Como vender no Facebook: qual é a melhor forma de fazer isso?

Como vender no Facebook: qual é a melhor forma de fazer isso?

Se você está em busca de como vender no Facebook para melhorar os resultados do seu negócio, você veio ao lugar certo.

Porque eu vou te mostrar as 5 formas de se vender na plataforma, vou te explicar cada uma delas e dar dicas de como você pode fazer boas vendas.

Eu não vou entrar nos detalhes de cada uma agora, porque isso você vai ver ao longo do artigo.

Mas eu já quero adiantar que tem uma forma em especial que é a mina de ouro do Facebook. Se eu tivesse que te indicar uma única forma de vender por lá, eu te indicaria essa.

Porque a grande sacada dela é que ela te permite focar no que você tem controle. Você não atira no escuro na hora de vender o seu produto ou serviço.

Não estou dizendo que com as outras formas de vender no Facebook você não terá resultados significativos. Você pode ter, sim.

Mas essa forma em especial da qual estou falando é a que eu mais uso e, definitivamente, nos meus 3 anos de experiência vendendo no Facebook, essa é a forma mais eficaz que eu já vi.

Só para você ter uma ideia, foi com ela que, recentemente, eu consegui mais de 60 mil leads em apenas 45 dias.

Além disso, a nível de negócio, essa é a forma mais profissional de se vender na plataforma.

Porque com ela você se porta como uma empresa e não como um vendedor ambulante que sai batendo de porta em porta.

Mas como eu prefiro pecar pelo excesso do que pela falta, eu vou te explicar as outras 4 formas.

Assim você pode comparar, avaliar, testar e ver o que funciona melhor para o seu negócio.

Então, se você quer conhecer as 5 formas de vender no Facebook e descobrir qual é a mais eficaz para alcançar resultados significativos para o seu negócio, continua comigo até o final.

1) Grupos do Facebook

Grupos do Facebook

A primeira forma de vender no Facebook é bem acessível. Qualquer um pode fazer, seja usando o perfil pessoal ou a página do Facebook do seu negócio.

Além de ser uma das formas mais comuns de vender na plataforma, também é prática e não tem muito mistério.

No entanto, você precisa ficar atento ao fato de que existem dois tipos de grupos:

  • Grupos de Relacionamentos;

  • Grupos de compras e vendas.

E para vender nos grupos do Facebook, você precisa entender como cada um deles funciona e o que você pode ou não fazer.

Não sei se você já percebeu, mas os dois estão no seu perfil. Dá uma olhada:

Grupos de Relacionamentos e Grupos de compras e vendas

Grupos de relacionamento

Grupos de relacionamento

O próprio nome já diz: é um grupo para você se relacionar com outras pessoas que têm o mesmo interesse que você.

Não é o lugar ideal para você colocar publicações da sua empresa oferecendo descontos e promoções.

As pessoas quando estão nesse tipo de grupo estão curtindo seu tempo livre e, geralmente, não gostam de serem abordadas por ofertas.

Elas podem até estarem precisando, mas essa interrupção não costuma ser vista com bons olhos.

Mas, veja só, não estou falando que você não pode vender. O que estou te dizendo é que você tem que ter outra postura diante de um grupo de relacionamentos.

Por isso, listei aqui algumas dicas para você conseguir vender nesses grupos do Facebook.  

Leia todas as regras

A maioria desses grupos tem regras muito bem definidas. Leia elas atentamente para evitar problemas e não acabar sendo banido.

Não faça publicações assim que entrar no grupo

Primeiro, observe como os membros se comportam e veja quais postagens tem mais engajamento. Só depois faça uma publicação original, mas que siga o padrão do grupo.

Seja um dos rostos conhecidos

Já percebeu que nesses grupos tem uma galera que sempre está interagindo? Você precisa ser um deles. Participe dos debates e faça postagem dando dicas sobre o seu nicho de mercado.

Ofereça ajuda verdadeira

Fique de olho nas dúvidas dos membros e, se for do seu domínio, responda sem pedir nada em troca.

