Como criar uma página na internet em 2018: Passo a passo

Como criar uma página na internet em 2018: Passo a passo

Que tal criar uma página na internet matadora, para atrair visitantes, encantar usuários e capturar leads para o seu negócio?

Você certamente concorda com a ideia, mas a questão é como fazer isso.

É certo que tecnologias não faltam atualmente.

Você pode desenvolver um site grátis com domínio próprio, criar um blog, uma página pessoal e o que mais quiser.

Mas criar não significa acertar, concorda?

Se essa é a sua dúvida, neste artigo, vai encontrar a resposta.

Vamos mostrar como criar uma página na internet passo a passo, seja para vendas, para divulgação da marca, para uma promoção especial ou qualquer outro objetivo.

Você vai descobrir que tudo isso não precisa ser complicado e que dá para ser bem-sucedido na estratégia.

Então, vamos começar?

Boa leitura!

Como criar uma página na internet em 6 simples passos

Como criar uma página na internet em 6 simples passos

Você provavelmente pensa em criar uma página na internet porque sabe do potencial que essa ferramenta representa.

Mas não custa relembrar algumas boas razões para investir nessa estratégia.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 116 milhões de pessoas no país estão conectadas à internet – o que representa 64,7% da população.

Já pelo celular, o percentual de internautas aumenta para 69% – 43% dos brasileiros só acessam a internet pelo dispositivo.

E, para varejistas, aqui vai mais um fato importante: de acordo com levantamento do SPC Brasil, 47% dos consumidores com acesso à internet fazem pesquisas online antes de comprar em loja física.

Então, para ser visto, lembrado ou vender mais, criar uma página na internet é o caminho.

Descubra então, o que não pode ficar de fora da sua estratégia.

1. Crie um domínio

O domínio é a URL, o endereço a partir do qual as pessoas vão acessar a sua página na internet.

É importante que ele seja fácil de memorizar, mas principalmente que tenha relação com a sua proposta.

Uma página pessoal, por exemplo, precisa trazer no domínio o nome do seu proprietário.

Entenda que o domínio é uma forma de promoção da marca e que, no caso de um site com esse propósito, a marca é o seu próprio nome.

Domínios curiosos ou com gírias e expressões de momento podem ser úteis para estratégias de curto prazo.

Então, tenha em mente de forma bem clara quais são os seus objetivos ao criar uma página na internet.

Certamente, eles serão decisivos na hora de escolher o domínio.

Vale também usar palavras-chave importantes para o seu nicho.

Pesquise em planejadores, como o gratuito Google Keyword Planner, quais são os termos relacionados à sua área de atuação mais buscados pelos usuários.

Isso ajudará a sua página na internet ser encontrada com mais facilidade e pelo maior número de pessoas.

2. Escolha o modelo da sua página

Escolha o modelo da sua página

Que cara você pretende dar à sua página na internet?

Para uma solução mais personalizada, o ideal é começar por uma tela em branco.

Só que isso pode representar mais problemas do que soluções, afinal, começar do zero é bem complicado, especialmente se você pouco ou nada entende sobre criar páginas na internet.

O ideal, então, é partir de um template.

Nada mais é do que um modelo de página que você pode customizar posteriormente, modificando detalhes.

Uma boa dica para isso é utilizar o Klickpages, serviço que você já conhece para desenvolver landing pages, mas que tem muitas outras utilidades.

Quando conectado na sua conta, basta clicar em “Nova Página” para ser apresentado aos diferentes temas.

Você também pode escolher o modelo a partir de uma busca no site – pesquise por palavras relacionadas ao seu nicho.

Verifique nos elementos do template quais se encaixam melhor na sua proposta.

Depois de se definir por um deles, você tem o que precisa para começar a deixar a página do seu jeito.

É aí que começa a etapa da customização.

3. Customize sua página

A customização de uma página na internet implica em realizar modificações no seu layout.

Isso quer dizer alterar cores, fontes e textos, entre outros.

Um template serve para dar uma ideia macro sobre o projeto, especialmente sobre a forma de visualização dele.

Mas você tem a liberdade de decidir de que maneira vai usar cada espaço disponível na peça.

Veja alguns elementos que você pode ajustar, habilitar ou desabilitar no template:

  • Logotipo

  • Cabeçalho / Rodapé

  • Menus e submenus

  • Imagens

  • Títulos

  • Descrições

  • Links

  • Formulários.

Ao usar uma ferramenta como o Klickpages, todas essas modificações são realizadas de forma fácil e prática.

Não é preciso ser um expert, com conhecimentos avançados no assunto.

Basta acessar as configurações, que aparecem de forma individualizada no template.

Ou seja, você clica sobre o campo que deseja alterar e já ingressa no painel para realizar as modificações.

Quanto mais intuitiva for essa tarefa, mais satisfeito você ficará com os resultados ao criar uma página na internet.

4. Crie conteúdos de qualidade

Crie conteúdos de qualidade

Agora, antes de continuar, faça uma reflexão: de que adianta ter uma página na internet bonita, com layout agradável, mas sem oferecer atrativos ao usuário?

