13 benefícios do Marketing Digital para quem não se preocupa com detalhezinho

13 incríveis benefícios do Marketing Digital para a sua empresa

ATENÇÃO: SE VOCÊ QUER APROVEITAR OS BENEFÍCIOS DO MARKETING DIGITAL, NÃO FOQUE EM DETALHEZINHOS.

Eu não me lembro da última vez que comecei um artigo de forma tão enfática, com caixa alta, negrito e tudo.

Mas acho que o que falei é tão importante que eu não poderia correr o risco de perder a sua atenção.

Porque esse é o maior erro que eu vejo empreendedores cometerem quando o assunto é marketing digital: eles não olham para o fundamento, só se preocupam com os detalhezinhos.

Só que o fundamento é a base, é o que sustenta toda a sua estratégia de marketing. Sem uma base sólida, o resto da estrutura não suporta o próprio peso e despenca.

Não estou dizendo que detalhes, como uma imagem em alta qualidade ou um vídeo com edição de cinema, não funcionam. A grande sacada é que eles não são nada além disso: detalhes.

É como um bolo. A massa do bolo é o fundamento e os enfeites são detalhezinhos.

Sabe aqueles bolos de vó super simples, sem cobertura, sem recheio, mas que a massa é tão gostosa que você come de boca cheia?

Em contrapartida, sabe aqueles bolos de padaria que enchem os olhos de tão lindos, mas que você dá uma garfada e desiste porque simplesmente o gosto é decepcionante?

Pois é. A mesma coisa acontece com o marketing digital da sua empresa. Seus clientes estão muito mais interessados numa massa deliciosa do que numa massa ruim cheia de enfeites.  

Mas qual é o fundamento do marketing digital?

Eu te digo em uma palavra: conteúdo. Criar toneladas de conteúdo de altíssima qualidade e que gera muito valor para o seu público é o que separa os homens dos meninos no mundo online.

E quando você saca isso, independente do detalhezinho, você tende a colher os frutos da sua estratégia bem feita.

Nenhum dos 13 benefícios do marketing digital que eu vou detalhar nas próximas linhas atingirá o topo de desempenho se você não focar no fundamento da parada.

Por isso, o marco zero do sucesso digital é o conteúdo.

Agora que isso está claro, posso partir para a primeira grande vantagem do online: a visibilidade da sua marca.   

#1 Conquistar forte presença e visibilidade online

Conquistar forte presença e visibilidade online

Vou direto ao ponto: se sua marca não está na internet, ela simplesmente não existe. Pelo menos não para os seus clientes em potencial.

É só pegar a si mesmo como exemplo. Se você é como 75,7% das pessoas, pesquisa ofertas pela internet antes de comprar.

Posso até apostar que, na maioria das vezes, você usa o Google para essa missão de tirar dúvidas ou buscar informações.  

As chances são que você vai comprar de uma das marcas que apareceram na sua tela. Sério, quais as chances de você comprar de uma empresa cujas informações não estão a um clique de distância?

Por isso eu digo, se sua marca não está na internet, ela não existe.

E digo mais, se sua marca não está na internet, as chances são que a sua concorrência está.

No Brasil, então, que é o terceiro país do mundo que passa mais tempo navegando na internet, não tem como ignorar a importância do online.

O fato é que, quanto mais informação online existirem sobre aquela empresa, maiores as chances de ela ter forte presença e visibilidade na internet.

Se é isso que você quer, é importante que tenha você alimente constantemente as redes sociais, o site e o blog da marca.

A grande sacada é criar e publicar toneladas de conteúdo de altíssima qualidade para conseguir visibilidade.

E visibilidade na internet significa ultrapassar barreiras geográficas e literalmente atingir o mundo inteiro. Praticamente não há limites para o alcance da sua marca no digital.

#2 Ter alta escalabilidade

Eu acabei de falar que no digital você consegue alcançar o mundo inteiro, se quiser.

