O algoritmo do Facebook aumentou suas chances de crescer em 2018

Algoritmo do Facebook: como funciona e o que mudou em 2018

O algoritmo do Facebook te fez um grande favor esse ano.

Você deveria agradecer ao Mark Zuckerberg, porque ele simplesmente abriu espaço para o seu negócio e tirou a concorrência do seu caminho.

Eu só estou te falando isso porque o Facebook é a rede social mais acessada no Brasil e no mundo.

Só aqui no Brasil, 62% da população são usuários ativos da plataforma.

Não dá mais para ignorar que o Facebook é essencial para sua estratégia de marketing digital.

O seu público está curtindo, comentando e compartilhando várias publicações por lá neste exato momento, enquanto você lê esse artigo.

Ele poderia estar lendo um conteúdo seu ou até se preparando para comprar o seu produto agora mesmo.

Acontece que quem controla e seleciona o que aparece em destaque na tela do seu público é o algoritmo do Facebook.

E ele mudou as regras do jogo em janeiro deste ano.

Talvez você já tenha percebido que agora as publicações de amigos e familiares têm prioridade e muito mais visibilidade do que outros conteúdos.

Mas, na prática, o que isso significa para você?

Significa que páginas de marcas e empresas têm que se esforçar ainda mais para aparecer espontaneamente no feed de notícias dos usuários.

E isso assustou muitos empreendedores.

Muitos deles inclusive abandonaram a plataforma…

Coisa que você não deveria fazer, como eu vou te explicar neste artigo.

Desistiu quem queria dinheiro fácil.

Agora, se esse não é o seu caso e você quer ser grande e ter uma marca forte dentro do Facebook, leia este artigo até o final.

Eu vou te mostrar porque essa mudança é, na verdade, uma excelente notícia para você!

E também como usar o algoritmo do Facebook a seu favor.

Se antes essa rede social era um grande oceano vermelho, cheio de concorrentes dividindo espaço e atenção do público…

Hoje é um gigante oceano azul, limpo e com muitas oportunidades.

E você pode nadar sozinho e de braçadas, se seguir as dicas que vou dar a seguir.

O que é e como funciona o algoritmo do Facebook?

O que é e como funciona o algoritmo do Facebook?

Você provavelmente já percebeu que não dá para acompanhar todas as postagens dos seus amigos e das páginas que você segue no Facebook.

Na verdade, algumas nem chegam a aparecer no seu feed de notícias.

Isso acontece porque a plataforma consegue calcular quais publicações têm mais relevância para cada um dos usuários.

Quem faz todo esse trabalho é o EdgeRank.

EdgeRank é o algoritmo do Facebook que, basicamente, organiza e ordena quais posts você acompanha no seu feed de notícias.

Ele determina isso com base nas pessoas com quem você interage, as coisas que você curte, comenta e compartilha.

Tudo isso gera alguns sinais, que fazem com que seja possível "mapear" o que é mais importante para cada um dos usuários.

O Facebook sempre teve essa função.

Com o passar dos anos, esse cálculo vem sendo atualizado e ficando cada vez mais personalizado.

Até ano passado, quanto mais pessoas interagiam com determinado post, melhores as chances dele ficar bem rankeado no feed.

E isso valia para geral, perfis, páginas, empresas, amigos, familiares…

Mas alguns padrões de comportamento começaram a atrapalhar a experiência do usuário.

Compartilhamentos em massa de fake news, títulos “caça-cliques” e outras publicações sem sentido fizeram com que o Facebook aperfeiçoasse ainda mais o seu sistema de verificação.

Em janeiro deste ano, a plataforma anunciou uma atualização que tem o objetivo de conectar as pessoas com o que é realmente importante para elas, o que elas querem ver de verdade.

Trazer de volta interações significativas.

E a prioridade agora são publicações de perfis de familiares e amigos.

Ainda mais aqueles com os quais o usuário mais interage (curte, compartilha e comenta).

O algoritmo tenta prever, a partir do seu nível de interação, quais posts você gostaria de ver antes e os coloca em primeiro lugar.

Se a Lúcia curte muitas publicações e interage bastante com Daniel, por exemplo, o EdgeRank entende que ela quer ver mais conteúdos dele.

Assim, toda vez que Daniel publicar algo novo, será um dos primeiros posts a aparecer na tela da Lúcia.

Mas, Hugo, o que isso muda na minha vida?

