Brand Awareness: o que é e 8 dicas para aumentar o da sua marca

Brand Awareness: o que é e 8 dicas aumentar o da sua marca

Qual a brand awareness da sua marca?

Se não entendeu bem a pergunta, vamos tentar de outro jeito: o quão presente você está na mente dos seus consumidores?

Agora, o significado de awareness já faz mais sentido, não é mesmo?

Estamos falando sobre um conceito que determina a força da sua marca junto ao público.

Ele ajuda a entender e mensurar o quanto ela é reconhecida pelas pessoas e de que forma isso acontece.

Obviamente, enaltecer a sua autoridade e relevância junto aos consumidores é um dos objetivos de uma estratégia de marketing.

Então, como aumentar o brand awareness? O que você pode fazer para que tenha uma marca ainda mais forte e presente no mercado?

É sobre isso que iremos falar neste artigo.

Além de explicar em detalhes o conceito, vamos falar sobre a sua importância e aplicações.

Você também vai aprender a medir os diferentes níveis de awareness e conferir uma sequência de ações com potencial para levar a sua marca a um novo patamar.

É isso o que procura?

Então, boa leitura!

O que é brand awareness?

O que é brand awareness?

Brand awareness é uma métrica utilizada para a compreensão da consciência de marca. Ou seja, identifica o seu reconhecimento junto ao público.

É também uma forma de alinhar os diferentes objetivos de uma estratégia de marketing.

Afinal, para tornar uma marca mais forte junto ao seu público, é necessário que ela seja identificada pelo maior número de pessoas possível, mas também que haja admiração pelo que ela representa, em especial a respeito da sua credibilidade.

Fica bastante claro, então, que quando falamos de awareness, estamos nos referindo a um indicador capaz de apontar a força de uma marca no mercado.

Podemos dizer que o pico dessa relevância ocorre quando ela vira sinônimo da solução que oferece.

Você certamente já se referiu ou ouviu alguém fazendo referência a um produto chamando-o pela marca.

Não consegue pensar em nenhum exemplo agora?

Veja alguns:

  • Bombril: lã de aço

  • Omo: sabão em pó

  • Gillette: lâmina de barbear

  • Xerox: máquina de fotocópia

  • Danone: iogurte

  • Sucrilhos: cereal

  • Maizena: amido de milho

  • Band-Aid: bandagem adesiva

  • Super Bonder: cola instantânea

  • Cotonete: haste flexível

  • Vanish: tira manchas

  • Miojo: macarrão instantâneo

  • Durex: fita adesiva

  • Pinho Sol: desinfetante

  • Leite Moça: leite condensado

  • Yakult: leite fermentado.

A força de uma marca

Agora já faz mais sentido, não é mesmo?

Interessante observar que, em muitos casos, essa força de marca é tão expressiva que comprar o mesmo produto de outro fabricante pode não agradar ao consumidor.

Ou então mesmo procurando o “genérico”, ele se referisse sempre ao “original”.

Muitas vezes, está lá na lista do supermercado escrito “Danone”, mas o iogurte da preferência do consumidor é outro. Ou anota “Gillette” apenas para lembrar de comprar um aparelho de barbear qualquer.

Só que o conceito de brand awareness não se aplica apenas quando um produto atinge esse estágio.

Até porque isso costuma ocorrer com soluções inovadoras, que se mantêm no mercado por algum tempo sem concorrência, o que justifica serem tratadas como sinônimos.

Podemos citar várias outras marcas tão fortes quanto, ainda que não carreguem essa característica específica.

iPhone, por exemplo, é o smartphone da Apple. Mas seus usuários não se referem a ele dessa forma, tampouco como celular.

Nesse caso, o nome iPhone é mais forte do que qualquer coisa, como se fosse um produto diferente e único (quem tem jura que é isso mesmo).

Também as Havaianas, que não são sinônimo de sandálias, ou a Coca-Cola, que não é o mesmo que refrigerante, são marcas que usufruem de enorme prestígio em seu segmento.

Em ambos os casos, o consumidor pensa em adquirir o produto e o que primeiro vem à mente é justamente essa marca.