Ou seja, você não fica preso a outdoors, televisão, rádio, jornal, enfim, as mídias tradicionais que são limitadas e caríssimas.

Pode ser que você queira limitar um pouco o seu alcance no caso de um produto físico, por exemplo. Porque, mesmo com a possibilidade de alcance global, talvez não seja viável despachar seu produto para um comprador do Japão.

Mas, pensa comigo. Se você tiver um infoproduto, a escalabilidade é gigantesca. Você pode distribuí-lo para o mundo inteiro com a vantagem de não precisar pagar um centavo de frete.

Pensa no nível de impacto de quem usa marketing digital para distribuir seu infoproduto: com um clique, consegue enviar o produto para o outro lado do planeta.

#3 Construir uma audiência qualificada e segmentada

Eu não sei se você é vegetariano ou não, mas assuma por um momento que você é.

Quantas vezes você já viu propagandas de carne na televisão, em outdoors na rua ou até em panfletos de churrascarias que te entregaram no semáforo?

Pensa comigo que coisa ineficiente. Você, como vegetariano, definitivamente não é o público-alvo dessa galera mas, mesmo assim, é entulhado com essas propagandas nas mídias tradicionais.

A probabilidade é que você nunca vai converter em cliente e as empresas que fizeram essas campanhas só perderam dinheiro ao alcançar pessoas como você.

A grande sacada da internet é que você consegue atingir exatamente as pessoas certas.

Através das segmentações de público, você fala com uma galera bem específica, uma galera que tem grandes chances de querer ouvir o que você tem a dizer, que tem interesse por seu conteúdo, produto ou serviço.

Isso faz com que suas ações de marketing sejam muito mais focadas e eficazes.

Primeiro porque você direciona seu valioso dinheiro para atingir o público ideal.

Segundo porque o público ideal tem mais chances de gostar do seu contato e potencialmente comprar de você.

Você pode começar a segmentação ao fazer anúncios para atingir determinados grupos de pessoas com interesses e comportamentos específicos e que têm a ver com o seu negócio.

Inclusive, você pode usar landing pages para colher dados sobre seu público, o que ajuda na segmentação e na criação da sua lista de e-mails.

#4 Acompanhar a jornada de compra

Acompanhar a jornada de compra

Antes, quando você assistia uma propaganda na televisão ou ouvia um spot no rádio, por exemplo, você tinha duas opções: aceitar ou não a oferta.

De forma bem direta, a sua jornada de compra era simples assim. Ou você ia até a loja comprar ou não ia.

Agora não é mais assim, a tomada de decisão não é linear.

Quando seu cliente em potencial entra em contato com a sua marca, basta um clique para ele comparar sua empresa com a concorrência, ver todas as alternativas disponíveis para ele.

Aí entra naquele lance da presença online que eu já falei.

Quanto mais presente a sua marca estiver, quanto mais conteúdo de altíssima qualidade você publicar (olha aí o conteúdo sendo solução de novo!), mais você atrai seus clientes em potencial.

E quando mais atraídos eles estiverem por você, mais proximidade você tem para resolver as dúvidas e objeções que eles têm sobre seu produto ou serviço.

Ou seja, ao acompanhar de perto a jornada de compra você pode dar aquele empurrãozinho para ajudar na decisão de que a sua marca é a melhor escolha possível.

Mas fica ligado em uma coisa importantíssima: cada pessoa vai estar em um estágio de maturação diferente. São os níveis de consciência dos consumidores.

Eu já falei mais sobre o assunto nesse artigo.

O importante aqui é o seguinte. Se, por um lado, há pessoas que estão prontas para abrir a carteira e só precisam decidir qual é a melhor opção, tem gente que ainda nem sabe que precisa de um produto ou serviço como o seu.

A sua missão é nutrir e educar essas pessoas para que elas estejam prontas para comprar de você.

Para qualquer um dos estágios da jornada de compra você precisa de uma abordagem específica. Estar atento a isso te ajuda com o próximo benefício do marketing digital: o relacionamento.