Na prática, o que acontece é que o seu tráfego orgânico vai diminuir bastante. Ou seja, a quantidade de acessos que chegavam na sua página sem que você precisasse investir em anúncios ou impulsionamentos.

Mas, como já te disse, apesar de dar medo, você não deveria se preocupar.

Entender a dinâmica do algoritmo do Facebook é o primeiro passo para se adaptar às mudanças e se destacar.

E eu já já te mostro como garantir o seu espaço por lá.

Como a mudança no algoritmo do Facebook interfere no seu negócio

Como a mudança no algoritmo do Facebook interfere no seu negócio

Você acabou de ver que o Facebook tornou a experiência dos usuários ainda mais personalizada, focando no conteúdo que é mais relevante e significativo para cada um.

Ok. Até aí, tudo muito bonito para o usuário e perfis de amigos e familiares.

Só que…

O espaço no feed de notícias é limitado, assim como o tempo que o usuário passa navegando na rede social.

Para você ter uma ideia, os brasileiros passam, em média, 3 horas e 39 minutos por dia nas mídias sociais.

Isso significa que o seu tráfego orgânico vai diminuir consideravelmente.

Vai ser bem mais difícil as suas publicações aparecerem no feed do seu público…

… a não ser que você pague para que isso aconteça.

Claro que as marcas que já construíram um bom relacionamento com o público, com uma boa gestão de conteúdo, serão menos impactadas.

As empresas que investem na produção e distribuição de conteúdos relevantes para seu público dificilmente serão penalizadas por esse tipo de mudança.

Quem perde, nesse caso, são as páginas que não se planejam para investir em tráfego pago. Elas tendem a entrar no esquecimento.

Aí, não tem jeito. Quem está nesse barco para ter vida fácil acaba pulando fora.

Mas isso não impede quem está começando agora também ter sucesso, se aproveitar as dicas que falarei a seguir.

Já te adianto que a qualidade do conteúdo e a forma que as pessoas interagem com ele serão importantes.

E eu vou te dizer como isso é possível.

Mas claro que, mesmo assim, os resultados de engajamento instantâneo não serão os mesmos e você não pode contar apenas com isso se quer vender mais.

Acontece que você vai precisar investir, sim, em tráfego pago para ter melhores retornos sobre o conteúdo que você publica.

É aqui que entra a parte do investimento em anúncios e impulsionamentos.

Talvez você não estivesse considerando essa alternativa. Até porque muitas pessoas enxergam o tráfego pago como um gasto.

Mas, quando bem feito e planejado, tráfego pago é investimento.

Porque você tem retorno. O dinheiro que você investe volta para você através das vendas que você consegue realizar captando clientes por lá.

Pense que, com esse recurso, você pode ter resultados muito melhores do que você estivesse imaginando.

Ainda mais agora que, como você já sabe, grande parte da sua concorrência não vai ficar e nem tentar partilhar essa fatia do bolo contigo.

Se você não tiver medo de fazer isso pelo crescimento do seu negócio, muito provavelmente esse é um investimento que vai gerar resultados recompensadores.

Novidade assim assusta, eu sei.

Porém, há duas reações possíveis para essa novidade: ou você desiste de distribuir conteúdo em uma plataforma tão relevante…

… ou você encara o desafio e se destaca no mercado.

E, de verdade, eu entendo a sua insegurança de investir em uma coisa e talvez não ter o retorno esperado.

Mas eu preciso que você compreenda que, para ter engajamento na sua página e gerar leads, é necessário abrir a carteira.

Esse é um passo importantíssimo para elevar consideravelmente o seu ROI: você vai perceber que dá para multiplicar o valor investido.

Eu sei que isso é possível porque lidero os investimentos em tráfego das minhas empresas e, nos últimos 12 meses, consegui alcançar um ROI acima de 300%.

Incluir o tráfego pago no seu planejamento significa prever um investimento em anúncio e campanhas para aumentar a visibilidade da sua marca.

Lembra daquela máxima "quem não é visto, não é lembrado"?

Pois é.

O seu público-alvo precisa lembrar de você e da sua empresa.

É exatamente por isso que essa estratégia de marketing digital se torna um grande aliado na hora de ultrapassar a barreira do algoritmo do Facebook.

Uma vez que te tiram uma grande margem de tráfego orgânico, espontâneo, está na hora de seguir outro caminho que seja mais seguro e com garantia de retornos.

Você vai perceber que não demora. Logo uma boa porcentagem de visitantes estarão fazendo o que você os convidou a fazer e se tornarão novos leads.