Não faça spam

Nada de ficar fazendo várias postagens uma atrás da outra dentro do grupo. Além de não gerar autoridade, você pode acabar sendo banido ou rejeitado pelos outros usuários.

Faça venda discreta

Se você for com muita sede ao pote e já oferecer o seu produto ou serviço logo de cara, as chances de ninguém comprar são enormes.

A ideia é você aplicar todas as dicas anteriores antes de tentar fazer uma venda.

Só depois que você conseguir criar autoridade, encontre oportunidades sutis de falar sobre o que você vende.

Por exemplo, imagine que é um profissional de crossfit e está em grupo que fala sobre o assunto e um membro pergunta sobre algum exercício.

Você pode responder a dúvida e deixar claro que a sua resposta é íntegra porque você é um profissional da área.

Grupo de compras e vendas

Grupo de compras e vendas

Esses são grupos próprios para compras e vendas.

Aqui funciona mais ou menos assim: você adiciona o produto ou serviço e depois conversa com os clientes que estão interessados.

Só fique de olho na hora de escolher um grupo que tenha a ver com o que você vende.

Por exemplo, se você oferecer uma consultoria de marketing em um grupo para desapego de roupas de bebês, provavelmente, você vai ser banido, ignorado ou receber mensagens da moderação sobre a inadequação do conteúdo.

Para você conseguir vender nesses grupos do Facebook, eu separei aqui algumas dicas.

Verifique se há algum pedido

O grupos de compras e vendas abrem espaço para pessoas que estão procurando produtos e serviços.

Então, antes de fazer um anúncio, dê uma olhada nas publicações e observe se não há pessoas interessadas no que o seu negócio oferece.

Se houver, deixe um comentário na publicação ou entre em contato com a pessoa pelo Messenger.

Coloque o preço certo

Ver publicações com o preço errado é mais comum do que você imagina.

Não coloque, por exemplo, um ebook como grátis sendo que na verdade você quer R$ 30,00 por ele ou vice-e-versa.

Encher sua caixa de mensagens de pessoas fazendo perguntas sobre a sua oferta não é garantia de venda.

Coloque no mínimo 3 fotos

Com apenas uma foto é difícil tomar uma decisão na hora da compra. Quanto mais fotos você colocar mostrando os detalhes, mais chances de você terá de conseguir uma venda.

E isso não vale só para produtos não. Você pode colocar fotos de antes e depois do seu serviço, por exemplo.

Inclua o máximo de informações possíveis

Apesar de este campo ser opcional, descreva a sua oferta o máximo que conseguir. No caso de produto físico, coloque as dimensões, a cor, o material, etc.

Fazendo isso você evita perguntas desnecessárias e aumenta as chances de conversar com quem realmente tem interesse.

Tente fechar a venda de forma individual

Se a pessoa deixou um comentário mostrando interesse, chama ela para vocês definirem os detalhes por Messenger, WhatsApp, e-mail, ligação…

Assim, se você estiver vendendo algo que tenha quantidade limitada, não vai espantar outros clientes que viram a publicação.

Pois, se por acaso, não fechar a venda com essa primeira pessoa você tem outras oportunidades.

Peça o pagamento em dinheiro ou no cartão

Evite depósitos bancários, pois há muitas fraudes utilizando esse meio de pagamento.

Ter uma conta para pagamento online como o Pagseguro ou Paypal também é uma boa alternativa.

Combine um prazo para retirada do produto e pagamento

Para não prejudicar nem você nem o cliente, deixe claro as datas para pagamento, retirada ou entrega do produto ou agendamento do serviço.

Evite posturas repetitivas

Não poste o seu produto ou serviço um monte de vezes seguidas. Pois além de perder a credibilidade, provavelmente os outros membros do grupo vão te ignorar e passar direto pela sua oferta.

2) Marketplace no Facebook

 Marketplace no Facebook

O Marketplace é como se fosse um classificado dos jornais onde as pessoas anunciam imóveis, automóveis usados, entre outras coisas.

Você pode utilizá-lo para vender ebooks, cursos onlines e oferecer serviços.

Só fique atento na hora de colocar as informações.