#5 Desenvolver o relacionamento com a audiência

Quando você quer ser amigo de alguém, o que normalmente você faz?

A opção A é que você se aproxima, puxa papo, faça piadas, começa a seguir a pessoa nas redes sociais, curte as fotos…

Quanto mais interessante forem seus assuntos, quanto mais a pessoa se identificar com seus gostos e estilo de vida, maiores as chances de vocês virarem amigos.

Por outro lado, na opção B, você chega no seco e pergunta: "Quer ser meu amigo?". Só que dificilmente a resposta será positiva. Arrisco até a dizer que a pessoa vai ficar com medo de você ser algum doido.

Aí está outro benefício do marketing digital bem feitinho: ele te ajuda a seguir a opção A.

Adivinha como…

Acertou se disse conteúdo. Porque o conteúdo aqui é aquele papo massa que envolve a pessoa e a deixa com vontade de conversar com você cada vez mais.

E, como eu falei há pouco, diferente do marketing offline que você fala com todo mundo do mesmo jeito e ao mesmo tempo, no online você personaliza a sua comunicação para falar com a sua audiência.

Você sabe exatamente com quem está falando, alguém cujos interesses e comportamentos têm tudo a ver com a sua marca.

O mais legal é que é uma via de mão dupla: ao mesmo tempo em que você oferece conteúdo, recebe o feedback do público e sabe o que ele acha, o que ele pensa.

Assim, você entende o que está rolando e fica ligado de quais são os principais pontos nos quais sua marca está acertando e em quais precisa melhorar. Aí você pode propor soluções de forma mais rápida e assertiva.

Além do que, as pessoas compram de quem elas confiam. Quanto mais forte for o seu relacionamento com a audiência, maiores as chances dela comprar de você.

#6 Fidelizar clientes

Segundo Philip Kotler, conquistar novos clientes é de 5 a 7 vezes mais caro do que fidelizar clientes antigos. Isso, acredito eu, já é motivo mais do que o suficiente para buscar a fidelização.

Mas se ainda não é o suficiente para você, segura essa: investir em estratégias para fidelizar clientes pode aumentar seus lucros em até 95%. Tá bom para você?

Acho que se as empresas soubessem disso, ficariam mais focadas. Só que 84% das empresas se preocupa tanto em fechar negócio que negligencia a importância do pós-venda.

Que bom que você não corre mais o risco de cometer esse erro, né?

E adivinha quem te ajuda na missão: exatamente, o marketing digital.

Se depois de comprar de você, seu cliente sentir que você se importa com ele tanto quanto quando ele ainda não tinha aberto a carteira para você, meu amigo… Ele será um fã fiel da sua marca.

Se você continua oferecendo conteúdo de altíssima qualidade e investe pesado em uma estratégia de pós-vendas e follow up, aumenta consideravelmente as chances de fazer com que esse cliente compre de novo de você ou recomende sua marca.

#7 Ganhar autoridade de marca

Ganhar autoridade de marca

Eu não sei se você já quebrou a perna ou o braço. Mas as chances são que, se já quebrou, você foi ao hospital.

Você provavelmente fez um raio-x para ver se estava mesmo quebrado, engessou e seguiu direitinho as orientações do médico.

Sabe por que você fez isso? Porque o médico é, via de regra, uma autoridade.

É improvável que você seguisse tim tim por tim tim do que um leigo no assunto dissesse.

Aí está a importância desse benefício do marketing digital para o seu negócio, a autoridade de marca: a sua audiência tende a confiar muito mais em você quando te vê como uma autoridade.

Quando você tem uma alta autoridade aos olhos do seu público, você conquista embaixadores da sua marca, que vendem seu produto ou serviço por você. O fato é que você se torna uma referência.

Ótimo, mas o que aumenta sua autoridade?