Sua taxa de conversão melhora muito quando você começa a contar com o tráfego pago.

Ainda vale a pena investir no Facebook

Até aqui você já aprendeu que toda essa novidade pode ser um presentão para quem não tem medo de colocar a mão na massa.

Mas caso você esteja se perguntando se não seria mais fácil ir para uma plataforma que facilite mais o acesso de conteúdo e simplesmente deixar o Facebook de lado…

Te aconselho fortemente que não faça isso.

Eu senti a necessidade de te alertar sobre esse espaço que ainda existe no Facebook, porque essa não é qualquer rede social.

Saiba que seu público ainda está muito presente e atuante nessa rede, porque o  Facebook é a maior rede social do mundo.

Aqui no Brasil, são 130 milhões de usuários ativos.

Ainda vale a pena investir no Facebook

Dá para perceber a importância dessa plataforma se olharmos para o Instagram, por exemplo, que tem 57 milhões usuários ativos.

Ainda vale a pena investir no Facebook

É uma diferença gigantesca. E você não pode ignorar isso.

Dentro da sua estratégia de marketing, o Facebook é uma das ferramentas mais importantes que você pode ter para se comunicar com seus clientes e futuros clientes.

Por lá, você pode educá-los sobre a importância do produto ou serviço que você oferece e alcançar ainda mais pessoas que tenham interesse pelo assunto que você domina.

Eu sei que existem as empresas que não têm coragem de investir no seu próprio sucesso. Eu não entendo por que elas fazem isso ou por que desistem, mas sei.

E que para outras, por diversos motivos, simplesmente não fará mais sentido continuar por lá.

Como é o caso da Folha de São Paulo, que parou de publicar seu conteúdo no Facebook.

Nesse caso, entendo que eles não tinham a opção de pagar para aumentar seu alcance, pois, por questões éticas, isso seria inaceitável.

A estratégia sobre a qual estamos falando aqui realmente não serviria para eles.

Mas acredito esse não é o seu caso.

Se o seu negócio é vender, você vai precisar investir no marketing de conteúdo.

Lembre-se que você ainda pode (e deve) fazer o seu conteúdo chegar até o seu público por meio desta rede social e esperar um bom retorno financeiro.

No próximo tópico, eu separei para você as 8 dicas matadoras para usar o novo algoritmo do Facebook a seu favor e aumentar seu alcance na plataforma.

8 dicas para aumentar o seu alcance no Facebook

8 dicas para aumentar o seu alcance no Facebook

Agora que você sabe que o novo algoritmo do Facebook é uma ótima notícia para você, já deve estar se perguntando qual a melhor maneira de aumentar seu alcance.

Então eu separei 8 dicas incríveis para você tirar proveito desse recurso, seja qual for a sua estratégia.

E eu vou começar pela mais importante, que é o anúncio, a parte onde você deve focar sua atenção depois dessa mudança.

1. Anúncios

Anúncios

O tráfego orgânico do Facebook praticamente acabou. E se você for depender disso, o seu negócio corre sério risco.

Exatamente como aconteceu com a Zynga, produtora dos jogos da série Ville (Farmville, Cityville, Castleville…), que foi um enorme sucesso entre os usuários.

A Zynga estava no auge do seu 1 bilhão de reais em patrimônio e conseguiu isso tudo apenas com acessos espontâneos.

Acontece que, na época, o algoritmo do Facebook passou por uma mudança parecida com a de agora e já começava a dar sinais de diminuição do alcance orgânico.

E aí a Zynga foi pega de calças curtas.

O detalhe é que ela não sabia trabalhar com tráfego pago…

O resultado? Chegou à beira da falência. Não teve para onde correr.

E cara, isso aconteceu com uma empresa bilionária! Agora imagina o que pode acontecer com uma empresa com menos recursos.

É provável que agora você tenha percebido como é crucial abrir as opções e aprender a investir em anúncio e impulsionamento das suas publicações.

E se eu te contar que existem ainda outras vantagens (que muita gente nem sabe) que a plataforma só oferece para as páginas que anunciam?

Uma delas é o monitoramento de dados mais profundos que, organicamente, você não tem acesso.

Esses dados são estratégicos sobre o engajamento do seu público, quantidade de visualizações e números mais detalhados sobre as interações feitas.

Se você publicou um vídeo, por exemplo, consegue saber quantas pessoas assistiram ele completo ou apenas parte dele (20%, 50%, 75% e 95%).