Como o Marketplace mostra para os potenciais clientes produtos que correspondam a busca que eles fizeram, quanto melhor for a descrição do seu produto, mais chances ele tem de aparecer para as pessoas certas.

Para vender lá é bem simples:

  1. Entre na guia Marketplace que fica em abaixo da sua foto, na barra lateral da esquerda;

  2. Clique em “vender um item”;

  3. Preencha corretamente:

    1. O que você está vendendo;

    2. Preço;

    3. Local (normalmente já está a sua localização);

    4. Selecione uma categoria;

    5. Insira imagens.

  4. Pronto! Agora é só esperar os clientes entrarem em contato.

3) Páginas do Facebook

Páginas do Facebook

O seu perfil pessoal não é o melhor lugar para você vender no Facebook. O ideal é ter uma página dedicada apenas ao seu negócio.

O seu perfil é para você falar de você, compartilhar postagem com amigos e familiares, enquanto a fanpage é exclusiva para a sua marca.

É nela que você deve publicar conteúdo frequentemente para conquistar fiéis seguidores que podem se converter em clientes para o seu negócio.

O segredo (que não é tão segredo assim) para conseguir vender através da página do seu negócio é investir em gerar valor, ou seja, oferecer conteúdo de qualidade para os seus seguidores, antes de fazer uma oferta.

Por exemplo, se o seu negócio vende um curso que ensina as pessoas a fazer atividade física em casa, 80% do posts deve ser dicas de exercícios, lives sobre o assunto, vídeos com alguns movimentos e apenas 20% sobre o curso em si e a oferta.

Se você quer saber mais sobre esse assunto, aqui no blog do KP tem um artigo que te explica direitinho como criar uma página de sucesso no Facebook.  

4) Loja no Facebook

Loja no Facebook

Você pode criar um e-commerce dentro da página do Facebook do seu negócio e o melhor de tudo: sem precisar pagar por isso.

Na loja virtual do seu negócio você pode expor produtos e serviços que podem ser vendidos diretamente através da plataforma.

Seus clientes podem tirar dúvidas diretamente pelo Messenger ou serem direcionados para o seu site para saber mais sobre o seu produto ou negócio.

Além disso, você tem acesso a relatórios com todas as métricas que você precisa para melhorar o desempenho das suas vendas.  

E você não precisa ser um expert em para criar um bom e-commerce no Facebook.

Eu vou te mostrar agora como é fácil criar a sua loja na plataforma:

#1 Verifique se a guia Loja já está disponível na sua fanpage

Ela fica no menu esquerdo da sua fanpage.

Caso você não encontre você pode ir em Configurações > Modelos e Guias:

Verifique se a guia Loja já está disponível na sua fanpage

Lá em baixo vá em Adicionar uma Guia:

Lá em baixo vá em Adicionar uma Guia:

Pronto! Agora é só adicionar a guia Loja na sua Fanpage:

adicionar a guia Loja na sua Fanpage

#2 Aceite os Termos e Políticas do Vendedor

Vá até a sua página e clique na guia Loja:

Loja no Facebook

Leia todos os termos e selecione a caixa “Eu concordo com os Termos e Políticas do Vendedor”.

Aceite os Termos e Políticas do Vendedor

#3 Escolha o método de finalização de compra

Vai depender muito se você tem ou não um e-commerce em outra plataforma. Se você tiver, selecione a opção “finalizar a compra em outro site”.

Mas se você não tem um e-commerce e que centralizar suas vendas no Facebook escolha a opção “Mensagem para comprar”.

Escolha o método de finalização de compra

#4 Escolha a moeda para pagamento

Independente do método de finalização de compras que você escolheu, vai aparecer a opção para você configurar em qual moeda os itens da sua loja irá aparecer.

Escolha a moeda para pagamento

#5 Configure a sua loja

Aqui você pode fazer uma descrição e adicionar os produtos.

Configure a sua loja

#6 Adicione os produtos

Coloque os produtos um por um, não esqueça de:

  • colocar pelo menos três imagens;

  • adicionar vídeos, se tiver;

  • preço correto do produto;

  • e a descrição do produto.

Adicione os produtos

#7 Pronto!