Mais uma vez, conteúdo é a resposta. Conteúdo, presença online consistente, conteúdo, serviço de extrema qualidade, conteúdo, entrega extraordinária. Deu para sacar, né?

#8 Se destacar em relação à concorrência

Quando eu digo concorrência, quero dizer tanto pequenas e médias quanto grandes empresas. Porque no digital o campo de batalha é mais justo para o seu lado.

No marketing offline, por exemplo, a competição fica injusta. Quem tem mais dinheiro compra mais espaço nas mídias e quem não tem as mesmas condições precisa se contentar com pouco.

No digital, pequenas e médias empresas têm espaço para crescer. E muita gente ainda não sacou esse potencial de crescimento: 98% das empresas brasileiras não aproveitam o marketing digital.

Isso significa que, potencialmente, muitos concorrentes seus ainda não estão online, o que já te faz sair na frente. Além disso, quanto mais valor você gerar para a sua audiência, mais você vai saltar aos olhos delas (conteúdo, conteúdo…).

Por isso, quanto antes você começar, melhor.

Fora que o digital permite que você fique muito mais ligado no que a sua concorrência está fazendo e pode usar isso a seu favor.

Se ela der uma escorregada na casca da banana, você previne seu negócio de cometer o mesmo erro. Se ela acertar na estratégia, você pode se inspirar no resultado.

#9 Analisar métricas com alta precisão

Pensa aqui comigo. Se você colocar um outdoor em uma via movimentada, sabe dizer com precisão:

  • Quantas pessoas viram sua campanha?

  • Quantas pessoas viraram clientes por causa da sua campanha?

As chances são que não. Porque no mundo offline é muito difícil mensurar dados como esses, nem que você monte acampamento na frente do outdoor para contar pessoa por pessoa.

Já o online é oposto disso, o que traz mais segurança e mais controle das suas ações de marketing. Você não dá tiro no escuro.

Você consegue saber quanto de dinheiro você investiu e quanto retorno você teve, quanto cada cliente custa para você, quanto custa conquistar cada novo interessado na sua marca, quantas pessoas viram seu vídeo, enfim.

Assim, você sabe que ajustes precisa fazer e que estratégias estão funcionando, o que economiza seu suado dinheirinho e seu precioso tempo.

E o melhor: a maioria desses dados você colhe praticamente em tempo real. Não precisa esperar o comercial rodar durante um mês na televisão para saber se deu algum resultado ou não.

#10 Ter excelente custo-benefício

Ter excelente custo-benefício

Outro grande benefício do marketing digital é que você pode começar investindo pouco.

Pera, vamos recapitular aqui.

Você consegue espalhar sua marca pelo mundo inteiro se quiser, atingir as pessoas certas, desenvolver um relacionamento com a audiência, ganhar autoridade, competir quase que pau a pau com empresas grandes, analisar métricas com precisão (ufa!)…

E, além de tudo isso, pode começar com baixo investimento.

Confere, produção? Sim, aí já dá para sacar por que o custo-benefício é tão bom.

Além de que, na internet, você é que escolhe quanto quer pagar para colocar suas campanhas no ar, por exemplo. Diferente das mídias tradicionais, já que lá eles que escolhem e você paga caro por isso.

Só para você ter uma noção…

A família de uma menina aqui da empresa já colocou uma propaganda para rodar na televisão apenas uma vez por dia. Era um vídeo de 15 segundos e ele pagaram 15 mil reais para a campanha ficar no ar.

Cara, no online você pode começar com investimentos em anúncios de 50, 100 reais e aumentar conforme você quiser.

Além de que existem muitas ferramentas gratuitas ou por um preço bacana no mercado, o que reforça que você pode começar mesmo sem muito dinheiro.

Ponto para o digital.

#11 Fazer ajustes mais rápido

Na internet tudo acontece numa velocidade impressionante. Enquanto que as mídias tradicionais, se colocadas frente a frente com a internet, parece que andam de ré.

