Ferramentas de SEO: as 20 principais para se tornar o queridinho do Google

Ferramentas de SEO: as 20 principais para se tornar o queridinho do Google

Pode parar de procurar sobre ferramentas de SEO.

Você não precisa ler nenhum outro artigo sobre o assunto. Você não precisa se perder em listas intermináveis que não têm o que você procura.

Porque eu separei a nata das ferramentas de SEO para você. Nas próximas linhas, você vai encontrar as principais ferramentas, as mais mencionadas na internet e as potencialmente mais relevantes para o seu negócio.

Fiz isso porque eu sei como SEO pode dar um nó na cabeça, como pode parecer difícil entender como esse negócio funciona.

Quando eu estava aprendendo sobre o assunto, era trabalhoso para mim também. Às vezes eu me perdia em meio a tanta informação.

A verdade é que listas enormes, com dezenas e dezenas de itens só servem para te deixar confuso, sem saber qual ferramenta escolher. Só te fazem perder tempo e foco tentando filtrar as melhores opções disponíveis.

Mas neste artigo você só vai encontrar as que realmente importam.

Você vai ver ferramentas de SEO categorizadas para todas as necessidades: desde análise completa de sites, até busca de palavras-chave, link building, checagem de plágio, análise de posicionamento… enfim.

E o melhor: várias são gratuitas ou têm período de teste gratuito.

Bora?

Antes, só quero esclarecer uma dúvida que já vi muito por aí…

Qual a relação de SEO com Marketing Digital?

Qual a relação de SEO com Marketing Digital?

A resposta é bem simples e direta: SEO tem tudo a ver com Marketing Digital.

Vou explicar melhor, começando do início.

Marketing Digital é atingir o público com ações em canais online, como redes sociais, blogs, e-mails.

E por falar em blogs, é aí que o SEO entra com força.

Pensa só: você cria um blog, produz conteúdo massa, se dedica para crescer sua estratégia e sua marca ao atrair novos visitantes e potenciais clientes para sua página…

Mas eles não aparecem.

A solução é o SEO.

É ele que vai aumentar as chances de seu conteúdo aparecer para o público.

Porque ele influencia diretamente no tráfego orgânico da sua página. Ou seja, ajuda seu blog ser encontrado, ajuda a colocar seu blog na primeira página dos resultados de busca do Google.

Isso é importante porque 95% das pessoas não vão para a segunda página. Lá é território morto, por assim dizer.

O SEO é uma estratégia a longo prazo, diferente de outras mais imediatas do marketing digital, como anúncios em redes sociais.

Enfim, está claro que as duas coisas têm tudo a ver. Em resumo, é isso: SEO é uma poderosa ferramenta do Marketing Digital.

Agora, hora de ir para as 20 principais ferramentas de SEO para otimizar sua estratégia de marketing digital.

São essas ferramentas que te ajudam na hora de testar o SEO da sua página para ver se ela está realmente otimizada para os mecanismos de busca.

Olha só.

Ferramentas de SEO do tipo tudo em 1

Ferramentas de SEO do tipo tudo em 1

Esse tipo junta várias funcionalidades em apenas uma ferramenta, como análise do seu site, análise de links, análise da concorrência e pesquisa de palavra-chave, por exemplo.

A proposta é que você não precisa pagar por mil ferramentas diferentes já que tem tudo em um só lugar. 😉

#01 SEMrush – Pago

O SEMrush é, de longe, uma das ferramentas mais conhecidas e usadas do mercado.

Ela faz o tipo tudo em 1, porque você pode identificar as melhores palavras-chave para criar conteúdo otimizado, analisar seu site como um todo, e também o desempenho de cada página individualmente.

Além disso, é excelente para análise da concorrência.

A ferramenta permite:

  1. Ver as palavras-chave que a concorrência está ranqueando bem;

  2. Encontrar palavras-chave com menor concorrência;

  3. Rastrear o posicionamento das suas páginas;

  4. Analisar os fatores de classificação do Google e verificar o desempenho do seu site;

  5. Comparar diferentes domínios;

  6. Descobrir seus concorrentes online e até as estratégias que eles usam;

  7. Avaliar o conteúdo das suas páginas e comparar o desempenho delas;

  8. Analisar métricas.

Enfim, o SEMrush é bem completo e funciona bem para quem quer centralizar praticamente tudo em um só lugar.