Você passa a ter um termômetro muito mais preciso e começa a entender quem é a sua audiência, como ela está reagindo e se está satisfeita com o seu conteúdo.

Com esses dados, você consegue segmentar seu público, saber qual está mais quente e propenso a converter em leads ou até mesmo em clientes.

Aí, você pode orientar e otimizar as campanhas com muito mais consciência.

Para ter acesso a tudo isso e sair na frente dos concorrentes, você vai precisar do Facebook Ads.

Com essa ferramenta, você pode criar seu anúncio em formato de foto, vídeo ou texto e, ao clicar no link, o usuário é direcionado ao site da sua empresa.

Ele foca no perfil dos usuários que você quer atingir e você pode segmentar por dados demográficos, localização, interesses e comportamentos.

E ainda fornece o melhor ROI entre todas as plataformas sociais.

Agora que você já sabe a importância dos anúncios, eu te mostro como começar:

Defina sua meta

Primeiro, pense no orçamento. Quanto você quer e pode investir em anúncio nesse primeiro momento?

O valor quem escolhe é você. Mas é importante que esse valor não comprometa seu negócio.

Você pode começar com pouco das primeiras vezes e ir aumentando o valor à medida em que se sentir confortável para isso.

O próximo passo é definir o custo por lead. Quanto você quer pagar por cada lead gerado?

Esse valor deve ser compatível com a verba que você determinou. Você pode ajustar esse ponto da meta quando mexer no valor do orçamento.

E, por último, determine quantos leads você quer gerar. O que vai depender dos dois passos anteriores.

Teste os anúncios

Publique mais de um anúncio e vá acompanhando o que dá certo e o que não dá.

Dessa forma, suas publicações ficam mais certeiras e você controla melhor qual o próximo passo, a partir dos resultados.

Seguindo por essa direção, as suas chances de alavancar as vendas aumentam muito.

Mas fique atento! Esse investimento por si só não resolve toda a questão.

Você tem que saber trabalhar seu material e gerenciar tráfego pago e orgânico. Ambos precisam ser seus aliados.

As próximas dicas vão te ajudar a fazer isso de forma planejada e inteligente.

2. Conteúdo de qualidade e constante

Lembre-se que não é legal deixar seus seguidores na mão. Ainda mais se o seu foco é aumentar a interação e melhorar sua posição no ranking no algoritmo.

Eu sempre bato na tecla de como é essencial oferecer ao seu público um conteúdo de qualidade e relevância.

É isso que permite alcançar novos potenciais clientes e educar sobre o produto ou serviço que você vende.

Pesquise e tenha certeza de que conhece a sua persona, ou seja, seu cliente ideal.

Essa parte é essencial para que você ofereça a ela conteúdo que solucione suas dores e sane suas dúvidas.

Mas o que muita gente não sabe é que a consistência também é super necessária.

Só de saber isso a partir de agora, você já está na frente de muita gente.

Mesmo que você comece publicando apenas uma vez por semana, mantenha o seu ritmo e publique toda semana.

Pode ir aumentando a quantidade à medida que for conseguindo produzir mais, com qualidade, e manter a frequência.

Faça dessa a regra de ouro da sua estratégia de marketing de conteúdo.

3. Material Atrativo

Criatividade é fundamental nessa etapa de criar um vínculo mais profundo com os fãs da sua página no Facebook.

Um material mais atrativo pode te ajudar nessa tarefa.

Material Atrativo

Experimente diversificar os formatos nos quais você cria seus conteúdos. Dessa forma, você chama mais atenção para as informações que deseja passar.

Além de ser uma forma excelente de promover a interação com seu público.

Você pode testar os seguintes formatos dentro da plataforma:

  • Imagens

  • Infográficos

  • Enquetes

  • Vídeos

  • Transmissões Ao Vivo

Inclusive, fazer transmissão ao vivo gera, em média, seis vezes mais interações do que vídeos comuns, além de serem melhores para gerar discussões.

E o uso de imagens fazem com que as publicações tenham 2,3 vezes mais engajamento do que aquelas que não têm.

Acredite quando digo que para garantir resultados melhores, vale a pena tentar algo diferente.

4. Monitoramento

Depois de compartilhar conteúdo relevante, de forma mais atrativa e constante para seus seguidores, o próximo passo é acompanhar a interação deles com a página.

