Como criar uma página na internet em menos de uma hora sem saber nada sobre programação

Como criar uma página na internet

Criar uma página na internet pode parecer uma tarefa extremamente complicada, mas na verdade é muito mais simples do que você imagina. 

Eu sei, pode parecer loucura.

Mas aquela velha ideia de que você precisa ser um especialista em programação e virar noites digitando código por código até ter uma página pronta já está mais que ultrapassada. 

Hoje, é possível criar e publicar páginas em menos de uma hora sem saber absolutamente nada sobre programação, códigos e afins. 

Como?

É muito simples!  

Tudo o que você precisa é de uma ferramenta de confiança que ofereça layouts prontos e já testados no mercado. 

A partir desses modelos, você pode customizar de acordo com as suas necessidades e deixar a página com a cara do seu negócio.  

Quer aprender a criar sua própria página na internet em menos de uma hora?

Nesse artigo eu te mostro como.

Você vai ver:

  • Como criar uma página na internet em 6 passos simples;

  • Elementos essenciais para a sua página;

  • Boas práticas para uma página na internet.

Tudo o que você precisa fazer é ler esse artigo até o final.

Vamos? 

Como criar uma página na internet em 6 passos simples

Se você pretende criar uma página na internet, acredito que você entende a importância dessa ferramenta para o seu negócio. 

Como você bem sabe, vivemos em um mundo cada vez mais digital. 

E com a facilidade e praticidade que a modernidade trouxe para o nosso dia a dia, é comum que, antes de realizar uma compra, o seu cliente passe um certo tempo pesquisando, comparando preços, buscando por comentários de outras pessoas que já adquiriram o seu produto ou serviço, até que finalmente decide finalizar a compra. 

Então, para ser visto, lembrado e vender mais, criar uma página na internet é o caminho certo.

Se você ainda não tem experiência e pretende criar a sua primeira página na internet para alavancar os seus negócios, eu sei o que você deve estar pensando: 

No primeiro momento, criar uma página do zero pode parecer difícil.

Por isso, nesse tópico, eu separei 6 passos simples e práticos que vão te ajudar a começar hoje mesmo.

1. Crie um domínio

O Domínio é a URL, o endereço que as suas leads vão usar para acessar a sua página na internet. 

É importante que ele seja fácil de memorizar, mas, principalmente, que ele tenha relação direta com a sua proposta.

Uma página pessoal, por exemplo, precisa trazer no domínio o nome do seu proprietário.

Já no caso de uma página para o seu negócio, o indicado é que o endereço leve o nome do seu empreendimento. 

Caso o nome do seu negócio não seja dos mais fáceis, uma ótima saída é utilizar abreviações que ajudem o público a memorizar o endereço do seu site. 

Entenda que o domínio é uma forma de promoção da sua marca e que, no caso de uma página com esse propósito, a marca é o seu próprio nome.

Antes de começar, é importante ter em mente quais são os seus objetivos ao criar uma página na internet. 

Certamente eles serão decisivos na hora de escolher o domínio do seu site. 

Depois de escolher o domínio, você precisa registrá-lo por meio de um prestador, como por exemplo o site registro.br, órgão responsável pela regulamentação de endereços web no Brasil.  

2. Escolha o modelo da sua página

Depois de registrar o seu domínio, o próximo passo é pensar em qual cara você quer dar para o seu site.

Imagine que você tem uma tela branca para preenchê-la como quiser. 

Pois é exatamente isso. 

Esse processo pode ser trabalhoso, principalmente se você tiver pouco ou nenhum conhecimento sobre o assunto e precisar contratar um profissional para esse serviço. 

Mas calma, você pode solucionar esse problema de uma maneira muito prática utilizando o Klickpages.

Com o Klickpages, você pode criar páginas a partir de templates prontos e já testados no mercado. 

Você pode escolher esse modelo por meio de uma busca no site a partir de palavras-chave relacionadas ao seu nicho de mercado. 