#02 Moz – Pago, com free trial de 30 dias

Como eu falei no início desse artigo, SEO pode dar nó na cabeça de muita gente.

Tem empreendedor que fecha o olho porque não quer quebrar cabeça com todas as ferramentas e detalhes técnicos.

É aí que entra o Moz. Essa é uma empresa que promete descomplicar o SEO.

Não se trata de apenas uma ferramenta, mas sim um conjunto com 12 que analisam desde backlinks (quem linkou para o seu conteúdo) até desempenho de palavras-chave.

Na versão Pro, por exemplo, você pode ver como as pessoas estão buscando por seu produto ou serviço, quais palavras-chave estão sendo usadas e quais as dúvidas do público.

Tudo para te ajudar na missão de criar conteúdo que deixa seus visitantes sedentos por mais.

Além disso, você pode analisar métricas, verificar o ranqueamento das suas páginas e da sua concorrência. Também te auxilia na otimização do conteúdo para levar seu site para a primeira página do Google.

Outras ferramentas são a MOZ Analytics e o Open Site Explorer, que analisam desde os pontos que você precisa melhorar no seu site e até verificam a autoridade do seu domínio e de concorrentes.

#03 Ahrefs – Pago

A promessa do Ahrefs é te ajudar a entender por que sua concorrência está ranqueando e o que você precisa fazer para ultrapassá-la.

São essas 6 ferramentas no total, com foco em link building, rastreamento da concorrência e monitoramento:

  1. Site Explorer

  2. Positions Explorer

  3. Content Explorer

  4. Position Tracker

  5. Crawl Report

  6. Ahrefs Alerts

Com as ferramentas do Ahrefs, você pode saber quem está linkando para o seu conteúdo. Além de receber por e-mail toda vez que você ou a concorrência receber ou perder um backlink, ou quando sua marca for citada, por exemplo.

Ah! Ele também te mostra o quão difícil é ranquear um site na primeira página do Google.

#04 Raven Tools – Pago

Raven Tools não é uma coisa só e sim um conjunto de ferramentas. E o que elas não fazem sozinhas, fazem por integração a outras ferramentas.

Por exemplo, uma das funcionalidades integra com Moz ou Majestic (que eu vou falar já já sobre) para te ajudar com a pesquisa de palavras-chave e concorrentes.

Ela também identifica problemas de SEO, além de te fornecer dados para saber por que sua concorrência está ranqueando melhor e com quais palavras-chave.

Além disso, ela te indica sites que podem linkar para sua página para melhorar sua autoridade e, com isso, sua posição no ranking dos mecanismo de busca.

Como se não fosse o bastante, a Raven faz análise de sites, de backlinks, fornece dados sobre tráfego e conversões.

Ferramentas para pesquisa de palavras-chave

Ferramentas para pesquisa de palavras-chave

Essas ferramentas são focadas em um dos pontos mais importantes do SEO: a pesquisa de palavras-chave.

Sem as palavras-chave sua estratégia fica de mãos atadas, e você fica sem noção de que tipo de coisa seu público está procurando saber, quais palavras escolher, enfim.

Por isso essas ferramentas são importantes.

#05 Google Keyword Planner – Gratuito

Essa é uma ferramenta disponibilizada no Google Ads, a plataforma de anúncios do Google.

O Google Keyword Planner te ajuda a checar volume de busca, ou seja, se uma palavra-chave é muito pesquisada ou não, e conseguir sugestões baseadas nas palavras que você já tem.

Ele mostra a visão geral e o nível de competitividade da palavra-chave.

Além de ser ótimo para SEO, também funciona muito bem para quem quer fazer anúncios.

#06 Übersuggest – Gratuito

Você já deve ter passado por isso em suas pesquisas no Google…

Quando começa a digitar, o próprio Google já “completa” a frase por você, te dando sugestões e tentando prever sua pesquisa.

O algoritmo que faz essa previsão se baseia nas pesquisas que são feitas não só por você, mas por basicamente todo mundo.

Se, na maioria das vezes, as pessoas buscam por “marketing digital para empreendedores”, é isso que o Google automaticamente sugere quando você começa a digitar “marketing”.

O Übersuggest funciona basicamente da mesma forma.

Você digita “marketing”, por exemplo, e ele lista todas as sugestões possíveis para aquela busca.

