Landing page: 11 dicas para criar páginas atraentes e de alta conversão

Design da landing page influencia nos leads

Por que a aparência da sua landing page é importante na hora de capturar leads e aumentar sua conversão?

É porque cada vez mais somos atraídos pelo visual das coisas.

A Webdam mostra que a nossa inteligência visual está crescendo, enquanto que inteligência verbal tem caído. 

Ou seja, antes mesmo de chegar ao conteúdo escrito da sua página, a organização, cores e imagens que estão na tela são o que chamam a atenção primeiro. 

Mas, além de ser visualmente atraente, ela precisa ser funcional e conseguir o interesse do seu possível lead.

Então, se você quer aprender como criar uma landing page atraente e de alta conversão e sem muita complicação, está no lugar certo.

Ao longo deste artigo vou te mostrar 11 estratégias, desde a escolha das cores ao texto, para deixar sua landing page incrível e impressionar os prospectos de cara.

O que é landing page?
Cores e como elas atuam na hora de capturar leads
Fontes e a identidade da sua landing page
Imagens e o poder de atrair atenção para a landing page
Use bem os espaços em branco
Teste A/B
Use âncoras
Design responsivo para uma landing page de sucesso
Crie títulos chamativos e uma chamada irresistível
Peças apenas informações necessárias
 
Página de agradecimento

Afinal, a primeira impressão é a que fica e você não vai querer causar uma má impressão, não é mesmo?

#1 O que é Landing Page?

Numa definição bem simples, é uma única página onde um cliente ou possível cliente é direcionado para realizar uma ação.

Normalmente as landing pages são criadas com o propósito específico de gerar conversão.

Repare que no primeiro parágrafo grifei a parte que diz “uma única página”. 

Quis ressaltar isso porque não queremos confundir a página de conversão com um mini-site, que contém menus e outras abas em que o visitante pode passear.

Então, a minha primeira dica é, na verdade, um lembrete!

O objetivo da página é fazer com que o prospecto realize a ação esperada, como baixar a sua oferta incrível, por exemplo.

Por isso é importante deixar claro que a landing page tem que ser clara e objetiva para não deixar dúvidas ou distrair seu possível leads.

#2 Cores e como elas atuam na hora de capturar leads

A cor vai ser o primeiro aspecto visual a chamar a atenção de quem visitar a sua landing page. 

Existe um estudo chamado Psicologia das Cores que fala sobre como as cores ativam as nossas emoções e a forma que reagimos a algo.

E cada cor pode significar e impactar nossas emoções e decisões de forma diferente.

Alguns tons de azul, por exemplo, podem passar a sensação de confiança e segurança. Já o laranja, uma cor mais viva, pode passar a ideia de alegria.

Como você acha que as cores podem influenciar na hora de capturar leads?

Uma pesquisa feita pelo Seoul International Color Expo, em 2004, mostrou que mais de 84% dos entrevistados levam a cor do produto em consideração antes de outros elementos.

Então pense bem ao escolher as cores da sua landing page. Elas serão responsáveis pela primeira impressão dos seus visitantes, podem ajudar a prender a atenção deles e transformá-los em leads.

Antes de seguirmos para as dicas sobre como criar a sua paleta de cores, tenha em mente que menos é mais. 

Você quer criar uma página bonita e objetiva, e não criar uma confusão mental nos visitantes.

Isso também vale para outros tópicos que vou abordar mais para frente.

Regra de três

Uma boa prática é usar no máximo três cores na hora de montar sua landing page. Isso ajuda a criar uma consistência entre as informações.

Dentro dessa regra você tem duas opções. A primeira é escolher uma cor principal e trabalhar com duas cores complementares.

Uma ferramenta legal para te ajudar a combinar as cores é o círculo cromático. Com ele você consegue visualizar melhor quais cores ficam boas umas com as outras.

