17 Imagens Chamativas impossíveis de ignorar (com exemplos)

17 Imagens Chamativas que são impossíveis de ignorar (com exemplos)

Usar imagens chamativas é o caminho mais rápido para transformar seu conteúdo em um imã de audiência.

Mais rápido do que qualquer outro caminho.  

Você multiplica de forma assustadora as chances do seu conteúdo ser visto e consumido.

Porque quando eu digo mais rápido, quero dizer que nosso cérebro processa imagens 60 mil vezes mais rápido do que textos.

O que significa que é muito mais fácil entender imagens do que palavras faladas ou escritas. É muito mais fácil prestar atenção em imagens.

Isso exige menos esforço e menos tempo para interpretar a informação. Tudo o que seu público quer: mais praticidade na hora de consumir seu conteúdo.

Seja um post nas redes sociais, um artigo no blog ou até mesmo anúncios.

Imagens são poderosas em qualquer situação. E muito mais marcantes também.

Porque as pessoas lembram de 80% do que veem, mas recordam apenas 20% das leituras que fazem.

Quando você saca a importância de usar imagens chamativas, sai na frente disparado. É literalmente mais visto pela audiência.

Se você tem algum interesse que tudo o que eu falei até agora aconteça, continua aqui comigo.

Nas próximas linhas, você terá acesso a 9 dicas matadoras e que fazem toda a diferença na hora de escolher imagens.

Desde as cores certas até onde encontrar as melhores imagens.

Não só isso. Eu separei os 8 tipos de imagens que são impossíveis de ignorar.

No total, você verá 17 formas incríveis de conquistar a atenção do seu público em poucos segundos.

E sem blá blá blá: este texto está recheado de exemplos para você entender na prática o poder das imagens.

Para ter acesso a essas informações, é só continuar lendo.

9 dicas de ouro para escolher imagens matadoras

9 dicas de ouro para escolher imagens matadoras

Antes de partir para os tipos de imagens matadoras, quero conversar contigo sobre essas dicas que funcionam para qualquer tipo de imagem.

Não importa qual seja sua escolha, quando considera o que eu vou falar nas próximas linhas, potencializa as chances de tornar seu conteúdo um imã de audiência.

Olha só.

#1 Preste atenção nas cores

As cores mandam em você e nas suas decisões.

Você pode pensar que estou exagerando, mas é sério. Até 90% dos julgamentos rápidos que as pessoas fazem sobre produtos podem ser baseados apenas em cores.

Isso significa que elas compram influenciadas pelas cores.

As cores transmitem emoções, agem no humor, liberam substâncias no organismo e influenciam o cérebro a tomar ações.

Mesmo sem você perceber.

Por isso, é indispensável prestar atenção nas cores da imagem que você escolheu.

Seja para ilustrar um conteúdo ou uma campanha, o fato é que elas impactam diretamente na percepção do leitor.

Algumas dicas para acertar na cor:

  • Use cores fortes e contrastantes que chamem a atenção;

  • Use cores que tenham a ver com a sua marca;

  • Use cores que passem a mensagem e as sensações certas.

Atenção: evite usar a mesma cor da plataforma escolhida para postar sua imagem. Por exemplo, azul e branco são a cor do Facebook e Twitter, vermelho é do Youtube.

O motivo é simples: se você usar as mesmas cores, vai perder a chance de destacar sua imagem, porque ela vai se misturar com o fundo.  

Não vou me aprofundar aqui, porque já fiz esse artigo completo sobre Psicologia das Cores, seus significados e como escolher as cores certas.

#2 Pessoas atraem pessoas

Veja essas duas imagens abaixo.

Imagem 1:

Pessoas atraem pessoas imagem 1

Imagem 2:

Pessoas atraem pessoas imagem 2

Sem pensar muito, qual das duas te causa maior sensação de pertencimento e identificação? Acredito que seja a primeira.

O motivo é simples e muito poderoso: tem uma pessoa nela.

Pessoas atraem pessoas. O que gera identificação imediata, principalmente se você optar por imagens que promovam a diversidade (pessoas de várias etnias, por exemplo).

Mas não basta ter seres humanos na imagem. Essas são as melhores escolhas que você pode fazer:

Rostos felizes, relaxados e sorridentes

Rostos felizes, relaxados e sorridentes

Pessoas atraentes e bem vestidas (roupa social, por exemplo)

Pessoas atraentes e bem vestidas (roupa social, por exemplo)

Pessoas olhando diretamente para a câmera

Pessoas olhando diretamente para a câmera

Pessoas livres e calmas (de braços abertos na praia ou no campo, por exemplo)

Pessoas livres e calmas (de braços abertos na praia ou no campo, por exemplo)

Pessoas apontando para você ou para alguma direção da tela (para o link do seu anúncio ou uma chamada para ação, por exemplo)

Pessoas apontando para você ou para alguma direção da tela (para o link do seu anúncio ou uma chamada para ação, por exemplo)

Pessoas dando ‘joinha’ (sinal de aprovação)

Pessoas dando ‘joinha’ (sinal de aprovação)

Representações de sucesso no trabalho

Representações de sucesso no trabalho

Representações de riqueza

Representações de riqueza

Escolher imagens com pessoas ajuda a humanizar sua marca, conteúdo ou anúncio. Você deixa bem claro que não esqueceu da experiência do cliente e quer vê-lo feliz como nas situações mostradas nas imagens.