Entenda que ela só irá atrair e manter visitantes se o conteúdo disponibilizado for do seu interesse.

Obviamente, pense em informações que contribuam com o objetivo da sua página.

Se é divulgar ou reforçar uma marca que você deseja, agregue conteúdo que aumente a percepção sobre o seu valor, credibilidade, autoridade e relevância dela.

Para vendas, é necessário caprichar na oferta – o que vai muito além do preço. A descrição de produtos e serviços precisa ser detalhada, ressaltando os seus diferenciais.

Já para capturar leads, que são potenciais clientes, você precisa dar ao visitante uma razão para ele fornecer seu nome e endereço de e-mail, o que depende de elementos como atratividade e objetividade, combinados com um formulário construído sob medida.

Seja qual for o objetivo, criar uma página na internet sem conteúdo relevante é um desperdício que você não vai querer experimentar.

5. Publique

Tudo pronto para levar a sua página ao ar?

Uma das grandes vantagens de utilizar uma ferramenta com o Klickpages é que você realiza esse processo com apenas um clique.

Sim, é isso mesmo!

Afinal, seu conteúdo já está perfeito, o layout ficou ótimo, você tem a URL da página em mãos, então, é só clicar no botão “Publicar”.

Mas não esqueça de fazer uma completa revisão, não só no conteúdo textual, como nos links.

Teste o funcionamento da página como um todo.

Coloque-se no lugar do usuário e avalie como ficou a sua usabilidade.

A página parece mesmo atrativa e tudo funciona bem?

Então, não há por que esperar mais: publique.

E não esqueça de divulgar a URL dela para garantir os primeiros acessos.

6. Mensure os resultados

Já dizia o guru do marketing Philip Kotler: o que não pode ser medido, não há como gerenciar.

Você precisa realizar uma acompanhamento sobre os resultados obtidos após criar uma página na internet.

Lembre-se aqui dos objetivos que estabeleceu para ela lá no início.

Então, verifique como a sua estratégia está se comportando na prática.

O número de acessos está satisfatório?

Os links têm sido clicados?

Qual o tempo de permanência em média do usuário na página?

Ele tem interagido ou a abandona sem executar ação alguma?

Há diversas métricas de marketing que você pode aplicar para mensurar o desempenho da sua página na internet.

Para conhecer as principais, acesse este artigo do nosso blog.

Elementos essenciais para sua página

Elementos essenciais para sua página

Ao utilizar um template para criar uma página na internet, a peça já vem com todos os elementos considerados essenciais.

Mas o que queremos destacar neste tópico são as razões para você não apenas ter tais elementos, como se dedicar para que eles agreguem o maior valor possível à sua estratégia.

Vamos entender melhor?

Título e subtítulo

Títulos e subtítulos cumprem funções variadas em uma página na internet.

A primeira delas, e mais óbvia, é servir de referência e guiar o usuário pelo conteúdo.

Eles também ajudam na classificação da página junto ao Google e outros mecanismos de buscas na web.

Isso acontece especialmente quando trabalham uma determinada palavra-chave, compreendendo uma das técnicas de SEO (Search Engine Optimization).

Assim, o usuário pesquisa sobre ela e o buscador aponta para a sua página como uma das sugestões de resultados.

Particularmente sobre o título, vale dizer também que ele pode ser decisivo para a visita do internauta e a permanência dele na página.

Basta analisar pelo seu próprio ponto de vista.

Títulos atrativos, que tiram o leitor da zona de conforto e instigam a ação, seja por despertar curiosidade, inquietação, excitação e outras sensações, são mais facilmente clicáveis.

Lembrando que o título da página aparece não apenas nela, mas também na própria sugestão de resultados apresentada pelo Google.

Imagem

Aquela velha história de que uma imagem vale mais do que mil palavras, além de um grande clichê, é também uma grande verdade.

Você pode ganhar o leitor na imagem – como também pode colocar tudo a perder se errar nela.

Apesar dos riscos, os benefícios são bem maiores, o que justifica apostar nelas.

Tenha o cuidado de escolher uma imagem livre de direitos autorais (para evitar complicações posteriores) e que salte aos olhos do visitante.

Se ela fizer com que ele permaneça na página, já terá cumprido o seu papel.

Lembre-se ainda de utilizar a palavra-chave em seus atributos de SEO, como Alt Text – o que é um ajuste de configuração.

Dessa forma, ela também pode servir como porta de entrada para a sua página, sendo posicionada na pesquisa por imagens no Google.

Embora o seu valor seja inegável, não abuse na quantidade de imagens e nem no tamanho delas, sob risco de tornar a página visualmente poluída ou pesada demais para navegação.

Nessa hora, pensa no acesso por celulares – um tendência que só cresce a cada ano.

Descrição do produto, serviço ou oferta

Descrição do produto, serviço ou oferta

Atenção especial se você busca aprender como criar uma página na internet para vendas .

Esse objetivo exige um conteúdo específico, com uma mensagem proposta especificamente para o seu público-alvo, considerando as particularidades dele, interesses, preferências e hábitos de consumo.