Depois disso, basta selecionar o modelo desejado e alterar de acordo com as suas necessidades. 

O que nos leva ao próximo passo. 

3. Customize a sua página

A customização da sua página implica em realizar modificações no seu layout.

Isso quer dizer alterar as cores, fontes, textos, entre outros. 

Um template serve como ponto de partida para dar uma ideia macro sobre o projeto, especialmente sobre a visualização dele. 

Mas você tem a liberdade de decidir de que maneira vai usar cada espaço disponível na peça. 

Ao utilizar uma ferramenta como o Klickpages, você pode realizar modificações no logotipo, cabeçalho, rodapé, menus, imagens, títulos, descrições, links, formulários… As possibilidades são infinitas! 

Tudo isso de forma simples e prática. 

Não é necessário ser um expert com conhecimentos avançados no assunto. 

Basta acessar as configurações que aparecem de forma individualizada no template. 

Você clica no campo que deseja alterar e já ingressa no painel para realizar as modificações. 

4. Crie conteúdos de qualidade

Além de construir uma página na internet que seja estéticamente agradável, é importante pensar na qualidade do conteúdo publicado. 

É necessário ter em mente que a sua página só vai atrair e manter visitantes se o conteúdo disponibilizado ali for realmente interessante.

Por isso, pense em informações que contribuam com o objetivo da sua página. 

Se o seu objetivo é reforçar a sua marca, gere conteúdo que aumente a percepção sobre o seu valor, credibilidade, autoridade e relevância no mercado. 

Se o seu objetivo é vender mais, capriche nas ofertas (o que vai muito além do preço). 

A descrição dos seus produtos ou serviços precisa ser detalhada, ressaltando os seus diferenciais. 

Agora, se o objetivo da sua página é captar novas leads para o seu negócio, você precisa criar uma razão para que os potenciais clientes queiram trocar informações valiosas, como disponibilizar um material rico em troca do e-mail de contato. 

Essa razão pode ser a oferta de materiais ricos que despertem o interesse da sua lead como ebooks, webinars, blog posts, entre outros. 

Independente do objetivo da sua página, sem a oferta de um conteúdo relevante ela se torna uma perda de tempo, tanto para a sua lead quanto para você. 

5. Publique 

Depois de registrar o seu domínio, escolher o modelo da sua página, customizá-la e criar conteúdo relevante, está na hora de disponibilizar a sua página na internet. 

Uma das grandes vantagens de utilizar o Klickpages é que você pode realizar a publicação da sua página com apenas um clique.  

Mas antes, uma dica:

Não se esqueça de fazer a revisão completa, tanto do conteúdo, quanto dos links utilizados na sua página. 

Teste o funcionamento da página como um todo. 

Se coloque no lugar do usuário e avalie como seria a usabilidade.

Depois disso, sua página está pronta para ir ao ar. 

Basta clicar no botão “publicar” e divulgar a sua URL para garantir os primeiros acessos. 

6. Mensure os resultados 

Depois de criar uma página na internet, você precisa realizar um acompanhamento para saber quais foram os resultados obtidos. 

Nessa etapa, é importante se lembrar dos objetivos que você estabeleceu para a sua página lá no início. 

Então, verifique como a sua estratégia está funcionando na prática. 

O número de acessos obtidos está dentro do esperado?

Os visitantes do seu site estão clicando nos links?

Qual o tempo médio de permanência do usuário na sua página?

Sua lead tem interagido ou abandonado a sua página sem executar alguma ação?

Depois de analisar os resultados, você deve fazer as mudanças necessárias e colocar as melhorias em prática, visando a atração de mais clientes para o seu negócio. 

Elementos essenciais para sua página

Quando você utiliza um template para criar a sua página na internet, esse modelo já vem com alguns elementos considerados essenciais. 

Porém, isso não significa que você deve ficar preso apenas a essas possibilidades.

Nesse tópico, eu vou te mostrar os elementos que não podem faltar na sua página para agregar mais valor à estratégia. 