O que me leva a um outro ponto importante, que é…

#3 Use imagens que criem um quadro mental positivo

Veja essas duas imagens e me diga: em qual das duas situações que você gostaria de estar?

Imagem 1:

Use imagens que criem um quadro mental positivo imagem 1

Imagem 2:

Use imagens que criem um quadro mental positivo imagem 2

Se é como a maioria das pessoas, nem pensou duas vezes antes de escolher a imagem 1.

Ninguém quer passar pela situação da imagem 2, porque ela é negativa. Pessoas querem felicidade, boas experiências.

É por isso que você deve dar preferência a imagens que passem uma mensagem positiva, que façam com que a pessoa se imagine naquela situação, tenha a sensação e receba a mensagem que você quer passar.

Ela se coloca no lugar do personagem da foto (o que só funciona quando você escolhe usar pessoas nas imagens como falei acima).

Isso tem tudo a ver com experiência do usuário. Se você leu meu artigo sobre o assunto, sabe como a experiência é determinante para o sucesso de qualquer negócio.

Quem tem uma experiência ruim, vai embora e nem olha para trás.

Então, meu conselho é: foque na experiência do usuário.

#4 Escolha imagens de acordo com o seu público e sua marca

É a velha história de carne para vegetarianos.

Se o seu público é de pessoas mais velhas, imagens mais conservadoras provavelmente funcionarão melhor.

Já um público jovem, em geral, aceita cenas mais agressivas.

O segmento de bebidas é um clássico. Olha essas duas campanhas para entender o que eu estou falando.

A primeira é a da Budweiser.

A segunda é da Stella Artois.

É fácil perceber que essas campanhas foram feitas para dois públicos completamente diferentes.

Preste atenção nas cores, nas roupas, nas pessoas. Nada está ali por acaso: as marcas escolheram a dedo cada segundo dos vídeos.

As duas souberam apostar nas imagens certas para atingir as pessoas certas. É o que você precisa na hora de escolher suas imagens. wink

#5 Use imagens com alta resolução

Sabe quando você vai com tudo para abrir uma imagem e o que aparece na sua tela é uma coisa tão cheia de quadradinhos que fica difícil saber para o que está olhando?

Se você é como eu, isso te irrita. E não pense que é diferente com seus clientes e prospectos.

Então, a dica é básica para não deixar seu público passar raiva: escolha imagens com alta resolução, como todas as que eu usei neste artigo.

Além de ser mais agradável para quem vê, imagens de alta qualidade também trazem mais credibilidade e autoridade para a sua marca. Você passa uma mensagem de profissionalismo, não de desleixo.

#6 Para bom entendedor….

… Uma imagem basta.

Se você acompanha o blog, já sabe que clareza é um dos mandamentos de um bom conteúdo.

Com as imagens, é a mesma coisa. Elas precisam:

  • Passar a mensagem que você quer da maneira mais clara possível, sem margem para interpretações negativas;

  • Ser fáceis de entender – a pessoa bate o olho e entende o que está acontecendo;

É isso que acontece quando você não presta atenção na clareza das imagens: seu cliente ou prospecto fica confuso, não sabe para onde olhar primeiro, não entende a mensagem.

Aí ele pode apenas passar direto e ignorar seu conteúdo. Saca só esses exemplos para ficar mais claro:

IMAGEM CONFUSA

IMAGEM CONFUSA

IMAGEM COM CLAREZA

IMAGEM COM CLAREZA

Eu quero passar a mesma mensagem com as duas imagens. Mas, sinceramente, com qual das duas ficou mais claro?

Talvez você tenha percebido, talvez não. Mas existe um problema específico na imagem confusa e é sobre ele que eu quero conversar no próximo tópico.

#7 Informações demais: too much information

O maior problema de uma imagem lotada de texto como a do tópico acima, é que ela causa confusão.

Eu mesmo não soube para onde olhar: para a imagem, para o texto? Qual é mais importante?

Calma. Não é proibido usar texto, desde que ele venha acompanhado de bom senso.