Uma boa prática antes de descrever uma oferta ou solução à venda, é definir sua persona.

Trata-se da representação fictícia do seu perfil ideal de cliente.

A partir daí, fica muito mais fácil ser persuasivo e adotar a linguagem e tom de voz mais adequados ao usuário.

Não esqueça que o principal compromisso em uma página de vendas é destacar os diferenciais da sua oferta.

O potencial cliente precisa ser convencido de que aquela é mesmo a melhor solução para ele e que há vantagens inegáveis garantidas ao fechar a compra.

Estudar a concorrência e suas práticas pode ser uma boa estratégia para se diferenciar e aumentar a sua competitividade.

Formulário

A presença de um formulário na página também pode ter funções variadas.

É, por exemplo, um elemento indispensável para capturar leads, os potenciais clientes e possíveis compradores da sua oferta.

Quando eles ingressam na página, são meros visitantes.

Não dá para desperdiçar a oportunidade de obter o seu contato, como nome e e-mail, para depois promover abordagens mais direcionadas.

A partir de ações futuras de e-mail marketing, por exemplo, você pode conduzir esse lead pelo seu funil de vendas, nutri-lo com mais conteúdo relevante, até que esteja convencido e pronto para fechar uma compra.

E tudo começa nesse formulário que você elaborou ao criar uma página na internet.

Além disso, o elemento pode funcionar também como forma de contato para que o visitante faça uma pergunta ou comentário.

Seja qual for o objetivo do formulário, não o esconda na parte debaixo da página.

É importante que ele esteja visível, seja objetivo e tenha um CTA (call to action), que pode ser construído na forma de botão.

O que um CTA faz é convidar o usuário a uma ação, que pode ser baixar um material rico, assinar uma newsletter ou enviar uma mensagem de contato.

Boas práticas para uma página na internet

Boas práticas para uma página na internet

Agora que você já sabe como criar uma página na internet e conhece os elementos que não podem ficar de fora dela, vamos ampliar a sua visão sobre essa peça.

Conheça boas práticas para qualificar ainda mais os seus resultados.

Seja responsivo

Uma página responsiva é aquela que se adapta bem a todo o tamanho de tela, seja com acessos a partir do computador, tablet ou smartphones.

Como cada vez mais pessoas utilizam dispositivos móveis para navegar, oferecer essa experiência ao usuário é um requisito básico.

Se usar o Klickpages, não há com o que se preocupar.

Invista em marketing digital

Uma estratégia de marketing digital é imprescindível para dar visibilidade e atrair visitantes à sua página.

Afinal, depois de publicada, como as pessoas vão chegar até ela?

Entenda que investir em marketing não necessariamente implica em gastos.

Publicações em redes sociais, por exemplo, não custam nada além de tempo, esforço e criatividade.

Também o uso do SEO, como você já conferiu antes, é imprescindível para gerar tráfego orgânico a partir do Google e outros buscadores.

Não seja apenas mais um

Páginas na internet existem aos montes.

Muitas delas, inclusive, com os mesmos objetivos que você.

Então, por que a sua será a escolhida?

Entenda que sempre a decisão é do usuário na web. Para conquistá-lo, você precisa de um diferencial que seja importante para ele.

Depois de descobrir qual é, explore ao máximo.

Dica: o diferencial sempre tem tudo a ver com o seu público-alvo.

Pense como uma loja física

Para quem deseja criar uma página na internet para vender, é importante tratá-la como se fosse uma loja física.

Isso significa que ela deve ser convidativa ao visitante, ter fácil acesso, um layout bonito e agradável, contar com elementos organizados e harmonizados e facilitar a navegabilidade – algo comparado à circulação de pessoas pelo local.

Faça uma análise crítica e convide outras pessoas a avaliarem também.

Crie landing pages para capturar leads com o Klickpages

Crie landing pages para capturar leads com o Klickpages

Você já aprendeu a criar uma página na internet, mas sabe qual é a melhor forma de capturar leads? Uma landing page!

Essa é a página na qual um usuário registra seu nome e e-mail para fazer um download ou acessar um conteúdo exclusivo.

É a partir daí que ele ingressa no seu funil de vendas.

Para criar uma landing page perfeita, a sua melhor escolha é o Klickpages.

Veja só os três passos básicos para isso:

  1. Escolha seu modelo: conheça as opções de alta conversão comprovada através de testes.

  2. Customize a página: feita a escolha, é só editar os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: está tudo pronto? Então, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Como criar uma página na internet conclusão

Uma página na internet é fundamental para alavancar negócios digitais.

Isso vale tanto para empresas quanto para profissionais que têm no próprio nome a sua marca.

Com as dicas que conferiu neste artigo, não será difícil construir uma peça sob medida para a sua estratégia.

Então, coloque em prática o que aprendeu.

E não esqueça de monitorar e mensurar os resultados, pois sempre é possível qualificar o desempenho da página.

Caso precise de ajuda ou queira ter acesso ao modo mais fácil de criar as melhores páginas, conte com o Klickpages.

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe o conteúdo!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.