Por que isso é útil, já que o Google faz algo parecido? Porque essa ferramenta te ajuda a ter novas ideias de palavras-chave e, com isso, alcançar mais público (talvez um público cada vez mais qualificado).

#07 Google Trends – Gratuito

Trend significa tendência ou direção.

Com o Google Trends, você consegue saber qual palavra-chave está mais quente em um determinado período de tempo.

O que te ajuda a sanar a dúvida de qual palavra-chave usar na hora de produzir conteúdo.

Por exemplo, se você tem um curso de treinamento para cães e não sabe se é melhor usar a keyword cão ou a keyword cachorro, ele resolve o problema te mostrando qual das duas teve um volume de buscas maior no período e na região escolhidas.

Olha só:

Nesse exemplo, o termo cachorro ganha disparado no Brasil no últimos 12 meses.

Você pode fazer essa comparação com até 5 palavras-chave simultaneamente e ver o quão quentes elas estão.

#08 Buzzsumo – Pago

Esse é o cara das redes sociais.

O Buzzsumo te mostra quais foram os links e palavras-chave mais compartilhados nas redes sociais. Assim você sabe no que as pessoas estão interessadas e pode planejar seu conteúdo  com base nessas informações.

Essa ferramenta de monitoramento de palavras-chave e domínios permite que você  identifique até que tipo de linguagem o seu público-alvo usa para você se comunicar com ele de forma mais direta e eficaz.

Ah, o Buzzsumo também tem uma funcionalidade de alertas para te avisar quando uma palavra-chave ou frase for citada.

Se você quer ficar atualizado do que está rolando, essa é a ferramenta.

#09 Grouphigh – Pago, com free trial em alguns planos

Esse é o melhor amigo de quem tem blog.

Porque ele vasculha a internet para encontrar em outros blogs publicações relacionadas a algum termo ou palavra-chave que você quiser.

E você ainda pode filtrar por período de tempo para pescar as publicações mais recentes.

Isso significa que o Grouphigh te mostra as páginas que estão falando sobre as mesmas coisas ou assuntos parecidos com o seu site.

Além de te dar ideias para novos posts, também te atualiza sobre o que está rolando sobre aquela palavra-chave ou termo.

#10 Kwfinder.com – Pago, com pequeno free trial

O nome já bem é sugestivo: keyword finder (algo como localizador de palavra-chave).

É tipo o primo do Keyword Planner, que eu já falei nesse post.  A diferença entre os dois é que o Planner tem funcionalidades integradas ao Google Ads, ou seja, para quem faz anúncios no Google.

No Kwfinder.com, você pode segmentar a palavra-chave por localização e língua e até encontrar os termos que estão sendo ignorados pela concorrência.

Ele te mostra até o nível de dificuldade para ranquear para o termo escolhido. Assim, você faz escolhas mais inteligentes na hora de planejar seus conteúdos.

Isso significa que a ferramenta te mostra dezenas de palavras-chave de cauda longa, ou seja, termos mais específicos e com menor concorrência.

Outra coisa legal é que ele tem uma funcionalidade parecida com a do Google Trends: compara duas palavras-chave com pequenas variações para ver qual tem maior volume de busca.

Ferramentas para análise on-page

Ferramentas para análise on-page

O nome já dá uma pista do objetivo dessas ferramentas: on-page significa que elas fazem uma análise da sua página.

O foco aqui é ver o que você está fazendo de certo e errado na sua página para torná-la a queridinha do Google.

#11 Google Analytics – Gratuito

Se você quer uma estratégia de marketing de conteúdo bem sucedida e não usa o Google Analytics, você ainda não entrou de verdade no jogo.

Arrisco dizer que essa ferramenta serviu de base para a criação de tantas outras, de tão importante que ela é.

O Analytics te dá informações preciosas, como a origem do seu tráfego orgânico, quais são os horários com maior acesso na sua página, em quais conteúdos os visitantes passam mais tempo ou menos tempo.

Você recebe diversos relatórios com dados sobre sua página. Assim, você consegue ajustar os horários de postagem e as palavras-chave que mais atraem visitantes, por exemplo.

Não tem como ficar sem.