Quer ver? Imagina que você investiu uma grana e mandou imprimir panfletos para distribuir em pontos estratégicos da cidade.

Depois de um dia inteiro distribuindo é que você percebe que tem um erro grosseiro na impressão: o número de telefone para potenciais clientes entrarem em contato está errado.

E aí, o que você faz? Não tem como ir atrás de cada pessoa que pegou um panfleto seu. Talvez a solução seja mandar imprimir uma nova leva com a correção feita.

Só que nessa brincadeira vai mais tempo, mais dinheiro. E mais: se alguém que pegou o panfleto com o número errado se interessou por sua marca, já era, não vai conseguir contato.

Agora, na internet, a maioria dos errinhos você consegue consertar na hora. Uma informação errada em um post, um erro de digitação, enfim.

Mas não só isso. Como você já viu, no online é possível verificar suas métricas quase que em tempo real e fazer ajustes assim que for necessário.

Inclusive ajustes nas suas campanhas: tirar do ar as que não estão performando bem e investir mais nas que dão resultado.

#12 Atrair público gratuitamente

Esse é mais um dos grandes benefícios do marketing digital: você pode começar com zero investimento em anúncios e, mesmo assim, atrair uma quantidade significativa de público interessado na sua marca.

Como? Com o marketing de conteúdo e com as técnicas de SEO para colocar seu conteúdo na primeira página dos mecanismos de busca.

Eu já fiz diversos artigos sobre esses temas aqui no blog, então vou resumir como funciona: você cria toneladas de conteúdo de altíssimo valor para sua audiência e publica no seu blog ou redes sociais como Youtube, Instagram e Facebook.

Conteúdo após conteúdo, você atrai mais pessoas interessadas no que você tem a dizer.

Uma das maiores vantagens, além de que você não precisa de grana para começar, é que o seu conteúdo ajuda a criar um relacionamento com a audiência, o que faz com que ela confie mais na sua marca.

Além disso, é por meio do seu conteúdo que você vai educar e nutrir o público até que ele esteja pronto para comprar.

Para você ter uma noção, as empresas que costumam adotar o marketing de conteúdo como parte da sua estratégia apresentam, em média, 2,2 vezes mais visitas e 3,2 vezes mais leads do que os negócios que ignoram essa necessidade.

É uma estratégia a longo prazo, mas definitivamente funciona.

#13 Melhorar suas taxas de conversão

Melhorar suas taxas de conversão

Por fim, mas não menos importante, o marketing digital tende a aumentar suas taxas de conversão.

Por quê? Pensa comigo.

Você direciona os seus esforços para atingir o público certo, que potencialmente tem interesse em comprar o seu produto ou serviço. Você não gasta energia tentando atingir todo mundo para ver se um ou dois convertem.

Ou seja, você segmenta suas ações. Ao usar estratégias como o marketing de conteúdo e o inbound marketing para fazer a audiência vir até você e se preocupar em gerar valor para o público, você não se torna intrusivo.

Isso significa que você recebe a permissão dessas pessoas para falar com elas, o que aumenta ainda mais as chances de elas te ouvirem.

Um exemplo disso é que as empresas que têm blogs geram 67% mais leads do que as que não têm.

Além disso, a estimativa é que 70% dos usuários de internet já fizeram alguma compra depois de receber campanhas por e-mail, o que reforça o poder de conversão do marketing digital.

Melhores canais de marketing digital para começar

Melhores canais de marketing digital para começar

Agora que você já conhece os principais benefícios do marketing digital, pode estar se perguntando por onde começar.

Eu já fiz um artigo completinho sobre os canais de marketing, mas vou separar aqui para você os que eu considero os melhores para começar sua estratégia online.

Antes, só para deixar claro: canais de marketing são os caminhos que você usa para fazer o seu produto ou serviço chegar até seus clientes, de acordo com as demandas que surgem, as expectativas e exigências que eles têm.

Dito isso, deixa eu te mostrar os canais que eu separei.

