue diminuir as desistências nas vendas nos e-commerces e páginas de venda de infoprodutos por meio de algumas melhorias.

Mas esse não é o único motivo para você aplicá-lo no seu negócio.

Além da redução na taxa de carrinhos abandonados, ele também pode melhorar a experiência do usuário e promover a integração com a sua loja física (se você tiver uma) ou com o atendimento offline do seu negócio.

Como eu te expliquei, para colocar o digital trade marketing em prática não existe um exato passo a passo que você deve seguir.

E sim uma série de ações que você pode fazer. Dentre elas, oferecer uma descrição completa e atraente do seu produto ou serviço, criar um processo de checkout simples e apostar nas imagens.

Agora chegou a hora de colocar a mão na massa e usar o digital trade marketing para melhorar os resultados do seu negócio.

Ah, e não esquece de me contar aqui nos comentários o que você achou dessa estratégia. 😉

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Meu nome é Angela, mas algumas pessoas me chamam de Angel. Faço parte do time de conteúdo do Klickpages e sou apaixonada por tecnologia e marketing. Uma das minhas coisas favoritas é falar sobre redes sociais e anúncios. Além disso, sou especialista em informações aleatórias (você sabia que o Alaska está mais perto da Rússia do que Brasília de Goiânia? Pois é...), fã de country americano e louca em esportes. Acompanho de tudo, mas meus favoritos são Fórmula 1 e futebol, inclusive assisto a jogos mesmo quando o meu time (Palmeiras <3) não está em campo. Ah, eu acredito que música de natal deveria tocar o ano inteiro e Christmas Peaceful Piano está entre as 3 playlists mais tocadas no meu Spotify.