#12 Google Search Console (antigo Webmaster Tools) – Gratuito

Se você tem uma estratégia de marketing de conteúdo e inbound marketing mas não usa o Google Search Console, está fazendo errado. Essa ferramenta é fundamental para que sua estratégia traga resultados de verdade.

Você pode avaliar o tráfego e o desempenho de pesquisa da sua página, e também ver quais são as pesquisas que levam as pessoas ao seu site.

Além de verificar como suas páginas são mostradas na pesquisa, você acessa informações de indexação e rastreamento diretamente do índice do Google. Ou seja, você consegue saber se está ranqueando bem ou não.

Outra vantagem é que você recebe alertas por e-mail quando o Google identifica algum problema na sua página.

O Search Console te ajuda a entender quais são os fundamentos que o Google usa para ranquear a página. Assim, você saca exatamente onde está o erro e pode consertá-lo para otimizar seu site do jeito que o Google gosta.

Com essa ferramenta, você pode analisar o SEO da sua página de cabo a rabo.

Ah, e ele funciona muito bem como Google Analytics, que eu falei lá no início.

#13 Screaming Frog’s SEO Spider – Pago, com versão gratuita

Esse é tipo aquele amigo de todas as horas.

Ele te ajuda a otimizar seu site ao examinar URLs e identifica problemas técnicos de SEO, como páginas duplicadas, por exemplo.  

Ou seja, basicamente automatiza um processo que, se você fizesse manualmente, demoraria horas ou até dias para finalizar.

O melhor é que o Screaming Frog é bem intuitivo e fácil de usar. Você pode usar a versão gratuita ou optar pela paga, mais completa.

#14 Woorank – Pago, com free trial

Talvez você conheça alguém que repara até na mancha do canto direito do teto do restaurante, o cara que não deixa nenhum detalhe passar despercebido.

Esse cara é o Woorank quando o assunto é análise de sites.

Ele faz uma análise bem minuciosa, desde problemas ou possíveis melhoras no SEO, até usabilidade e de onde vêm os visitantes do site.

São mais de 70 métricas analisadas. É muita métrica.

Por isso essa ferramenta oferece uma das análises mais completas do mercado.  

#15 Pingdom Tools – Pago, com free trial

O maior objetivo do Pingdom é aumentar a velocidade da sua página.

Ter uma página que carrega rápido é essencial para SEO. Os mecanismos de busca não gostam de páginas lentas porque sabem que os visitantes não têm paciência para esperar.

Uma página que demora mais de 3 segundos para carregar é simplesmente abandonada por até 40% dos  usuários. As pessoas não esperam.

Se sua página for lenta, as chances são que o visitante vai desistir dela e procurar conteúdo na concorrência.

O Pingdom avalia problemas de carregamento e problemas de domínio. Tudo para otimizar a performance da sua página.

#16 Yoast – Plugin SEO para WordPress

Se você tem um blog no WordPress e quer se certificar que colocou todos os itens indispensáveis para otimizar seu conteúdo para SEO, o Yoast é seu melhor amigo.

Ele te mostra, por exemplo, o número de palavras do texto, se o seu título, meta descrição, imagens e subtítulos estão otimizados.

Também te indica qual a densidade da palavra-chave (quantas vezes, em porcentagem, ela aparece no texto).

O Yoast aponta os aspectos do conteúdo que estão bons e te alerta sobre os que você precisa melhorar.

Como é um plugin, você pode instalá-lo no seu WordPress com apenas alguns cliques.

Ferramentas para análise off-page

Ferramentas para análise off-page

Se on-page significa análise da sua página, então off-page já deixa a dica: essas ferramentas analisam o que está do lado de fora.

A maioria tem foco em link building, tanto nos links que você usa nos seus conteúdos quanto que páginas estão referenciando para a sua ou para seus concorrentes.

#17 Majestic SEO – Pago, com algumas funções gratuitas

Essa é uma das principais ferramentas de link building do mercado.

Lá, você pode saber a quantidade e a qualidade dos backlinks e pode comparar uma URL com outra.

Além de pesquisar seus concorrentes, ver os backlinks que eles estão usando e usar links parecidos ou melhores. É possível verificar se o site que você quer linkar no seu conteúdo tem boa autoridade.

A Majestic mostra páginas que costumam referenciar para seus concorrentes, mas não para você.

E também te ajuda na pesquisa de palavras-chave.

Ela é recomendada para profissionais de SEO, empresários e até desenvolvedores.