Mas por que isso tudo é importante e qual a relação com a sua empresa?

Vamos explicar no próximo tópico.

Para que serve?

Para que serve?

Quanto maior o seu brand awareness, maiores são as oportunidades de crescimento de uma marca.

Se ela é conhecida pelo público-alvo, reconhecida por sua qualidade e reputação, experimenta benefícios óbvios em decorrência disso.

Para que fica mais claro, vamos falar agora mais detalhadamente sobre eles.

Aumento das vendas

Há marcas que se vendem sozinhas, como as que listamos anteriormente.

A sua presença viva na mente do consumidor a torna uma escolha óbvia quando uma necessidade de consumo surge.

Dessa forma, é natural que tenha um maior volume de vendas do que marcas menos famosas e lembradas pelo público.

A consciência de marca, nesses casos, serve inclusive como uma proteção contra a entrada de novos players no mercado.

Na prática, o consumidor pensa duas vezes antes de substituir a marca mais conhecida e que nunca o decepcionou, mesmo que o preço da concorrente seja mais atrativo.

Eleva o alcance da marca

Marcas com awareness alto estão em todo lugar.

Elas estão disponíveis em todos os supermercados.

Também é sobre ela que falam nas redes sociais e na propaganda boca a boca, entre colegas, amigos e vizinhos.

Isso sem falar que a exposição sobre ela também é constante em ações de marketing e de publicidade, já que essa é parte inseparável de uma estratégia para melhorar seus resultados na métrica.

É por essas e outras que Coca-Cola, McDonalds, Vivo, Itaú, entre outras, não saem da mídia.

Não há quem não as conheça, não é verdade?

Impulsiona todos os canais de marketing

Ao identificar qual o brand awareness da sua marca e até onde ela pode ir, fica muito mais fácil elaborar uma estratégia de marketing e adequar as suas ações aos objetivos.

Esse é um indicador que permite diagnosticar o cenário atual e as possibilidades de crescimento da marca.

Se for necessário chegar a mais consumidores, por exemplo, é preciso trabalhar na sua maior exposição.

Já se o desafio está na concorrência, há necessidade de se posicionar como a melhor solução, o que exige uma abordagem específica.

A verdade é que a consciência de marca é mais um fator a determinar qual será a mensagem e por quais canais ela será transmitida.

Como medir awareness?

Como medir awareness?

Encontrar o brand awareness da sua marca pode não ser tão fácil.

A boa notícia é que o meio digital ajuda a descomplicar a tarefa.

Por exemplo, você pode reconhecer a consciência da marca a partir de um estudo sobre a sua presença e o que falam sobre ela nas redes sociais.

Quando a solução que oferece está em pauta, o quão lembrada pelos consumidores é a sua marca?

Essa é a questão principal a responder.

Mas o método que se mostra como o mais efetivo para medir o awareness se dá a partir de uma pesquisa qualitativa.

Questionários online são uma boa forma de conversar com seu público e identificar a força da marca.

Nesse caso, você precisa primeiro investigar o mercado no qual atua e tentar captar menções espontâneas.

Ou seja, as pessoas devem livremente citar a sua marca como uma solução para demanda específica.

Depois, vale repetir o exercício com menções estimuladas, incluindo a sua marca junto a outras em uma lista.

É preciso investigar se a marca é conhecida, qual o nível de familiaridade com ela, se tem sido objeto de consumo com alguma frequência, se já foi ou pode ser indicada a amigos e familiares, entre outras questões.

Ao final, vale pedir que o consumidor enumere as marcas do mercado no qual a sua empresa atua conforme a ordem de importância e reconhecimento.

Isso o ajudará, inclusive, a identificar quem são os seus principais adversários pela preferência do público.

Níveis de Brand Awareness

Níveis de Brand Awareness

David Aaker, professor de marketing na Universidade da Califórnia, estabeleceu quatro níveis de brand awareness em seu livro Managing Brand Equity.

Veja quais são eles:

Unware of Brand (desconhecimento de marca)

Se o consumidor não consegue lembrar de ao menos uma marca de determinado segmento, isso significa que não há awareness. Ou seja, nenhuma consciência de marca.