1. Título e subtítulo

Eu sei que pode parecer óbvio, mas esse elemento merece a sua atenção e por isso está no topo da lista.

Títulos e subtítulos cumprem funções variadas em uma página na internet. 

Além de servir como uma referência que guia o usuário pelo conteúdo publicado na sua página, esses elementos ajudam na classificação da sua página no Google e em outros mecanismos de busca. 

Isso acontece especialmente quando você utiliza palavras-chave compreendendo técnicas de SEO.

O usuário realiza uma pesquisa no Google a partir de determinada palavra-chave, e ele mostra a sua página como uma das sugestões de resultados.

O título da sua página pode influenciar diretamente na decisão do usuário. 

Se for atrativo o suficiente e chamar a atenção, ele pode clicar no resultado da pesquisa que leva para a sua página, navegar pelas opções e executar uma ação, seja ela adquirir um produto, um serviço ou se inscrever para saber mais sobre o seu negócio.

Agora, se o seu título não for interessante o suficiente, o usuário poderá ignorá-lo completamente.

2. Imagem  

Sabe aquela velha história de que uma imagem vale mais que mil palavras?

Pode até parecer clichê, mas não deixa de ser uma grande verdade. 

De acordo com um estudo realizado pela HubSpot, quando uma pessoa recebe uma determinada informação, ela tende a lembrar de apenas 10% do conteúdo.

Agora, se essa informação for associada a uma imagem, é possível que a pessoa se lembre de até 65% do conteúdo. 

Além disso, imagens também podem ajudar no ranqueamento da sua página nas ferramentas de pesquisa. 

Não há como negar os benefícios de utilizar imagens na sua página, no entanto é importante ficar atento ao uso indevido delas.

Caso ainda não saiba, você não pode simplesmente pegar uma imagem na internet e utilizar de acordo com a sua vontade.

Eu sei que parece muito cômodo realizar uma rápida pesquisa no Google Imagens, pegar aquela que você precisa e colocar na sua página. 

Porém, isso pode caracterizar violação de direitos autorais e direitos de imagens e, além de te gerar muita dor de cabeça, ainda pode manchar a reputação do seu negócio.

Para evitar esse tipo de problema, o ideal é sempre utilizar material de bancos de imagens gratuitos

3. Descrição do produto, serviço ou oferta

Se o seu principal objetivo é criar uma página na internet voltada para vendas, esse é um ponto chave para você.

A descrição do produto ou serviço é o texto persuasivo na sua página de vendas que explica o que é o produto, para que ele serve e por que a sua lead deveria comprá-lo. 

Uma boa prática antes de descrever o seu produto ou serviço é definir a sua persona

A partir daí, fica mais fácil adotar uma linguagem persuasiva adequada ao perfil do cliente ideal do seu negócio.

É importante ter em mente que o objetivo da sua página de vendas é destacar os diferenciais da sua oferta.

O potencial cliente precisa ser convencido de que essa é a melhor solução para o problema dele e que existem inúmeras vantagens ao fechar a compra.

4. Formulário de captura 

A presença de um formulário de captura na página também pode ter funções variadas.

É, por exemplo, um elemento indispensável para capturar leads, os potenciais clientes e possíveis compradores da sua oferta.

Quando eles ingressam na página, são meros visitantes.

Não dá para desperdiçar a oportunidade de obter o contato, como nome e e-mail, para depois promover abordagens mais direcionadas.

A partir de ações futuras de email marketing, por exemplo, você pode conduzir essa lead pelo seu funil de vendas, nutri-la com mais conteúdo relevante, até que ela esteja convencida e pronta para fechar uma compra.

E tudo começa nesse formulário que você elaborou ao criar a sua página.

Além disso, o elemento pode funcionar também como forma de contato para que o visitante faça uma pergunta ou comentário.

Seja qual for o objetivo do formulário, não o esconda na parte de baixo da página.