Na dúvida, usa a regra das thumbnails: o mínimo possível e as palavras certas para atrair a atenção. Por exemplo:

Thumbnails informações demais

Se a imagem escolhida for a capa de um livro ou embalagens de produtos que já têm texto, por exemplo, tudo bem. Aí é só não acrescentar mais nenhuma palavra para compor o quadro.

Eu estou te falando isso porque lotar imagens com texto pode barrar suas campanhas no Facebook.

Se já subiu um anúncio por lá, sabe que eles precisam ser aprovados pela plataforma para irem ao ar.

E um dos critérios é respeitar a quantidade de texto em uma imagem. Não vou entrar em detalhes aqui, mas você pode conferir neste guia do próprio Facebook.

Recomendo que você respeite essa regra, porque pode ser penalizado com uma conta bloqueada.

#8 Google Imagens? Melhor não

Aproveitando o gancho do Facebook, aqui vai outra dica para escolher imagens para anúncios.

Nunca, jamais, em hipótese alguma, use o Google Imagens para ilustrar suas campanhas porque elas podem ter direitos de imagem.

Isso significa que é proibido usá-las sem autorização. Você pode até ser processado.

Agora, a história muda em caso de conteúdo gratuito, como artigos para blog. Em geral, você pode usar essas imagens para ilustrar seu conteúdo, só não esqueça de referenciar a página da qual você tirou essa informação.

Mas, se você me perguntar qual é a melhor opção de todas para pegar imagens, eu diria que….

#9 Bancos de imagens são o caminho

Porque lá você encontra imagens livres de direitos autorais – e pode usá-las sem ficar da  neura de estar fazendo algo errado.

Mesmo que que dê de cara com imagens proibidas para campanhas, não tem perigo. Porque elas estão bem sinalizadas com algo como “apenas para fins editoriais”.  

Só prestar atenção nisso que está tranquilo.

Existem bancos de imagem gratuitos e pagos. Vou deixar uma lista aqui com 10 opções para você escolher:

Dito tudo isso, agora está na hora de revelar os 8 tipos de imagens impossíveis de sua audiência ignorar.

8 tipos de imagens chamativas impossíveis de ignorar

Mostrar imagens com pessoas é a melhor opção, como eu já te falei mais cedo. Mas não dá para manter esse padrão 100% das vezes.

O que dá para fazer pelo menos 99,99% das vezes é escolher imagens relacionadas a pessoas.

Se o que eu disse não fez o menor sentido para você, aguenta aí que eu vou explicar nas próximas linhas como isso é possível e como fazer.

Pessoais, bastidores e valores da empresa

Essa é uma forma inteligente de gerar proximidade, identificação e rapport com o seu público.

Quando escolhe momentos do seu cotidiano, da rotina da empresa ou que expresse seus valores, você torna sua marca mais humana.

As pessoas veem rostos ligados à marca e se identificam com ela.

Um ótimo exemplo é esse da Hotmart:

Imagens chamativas Instagram da Hotmart

Eles mudaram de sede e resolveram registrar esse momento da forma mais humana: mostrando os colaboradores se despedindo da casa antiga num clima de descontração.

Imagine se o resultado seria o mesmo ou tão bom quanto se eles tivessem uma abordagem mais fria. Eu arrisco dizer que não – simplesmente porque não causaria tanta identificação e proximidade quanto essa foto.

Infográficos

É o recurso capaz de transformar um bloco de texto num formato muito fácil de ser consumido em poucos segundos.

Porque infográficos unem texto e imagem de uma forma que simplifica até a informação mais complexa em algo fácil de digerir.

O trem é muito poderoso: empresas relatam que aumentaram o tráfego em 400% apenas com publicação constante de infográficos.

Se quiser saber tudo sobre infográficos e ver muitos exemplos, saca só  este artigo super completo que publiquei aqui no blog.

Screenshots

Vai para o desktop, clica com o botão direito, depois vai em personalizar, em seguida tela de fundo e aí procurar imagem.

Tudo isso só para trocar a imagem de fundo do computador.

É um exemplo bem simples. Talvez você já saiba fazer isso sem precisar de instruções. Mas olha como fica mais fácil entender o que eu falei se eu explicar por imagens:

Passo 01:

Imagens chamativas screenshot 1

Passo 02:

Imagens chamativas screenshot 2

Pronto, te expliquei em apenas 2 imagens toda aquela instrução escrita.

Essas são as funções de screenshots (ou capturas de tela) para o seu conteúdo: sintetizar e esclarecer informações de forma muito mais prática que um texto.

Filmes, séries, videoclipes

Esse tipo de imagem é um dos mais poderosos para gerar conexão imediata com o público. Porque as pessoas batem o olho naquele personagem ou naquela cena famosa e já se identificam com você.

Caramba, ele também gosta desse filme/série/videoclipe!

Chama a atenção na hora. E pode ser excelente para facilitar a explicação da mensagem que você quer passar.