Brand Recognition (reconhecimento de marca)

Neste nível, o consumidor já reconhece uma ou mais marcas de um segmento, o que acontece ao ver sua embalagem, logotipo ou mesmo o produto em um ponto de venda.

Brand Recall (marca que o consumidor recorda)

Quando questionado sobre marcas de um segmento, o consumidor recorda de uma ou mais, o que demonstra a existência de um vínculo entre ela e o mercado no qual atua.

Top-of-mind (marca mais lembrada)

O último estágio do brand awareness é aquele no qual uma marca é a primeira que vem à mente do consumidor, sendo a principal opção de consumo para uma demanda específica.

Como aumentar o Brand Awareness da sua marca?

Como aumentar o Brand Awareness da sua marca?

Entendido o conceito, a importância, as formas de medição e os níveis de brand awareness, resta só aprender o que fazer para melhorar o indicador com relação à sua marca.

Para isso, selecionamos oito dicas que têm tudo o que você precisa para subir níveis até chegar ao topo da mente dos consumidores.

Vamos lá?

1. Conheça a fundo seu cliente

Quem é o seu cliente? Quais são os seus hábitos e interesses?

Onde ele costuma comprar? Que tipo de programas gosta de realizar?

Qual a sua escolaridade? E a faixa etária? E a renda?

As perguntas que acabamos de relacionar fazem parte de um questionário de construção de buyer persona, que nada mais é do que a representação fictícia do seu perfil de cliente ideal.

É fundamental conhecer a fundo o consumidor que tem interesse na sua solução, para que possa oferecer a ele a melhor experiência possível.

Isso implica em acessá-lo pelos canais de sua preferência, com a abordagem que melhor funciona, fazendo uso de estratégias propostas de acordo com as suas características.

2. Imprima uma personalidade única para a marca

Pelo que a sua marca quer ser lembrada?

As Casas Bahia tinham um personagem clássico em seus comerciais e a frase “quer pagar quanto?”.

O papel higiênico Neve tem no mordomo Alfredo um divulgador permanente.

A Pepsi brincou em suas ações de marketing com a ideia de ser alternativa à Coca-Cola.

As Havaianas são as sandálias das celebridades.

Tem ainda o baixinho da Kaiser, o gordinho dos postos Ipiranga e muitos outros exemplos que poderíamos citar.

Perceba que todas as marcas têm uma personalidade própria e exclusiva.

Qual será a sua estratégia para construir uma memória afetiva com a marca?

3. Tenha uma identidade visual única

Tenha uma identidade visual única

Seja pela escolha das cores ou pela construção de um logo, a verdade é que muitas marcas são identificadas facilmente pela sua identidade visual.

Você não precisa ler a palavra “Nike” para identificar um comercial da marca, não é mesmo? Basta visualizar seu logo que lembra um bumerangue.

Sua maior concorrente, a Adidas, se tornou de fácil lembrança pelo uso das três listras.

E o que dizer o M de McDonald’s e suas cores vermelha e amarela?

Também aquela maçã mordida é inconfundível para identificar a Apple.

Pense em quantas marcas você reconhece na hora que se depara com alguma de suas peças visuais.

Seria bom usar isso a seu favor também, não é mesmo?

Imagens, cores, fontes e símbolos são aliados nessa estratégia.

4. Faça marketing de conteúdo

Marketing de conteúdo é uma estratégia que consiste na oferta de informações úteis e relevantes para a audiência.

A partir daí, o público eleva a sua percepção de valor sobre determinada marca e passa a considerá-la como opção, para depois se tornar referência em seu segmento.

É uma das melhores formas de se diferenciar da concorrência e ser lembrada sempre que uma necessidade de consumo surgir.

Tenha um blog da sua marca ou empresa, conheça as melhores técnicas de SEO, seja encontrado no Google e colha os frutos dessa estratégia.

5. Patrocine personalidades, projetos e eventos

Você talvez lembre que campeonatos de futebol vêm agregando ao seu nome a marca de um patrocinador.