Para gerar mais engajamento com a sua audiência, você precisa saber coisas como:

Esse último tópico é fundamental. Porque é essencial saber quem é sua audiência.

Assim, você pode focar em quem realmente te interessa e não desperdiça energia com quem não tem a mínima chance de comprar seu produto.

Esse conhecimento, alinhado com a ferramenta de Direcionamento de Público Alvo, que é oferecido pela plataforma, otimiza bastante o seu trabalho.

Até porque não adianta nada um post sobre "dicas incríveis para o casamento dos sonhos" chegar até o feed de notícias de uma pessoa que está solteira.

Ah, e detalhe importante: você precisa manter essa relação sempre atualizada.

Vai que essa mesma pessoa do exemplo acima encontra o amor de sua vida e aceita o pedido de casamento?!

É assim. As pessoas mudam e é preciso ficar atento.

Outra vantagem do monitoramento é que, a partir dos resultados obtidos, ficará mais claro saber quais estratégias estão dando um bom retorno e quais precisam melhorar.

Ter esse controle te dá muito mais chances de fazer sua marca crescer, ter força e uma boa distribuição dentro do Facebook.

5. Ver primeiro

Incentive seus seguidores a configurar para receber o conteúdo da sua página em primeiro lugar no feed.

Como no exemplo abaixo:

Ver primeiro

Isso vai funcionar caso seu público já tenha uma boa interação com sua página e tenha real interesse nas suas publicações.

Essa é uma tática que vem sendo muito usada como coringa por páginas comerciais para aumentar o alcance orgânico.

E esse é um benefício para os dois lados.

Afinal, se o seu conteúdo é realmente relevante, vai ser de interesse do usuário fazer com que apareça no feed para não perder nada que você está publicando.

6. Incentive a interação através do call to action

Como te falei lá em cima, um dos critérios de melhorar o algoritmo do Facebook e fazer com que seu conteúdo tenha prioridade no feed é o nível de interação.

Logo, você precisa prestar atenção em como seu público reage ao que você publica.

Tente algumas táticas para aumentar essa interação.

Mas cuidado! Tem um detalhe bem perigoso que eu vou falar mais para frente.

Não adianta apenas “pedir likes” a troco de nada. É importante oferecer uma contrapartida.

Um conteúdo de qualidade que faça as pessoas realmente quererem marcar os amigos, compartilhar com seus familiares, e comentar na sua publicação.

Nos links que direcionam para o seu site ou o seu blog, utilize o call to action, ou seja, chamada para ação.

Essa ação pode ser curtir, compartilhar, comentar, se inscrever, baixar um conteúdo ou qualquer outra coisa que seja o seu objetivo.

Para facilitar, te dou algumas dicas:

  • Fale diretamente com sua persona

  • Chame para comentar ou tirar dúvidas pelos comentários

  • Incentive o compartilhamento do material para que outros tenham acesso a esse conhecimento

Essa linguagem vai te aproximar ainda mais da sua audiência.

7. Grupos

Crie ou participe de grupos da comunidade que faça sentido com o produto ou serviço que você oferece.

Nos grupos, as pessoas costumam interagir mais com as publicações.

Assim, sua marca ganha relevância.

E você ainda é reconhecido como autoridade no seu nicho ou área de atuação.

8. Evite pegar atalhos

Falei bastante sobre a importância de incentivar a interação, mas é importante que você tenha cuidado para não pecar nos detalhes.

Algumas táticas parecem facilitar sua vida, mas podem ser na verdade uma grande cilada.

O Facebook está aperfeiçoando cada vez mais seu sistema de monitoramento para detectar páginas que querem interação fácil e preguiçosa.

Para garantir que você não seja penalizado por essas práticas, sugiro que você evite spams e as chamadas “iscas” de curtidas, comentários e compartilhamentos.

Se você já recebeu spam na sua caixa de e-mail, entende quando digo que é muito chato e inconveniente. Isso também se encaixa nas redes sociais.

Assim como aquelas famosas publicações do tipo “marque aqui aquele seu amigo que (…)”, que não levam a nenhuma interação relevante.

Evite pegar atalhos

Então, não publique links sem contexto, embasamento e nem repetitivos.

As chamadas “click baits” também podem ser perigosas.

Não crie uma falsa expectativa no seu leitor apenas para gerar cliques no link que você compartilhou.

Além de causar penalidades por parte do Facebook, levando a diminuição de alcance, os títulos “caça-cliques” acabam com a sua credibilidade.