Vamos dizer que você escolhe a cor azul para a sua página, por exemplo. A cor complementar do azul é aquela que está oposta a ele no círculo, o laranja. 

Esse tipo de combinação também cria um contraste. Em breve vou falar sobre isso.

A outra opção é escolher apenas uma cor e trabalhar com até três das suas tonalidades. Esse truque é legal porque deixa a landing page harmonizada sem ficar com um visual chato.

Outra ferramenta interessante para dar uma mãozinha nessas escolhas é o Adobe Color. Lá você pode ver as diferentes tonalidades das cores e ainda pegar o código de referência para usar na sua página.

Contraste

Um pouco mais acima falei como complementar as cores causa contraste. Isso é importante para dar foco a uma parte específica da sua página.

Talvez você já tenha notada que, às vezes, dentro de um site tem um elemento que acaba atraindo mais a sua visão?

Algumas pessoas chamam essa sensação de “pular da tela”, normalmente esse elemento é de uma cor mais chamativa que contrasta com o resto da landing page.

Essa é uma técnica muito efetiva na hora de atrair leads. 

Aqui está um exemplo fácil de entender. Lá na página do Érico Rocha note que o botão para baixar o e-book dele é laranja.

#3 Fontes e a identidade da sua landing page

Você criou uma paleta legal, as cores te prendem na página e o botão de CTA contrasta com o resto dos elementos.

Mas que fonte usar nos textos?

Até parece besteira. Mas a tipografia, a fonte que escolhemos para escrever o texto, pode falar muito sobre a identidade da sua landing page e do seu produto.

Vamos dar um exemplo prático.

Nas chamadas do curso “Aprenda a Desenhar do Zero”, a fonte escolhida tem uma certa personalidade, ela é despojada e lembra a escrita à mão, combinando com a proposta do curso.

Isso mostra que as fontes podem ajudar a dar o tom de voz do seu produto.

Para não errar, o ideal é escolher uma fonte simples, sem muita decoração, porque o objetivo é que seus prospectos entendam a mensagem e não que fiquem distraídos com as letras.

Fontes muito desenhadas, como àquelas de convites de casamento, são difíceis de ler e criam barreiras na hora de repassar a informação. 

A não ser que você vá oferecer aulas de como escrever convites de casamento à mão, é claro. Mas não precisa usar esse tipo de fonte em todo o texto, se não fica cansativo.

Na dúvida, use sempre uma fonte padrão. No Klikpages, por exemplo, todos os componentes são pensados para facilitar a criação da sua landing page, inclusive a tipografia.

São várias opções de fontes seguras e bonitas para usar.

Lembre-se: menos é mais. E a regra de três também serve na hora de escolher as fontes. 

Mas o ideal é escolher apenas uma, para criar consistência na página e mostrar que seu produto tem credibilidade e você sabe a cara do seu negócio.

Outro motivo para ter apenas um tipo de fonte é o tempo de carregamento da landing page. Mais de uma fonte aumenta esse tempo.

Se o seu prospecto não estiver com uma boa conexão de internet, a página demora a carregar e ele pode desistir de esperar para ver o seu conteúdo.

Por fim, preste atenção também na escolha da cor da fonte. Fundo colorido com letra colorida não é uma boa combinação.

É interessante também usar o conceito de contraste aqui. Fundos claros pedem letras escuras e vice-e-versa.

#4 Imagens e o poder de atrair atenção para a landing page

Uma imagem vale mais que mil palavras, e nada mais verdadeiro do que na hora de vender o seu produto. 

Porque tudo fica mais fácil quando a gente consegue visualizar uma ideia. Por isso as imagens são uma ferramenta poderosa dentro da sua página.

Elas podem dar um gostinho do seu conteúdo, ilustrar melhor o produto e quebrar a monotonia visual da página. 

O eMarketer realizou uma pesquisa em 2017 mostrando que conteúdo visual, como as imagens, por exemplo, é muito importante para uma boa estratégia de marketing.