Sua loja está pronta. Agora é só aguardar o processamento do Facebook.

5) Anúncios pagos

Anúncios pagos

Lembra que no início do texto eu te falei que existe um melhor caminho para aumentar as suas vendas no Facebook?

Se você acompanha o blog, já percebeu que eu sou um defensor dessa estratégia.

Tenho alguns motivos para isso, mas o principal deles é que em janeiro de 2018 o Facebook praticamente acabou com o alcance orgânico.

Ou seja, as suas publicações em grupos e em páginas não aparecem mais no feed do seu público com tanta frequência como antes.

Vender na página do Facebook do seu negócio se tornou uma tarefa mais difícil, porque o conteúdo que você coloca lá está aparecendo para bem menos pessoas.

Ou seja, a quantidade de potenciais clientes cai bastante se você conta só com o tráfego orgânico. Isso quer dizer, se você não está investindo dinheiro na distribuição do seu conteúdo.

Parece uma notícia ruim, mas não é.

Enquanto muita gente saiu do Facebook porque não queria pagar para aparecer para a audiência.

Quem não abandonou a plataforma tem agora excelentes chances de fazer sua marca crescer fazendo anúncios pagos.

E vou ser bem sincero, se você quer vender no Facebook essa é, sem dúvidas, a forma mais imediata (e eficiente) de alcançar a sua audiência.

Isso porque você pode vender para quem está interessado em você.

Vou te explicar.

Imagine que você contrata uma ou duas pessoas para panfletar no centro da sua cidade durante um dia inteiro.  

Passa uma pessoa, passa outra. E a equipe está lá entregando o seu panfleto.

Umas jogam no chão, outras colocam na bolsa ou no bolso.

Quando chega o final do dia, quantas pessoas que receberam o panfleto realmente se interessaram pelo o que o seu negócio tem a oferecer e pretendem realizar uma compra?

Na verdade, não tem como saber.

Mas com os anúncios do Facebook, por meio da segmentação de público, é como se a sua equipe tivesse um super poder de ler mentes e entregasse os panfletos apenas para pessoas potencialmente interessadas.

Assim, você consegue investir seu tempo, dinheiro, recursos e equipe em quem realmente importa e tem chances de comprar do seu negócio.

Além disso, você também consegue acompanhar os resultados e otimizar as suas campanhas para que cada vez mais elas tragam um retorno maior para o seu negócio.

Se você quer investir na melhor forma de vender no Facebook, dá uma olhada neste artigo onde eu explico passo a passo como anunciar nessa plataforma.

Aumente suas vendas no Facebook

Aumente suas vendas no Facebook

Antes de terminar este artigo, eu queria te mostrar como você pode criar relacionamentos mais duradouros com os seguidores para transformá-los em clientes.

Primeiro, você precisa de um contato mais direto com o seu seguidor.

Ou seja, um lugar onde você possa mostrar conteúdos de qualidade sem ter que concorrer com as postagens de amigos.

E eu acredito que o melhor lugar criar esse relacionamento mais sólido com seus seguidores é o e-mail.

E nada melhor que uma landing page caprichada para conseguir esse contato.

Não sabe como criar uma? O Klickpages é a ferramenta ideal para te ajudar.

Veja como é simples criar a sua landing page:

  • Escolha seu modelo: veja opções de alta conversão comprovada através de testes.

  • Customize a página: edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  • Publique: por fim, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Conclusão

Como eu te mostrei neste artigo, existem 5 formas de vender no Facebook: participando de grupos, usando o marketplace, criando uma página para o seu negócio, criando uma loja virtual e investindo em tráfego pago.

Cada uma dessas formas tem suas vantagens e desvantagens. Mas tem uma, que como eu te expliquei, é a mina de ouro do Facebook.

Porque ela te permite ter um controle maior para quem o seu conteúdo vai aparecer e não é só isso.

É a forma mais profissional e a que eu mais eu vi dar resultados em todos os anos que eu tenho de experiência vendendo no Facebook.

E aí, você já usou alguma dessas formas para vender no Facebook? Me conta nos comentários como foi sua experiência e qual foi o seu resultado, beleza? 😉

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.