Além de que torna o seu conteúdo muito mais gostoso de consumir, leve, dinâmico e original.

Atenção 1: esse tipo de imagem só funciona para fins editorais (conteúdo gratuito). Se usar em campanhas ou anúncios, vai dar ruim!

Atenção 2: funciona melhor se você usar materiais famosos. Ou seja, um filme húngaro do século passado não é a melhor opção para gerar conexão imediata. 😉

Fotos de pessoas famosas

Esse tipo de imagem funciona principalmente se você quer falar sobre, por exemplo, as pessoas mais ricas do mundo, ou os maiores conselhos dos artistas para seus filhos.

Aí, usa o próprio rosto deles para ilustrar seu conteúdo. Mais uma maneira poderosa de gerar proximidade com o público.

Ele reconhece a pessoa na foto e fica interessado em ver o resto.

Quem faz muito isso é o Business Insider, principalmente na função Stories do Instagram. Por exemplo:

Imagens chamativas Instagram Business Insider

Esse da foto, caso você não saiba, é o fundador da Amazon, Jeff Bezos, hoje a pessoa mais rica do mundo (e planeja gastar sua fortuna com uma coisa, como diz o Business Insider).

Importante: mais uma vez, essa dica funciona para posts editoriais, não anúncios ou campanhas.

Faça você mesmo

Outra maneira de impactar visualmente seu público é com imagens exclusivas, que ele não vai achar em lugar nenhum da internet.

Isso acontece quando você produz suas próprias imagens.

Pode ser que você não tenha talento para design ou ilustração (que é o meu caso). Nesse caso, você pode contratar um profissional para compor sua equipe.

Aí terá sempre imagens exclusivas e com a cara da sua marca. O que significa que, quando alguém bater o olho numa dessas imagens, vai identificar na hora que é sua.

Imagens icônicas

Quantas vezes você já viu essa imagem?

Imagens chamativas tio sam

Praticamente todo mundo viu essa imagem nas aulas de História da escola, por isso chama a atenção na hora.

Esse é um exemplo de imagem icônica.

São cartazes, pôsteres, placas, pontos turísticos, enfim, imagens fáceis de identificar, capazes de despertar um sentimento de nostalgia em quem as vê.

Já estão na memória das pessoas. Como esse exemplo do cartaz do Tio Sam.

GIFs animados

Se quer que seu público pare imediatamente tudo o que está fazendo para prestar atenção no seu conteúdo, então GIFs são o caminho.

Talvez você não sabia que o nome era esse, mas é provável que já tenha visto algo do tipo:

Animated GIF - Find & Share on GIPHY

Você pode criar seus próprios GIFs, se quiser. Eu usei o GIPHY para fazer o meu.

Essa pérola saiu desse vídeo aqui.

Para simplificar, são vídeos bem curtinhos que repetem sem parar, engraçados na maioria das vezes.

Esse formato deixa as pessoas curiosas pelo que vai acontecer em seguida.

Só tem uma coisa: GIFs têm uma pegada mais descontraída, por isso pode não ser adequado para todo tipo de público.

Comece a capturar leads hoje mesmo com Klickpages

Imagens chamativas Comece a capturar leads hoje mesmo com Klickpages

Se você ainda não utiliza seu site ou blog para capturar leads, está perdendo uma oportunidade.

Para qualificar a sua estratégia de marketing digital, não perca a chance de obter o contato do visitante para, depois, promover abordagens mais direcionadas.

Pode ser um convite para assinar uma newsletter, receber novidades por e-mail, baixar um e-book ou se inscrever em um curso gratuito.

Seja qual for a ação, caprichar na landing page aumenta muito a chance de confirmar as conversões desejadas.

E, para isso, o Klickpages é a ferramenta ideal.

Veja os três passos básicos para criar a sua:

  1. Escolha seu modelo: há opções de alta conversão comprovada por testes.

  2. Customize a página: depois, é só editar os textos, as cores e as imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: por fim, publique no próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Imagens chamativas Conclusão

Nas últimas linhas, você viu que imagens são a melhor forma de transformar seu conteúdo ou suas campanhas em imãs de audiência.

Porque, como você já sabe, nosso cérebro processa imagens 60 mil vezes mais rápido do que textos.

Então, é tiro certeiro para capturar a atenção do seu público.

Você viu as 9 dicas de ouro para escolher imagens matadoras, desde acertar nas cores, usar imagens com pessoas e que são perfeitas para o seu público-alvo.

Também te mostrei os 8 tipos de imagens chamativas impossíveis de ignorar, como: bastidores da empresa, filmes e séries, infográficos e GIFs.

Pronto. Agora você está preparado para escolher as imagens certas para atrair sua audiência.

Não deixa de me contar nos comentários qual é o seu tipo favorito de imagem e o porquê.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.