É importante que ele esteja visível, seja objetivo e tenha uma CTA, que pode ser construída na forma de botão.

O que uma CTA faz é convidar o usuário para uma ação, que pode ser baixar um material rico, assinar uma newsletter ou enviar uma mensagem de contato.

Boas práticas para uma página na internet

Agora que você já sabe como criar uma página na internet e conhece os elementos que não podem ficar de fora, é hora de ampliar a sua visão sobre ela. 

Nesse tópico, eu separei 4 boas práticas para qualificar ainda mais os resultados da sua página. 

1. Tenha uma página responsiva 

Não dá para negar que os avanços tecnológicos influenciam diretamente nos hábitos de consumo. 

De acordo com um estudo divulgado pela Agência Brasil, cerca de 98,1% dos acessos à internet são realizados por smartphones. 

Uma página responsiva é aquela que se adapta bem a tamanhos de telas diferentes, seja com acessos a partir do computador, tablet ou smartphones.

Como cada vez mais pessoas utilizam dispositivos móveis para navegar pela internet, oferecer essa experiência ao usuário se torna um requisito básico. 

Se você já usa o Klickpages para criar as suas páginas, não há com o que se preocupar. Nossa ferramenta já cria páginas responsivas automaticamente.

2. Invista em marketing digital

Uma estratégia de marketing digital é imprescindível para dar visibilidade e atrair visitantes à sua página.

Afinal, depois de publicada, como as pessoas vão chegar até ela?

Entenda que investir em marketing não necessariamente implica em gastos.

Publicações em redes sociais, por exemplo, não custam nada além de tempo, esforço e criatividade.

Além disso, o uso do SEO, como você já conferiu antes, é imprescindível para gerar tráfego orgânico a partir do Google e outros buscadores.

3. Não seja apenas mais um

Páginas na internet existem aos montes.

Muitas delas, inclusive, com os mesmos objetivos que você.

Então, por que a sua será a escolhida?

Entenda que a decisão é sempre do usuário na web. Para conquistá-lo, você precisa de um diferencial que seja importante para ele.

Depois de descobrir qual é, explore ao máximo.

Dica: o diferencial sempre tem a ver com o seu público-alvo.

4. Pense como uma loja física

Para quem deseja criar uma página na internet para vender, é importante tratá-la como se fosse uma loja física.

Isso significa que ela deve ser convidativa para o visitante, ter fácil acesso, um layout bonito e agradável, contar com elementos organizados e harmônicos e ser de fácil navegação – algo comparado à circulação de pessoas pelo local.

Faça uma análise crítica e convide outras pessoas a avaliarem também.

Pegou todas essas dicas? Então, agora é com você! 

Mão na massa

Nesse artigo eu te mostrei o que você precisa para criar uma página na internet, te contei quais elementos não podem faltar nela e ainda te dei dicas de boas práticas na internet.

Agora é a sua vez de colocar a mão na massa e praticar os seus novos conhecimentos adquiridos aqui.

Gostou desse artigo? Me conta aqui nos comentários!

Ah, não se esqueça de se inscrever na newsletter do Klickpages para receber semanalmente mais conteúdos como esse na sua caixa de entrada. Clique aqui! 

(Este artigo foi originalmente publicado em 23 de outubro de 2018 e atualizado em 25 de fevereiro de 2021 por João Pedro Ferreira para oferecer informações mais precisas e completas).

 

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Olá! Me chamo João Pedro, mas todo mundo me chama de João. Faço parte do time de conteúdo aqui do Klickpages e estou sempre buscando novos aprendizados na área de comunicação e marketing. Como todo mineiro, não dispenso um bom café e uma ótima conversa. No meu tempo livre estou sempre antenado nas novidades da cultura pop, atualizando a minha lista de séries, vendo um bom filme, ouvindo o mais novo hit do momento, rindo muito enquanto ouço os meus Podcasts favoritos ou criando alguma teoria sobre o multiverso da Marvel.