As pessoas bloqueiam e avaliam negativamente as páginas que agem dessa maneira. E isso prejudica ainda mais o seu alcance.

A melhor alternativa é selecionar e postar o seu melhor conteúdo.

E promover uma discussão real, que impressione e desperte o interesse no assunto.

Assim, você mostra às pessoas que te acompanham que você se importa com a qualidade das informações que oferece. Elas valorizam isso.

Vale muito mais a pena ser sincero, direto e objetivo, e conquistar seu cliente pelo conteúdo relevante que você está disponibilizando.

Garanto que o relacionamento entre vocês será mais duradouro se for criado na base da confiança e do respeito até nesses pequenos detalhes.

Diversifique seus canais de comunicação

Diversifique seus canais de comunicação

Apesar de o Facebook ser a maior rede social do mundo, não dá para ficar refém de apenas uma plataforma.

É como um jogo. Não dá para ganhar a partida se apostar em apenas um jogador.

Pensa bem: se as pessoas diversificam seus meios de interagir e consumir conteúdo, você precisa fazer o mesmo.

E aqui o importante é estudar o seu público e descobrir onde ele está. Twitter, Instagram, LinkedIn, WhatsApp, Youtube, Pinterest…

Estude em quais mídias sociais você pode investir para alcançar todo o seu potencial junto a seus possíveis clientes.

Lembre-se que, uma vez definidos, esses novos canais de comunicação devem entrar para o seu planejamento de marketing digital.

O meu conselho é que, além de expandir sua presença nas mídias sociais, você também crie a sua lista de e-mails.

É a melhor maneira de ter controle sobre o que os seus leads estão recebendo.

E você ainda pode estreitar a relação e manter uma comunicação mais direta com seus clientes.

Comece a capturar leads hoje mesmo com Klickpages

Comece a capturar leads hoje mesmo com Klickpages

Como já te disse antes, cada like, comentário e compartilhamento é uma chance de promover e fortalecer sua marca para um possível cliente.

Mas você precisa passar para o próximo passo e converter esse público em leads.

Com o e-mail do usuário você tem a oportunidade de enviar newsletters, promoções exclusivas, cursos gratuitos e outras táticas de e-mail marketing.

Se você está disposto a investir no Facebook para atrair clientes e alavancar seus negócios, eu tenho uma proposta para você.

O Klickpages é a ferramenta que vai converter seus visitantes em clientes e fazer o seu negócio digital crescer.

Milhares de pessoas conseguiram alavancar vendas e gerar leads mais rapidamente com esse serviço.

Antes, construir uma página do zero era uma tarefa complicada. Exigia a contratação de uma equipe de programadores e experts que dominavam a linguagem da computação.

Em três passos você coloca no ar uma landing page que pode ser o ponto de virada da sua trajetória:

Escolha seu modelo: confira as opções de alta conversão comprovada por testes.

Customize a página: após fazer a escolha, é só editar textos e imagens. Tudo é intuitivo, basta arrastar ou eliminar uma função que não agradar.

Publique: tudo pronto? É só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Conclusão Algoritmo do Facebook

O algoritmo do Facebook mudou e você não tem motivos para se desesperar.

Na verdade, agora que você sabe o potencial de crescimento que essa novidade te oferece, você tem mais é que se animar…

… e arregaçar as mangas, é claro!

Porque a plataforma te ensinas as regras do jogo e ainda dá as ferramentas necessárias para fortalecer seu negócio na rede.

Te mostrei neste artigo que, para conseguir melhor retorno sobre o investimento que você precisa fazer, a sua página tem que apresentar um ótimo conteúdo.

E mais do que isso, é necessário monitorar o interesse dos seus seguidores e dar destaque aos melhores posts.

Muito cuidado com as práticas como click baits e iscas de interação que, apesar de parecerem inofensivas, podem por a perder tudo o que você construiu até aqui.

Mesmo com essa mudança no algoritmo do Facebook, páginas que postam conteúdo de excelente qualidade e de forma constante tem espaço reservado nessa rede social.

Tente diversificar os meios nos quais você distribui esse conteúdo. Isso pode te ajudar a interagir melhor e ainda conseguir mais clientes.

Mas não se esqueça de cuidar de outra ferramenta super importante de relacionamento com seu público: a sua lista de e-mails.

E aí, já pensou em quais serão seus próximos passos para impulsionar o seu negócio ainda hoje? Compartilha comigo aqui nos comentários!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.