Redes Sociais

Lembra o que eu falei sobre conteúdo? Pois é, você usa suas redes sociais para publicar conteúdo que é imã de engajamento para se aproximar do público, desenvolver o relacionamento com ele e conquistá-lo.

Esse é um canal poderoso porque 78% de quem está na internet usa alguma rede social no Brasil.

Além de ser um espaço onde os brasileiros passam boa parte do tempo online: de 9 horas e 30 min diários, 3 horas e 30 min são dedicados às redes sociais.

Blog

O blog é o diamante da atração gratuita de público. As visitas do seu blog vêm, em sua maioria, das pesquisas no Google. É lá que suas publicações aparecem.

Pensa comigo, quem busca informações no Google está atrás de respostas.

E se o seu blog oferece as respostas que ele precisa, meu amigo… aí está o primeiro passo para transformar esse visitante em um cliente.

A sacada aqui é usar o SEO para fazer seu conteúdo ser visto.

E-mail

A lista de e-mails é, sem sombra de dúvidas, o maior ativo da minha empresa.

Os números não mentem: as maiores taxas de conversão do meu negócio vêm do email, mais do que em qualquer rede social.

Eu consegui vender 7.500 ingressos para um evento ao vivo, em apenas duas semanas, usando apenas a minha lista de e-mails.

O fato é que quem compra produtos ou serviços promovidos por esse canal gasta 138% a mais do que quem não recebe contato de empresas por e-mail.

O e-mail é um canal de marketing perfeito para segmentar seu público e se comunicar com ele de forma personalizada.

Sinta esses benefícios na pele

Sinta esses benefícios na pele

Agora você já conhece os principais benefícios do marketing digital para conquistar cada vez mais clientes. Então, que tal senti-los na pele?

O primeiro passo é a geração de leads qualificadas.

Mas como fazer isso? Você precisa de landing pages caprichadas. Isso aumenta muito a chance de confirmar as conversões desejadas.

E, para essa tarefa, o Klickpages é a ferramenta ideal.

Confira só os três passos básicos para criar a sua:

  1. Escolha seu modelo: veja opções de alta conversão comprovada através de testes.

  2. Customize a página: após a escolha, edite textos, cores e imagens, além de ocultar elementos que pouco agregam.

  3. Publique: com tudo pronto, é só publicar no seu próprio domínio, sem custos adicionais de hospedagem.

Conclusão

Conclusão Benefícios do marketing digital

E aí, resta alguma dúvida de que o marketing digital tem benefícios poderosos para o seu negócio?

Ao longo deste artigo, você viu que que o marketing digital permite que sua marca tenha uma forte presença online, além de possibilitar alta escalabilidade para o seu negócio.

Além disso, você consegue construir uma audiência altamente qualificada e pode acompanhar de pertinho a jornada de compra dessas pessoas.

Com o digital, fica mais fácil ganhar autoridade de marca, desenvolver o relacionamento com sua audiência e fidelizar clientes.

Você também pode competir de igual para igual com marcas maiores e com um excelente custo-benefício.

Eu te mostrei que com o marketing digital você pode fazer ajustes rápidos e analisar métricas com alta precisão e praticamente em tempo real.

Sem contar que é possível atrair público gratuitamente e ainda melhorar suas taxas de conversão.

Por fim, você viu 3 canais de marketing para começar sua estratégia digital agora mesmo.

Sua vez: me conta aqui nos comentários quais outros benefícios você acredita que existam em uma estratégia de marketing digital. Abraço!

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Sobre o Autor

Hugo Rocha é co-fundador da Ignição Digital e do Klickpages. Já atuou diretamente nos bastidores dos maiores lançamentos digitais do Brasil. Atualmente está a frente da equipe de tráfego e crescimento da Ignição Digital e Klickpages liderando pessoalmente mais de R$ 4 milhões de reais em investimento em tráfego nos últimos 12 meses com ROI acima de 300%.