Você pode assinar gratuitamente ou escolher um dos planos pagos (que, é claro, têm mais funcionalidades).

#18 SEOquake – Gratuito

Essa é uma extensão de SEO para o seu navegador. Ou seja, você instala o SEOquake e ele se integra ao seu navegador para facilitar sua vida.

A chave aqui é a praticidade.  

A extensão é focada em link building e outros pontos importantes de SEO, como análise de páginas, comparação de domínios e exportação de dados.

São várias funcionalidades, como SEObar, SEO Dashboardo e SERP overlay.

Ah, até onde eu sei, ele só funciona no Mozilla Firefox ou no Google Chrome.

#19 Check My Links – Gratuito

Sabe aquele amigo que te avisa quando tem alface no seu dente? É mais ou menos o que essa extensão para o Chrome faz na sua página.

O Check My Links te avisa quando tem algum link quebrado ou inválido para que você possa arrumar imediatamente, antes mesmo que sua página vá para o ar.

Em questão de segundos, ele destaca os links bons em verde e os links quebrados em vermelho.

Assim você não corre o risco de colocar no seu conteúdo links internos e externos que não funcionam.

#20 Copyscape – Gratuito, com uma versão premium

A situação é a seguinte.

Você tem uma página na qual publica um conteúdo massa e original que o Google gosta tanto que o coloca no topo da primeira página de buscas.

Seu tráfego dispara e a sua estratégia de marketing de conteúdo dá o retorno financeiro que você quer.

Só tem um problema.

Outros sites também gostam do seu conteúdo. Mas gostam tanto que copiam e usam como se fosse deles.

E o tráfego que deveria ir para a sua página, acaba indo para a deles.

Os mecanismos de busca te penalizam por usar conteúdo duplicado, plagiado.

Como eles fazem isso? Tirando o seu site da primeira página.

Você fica de mãos atadas, sem saber que seu conteúdo foi plagiado, sem saber o que fazer para conquistar seu posicionamento e seus visitantes de volta.

Essa é a história que o Copyscape conta para explicar o propósito da ferramenta.

Ou seja, ela serve para identificar se o seu conteúdo foi plagiado. Você recebe notificações por e-mail e pode até usar a funcionalidade de bloquear a cópia do conteúdo da sua página.

Você pode usar a versão mais simples ou a versão premium.

Transforme os visitantes da sua página em leads

Transforme os visitantes da sua página em leads

Agora que você já conhece as 20 principais ferramentas de SEO e tem o que precisa para otimizar sua página e atrair visitantes como nunca…

Está na hora de transformar seu visitantes em leads para, assim, guiá-los pelo funil de vendas até virarem clientes fiéis.

Na hora de capturar mais leads, ter uma landing page poderosa faz toda a diferença.

Ainda não tem uma? O Klickpages é a ferramenta ideal para te auxiliar na elaboração.

Você só precisa seguir esses três passos para criar uma landing page e já começar a capturar mais leads e aumentar sua lista de emails:

  1. Escolha seu modelo: há opções de alta conversão comprovada através de testes.

  2. Customize a página: depois, edite os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: por fim, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Simples assim!

Conclusão

Conclusão Ferramentas de SEO

Você pode sair deste artigo seguro de que viu as 20 ferramentas de SEO mais mencionadas e as potencialmente mais relevantes para o seu negócio.

Nas últimas linhas, você esteve cara a cara com a nata do que existe hoje em ferramentas para otimizar seu site.

Logo no início, já ficou claro que SEO e Marketing Digital estão completamente interligados.

Na sequência, você viu desde aquelas ferramentas que são tudo em 1, até as que são voltadas para pesquisa de palavras-chave.

Além disso, te mostrei ferramentas que têm como foco a análise de aspectos fora do site, como a construção de links…

E ainda viu as que estão focadas em analisar a própria página e apontar erros que você precisa arrumar para otimizar do jeito que os mecanismos de busca gostam.  

Depois desse conteúdo, você tem o que precisa em mãos para testar o SEO da sua página e atrair visitantes como nunca.

Agora é sua vez.

Me conta aqui nos comentários o que você achou deste artigo e se tem alguma ferramenta que não entrou na lista, mas que você recomenda. =)

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.

Se você quiser ler outros conteúdos meus é só clicar aqui ;)