Isso acontece porque imagens ajudam a focar a atenção de quem visita a sua landing page.

Atualmente, o tempo médio de atenção de uma pessoa é de oito segundos. Com tão pouco tempo, passar a informação através da imagem diminui a possibilidade de distração.

E quanto mais tempo um visitante passa na sua landing page, maiores são as chances dele virar um lead.

Outro motivo para ter imagens na sua página é que elas ajudam a melhorar seu SEO e alcançar posições mais altas no ranking de buscas do Google.Hoje, o mecanismo também consegue “ler” as imagens e tratam elas como uma forma importante de otimização.

Já ficou claro como as imagens são uma ferramenta de valor para a landing page. Mas isso não significa que você tem bombardear a página com fotos.

Coloque apenas o que for necessário e invista em qualidade.

Imagens ou fotos com resolução muito baixa não são atraentes e podem deixar os possíveis leads em dúvida quanto a qualidade do seu produto.

Sempre que puder e fizer sentido, use fotos com pessoas. 

Neil Patel diz que fotos com pessoas são mais eficazes quando o humor do indivíduo na imagem condiz com o que a mensagem de marketing quer passar.

É muito comum também utilizar fotos e imagens para ilustrar o fundo de uma seção dentro da landing page.

Esse recurso é interessante, mas um pouco perigoso. É preciso tomar cuidado.

De novo você tem que estar atento ao contraste entre a imagem e o texto para que a parte escrita não fique ilegível.

A regra aqui, como nós já vimos, é que se o fundo for claro, o texto tem que ser de cor escura, e vice e versa.

#5 Use bem os espaços em branco

Como já comentei, menos é mais. Uma grande estratégia do web design para deixar uma página mais clean e sofisticada é a utilização dos "espaços em brancos".

Os espaços em branco (white space), também chamado de espaço negativo, são as partes em branco ou vazias de uma página.

Em termos de web design, são os espaços entre imagens, textos, colunas e outros elementos.

Então, o espaço em branco serve para organizar os elementos de uma página de forma que eles não fiquem tumultuados.

Ele não precisa ser necessariamente branco, pode ser de outra cor, desde que não seja preenchido por elementos.

Na página do Klickpages, por exemplo, note que ao redor do texto não tem nenhuma foto ou outra coisa que cause distração.

Espaço em branco ajuda a organizar landing pages

Dessa forma, as pessoas podem focar somente no texto, na mensagem que eles querem passar.

Existe também um espaço vazio entre um texto e outro. Esses espaços em braco servem para dividir a informação de forma a facilitar a leitura

#6 Teste A/B

Testa A/B para landing pages

Você criou a sua landing page, mas está em dúvida se ela ficou realmente boa ou acha que as taxas de conversão estão baixas.

Que tal fazer um Teste A/B?

O Teste A/B é um método utilizado para comparar duas versões de uma página com o objetivo de entender melhor o que funciona na hora de atrair o público para a conversão.

Primeiro, você precisa duplicar a sua página para ter as versões A e B. A versão B será a página em que você fará as mudanças para futuras comparações.

O mais importante é que, para fazer a página B, você não deve mudar mais de um elemento. Escolha apenas uma variável.

Por exemplo, você está achando que a taxa de conversão anda baixa. Será que o botão de CTA está chamando mesmo a atenção do público?

Então na versão B você vai modificar apenas o botão de CTA. 

Com as páginas A e B prontas, você vai dividir o tráfego entre as duas, ou seja, repartir os acessos que pretende receber,  e começar o teste para avaliar qual trouxe o melhor retorno.

Mas fique atento! O teste não deve durar para sempre, então defina o espaço de tempo que ele deve continuar rolando.

Se você quer fazer um teste A/B da sua página no Klickpages, fica tranquilo. A nossa ferramenta é completa e te dá até os dados para comparação depois.