A Copa Toyota Libertadores, Santander Libertadores ou Bridgestone Libertadores, são exemplos.

Quando você associa a marca a um evento, personalidade ou projeto, acaba sendo mencionado ou surgindo como lembrança em oportunidades diversas.

Não são apenas as empresas com bala na agulha para investir em eventos de grande porte que podem se favorecer da estratégia.

Alinhe as expectativas e adapte à sua realidade para encontrar as melhores oportunidades.

Em alguns casos, até mesmo a adoção de uma praça ou área pública é um diferencial para se manter vivo na mente dos consumidores.

6. Faça brindes da sua marca

Consumidores adoram um mimo.

Ainda que seja uma lembrança singela, como um chaveiro, caneta, boné ou camiseta, presentear o cliente com um brinde personalizado permite que ele carregue a sua marca no seu dia a dia.

Só não esqueça de oferecer aquilo que melhor combina com as características da sua persona.

7. Cuide da satisfação do seu cliente

Cuide da satisfação do seu cliente

Um dos principais componentes da reputação de uma empresa são os seus clientes.

Quando o relacionamento com o consumidor é cultivado, ele talvez não entre em contato para fazer elogios, mas certamente vai falar bem de você para outras pessoas.

Por outro lado, se há insatisfação, ele fará com que a sua queixa chegue não só a você, mas a toda a sua rede de contatos.

Para isso, basta usar os meios que ele tem à disposição, como as redes sociais.

É por isso que você precisa tratar cada cliente como se fosse único, permitindo que ele sempre veja vantagem em negociar com a sua empresa ou fazer uso de suas soluções.

Você deve batalhar para que ele tenha uma visão positiva sobre a marca, o que se traduz em confiança e credibilidade.

8. Não espere resultados imediatos

Como normalmente acontece em muitas das estratégias de marketing, aumentar o brand awareness não ocorre da noite para o dia.

Geralmente, isso costuma ser fruto de um trabalho de médio a longo prazo – por vezes, longuíssimo.

Basta lembrar que as marcas que hoje estão no topo da mente dos consumidores não chegaram lá por acaso.

Então, por melhor que seja a sua solução e por mais criativas e efetivas sejam as suas ações, não estabeleça metas irreais e não se cobra por resultados imediatos.

Entenda que seu awareness deve ser melhorado dia após dia com ações pontuais.

É como um time que precisa golear para se classificar: sem fazer o primeiro gol, não há como atingir o objetivo.

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Comece a capturar leads hoje mesmo com o Klickpages

Então, quais serão as suas ações para se aproximar ainda mais do seu público?

Se a estratégia contempla o marketing digital, temos mais uma dica para você.

Usar o seu seu site ou blog para capturar leads é uma excelente oportunidade.

Faça isso ao produzir artigos ou ao apresentar promoções, garantindo o contato do visitante para, depois, promover abordagens mais direcionadas.

Seja qual for a ação que colocar em prática, não deixe de caprichar na landing page para confirmar as conversões desejadas.

Para isso, o Klickpages é a ferramenta ideal.

Veja os três passos para criar a sua:

  1. Escolha seu modelo: conheça opções de alta conversão comprovada por testes.

  2. Customize a página: feita a escolha, edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: ao final, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Awareness Conclusão

Falamos neste artigo sobre o brand awareness, uma métrica que ajuda a entender o quão forte é a sua marca e a presença dela junto aos consumidores.

Não dá para ignorar a importância de se posicionar como referência no mercado, conquistar a confiança dos clientes e ser uma lembrança óbvia quando uma necessidade de consumo surge.

Muitas são as marcas que hoje colhem os frutos de uma estratégia iniciada há bastante tempo.

Só que o sucesso não é exclusivo delas e você também pode se beneficiar das dicas que apresentamos ao longo do texto.

É claro que talvez não venha a ser reconhecido como sinônimo para um determinado produto.

Mas se for a marca mais lembrada, admirada e desejada pelo público, está de bom tamanho, não é mesmo?

Não deixe de comentar o artigo e de compartilhar este conteúdo com a sua rede!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.