#7 Use âncoras

Como explicamos mais em cima, sua landing page deve ter uma única página. 

Então, diferente de um site que se utiliza de menu para que o usuário passeie por suas páginas, o ideal para a landing page é usar âncoras.

A âncora é uma ferramenta que permite o visitante acessar de forma mais rápida seções da página, sem precisar rolar toda a página para chegar onde ele quer.

Isso facilita a navegação e dá ao visitante uma experiência mais agradável.

#8 Design responsivo é indispensável para uma landing page de sucesso

Design responsivo é importante para landing page de sucesso

Atualmente, o acesso à internet através de smartphone é maior do que o acesso pelo computador. 

Por isso, é importante que a sua landing page seja feita de forma que se adapte aos diferentes tipos de dispositivos (tablets, smartphone, notebook…). Isso se chama design responsivo.

Com uma página responsiva, as pessoas vão poder chegar a sua landing page e interagir nela independente do dispositivo que elas estão usando.

#9 Crie títulos chamativos e uma chamada irresistível na sua página

Um dos pontos principais de uma landing page de sucesso é um bom título que prenda atenção do visitante e crie nele o interesse de conhecer o seu produto.

Esse vai ser o primeiro contato do visitante com o que você tem a oferecer e precisa ser irresistível.

O título precisa ter a palavra chave foco do seu produto ou negócio, ser simples, direto e incentivar o futuro lead a conhecer mais sobre o que você tem a oferecer.

Já o texto para o CTA tem que ser curto, mas empolgante e mostrar os benefícios que a pessoa terá ao adquirir o seu produto.

Uma boa chamada mostra qual problema do visitante você poderá resolver e não deixa nenhum dúvida de clicar no botão do CTA é o próximo passo que ele tem que tomar.

#10 Peça apenas informações necessárias 

O formulário de uma landing page é importantíssimo. É através dele que você vai conseguir as informações necessárias dos visitantes.

E, para ter certeza que no momento em que ele comece a preencher o formulário ele vá até o fim, peça apenas informações necessárias!

Solicite só o que você e/ou a sua equipe precisa para classificar aquele lead e conseguir entrar em contato com ele depois.

No site do Érico Rocha, por exemplo, o único dado que o visitante precisa dar para conseguir baixar o ebook é o e-mail.

É simples, fácil e o suficiente para ele entrar em contato com o lead depois. 

Formulários longos desanimam os visitantes e cada novo campo de informação acaba se tornando um empecilho.

#11 Página de agradecimento

Página de agradecimento é nova oportunidade para gerar conversão

O usuário entrou na sua landing page, deu os dados dele, concluiu a ação e está pronto para receber a oferta incrível.

É hora de agradecer ao seu novo lead pelo comprometimento e redirecioná-lo para uma página de agradecimento.

A página vai servir para reforçar o que o lead ganhou com a sua oferta incrível e mais importante ainda, é a abertura para você fazer uma nova oferta!

Isso ajuda a fazer com que o seu lead entre cada vez mais no funil para se tornar uma conversão.

Você pode oferecer um material complementar como uma aula exclusiva, por exemplo.

Conclusão

Dicas para criar landing page de alta conversão

Nosso objetivo para esse artigo era mostrar como uma landing pages atraentes e funcionais podem gerar mais leads.

Ao longo do texto você pôde perceber como o visual e a organização da sua página ajudam a prender a atenção dos seus prospectos.

Mostramos que escolher bem a cor, escrever bons textos e manter a simplicidade são algumas das chaves de sucesso para uma ótima página.

Ainda assim você está em dúvida ou inseguro em escolher e fazer tudo sozinho?

Não precisa ficar preocupado. Uma ideia legal para te ajudar é usar templates prontos. 

O Klickpages oferece diversos modelos de landing pages para que você possa montar a sua de forma rápida e sem complicação.

Agora é só colocar as dicas em prática, criar páginas poderosas e atrair o máximo de leads!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.